A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ACC 2011 – Atividade Curricular em Comunidade/Atividade de Extensão Escola de Dança/UFBA O QUE É ACESSIBILIDADE EM TRÂNSITO POÉTICO ? Ação artístico-educativa.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ACC 2011 – Atividade Curricular em Comunidade/Atividade de Extensão Escola de Dança/UFBA O QUE É ACESSIBILIDADE EM TRÂNSITO POÉTICO ? Ação artístico-educativa."— Transcrição da apresentação:

1 ACC 2011 – Atividade Curricular em Comunidade/Atividade de Extensão Escola de Dança/UFBA O QUE É ACESSIBILIDADE EM TRÂNSITO POÉTICO ? Ação artístico-educativa inserida nas políticas de atenção às pessoas com deficiência. Trabalho iniciado em 2004, oferece a cerca de 30 jovens e seus acompanhantes (60 pessoas), freqüentadores do Instituto Baiano de Reabilitação (IBR) e Centro Estadual de Prevenção à Deficiência (CEPRED), oficinas de dança contemporânea. A ação envolve jovens com deficiência e desenvolve um trabalho paralelo de aulas de dança para familiares acompanhantes, com foco na resignificação de suas individualidades, muitas vezes diluídas ou anuladas pela relação de responsabilidade e/ou dependência frente à pessoa com deficiência. O trabalho referencia-se na compreensão de corpo como um estado/resultado transitório das suas relações com o meio, correlacionado com o ambiente de modo tal que reconfigura permanentemente sua história pessoal, social, psíquica, biológica, genética, educacional. Assim toma a deficiência não como estado definitivo e determinado, mas com potencial situação efetiva de outras formas de relação com o mundo. Com os alunos, o projeto realiza ações artístico-pedagógicas em dança para a formação de artistas-indivíduos críticos, contextualizados, com sentido de pertencimento e implicação social. Para os cuidadores (pais/responsáveis), aulas de dança visam fortalecer seu lugar de sujeitos no mundo, independentemente da relação com a pessoa com deficiência. OBJETIVOS Melhor ar a coordenação motora, equilíbrio, orientação espacial e condicionamento físico dos sujeitos de ambos os grupos; Promover um trabalho de consciência/inteligência corporal, autoconhecimento e sensibilização; Estimular o exercício criativo pela dança para desenvolver uma visão crítica, contextualizada e complexa do mundo; Desenvolver uma atuação social mais autônoma do aluno, do ponto de vista intelectual e motor; Criar e promover a circulação de performances-espetáculos com a participação dos alunos do projeto, na cidade de Salvador/BA e região metropolitana; Formar multiplicadores como meio de inserção no mercado de trabalho; Proporcionar o envolvimento dos alunos do curso de Graduação em Dança e do ambiente acadêmico nas discussões que envolvem a relação dança-deficiência. Métodos I.Aulas de dança, organizadas para os jovens e para os responsáveis/acompanhantes, baseadas na investigação e exploração do movimento individual e nos princípios do Contato Improvisação (técnica de dança com estratégias de movimento baseadas no apoio entre os corpos, na troca e sustentação do peso do corpo do outro e no encaixe entre ambos), além de práticas corporais direcionadas à melhora da coordenação motora, do equilibro, orientação espacial e condicionamento físico. II.Prática de improvisação em dança, a partir de diferentes estímulos (sonoros, visuais, táteis), diferentes dinâmicas de movimentos, através do uso de metáforas e comparações lúdicas que facilitem a compreensão de cada dinâmica, visando à criação de células coreográficas. III.Apresentação artística e circulação das performances desenvolvidas nas oficinas, na comunidade acadêmica, nas instituições parceiras e em outros espaços da cidade