A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Período: 22 a 26 de novembro/2011 Conceito: 1 a 5 1 = muito aquém 2 = aquém 3 = atende 4 = além 5 = muito além.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Período: 22 a 26 de novembro/2011 Conceito: 1 a 5 1 = muito aquém 2 = aquém 3 = atende 4 = além 5 = muito além."— Transcrição da apresentação:

1 UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Período: 22 a 26 de novembro/2011 Conceito: 1 a 5 1 = muito aquém 2 = aquém 3 = atende 4 = além 5 = muito além A avaliação dependerá de todos nós! 1ª Avaliação para Recredenciamento da UTFPR

2 UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ O que é a avaliação institucional?

3 UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ

4 Avaliação das Instituições de Educação Superior A Avaliação Institucional divide-se em duas modalidades: Autoavaliação – Coordenada pela Comissão Própria de Avaliação (CPA) de cada instituição e orientada pelas diretrizes e pelo roteiro da auto-avaliação institucional da CONAES. Avaliação externa – Realizada por comissões designadas pelo Inep, a avaliação externa tem como referência os padrões de qualidade para a educação superior expressos nos instrumentos de avaliação e os relatórios das auto-avaliações. O processo de avaliação externa independente de sua abordagem e se orienta por uma visão multidimensional que busque integrar suas naturezas formativa e de regulação numa perspectiva de globalidade. DIMENSÃO 5DIMENSÃO 5

5 UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DIMENSÕES DO PROCESSO AVALIATIVO INSTITUCIONAL Dimensão 1: A missão e o plano de desenvolvimento institucional. Dimensão 2: Perspectiva cientifica e pedagógica formadora: políticas normas e estímulos para o ensino, a pesquisa, a pós-graduação, a extensão. Dimensão 3: A responsabilidade social da instituição. Dimensão 4: A comunicação com a sociedade. Dimensão 5: Políticas de pessoal, carreiras, aperfeiçoamento e suas condições de trabalho. Dimensão 6: Organização e gestão da instituição. Dimensão 7: Infraestrutura física e recursos de apoio. Dimensão 8: Planejamento e avaliação. Dimensão 9: Políticas de atendimento aos estudantes. Dimensão 10: Sustentabilidade financeira.

6 UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ PPI – Projeto Político-Pedagógico Institucional É um instrumento que norteia as práticas acadêmicas da IES, tendo em vista sua trajetória histórica, inserção regional, vocação, missão, visão e objetivos gerais e específicos. Horizonte de longo prazo, não se limitando a um período de gestão. PPI - UTFPR (aprov. 2007) - submetido à apreciação comunidades interna e externa para sugestões. Momento para a comunidade refletir sobre o futuro da UTFPR. PPI - documento definidor da identidade, dos rumos futuros da UTFPR e balizador do Estatuto e dos demais documentos. Disponível em:

7 UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ PDI – Plano de Desenvolvimento Institucional Decreto nº 5.773/2006 – Art INSTRUÇÃO PARA ELABORAÇÃO DE PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL. Elaborado para o período Em consonância com o PPI. Deve apresentar a forma de concretização do projeto educacional, definindo metas, períodos e recursos humanos e materiais necessários. (O que, Quem, Quando e Como) Disponível em:

8 UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ

9 Eixos Temáticos Essenciais do PDI (sumário do PDI)sumário do PDI PERFIL INSTITUCIONAL (missão, visão, valores, histórico, áreas de atuação, objetivos e metas)PERFIL INSTITUCIONAL PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL (Políticas de Ensino; Políticas de Extensão; Políticas de Pesquisa; Políticas de Gestão; Responsabilidade Social da IES) IMPLEMENTAÇÃO DA INSTITUIÇÃO E ORGANIZAÇÃO ACADÊMICA CORPO DOCENTE (titulação, experiência, critérios de seleção, políticas para o corpo docente - qualificação, plano de carreira, regime de trabalho) CORPO TÉCNICO-ADMINISTRATIVO (políticas para o corpo TA - qualificação, plano de carreira, regime de trabalho)

