A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CLASS E BÍBLIC A COMO FAZER ACONTECER Pr. Rafael L. Monteiro ASSOCIAÇÃO MINISTERIAL E EVANGELISMO - UNB.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CLASS E BÍBLIC A COMO FAZER ACONTECER Pr. Rafael L. Monteiro ASSOCIAÇÃO MINISTERIAL E EVANGELISMO - UNB."— Transcrição da apresentação:

1 CLASS E BÍBLIC A COMO FAZER ACONTECER Pr. Rafael L. Monteiro ASSOCIAÇÃO MINISTERIAL E EVANGELISMO - UNB

2 QUANDO E COMO COMEÇAR A CLASSE BÍBLICA? A Conquista de almas é a tarefa mais importante da igreja. “A igreja é o instrumento apontado por Deus para a salvação dos homens. Foi organizada para tanto qualquer momento que se dedique a ganhar almas, é apropriado e pertinente”. SC, 15

3 Vejamos alguns momentos adequados: COMO CLASSE DA ESCOLA SABATINA Muitas igrejas acham que o melhor momento para dirigir a classe bíblica é a hora das Classes da Escola Sabatina. Recomendamos contudo, que a classe funcione como classe da Escola Sabatina, que haja matrícula e chamada. Em lugar da lição do dia, estuda- se a lição bíblica correspondente. Uma vez que o interessado seja batizado passa imediatamente a uma classe normal. COMO CLASSE DA ESCOLA SABATINA Muitas igrejas acham que o melhor momento para dirigir a classe bíblica é a hora das Classes da Escola Sabatina. Recomendamos contudo, que a classe funcione como classe da Escola Sabatina, que haja matrícula e chamada. Em lugar da lição do dia, estuda- se a lição bíblica correspondente. Uma vez que o interessado seja batizado passa imediatamente a uma classe normal. DEPOIS DO SERMÃO Outros pensam que a melhor hora de dirigir a classe é no final do culto quando há maior assistência. Se for seguido este plano, é necessário organizar os cultos de tal maneira que terminem o mais tardar às 11:30 da manhã, para que a Classe Bíblica seja de 11:30 às 12:00. Também pode-se adiantar a hora do começo da Escola Sabatina. DEPOIS DO SERMÃO Outros pensam que a melhor hora de dirigir a classe é no final do culto quando há maior assistência. Se for seguido este plano, é necessário organizar os cultos de tal maneira que terminem o mais tardar às 11:30 da manhã, para que a Classe Bíblica seja de 11:30 às 12:00. Também pode-se adiantar a hora do começo da Escola Sabatina. NO SÁBADO DE TARDE Convidam-se os interessados para às 16hs aproximadamente. Em algumas igrejas este plano resulta uma grande bênção; em outras, os interessados tem a tendência de faltar nesta hora. NO SÁBADO DE TARDE Convidam-se os interessados para às 16hs aproximadamente. Em algumas igrejas este plano resulta uma grande bênção; em outras, os interessados tem a tendência de faltar nesta hora. DEPOIS DAS REUNIÕES NOTURNAS “Após um breve discurso, mudai a ordem dos exercícios, e dai a todos os que desejarem, ocasião de permanecer para uma entrevista posterior, ou classe batismal... Sempre que for possível todo o discurso importante deve ser seguido de um estudo bíblico... Depois de uma breve alocução mantende-vos dispostos, a fim de poderdes dar um estudo bíblico sobre pontos tratados...” EV, Cremos que a idéia de transformar o Culto de Domingo à noite numa animada Classe Bíblica dará bons resultados em muitas igrejas e grupos. Neste caso a igreja necessita participar mais ainda trazendo os interessados. DEPOIS DAS REUNIÕES NOTURNAS “Após um breve discurso, mudai a ordem dos exercícios, e dai a todos os que desejarem, ocasião de permanecer para uma entrevista posterior, ou classe batismal... Sempre que for possível todo o discurso importante deve ser seguido de um estudo bíblico... Depois de uma breve alocução mantende-vos dispostos, a fim de poderdes dar um estudo bíblico sobre pontos tratados...” EV, Cremos que a idéia de transformar o Culto de Domingo à noite numa animada Classe Bíblica dará bons resultados em muitas igrejas e grupos. Neste caso a igreja necessita participar mais ainda trazendo os interessados. CURSO ACELERADO Ás vezes é conveniente, ou é indispensável, acelerar o curso. Pode-se estabelecer o seguinte horário semanal de classes bíblicas: PRIMEIRA CLASSE: Sábado de manhã SEGUNDA CLASSE: Sábado à tarde TERCEIRA CLASSE: Domingo antes das conferências ou antes do culto QUARTA CLASSE: Quarta-feira depois do culto de oração CURSO ACELERADO Ás vezes é conveniente, ou é indispensável, acelerar o curso. Pode-se estabelecer o seguinte horário semanal de classes bíblicas: PRIMEIRA CLASSE: Sábado de manhã SEGUNDA CLASSE: Sábado à tarde TERCEIRA CLASSE: Domingo antes das conferências ou antes do culto QUARTA CLASSE: Quarta-feira depois do culto de oração