de Salvador. IV.Realização de Cirandas-Artísticas (atividade realizada junto aos alunos de 3° ano do ensino médio, de escolas da rede estadual de ensino incluindo performances, aulas aberta e rodas de discussões acerca do tema dança-deficiência). V.Criação de Blog acessível e Mooddle da UFBA. ACC- ATIVIDADE CIRRICULAR EM COMUNIDADE A Atividade Curricular em Comunidade (ACC) constitui uma experiência de caráter educativo, cultural e científico desenvolvida por professores e estudantes da UFBA junto a comunidades, envolvendo ensino, pesquisa e sociedade. Sendo uma atividade curricular, visa promover de forma compartilhada a avaliação de situações, a reflexão sobre problemas, a busca criativa de soluções e a execução de ações. De natureza teórico-prática e de trabalho de campo, na é apenas uma disciplina prática. Também não deve ser confundida com o trabalho final de graduação ou com a coleta de dados nas pesquisas de campo, tampouco como prestação de serviços ou caracterizada como atividade assistencialista. A ACC, como extensão, procura criar diálogos com a sociedade, a fim de reelaborar e produzir conhecimento acerca da realidade e sobre alternativas de transformação. Assim, como atividade pedagógica, é um componente curricular complementar inserido nos cursos de graduação. Como componente curricular, a ACC possui aspectos comuns às demais disciplinas: carga horária, creditação e propósito acadêmico. É diferenciada, no entanto, pela liberdade na escolha de temáticas, na definição de programas e na experimentação de procedimentos metodológicos, assim como pela possibilidade de assumir um caráter renovável a cada semestre ou de permitir a continuidade da experiência por mais de um semestre. Do ponto de vista social ou do contexto em que está situada a UFBA, a ACC é uma forma de interação entre a comunidade e a Universidade, construindo parcerias a fim de usufruir a contribuição do saber acadêmico para a identificação, análise e enfrentamento dos seus problemas.Visitas Técnicas as Instituições Centro de Educação da Bahia.Associação Baiana de Cegos e Instituto de Baiano de Reabilitação e outros.Assim como Cirandas Artísticas nas mesmas Instiuições.(ACC – UFBA, 2003, p. 7). (Escola de Dança da UFBA ) Reuniões Atividades ACC 6ª Sexta- feiras das 13h às 17:00min Reuniões Grupo de Pesquisa 6ªSexta- feiras das 13h às 17:00mi EQUIPE: Profª Drª Fá tima Daltro e Lenira Rengel (coordenação da ACC e da Atividade de Extensão Colaboradores : Ana Cecilia Soares e Ana Clara Santos, Edu Oliveira, Eleonora Santos e Barabara Santos Cátia Assunção (bolsista ACC e monitoria voluntária na Atividade de Extensão) Viviane Fontoura (Bolsista PIBID e voluntária do ACC) Monitores Voluntários do ACC Darlene S. Menezes, Manuele Reis,Dilsileide S.Aleluia,Larissa Cunha, e Fabiane Martins GRUPO DE PESQUISA POÉTICA DA DIFERENÇA Apoios: Pro Reitoria de Extensão da UFBA ACESSIBILIDADE EM TRÂNSITO POÉTICO OFICINAS DE DANÇA E ARTE PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA,SEUS CUIDADORES E COMUNIDADE EDUCANDOS PARTICIPANTES DO ACC Alex Lima, Ana Carla Souza, Jackson da Silva, Josemar santos, Aline Lima, Edilene dos Santos, Ana Paula de Jesus, Luana Dias Pereira da Silva, Mailza Borges, Eliana de Jesus, Alexandra de Almeida, Rubem Oliveira, Carine de Oliveira, Jamil de Souza, Joilson Costa, Gabriela Fernandez, Josielmo da Silva, Girlene dos Santos, Tais Oliveira. Manuele Conceição dos S. Reis (Dança/ voluntária do ACC);


Carregar ppt "ACC 2011 – Atividade Curricular em Comunidade/Atividade de Extensão Escola de Dança/UFBA O QUE É ACESSIBILIDADE EM TRÂNSITO POÉTICO ? Ação artístico-educativa."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google