A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O Microcrédito de Santa Catarina. Motivação Governamental Ainda Senador, Esperidião Amin, conheceu o microcrédito através da leitura do livro de Munhamed.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O Microcrédito de Santa Catarina. Motivação Governamental Ainda Senador, Esperidião Amin, conheceu o microcrédito através da leitura do livro de Munhamed."— Transcrição da apresentação:

1 O Microcrédito de Santa Catarina

2 Motivação Governamental Ainda Senador, Esperidião Amin, conheceu o microcrédito através da leitura do livro de Munhamed Yunus, O banqueiro dos pobres. Em 1999 quando assumiu o governo estadual, determinou ao Badesc a criação de um programa de microcrédito. Dentre suas recomendações estavam: ausência do estado, atuação regionalizada.

3 Idealização do Modelo I Busca de parceiros permanentes (Sebrae, Facisc, Fampesc, FCDL). Quanto a personalidade jurídica e estrutura, o Badesc se inspirou nos modelos existentes e optou por estruturar uma rede Organizações Não Governamentais, mais tarde OSCIPs, com a seguinte organização:

4 Idealização do Modelo/Organograma Composição básica das organizações AGENTE DE CRÉDITO OUTROS COLABORADORES

5 Idealização do Modelo II Criação de quatro organizações (Florianópolis, Joinville, Chapecó, Criciúma) e adesão do Banco da Mulher/Lages, nas cidades pólo do estado onde o Badesc possuía escritórios regionais. No modelo proposto, os Gerentes regionais do Badesc passaram a ocupar a Diretoria Executiva das Organizações.

6 Idealização do Modelo III O Badesc promoveu recrutamento e seleção de pessoal. Através da Crear Brasil realizou-se treinamento intensivo. Criação de linha de crédito em condições facilitadas (2 anos de carência e 8 para amortizar, com encargos de TJLP pura). Os recursos tiveram sua origem no FADESC, constituído com retorno de incentivos fiscais Grande investimento publicidade. Sugestão de um aplicativo de gestão.

7 Idealização do Modelo IV O Badesc disponibilizou temporariamente, uma série de benefícios, tais como: gerentes, automóveis, móveis, estagiários (programa de multiplicadores), custo das pesquisas no Serasa, instalações, entre outras. Encontros periódicos entre gerentes e agentes de crédito visando disseminar as melhores práticas.

8 As organizações catarinenses Xanxerê Joinville Criciúma

9 Números do Microcrédito de SC

10 Uma grande verdade Ninguém imaginava que o programa fosse tão êxitoso. Poderíamos e deveríamos ter sido mais ousados.

11 Aperfeiçoamentos necessários Uma coordenação mais forte, a exemplo do sistema cooperativo, podendo atuar de forma mais segura e em rede. Sistema de informática, auditoria, capacitação de RH, plano de cargos e salários, normas deveriam estar subordinados a coordenação do programa.

12 Aperfeiçoamentos necessários Concluindo, essa sistematização permitirá uma padronização, otimização, melhor controle, estabilidade do programa, desenvolvimento de pesquisas e construção de políticas públicas a partir das experiências.

13 Muito Obrigado! ROMEO VIER

14


Carregar ppt "O Microcrédito de Santa Catarina. Motivação Governamental Ainda Senador, Esperidião Amin, conheceu o microcrédito através da leitura do livro de Munhamed."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google