10 UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CORPO DISCENTE ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA (Gestão Universitária, COUNI, Órgãos Deliberativos Especializados – COPLAD, COGEP, COEMP, COPPG)ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL INFRAESTRUTURA FÍSICA E INSTALAÇÕES ACADÊMICAS (Laboratórios, Bibliotecas) ATENDIMENTO ÀS PESSOAS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS OU COM MOBILIDADE REDUZIDA DEMONSTRATIVO DE CAPACIDADE E SUSTENTABILIDADE FINANCEIRA

11 UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ

12

13

14 ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA Conselho Universitário - COUNI Conselhos Deliberativos Especializados

15 UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Conselho Universitário - COUNI Instância máxima de decisão: 5 representantes dos TAs: Ivantuil L. Garrido (RT) Lucia Drulla Machado (CT) Neiva R. Pizzato (PB) Adilson A. Caetano da Silva (LD) Ezequiel de Lima (MD)

16 UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Colegiados especializados: a.Conselho de Graduação e Educação Profissional - COGEP (presidente = pró-reitor GRAD possui 2 representantes dos Técnicos-Administrativos: Ivone da Costa Dias Sucla – CT Suplente: Flávia Belintani Blum Haddad – CP José Gonçalves de Oliveira Júnior – CT Suplente: Rafael Molina Ferrari – CM b.Conselho de Pesquisa e Pós-Graduação - COPPG (presidente = pró-reitor PPG possui 1 representante dos Técnicos-Administrativos: Fabiana Almeida Sambati

17 UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ c.Conselho de Relações Empresariais e Comunitárias - COEMP (presidente = pró-reitor REC possui 1 representante dos Técnicos-Administrativos: Veridiana Lúcia Stachowski d.Conselho de Planejamento e Administração - COPLAD (presidente = Reitor possui 1 representante dos Técnicos-Administrativos: Ivantuil Lapuente Garrido Trata também das funções da: CPPD – Comissão Permanente de Pessoal Docente CIS – Comissão Interna de Supervisão (TAs)

18 UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ PROGRAD Programa de Monitoria –o programa é voltado para os estudantes dos cursos de graduação, desenvolvido como estratégia institucional para a melhoria do processo ensino-aprendizagem. Programa Bolsa-Permanência –destinado ao estudante regular dos cursos presenciais, com vulnerabilidade sócio- econômica cuja renda familiar per capita é de até 1,5 salário mínimo nacional.

19 UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Programa de Assistência ao Ensino –direcionado aos alunos de mestrado acadêmico da instituição, que passam a atuar no auxílio às atividades docentes de graduação realizadas na universidade. Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência –visa valorizar o magistério e apoiar estudantes de licenciatura plena.

20 UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Programa de Educação Tutorial –garante aos estudantes oportunidades de vivenciar experiências, visando a sua formação global e favorecendo a formação acadêmica. Departamento Acadêmico de Línguas Estrangeiras Modernas –oferta cursos de línguas para a comunidade interna e externa.

21 UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Centro de Atividades Físicas – oferece atividades esportivas para a comunidade interna e externa. Departamento de Educação –Núcleo de Acompanhamento Psicopedagógico e Assistência Estudantil (Nuape) e Núcleo de Ensino (Nuens). –Nuape - atendimento a estudantes, pais e docentes da instituição (estudantes com dificuldades de aprendizagem e adaptação ao ambiente escolar; orienta os pais com relação à instituição; e auxilia a relação docente-estudante).

22 UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Assistência à saúde –oferece aos estudantes os serviços de atendimento médico, de enfermagem e odontológico, de acordo com a disponibilidade de servidores. Atendimento às Pessoas com Necessidades Educacionais Específicas –cada campus possui um Núcleo de Atendimento às Pessoas com Necessidades Educacionais Específicas (Napne), sob a responsabilidade dos Nuapes, cujo objetivo é implementar ações de inclusão de PNEs (visuais, auditivos, físicos, mentais e superdotados).

