A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Histórico e Tendências das Teorias Administrativas Prof. Artur Motta.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Histórico e Tendências das Teorias Administrativas Prof. Artur Motta."— Transcrição da apresentação:

1 Histórico e Tendências das Teorias Administrativas Prof. Artur Motta

2 ÊNFASE NAS TAREFAS Eliminar o desperdício e as perdas daquilo que constitui sua principal fonte de riqueza: as máquinas, a matéria prima, a mão de obra e o capital. Preocupação Central

3 Consequência Retira-se do trabalhador a autoria do seu trabalho, impondo- lhe um modo correto (the best way) de fazer o que deve ser feito.

4 ÊNFASE NA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL Desdobra-se em 3 correntes Teoria Clássica de Fayol Teoria da Burocracia de Weber Teoria Estruturalista

5 TEORIA CLÁSSICA DE FAYOL Preocupação Central Apresenta princípios que se baseiam numa abordagem orgânica e estrutural das organizações.

6 TEORIA CLÁSSICA DE FAYOL Prescreve e normatiza as ações do administrador (prever, organizar, comandar, coor- denar e controlar). Consequência

7 TEORIA DA BUROCRACIA DE WEBER Preocupação Central Tem a intenção de prever o comportamento das pessoas, visando a utilização adequada dos meios utilizados em relação aos objetivos a que se propõe.

8 Faz com que, na prática, a administração se defronte com disfunções próprias das características que cada indivíduo apresenta. Consequência TEORIA DA BUROCRACIA DE WEBER

9 TEORIA ESTRUTURALISTA Preocupação Central Tem como ponto de partida a limitação do modelo anterior, que trata a organização como um sistema fechado.

10 Introduz na teoria administrativa a abordagem da organização como sistema aberto, isto é, que interage com o ambiente ao seu redor e supõe a existência de conflitos internos que, bem conduzidos, podem constituir-se em fator de inovação e mudança. Consequência TEORIA ESTRUTURALISTA

11 ÊNFASE NAS PESSOAS Desdobra-se em 2 correntes Escola das Relações Humanas Teoria Comportamental

12 ESCOLA DAS RELAÇÕES HUMANAS Preocupação Central A ênfase passa a ser colocada nas pessoas, substituindo os elementos centrais das teorias anteriores por conceitos desenvolvidos a partir da Psicologia e da Sociologia do Trabalho.

13 Costuma, ser criticada, principalmente, pelas possibilidades de manipulação de seus pressupostos, dando uma aparência de democracia a posturas, na verdade, demagógicas. Consequência ESCOLA DAS RELAÇÕES HUMANAS

14 TEORIA COMPORTAMENTAL Preocupação Central A organização é vista como um sistema de decisões, onde indivíduos e grupos são estimulados a um constante movimento de diagnosticar situações e intervir para mudá-las, a partir de iniciativa própria e decisão.

15 Cabe ao administrador motivar as pessoas e elevar ao máximo o seu potencial para desenvolver o processo. Consequência TEORIA COMPORTAMENTAL

16 ÊNFASE NO AMBIENTE Preocupação Central É a perspectiva mais atual no campo administrativo. Baseia-se na Teoria da Contingência, isto é, as características estruturais das organizações dependem das circunstâncias do ambiente em que atuam.

17 Há dificuldades em adotá-la em determinadas instituições, como a escola, sem uma profunda crítica a vários de seus aspectos. Consequência TEORIA COMPORTAMENTAL

18 Deixar a escola ao sabor das necessidades do ambiente pode trazer uma profunda descaracterização de seus fins e princípios, tornando inviável a construção de uma identidade institucional capaz de diferenciá-la dentro desse mesmo ambiente ao qual se propõe oferecer respostas.


Carregar ppt "Histórico e Tendências das Teorias Administrativas Prof. Artur Motta."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google