A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA UFBA DMMDC Tecnologias da Informação e Difusão Social do Conhecimento Um Desafio à Educação Hilton Japiassu GRUPO II Capítulo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA UFBA DMMDC Tecnologias da Informação e Difusão Social do Conhecimento Um Desafio à Educação Hilton Japiassu GRUPO II Capítulo."— Transcrição da apresentação:

1 UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA UFBA DMMDC Tecnologias da Informação e Difusão Social do Conhecimento Um Desafio à Educação Hilton Japiassu GRUPO II Capítulo II - Aberturas

2 A CIDADE CIENTÍFICA A CIÊNCIA COMO ELEMENTO FUNDADOR DA MODERNIDADE EXTRAORDINÁRIA REALIZAÇÃO DO HOMEM MODERNO MITIFICAÇÃO A PROFISSIONALIZAÇÃO DA CIÊNCIA A ESPECIALIZAÇÃO DOS CIENTISTA (UNIVERSAL); A NORMALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES (UNIVERSAL); O FINANCIAMENTO DA CIÊNCIA (LOCAL UNIVERSAL) (Revolução Francesa ou 1ª. Guerra mundial)

3 A CIDADE CIENTÍFICA UMA VISÃO INGÊNUA DA ATIVIDADE CIENTÍFICA A sociedade dos sábios; Regida por normas internas; Independentes dos demais processos sociais; Intrinsecamente boa. (A queda do castelo com a 1ª. Guerra Mundial)

4 A CIDADE CIENTÍFICA UMA VISÃO MAIS CRÍTICA A ciência é construída socialmente A ciência não é autônoma A ciência não é desinteressada A racionalidade científica não é eterna Os cientistas são seres políticos A ciência é hegemônica (FEITICEIROS E APRENDIZES)

5 A CIDADE CIENTÍFICA O financiamento da ciência O conceito de insularidade (Autonomia x Neutralidade x Confiança) A industria da guerra As grandes corporações O estado A big-science A ciência tornou-se um empreendimento importante demais para ser gerenciado pela própria comunidade (HOBSBAWN)

6 A CIDADE CIENTÍFICA A CULTURA CIENTÍFICA COLOCAR A CIÊNCIA EM CULTURA: A expressão cultura científica tem a vantagem de englobar em seu campo de significações, a idéia de que o processo que envolve o desenvolvimento científico é um processo cultural, quer seja ele considerado do ponto de vista de sua produção, de sua difusão entre pares ou na dinâmica social do ensino e da educação, ou ainda do ponto de vista de sua divulgação na sociedade, como um todo, para o estabelecimento das relações críticas necessárias entre o cidadão e os valores culturais, de seu tempo e de sua história. (VOGT)

7 A CIDADE CIENTÍFICA A CULTURA CIENTÍFICA –A ciência como um elemento da cultura –Evitar o esoterismo; –Evitar o sentimento de mal-estar da sociedade; –Promover uma educação científica de qualidade; –Promover a aproximação da ciência com o público (consumo) A comunidade científica não deve perder de vista que todo sistema intelectual é mortal

8 A CIDADE CIENTÍFICA AS DUAS CULTURAS –Uma questão fundamental O continente científico x o continente humanista –Que interesses políticos alimentam essa dicotomia? Cientistas desumanos e Humanistas ressentidos

9 A CIDADE CIENTÍFICA


Carregar ppt "UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA UFBA DMMDC Tecnologias da Informação e Difusão Social do Conhecimento Um Desafio à Educação Hilton Japiassu GRUPO II Capítulo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google