4 COMO ORGANIZAR A CLASSE BÍBLICA??? Um bom início, seguido de boa continuação, asseguram um final bem sucedido. A classe Bíblica merece um bom início, perfeita continuação e planificação com o seguinte resultado de muitas almas para o Senhor.

5 COMO CONSEGUIR INTERESSADOS??? Os alunos dos Cursos da Voz da Profecia Os alunos dos Cursos da Voz da Profecia Os interessados da distribuição de follhetos Os interessados da distribuição de follhetos Os alunos das filiais da Escola Sabatina Os alunos das filiais da Escola Sabatina Os interessados que estão assistindo aos cultos de Sábado Os interessados que estão assistindo aos cultos de Sábado Os menores que assistem a igreja Os menores que assistem a igreja Os alunos da Escola Fundamental Os alunos da Escola Fundamental Os familiares e amigos dos membros da Igreja Os familiares e amigos dos membros da Igreja Os interessados pelo evangelismo da Semana Santa Os interessados pelo evangelismo da Semana Santa OS resultados do recenseamento dos programas de Rádio e TV. OS resultados do recenseamento dos programas de Rádio e TV. Os interessados do Dia das Visitas da Escola Sabatina Os interessados do Dia das Visitas da Escola Sabatina

6 COMO INICIAR A CLASSE? Uma forma mui efetiva é pregar certo sábado um sermão apelante, fazer uma oração de consagração primeiramente pelos batizados, e depois pelos não batizados. Pedir a estes últimos que fiquem depois do sermão e anuncie-lhes que iniciaremos uma Classe Especial para estudar a fundo as doutrinas fundamentais da Bíblia. Em um cupom especial toma-se o nome e o endereço de todos os não batizados presentes. Em seguida, anuncia-se o dia e a hora em que funcionará a Classe Bíblica. Aos demais grupos de pessoas, pede-se a dois Obreiros Voluntários que ajudem a avisar-lhes que iniciará a Classe Bíblica. Inclusive pode-se enviar uma carta ou um convite. Uma forma mui efetiva é pregar certo sábado um sermão apelante, fazer uma oração de consagração primeiramente pelos batizados, e depois pelos não batizados. Pedir a estes últimos que fiquem depois do sermão e anuncie-lhes que iniciaremos uma Classe Especial para estudar a fundo as doutrinas fundamentais da Bíblia. Em um cupom especial toma-se o nome e o endereço de todos os não batizados presentes. Em seguida, anuncia-se o dia e a hora em que funcionará a Classe Bíblica. Aos demais grupos de pessoas, pede-se a dois Obreiros Voluntários que ajudem a avisar-lhes que iniciará a Classe Bíblica. Inclusive pode-se enviar uma carta ou um convite.

7 COMO FAZER REGISTROS??? Na Na primeira classe anotam-se oficialmente todos os assistentes. Nas classes subseqüentes faz-se chamada, tal atitude ajuda os interessados a sentirem-se integrados a um grupo, e que há interesse por eles. Em cada Classe pergunta-se se há pessoas novas, que devem ser matriculadas. Convém nomear um SECRETÁRIO DA CLASSE, para que faça a chamada e mantenha os registros em dia. Pode ser um irmão voluntário ou um dos interessados mais ativo e colaborador. Número de Alunos: O ideal é que não seja superior a 30 alunos. Se caso o número de interessados ultrapassar a esse total é bom dividir em duas classes para uma melhor visitação e atendimento espiritual de cada um. Na Na primeira classe anotam-se oficialmente todos os assistentes. Nas classes subseqüentes faz-se chamada, tal atitude ajuda os interessados a sentirem-se integrados a um grupo, e que há interesse por eles. Em cada Classe pergunta-se se há pessoas novas, que devem ser matriculadas. Convém nomear um SECRETÁRIO DA CLASSE, para que faça a chamada e mantenha os registros em dia. Pode ser um irmão voluntário ou um dos interessados mais ativo e colaborador. Número de Alunos: O ideal é que não seja superior a 30 alunos. Se caso o número de interessados ultrapassar a esse total é bom dividir em duas classes para uma melhor visitação e atendimento espiritual de cada um.

