A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Preparação Época 2008 - 2009 Equipa: Carlos Décio Cordeiro Fernando Oliveira João Loureiro José Saraiva SantosCarlos Costa Nuno Rocha.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Preparação Época 2008 - 2009 Equipa: Carlos Décio Cordeiro Fernando Oliveira João Loureiro José Saraiva SantosCarlos Costa Nuno Rocha."— Transcrição da apresentação:

1 Preparação Época Equipa: Carlos Décio Cordeiro Fernando Oliveira João Loureiro José Saraiva SantosCarlos Costa Nuno Rocha

2 1ª Reunião Época Sumário executivo Abordagem ao Jogo durante a Semana Indumentária Antes do Jogo no dia (ou na véspera) Durante o Jogo Depois do Jogo (no proprio dia) Depois do Jogo (à posteriori)

3 1ª Reunião Época Abordagem ao Jogo durante a Semana Árbitro recebe SMS e reenvia no próprio dia aos colegas. Prepara countdown, relatório, plano de viagem, preparação de jogo e folhas de substituição e envia aos colegas até 5ª feira via . É uma forma de não haver esquecimentos. Caso haja necessidade de alterar o plano de viagem, os Árbitros Assistentes devem comunicar até 6ª feira. Após essa data só alterações de força maior.

4 1ª Reunião Época PenalizaçõesPenalizações Há dois factos essenciais para o bom funcionamento da equipa em harmonia. A pontualidade e a organização. Quando estamos atrasados não custa avisar os colegas. Da mesma forma, não custa nos nossos sacos levar toda a documentação para os jogos, e um equipamento extra.

5 1ª Reunião Época IndumentáriaIndumentária Jogos de Séniores e Juniores: Fato escuro, camisa branca e gravata da equipa Jogos de Juvenis e Iniciados: Casual * De qualquer forma, a indumentária vai sempre explicita no plano de viagem, por forma a não haver erros

6 1ª Reunião Época Antes do Jogo Para todos os jogos da FPF haverá sempre uma reunião preparatória aos jogos, antes da entrada no estádio, com os seguintes objectivos: Relembrar falhas de ultimos jogos, relembrar pormenores essenciais para o funcionamento da equipa, estudar as equipas e o enquadramento do jogo, por forma a começar o jogo com todas as armas para alcançar o sucesso desejado.

7 1ª Reunião Época Antes do Jogo À chegada ao estádio, os telemoveis serão desligados ou colocados no modo silêncio. A chegada ao Estádio deve ser nos Jogos de Séniores e de Juniores de 1h 30 min. Antes da hora marcada para o inicio do jogo. Nos outros casos, a chegada será de 1h antes do inicio do jogo. Todos devem preparar o saco com o equipamento fornecido para a época 2008 – 2009, um par de bandeiras extra, calçado apropriado e camisola de aquecimento além dos seus acessórios pessoais.

8 1ª Reunião Época Antes do Jogo Na chegada ao estádio, a equipa desloca-se ao balneário para colocar a bagagem. Árbitros assistentes colam cowntdown na porta enquanto que árbitro faz a primeira abordagem aos delegados. De seguida a equipa faz vistoria ao terreno de jogo. A reunião com os delegados será feita com ambos os delegados, e o processo será o seguinte:

9 1ª Reunião Época Antes do jogo (reunião com os delegados) Cada Árbitro Assistente verifica modelo 143. Árbitro verifica bola, equipamentos, e faz reunião acerca dos objectivos para o jogo. Entrega folha de Viatura aos Delegados, Pode ser necessário AA acompanhar.

10 1ª Reunião Época Antes do Jogo Antes da entrada para o Campo os Árbitros Assistentes fazem identificação de jogadores, e árbitro conversa com força policial. À entrada para o campo, assistentes verificam joias, e equipamentos de jogadores, enquanto árbitro conversa com capitães.

11 1ª Reunião Época Durante o Jogo O sucesso do desempenho da equipa, será positivo para todos. Para tal teremos que nos adaptar ao critério da FPF, em que apenas o árbitro será avaliado. Há muitas formas de tomarmos as decisões correctas, sempre que possível vamos deixar as decisões para o árbitro. Para tal vamos utilizar uma sinalética exclusiva para a nossa equipa, para além do convencionado.

12 1ª Reunião Época Durante o Jogo (sinalética de equipa) Faltas na zona de acção

13 1ª Reunião Época Durante o Jogo (sinalética de equipa) Faltas na zona de acção Em que o árbitro esteja mais longe

14 1ª Reunião Época Durante o Jogo (sinalética de equipa) Faltas fora da zona de acção o sempre que o árbitro esteja mais perto

15 1ª Reunião Época Durante o Jogo (sinalética de equipa) Faltas fora da zona de acção ou sempre que o árbitro esteja mais perto: »Não levanta a bandeira »Pressiona bip, e simultaneamente com o braço junto ao corpo, levanta ligeiramente a bandeira para o lado a que pertence a falta. »Caso seja para sanção disciplinar, continua a pressionar bip, coloca a mão no peito se é para advrtência, traça a bandeira e coloca a mão no vermelho, se é para expulsão. »Atenção, so utilizar esta sinalética sempre que seja uma falta clara e visivel, ou sempre que o árbitro olhe para o Árbitro Assistente.

