A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ODIKI: Ferramenta de autoria colaborativa de objetos de aprendizagem com SCORM Antonio Carlos Souza acsouza@fapex.org.br antoniocarlos@ufba.br.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ODIKI: Ferramenta de autoria colaborativa de objetos de aprendizagem com SCORM Antonio Carlos Souza acsouza@fapex.org.br antoniocarlos@ufba.br."— Transcrição da apresentação:

1 ODIKI: Ferramenta de autoria colaborativa de objetos de aprendizagem com SCORM
Antonio Carlos Souza

2 Contextualização Existem muitos conteúdos pedagógicos similares que são utilizados em diferentes ambientes de ensino on-line. A dificuldade da reutilização desses recursos pedagógicos deriva dentre outras da: incompatibilidade entre ambientes dificuldade de busca desse conteúdo, questões diretamente relacionadas ao processo pedagógico.

3 Objetos Digitais de Aprendizagem

4 Conceitos de ODA Existem diferentes conceitos sobre ODA – Objetos digitais de aprendizagem

5 Conceitos de ODA O mais referenciado é o de Wiley (2001):
“Qualquer recurso digital que possa ser reutilizado no processo para assistir à aprendizagem”

6 Conceitos de ODA Muzio(2001)
“um granular e reutilizável pedaço de informação independente de mídia”. ou “objetos de comunicação utilizados para propósitos instrucionais”.

7 Modularidade Shepherd (2000) e Wiley (2000) dizem que:
“os objetos de aprendizagem são aplicações da orientação a objetos no mundo da aprendizagem” “pequenos componentes reusáveis – vídeo, demonstrações, tutoriais, procedimentos, histórias e simulações”

8 Características dos objetos digitais aprendizagem
Interoperabilidade Flexibilidade para mudanças Customização Atualização Indexação e procura Aumento do valor do conhecimento Acessibilidade Informações sobre seu uso

9 Exemplos de Objetos

10 PAPED - MEC Fomenta a produção de objetos de aprendizagem digitais.

11 Colaboração Os interatores podem: Enviar objetos para o ROA
Alterar objetos disponibilizados no ROA em tempo-real ou via código fonte Comentar os objetos desde a concepção até a utilização.

12 SCORM

13 “Padrão” SCORM Sharable Content Object Reference Model – um modelo de referência para objetos compartilháveis. Sistema internacional de padronização digital de conteúdos de aprendizagem

14 SCORM Visa facilitar a interatividade, acessibilidade e reutilização entre ambientes de e-learning Desenvolvido pelo Advanced Distributed Learning (ADL, 2004).

15 SCORM Baseado no trabalho prévio do
AICC – Aviation Industry CBT (Computer-Based Training) Committee, IMS – Global Learning Consortium e IEEE – Institute of Eletrical and Electronics Engineers

16 SCORM Permite a exportação e importação de ODA entre:
LMS (Moodle, WBCT, AulaNet) e LCMS(Rived, Cesta, MERLOT).

17 SCORM Cria Metadados em XML que é chamado de IMSManifest e em conjunto com o recurso digital é empacotado num arquivo ZIP.

18 Livros do SCORM Fonte: www.adlnet.org

19 Livro 1 Overview

20 Livro 2 Um conjunto de especificações para a identificação e combinação de recursos em conteúdos de aprendizagem estruturados. Além de preparar para que o ambiente possa importá-lo, especifica como encontrar, combinar e mover esses recursos.

21 Livro 3 Já o Ambiente de Execução, define um conjunto de especificações para a execução de conteúdos e para o registro do percurso do aluno. O objetivo geral é garantir a interoperabilidade entre recursos de aprendizagem e os ambientes de ensino on-line. Para tanto, há uma maneira comum de iniciar a execução de recursos de aprendizagem e para comunicação entre esses componentes e o ambiente.

22

23 Livro 4 Somente na versão 2004
O SCORM Seqüência e Navegação define a seqüência de atividades através de eventos de navegação iniciados pelo sistema ou pelo aprendiz. Também define como um Ambiente E-Learning interpreta a seqüência de regras definidas pelo autor de um conteúdo ao longo do conjunto de eventos e seus efeitos sobre o ambiente

24 Sistemas Atuais Flash Lectora Director Authoware 6.5 Reload
Manualmente

25 Referências Bibliográficas
MUZIO, J.; HEINS, T.; MUNDELL, R. Experiences with Reusable eLearning Objects: From Theory to Practice. Victoria, Canadá SHEPHERD, C. Objects of interest. (2000) Disponível na URL: <http://www.fastrakconsulting.com.uk/tactix/features/objects/objects.htm> Recuperado em: 01/08/2004. TAROUCO, Liane Margarida Rockenbach; et alii. Projeto CESTA – Coletânea de Entidades de Suporte ao uso de Tecnologia na Aprendizagem. Disponível na URL: <http://www.cinted.ufrgs.br/CESTA>. THE MASIE CENTER. Learning and Technology e-lab & thin-Tank. Making Sense of Learning Specification & Standards: a Decision Maker´s Guide to their Adoption. 2ª edição Documento em PDF. Disponível na URL: WILEY, D. A. Conecting learning objects to instructional theory: A definition, a methaphor anda a taxonomy. The Instructional Use of Learning Objets. Wiley, D. (Ed.) Disponível na URL: <http://www.reusabilility.org/read/chapters/wiley.doc> FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido.  10ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1981. 

26 Contato Antonio Carlos Souza acsouza@fapex.org.br


Carregar ppt "ODIKI: Ferramenta de autoria colaborativa de objetos de aprendizagem com SCORM Antonio Carlos Souza acsouza@fapex.org.br antoniocarlos@ufba.br."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google