8 Atividades Sociais Duas ou três vezes durante o curso, os alunos podem reunir-se para uma atividade social, a qual ajuda a integração do grupo. Quando os interessados são batizados, convém organizar uma reunião tipo social espiritual, na qual seja servido suco de frutas. É apresentado um tema espiritual apropriado e os candidatos contam como conheceram a Cristo.

9 CLASSES BÍBLICAS DISTRITAIS Quanto mais Classes Bíblicas funcionem, mais almas serão ganhas. Portanto, um pastor sagaz e eficaz procurará que em cada congregação e igreja de seu distrito, funcione o maior número possível de Classes Bíblicas. O mais cedo possível no ano, o pastor fará uma visita ao seu distrito para organizar as Classes Bíblicas. Nessa visita pode ser seguido o seguinte plano: Reunião com o encarregado do grupo para fazer planos; Reunião com o encarregado do grupo para fazer planos; Visita aos interessados anunciando-lhes a abertura da Classe Bíblica; Visita aos interessados anunciando-lhes a abertura da Classe Bíblica; Reunião Pública de consagração e chamado, na qual são obtidos os nomes dos interessados e se anuncia o começo da classe Bíblica; Reunião Pública de consagração e chamado, na qual são obtidos os nomes dos interessados e se anuncia o começo da classe Bíblica; Nomeação do instrutor da Classe Bíblica; Nomeação do instrutor da Classe Bíblica; Se é possível, o próprio pastor dirige duas ou três classes na presença do instrutor. Se é possível, o próprio pastor dirige duas ou três classes na presença do instrutor. Nomeação de Obreiros Voluntários que juntamente com os instrutores, farão as visitas aos lares dos interessados; Nomeação de Obreiros Voluntários que juntamente com os instrutores, farão as visitas aos lares dos interessados; Fixar um alvo de almas para o grupo; Fixar um alvo de almas para o grupo; Fixar uma data possível de batismo. Fixar uma data possível de batismo.

10 Cont. Se o pastor não pode fazer esta visita, deverá organizar as classes de qualquer outra maneira; mandando chamar o encarregado, enviando um Obreiro Voluntário ativo, ou escrevendo com detalhes os planos. Se o pastor não pode fazer esta visita, deverá organizar as classes de qualquer outra maneira; mandando chamar o encarregado, enviando um Obreiro Voluntário ativo, ou escrevendo com detalhes os planos. O Pastor deve interessar-se pelo bom andamento das Classes Bíblicas, tem dois ou três recursos para fazê-lo: O Pastor deve interessar-se pelo bom andamento das Classes Bíblicas, tem dois ou três recursos para fazê-lo: 1- Visitação periódica do distrito, visitando as Classes e dirigindo temas de decisão. 2- Por meio de cartas mensais com idéias úteis, e pedindo ao instrutor que responda com notícias e expondo seus problemas. 3- Mediante a criação de um boletim simples para o distrito com notícias, alvos e idéias.

11 Maiores Resultados Explorando sabiamente a psicologia, o pastor pode fazer que aumente o rendimento de suas Classes Bíblicas. 1- Ponde em cada Classe um alvo de almas 2- Fazendo saber a todos os distritos com marcha cada classe 3- Estabelecendo uma discreta e sábia comparação entre as Classes 4- Oferecendo troféus às Classes com maior números de alunos e que tenham resultados maiores.

12 COLHEITA ABUNDANTE Com devida antecipação se fixa para cada grupo uma data de batismo e se animará aos instrutores para ter o maior número possível de candidatos preparados. Na data assinalada, se celebrará o batismo, mesmo que sejam poucos os candidatos. Efetuar-se-á um bom chamado, e com os que respondem se iniciará a Classe Bíblica permanente. Publicamente se agradará e estimulará ao instrutor da Classe Bíblica, recordando que todos os seres humanos necessitam e apreciam que se reconheçam seus esforços. Convém ser amigo dos instrutores bíblicos, e formar com eles uma amizade especial, pois são os ajudantes principais do pastor na conquista de almas. Um simples obséquio no fim do ano os animará.