16 1ª Reunião Época Durante o Jogo (sinalética de equipa) Advertências e Expulsões Sempre que haja situação clara para advertência ou expulsão, emitam opinião, mesmo que árbitro não solicite.

17 1ª Reunião Época Durante o Jogo (sinalética de equipa) Grandes Penalidades Zona Vermelha – AA Assume sempre GP com Bandeira Zona Cinzenta – AA Assume sempre GP com Bandeira se a falta é feita com a mão, ou não é uma falta muito visivel. Caso Contrário age como na área do árbitro

18 1ª Reunião Época Durante o Jogo (sinalética de equipa) Grandes Penalidades (Fora de Zona Vermelha e Cinza) Olhar sempre para o árbitro antes de tomar qualquer decisão. Mesmo que árbitro esteja mais longe, excepto se estiver muito longe da área (15/20 metros), pressionar bip, e simultaneamente coloca a bandeira na vertical. Atenção, so utilizar esta sinalética sempre que seja uma falta clara e visivel, ou sempre que o árbitro olhe para o Árbitro Assistente. Se o árbitro estiver demasiado longe, assinalar com a bandeira.

19 1ª Reunião Época Durante o Jogo (sinalética de equipa) Bancos Cabe aos Árbitros Assistentes controlar tudo o que envolve o terreno de jogo, nomeadamente, bancos, aquecimentos, macas, apanha bolas, etc... É importante haver um contacto visual entre a equipa. Ambos os Assistentes devem tomar atenção a estes pormenores, e comunicar entre coçando a barriga por forma a chamar a atenção do colega, que retribuirá o mesmo gesto), ou com o árbitro, em situações de maior gravidade. Sempre que for necessário alertar o colega, coloca a mão no ombro do lado do banco que está a incorrer num comportamento incorrecto. Só deve dar esta sinaléctica com o jogo interrompido.

20 1ª Reunião Época Durante o Jogo No decorrer do jogo, haverá sempre um Árbitro Assistente que estará mais disponível para olhar para as zonas em que a bola não está a ser disputada. Solicita-se que nestas ocasiões continue a haver um envolvimento no jogo: não perdendo a noção da jogada, mas: tomando atenção a eventuais conflitos entre jogadores. avaliar a performance do árbitro por forma a poder reparar algumas falhas. Verificar comportamentos na zona envolvente do terrenos de jogo (bancos, aquecimentos, etc.)

21 1ª Reunião Época Durante o Jogo Em qualquer situação devemos agir de uma forma acertiva, não agindo por tudo e por nada, dando margem de manobra ao árbitro. Demasiadas informações podem confundir ou destabilizar o critério e o trabalho do árbitro. Devemos adaptar-nos em qualquer situação ao critério do árbitro. Esta adaptação é fundamental para o bom desenrolar do jogo. O árbitro poderá ir alternando o seu critério de acordo com as necessidades do jogo, pede-se aos assistentes que tomem atenção a este facto.

22 1ª Reunião Época Durante o jogo Confiança nos colegas. Durante o jogo deve haver um grande espírito de entreajuda entre a equipa, estando, sempre que possível, com atenção ao trabalho do colega, por forma a podermos ajudá-lo sempre que este precise de nós. É necessário para isso um contacto visual permanente, bastante concentração e estarmos motivados para o nosso trabalho.

23 1ª Reunião Época Durante o Jogo Utilização do BIP Antes do início do jogo (na baliza e na linha lateral) Fora de Jogo Substituição Grande Penalidade (sua opinião) Bola fora / dentro no lado do árbitro (P.Baliza/Canto) Faltas fora da zona de intervenção do AA Incidente grave fora do campo de visão do Árbitro

24 1ª Reunião Época Durante o Jogo Fora de Jogo e faltas Princípio “Wait and see”, “Espera e vê” BIP antes de subir a bandeira Formação de barreiras na zona de intervenção (por palavras, ou entrando no campo, quando solicitado pelo árbitro)

25 1ª Reunião Época Durante o Jogo Em caso de expulsão, substituição ou saida prolongada do terreno de jogo do capitão, não esquecer de não recomeçar o jogo sem um capitão em campo. Depois de o árbitro terminar a primeira e a segunda parte, em caso de sanções disciplinares não esquecer que estas dever ser feitas dentro do terreno de jogo.

26 1ª Reunião Época Depois do Jogo (no próprio dia) No final do jogo, só o árbitro deverá falar com os dirigentes, e apenas o essencial. Tudo o que ultrapasse isto, só prejudicará a imagem da equipa. No balneário os assistentes devem preencher o modelo 143, após as sanções disciplinares estarem conferidas, e o árbitro preenche o relatório de jogo.

27 1ª Reunião Época Depois do Jogo (no próprio dia) Antes da chegada a casa, a equipa deverá sempre parar para tirar elacções sobre o jogo.

28 1ª Reunião Época Depois do Jogo (à posteriori) Deverá ser feita uma reunião de equipa pelo menos bissemanal, de acordo com as novas instruções da FPF. As notas dos relatórios do observador, serão enviados por assim que recebidas, e não serão divulgadas para fora do seio da equipa.


Carregar ppt "Preparação Época 2008 - 2009 Equipa: Carlos Décio Cordeiro Fernando Oliveira João Loureiro José Saraiva SantosCarlos Costa Nuno Rocha."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google