23 UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Cursos de Formação Pedagógica –habilita diplomados em cursos de graduação para o exercício do magistério no ensino médio e técnico. Reserva Social de Vagas –50% das vagas destinadas a estudantes de escolas públicas.

24 UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ PROPPG Cursos de pós-graduação lato sensu e stricto sensu Educação a distância –oferta cursos de especialização pelo sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB). Produção acadêmica e científica –elaboração de trabalhos de final de curso, monografias de especialização, dissertações de mestrado, teses de doutorado e publicações de artigos científicos.

25 UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ PROREC Estágios e empregos –cadastro com mais de empresas e instituições conveniadas. Cursos de Qualificação Profissional –cursos de extensão de curta duração que proporcionam formação complementar à comunidade.

26 UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Apoios tecnológicos –disponibilizados à sociedade, a partir de competências identificadas nas pessoas e infraestruturas disponíveis em cada campus. Criação dos núcleos de extensão: - Cultura e Comunicação. - Saúde e Meio Ambiente. - Trabalho,Tecnologia e Produção. - Educação e Direitos Humanos.

27 UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Projeto Rondon –coordenado pelo Ministério da Defesa, é um projeto de integração social que envolve a participação voluntária de estudantes universitários em busca de soluções que contribuam para o desenvolvimento sustentável de comunidades com vulnerabilidade sócio-econômica. Programa Comunidade Integrada na Multiplicação de Conhecimentos – CIMCO –atua na prevenção e educação às doenças sexualmente transmissíveis (DST/ AIDS), ao uso indevido de substância psicoativas, qualidade de vida, saúde e promoção humana.

28 UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Atividade de relações internacionais e interinstitucionais Agência de Inovação –atividades que vão desde a disponibilização de mecanismos de proteção da propriedade intelectual até a estruturação de meios para o fomento ao empreendedorismo e à inovação. (Hotel Tecnológico, Incubadora, etc.) Escritório Verde

29 UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Plano de carreira dos TAs PCCTAE – LEI Nº , de reenquadramento.PCCTAE – LEI Nº Progressão por Mérito Profissional é a mudança para o padrão de vencimento imediatamente subsequente, a cada 18 meses de efetivo exercício, desde que o servidor apresente resultado fixado em programa de avaliação de desempenho, observado o respectivo nível de capacitação. Progressão por capacitação – cursos gerais externos/internosProgressão por capacitação Incentivo à qualificação – cursos de educação formalIncentivo à qualificação

30 UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Política de capacitação O Plano de Desenvolvimento dos Integrantes do Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação, de que trata a Lei nº /2005, contempla três segmentos: i) dimensionamento das necessidades institucionais, com definição de modelos de alocação de vagas, que contemplem a diversidade da Instituição; ii) programa de capacitação e aperfeiçoamento; e iii) programa de avaliação de desempenho.

31 UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Política de capacitação Regulamentação interna: DIRETRIZES para uma POLÍTICA DE CAPACITAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS DO CEFET-PR DIRETRIZES para uma POLÍTICA DE CAPACITAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS DO CEFET-PR PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DA UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁPROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DA UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ PROGRAMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO

32 UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Política de capacitação Cursos internos e externos Educação formal Graduação : Curso de Tecnologia em Gestão Pública. Horário especial conforme legislação Especialização : Vagas para servidores nos cursos. Curso de especialização em Governança Pública para os servidores

33 UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Autoavaliação Avaliação de desempenho do servidor - desde 1966 Avaliação dos setores Avaliação das chefias Avaliação do docente pelo discente Avaliação individual – docentes e TAs Devolutiva das avaliações

34 UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Obrigada! DIRETORIA DE GESTÃO DE PESSOAS Thasiana - DIRGEP e Rozana -


Carregar ppt "UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Período: 22 a 26 de novembro/2011 Conceito: 1 a 5 1 = muito aquém 2 = aquém 3 = atende 4 = além 5 = muito além."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google