13 UMA CLASSE BÍBLICA EM AÇÃO Dirigir uma Classe Bíblica dinâmica, interessante e que impulsione à ação, é uma arte e uma ciência. O Instrutor colocará com contribuição o melhor de sua personalidade e sua espiritualidade. Orará ao Senhor em busca de sabedoria e estudará conscientemente a lição que deve apresentar.

14 Início da classe O Instrutor saúda aos alunos, e a seguir todos se colocam em pé para a oração. Em alguns casos, pode-se começar com um hino. A classe bíblica é uma oportunidade dourada para doutrinar a igreja e seus interessados. A idéia de doutrinar antes e depois do batismo é bíblica e tem apoio dos líderes da igreja mais experimentados na conquista de almas.

15 Fazer Chamada Pode ser feita de duas maneiras: O secretário lê a lista e vai anotado a assistência, ou o secretário faz a chamada em silêncio, olhando aos que estão presentes. Todos os alunos faltosos devem ser visitados em seus lares. Mesmo os que são assíduos devem ser visitados para uma confirmação em seus lares do grau de interesse que tem na verdade. O instrutor sofrerá grande perda de almas se assim não o fizer.

16 Técnica de Classe A Classe Bíblica se baseia em perguntas e respostas que lemos na Bíblia; depois são feitos os comentários e as explicações que correspondem. A Classe Bíblica se baseia em perguntas e respostas que lemos na Bíblia; depois são feitos os comentários e as explicações que correspondem.

17 Uso da Bíblia O Ideal é que cada aluno possua sua Bíblia. Geralmente ao começar a Classe o instrutor distribui os textos entre os alunos. Outra forma é permitir que leia o texto, aquele que o encontrar primeiro. O Ideal é que cada aluno possua sua Bíblia. Geralmente ao começar a Classe o instrutor distribui os textos entre os alunos. Outra forma é permitir que leia o texto, aquele que o encontrar primeiro. Contudo, o instrutor terá cuidado de que todos encontrem em sua Bíblia os textos mencionados. Inclusive pode pedir que sejam sublinhados os textos mencionados mais importantes. Para das maior ênfase a um texto, pode-se pedir à classe que o leia em uníssono. Deve ficar claro para o aluno que a Bíblia é a autoridade máxima.

18 Característica do Ensino Claridade – A verdade será apresentada com simplicidade, sem misturar diversas doutrinas. O Aluno deve entender perfeitamente o que desejamos ensinar-lhe. Claridade – A verdade será apresentada com simplicidade, sem misturar diversas doutrinas. O Aluno deve entender perfeitamente o que desejamos ensinar-lhe. Ordem – O tema deve ser apresentado em forma ordenada e lógica, para que o aluno capte a beleza e o razoável que é a doutrina apresentada. Positiva – A Apresentação deve ser afirmativa e positiva, nunca negativa e proibitiva. Que o aluno veja que é uma benção chegar a ser um bom cristão e que anele intensamente unir-se à igreja. Interessante – Deve ser evitada a monotonia, o tédio e o desinteresse; a Classe deve ser dinâmica e mui interessante, captando poderosamente a atenção dos alunos. Ilustrada – Jesus ilustrava seus temas, e convém a nós seguir o Seu exemplo. Usemos histórias curtas, verídicas e que se ajustem. Também pode-se ilustrar com um bom quadro negro ou apresentando figuras, diagramas e painéis ou outros recursos. Perguntas – A Sra Ellen White recomenda que permita-se aos alunos fazerem perguntas; desta maneira constataremos se entenderam a Classe e nos inteiramos quais são seus problemas. Decisão – Em cada Classe deve-se obter uma decisão definida sobre o tema apresentado. A decisão pode ser manifestada em forma visível, com o levantar de mão ou em forma audível, dizendo sim; em caso de uma decisão mais importante, assinando um cartão de decisão. Aplicação à vida – Deve ser explicado aos alunos como a verdade apresentada tem relação com sua vida e conduta. Fazê-los sentir à necessidade de mudar sua conduta e harmonizá-la com a verdade apresentada. Término da Classe – São feitos os avisos finais e termina-se com uma oração, que pode ser oferecida por um dos alunos.

19 Em direção ao Batismo Ao aproximar-se a data do batismo, anuncia-se a aproximação do evento em cada classe, com o fim de criar expectativa e desejo de batizar-se. Uma, duas ou três semanas antes se faz fervoroso chamado e anuncia-se que estamos preparando a lista dos candidatos, para a qual pedimos a todos os que desejam ser batizados que assinem um formulário especial que lhes apresentamos. O mesmo chamado efetua-se cada sábado em cada Classe Bíblica até o batismo. Convém visitar em seus lares a todos os que assinaram o cupom de pedido de batismo, para reafirmar a decisão e resolver qualquer problema de última hora. Também visita-se aos que não assinarem para fazer-lhes um chamado em particular. Uma vez organizada a lista de candidatos, estuda-se com o pastor da igreja e apresenta- se os nomes à Comissão da Igreja na qual assiste o instrutor da Classe Bíblica, para informar sobre os candidatos. Um Sábado antes do Batismo, informar aos candidatos tudo acerca da cerimônia, lugar, hora, roupa que devem levar. Também devem eles ser animados a convidar familiares e amigos para a cerimônia. O instrutor da Classe Bíblica terá parte ativa no programa. Convém que em algum momento mencione-se a Classe Bíblica. No final, o pastor com o instrutor felicitam aos novos membros. Faz-se um fervoroso chamado, obtém-se novos nomes e endereços, convidam-se aos novos interessados a participarem da Classe.

20 A Classe Pós-Batismal “Quando homens e mulheres aceitam a verdade, não devemos retirar- nos e deixá-los sem sentir mais nenhuma responsabilidade por eles. Eles devem ser revelados”. EV,345 Provavelmente o ponto mais débil em todo programa de conquista de almas é a atenção, alimentação e consolidação dos novos membros. Certamente aí está a raiz de tantas apostasias. Portanto, é muito importante por em prática o plano das classes Pós- Batismais. Quer dizer que, depois do batismo as Classes continuam ainda por várias semanas. Esta Classe pode ser dirigida por ancião da Igreja com experiência e que tenha ascendência sobre a igreja. Em caso de não poder organizar as Classes Pós-Batismais, convém nomear um grupo de irmãos que visitem cada semana aos novos, para dar-lhes os estudos em seus lares. O Propósito deste trabalho é consolidar a fé, animar, ajudar nas provas que sobrevirão, dar alimento que produza um crescimento sadio. Sobretudo, ensinar aos novos membros a arte missionária. “Quando almas se convertem, ponde-as a trabalhar imediatamente. E, ao trabalharem elas segundo a sua capacidade, tornar-se-ão mais fortes. É enfrentando as influências oponentes que somos confirmados na fé. Ensinai aos recém-conversos que devem entrar em comunhão com Cristo, a serem Suas testemunhas, e tornarem-nO conhecido ao mundo”. EV. 355,356

21 Material para Classe Bíblica 1. O livro de texto é a Bíblia. O ideal é que cada aluno possua o seu exemplar e o traga e use na classe. Senão for assim, a classe deve ter suficientes Bíblias para todos os alunos. 2. A série de Estudos Bíblicos. 3. Caderno de Chamada 4. Diagramas, painéis, slides, etc.

22 Local para classe bíblica É sempre bom ter uma sala especial para a Classe Bíblica. Uma sala bem iluminada, que tenha cadeiras para todos, quadro para giz, tela, para quando se quiser usar e projetor, etc. Porém se isso não é possível, use as salas da Escola, do Serviço Beneficente, dos Desbravadores, da Escola Sabatina das Crianças ou até mesmo a nave da Igreja.

23 A classe Bíblica e o Evangelismo A Classe Bíblica tem demonstrado ser um auxiliar valioso nas campanhas evangelísticas. Existem duas maneiras para doutrinar aos interessados: 1- Estudos Bíblicos nos lares 2- Classes Bíblicas Ambas as maneiras se completam magnificamente

24 A CLASSE BÍBLICA EM UMA CAMPANHA GRANDE Em uma campanha grande, em geral são ditadas conferências em vários lugares. Depois de apresentados os temas introdutórios em cada um desses lugares, organizam-se as Classes Bíblicas triples. As mesmas podem ser ditadas em horários diferentes ao da Conferência, ou depois da mesma. Em uma campanha grande bem pode estar funcionando até 20 Classes Bíblicas. O resultado é que quase 80% dos batizados terão assistido a essas Classes Bíblicas.

25 Na Campanha Local Depois dos temas introdutórios e temas intermediários, transformou-se a conferência em uma Classe Bíblica, na qual os assistentes com a Bíblia nas mãos, estudam através de um sistema fácil e pleno, as doutrinas fundamentais da Palavra de Deus. As vezes é interessante ter um quadro negro e ir anotando as perguntas e respostas, permitindo que os interessados anotem as respostas em seus cadernos. Sobretudo, quando trata-se de uma campanha curta, torna-se indispensável complementar o trabalho dos estudos Bíblicos e da classe batismal

26 Inundação de Classes Bíblicas Assim como uma inundação arrasa com tudo, se logramos uma inundação de Classes Bíblicas, arrasaríamos com o erro, para levantar o estandarte da verdade. Na obscuridade, quanto mais lâmpadas se acendem, mais rápido se iluminará o Brasil com a luz salvadora do Evangelho. Por isso, animamos a todos a organizar o maior número de Classes Bíblicas para aumentar consideravelmente a colheita de almas. Em cada igreja grande organizar as três Classes Bíblicas; para menores, jovens e adultos. Em cada grupo do distrito, organizar pelo menos uma Classe e se possível duas.

27 CBB nas Escolas Fundamentais e Clube de Desbravadores Seria maravilhoso que em nossas Escolas e também nos clubes de Desbravadores se organizassem Classes Bíblicas. Cada igreja deve estudar a maneira mais adequada de por em prática este plano que certamente resultará em milhares de jovens e juvenis convertidos e batizados.

28 Classes nos Colégios A maneira mais fácil e adequada de preparar os jovens para o batismo nos colégios é por meio das Classes Bíblicas. Podem-se fazer funcionar tantas Classes Bíblicas quantas sejam possíveis ou necessárias. Podem ser Classes de acordo com as idades, cursos nos lares, etc. Os professores de Teologia, outros professores, e mesmo os alunos de Teologia, podem ser excelentes instrutores de Classes Bíblicas. Convém começar as Classes o mais breve possível no início do ano escolar. Para os colégios também é conveniente o plano de Classes Bíblicas permanentes com batismos periódicos.

29 Escolas Sabatinas com CBB Em todo o nosso território da UNB existem centenas de Escolas Sabatinas que em cada ano, porém, não são batizadas as pessoas que a freqüentam como era de se esperar. Por isso, sugerimos que em cada ES sejam editadas Classes Bíblicas. Se conseguirmos batizar pelo menos uma alma em cada CBES o resultado será explosivo. Cremos que incorporando à Classe Bíblica os alunos da ES conseguiremos conquistar muitas almas para Jesus.

30 ESPALHAR AS CBBs EM TODA A UNB Em muitos lugares, os irmãos gostam de celebrar reuniões de Bairro. Tais reuniões, depois de algum tempo, podem converter-se em Classes Bíblicas. Dessa maneira poderíamos incorporar dezenas de irmãos como instrutores de Classes Bíblicas, e lograr que tais reuniões produzam uma rica colheita de almas. De maneira especial recomendamos transformar cada centro de pregação da Semana Santa em uma ativa Classe Bíblica; quer dizer, para adultos, jovens e menores.

31 Dirigidas por Jovens As reuniões dirigidas por Jovens poderiam transformar-se, em seu devido tempo, em Classes Bíblicas, com instrutores jovens que seguramente teriam grande ascendência sobre seus companheiros DIRIGIDAS POR MULHERES “Mulheres discretas e humildes podem realizar boa obra explicando a verdade ao povo, em suas casas. Assim explanada, a Palavra de Deus efetuará sua obra, qual fermento, e mediante influência converter-se-ão famílias inteiras” 3TS, 347.

32 “O mundo está agitado pelo espírito de guerra. A profecia do capítulo 11 de Daniel atingiu quase o seu cumprimento completo. Logo se darão as cenas de perturbação das quais falam as profecias” 3TS, 283. “Satanás está agora procurando manter o povo de Deus em um estado de inatividade, para os impedir em desempenhar sua parte na propagação da verdade, a fim de que sejam afinal pesados na balança e encontrados em falta” 1TS, 87. “Satanás está agora procurando manter o povo de Deus em um estado de inatividade, para os impedir em desempenhar sua parte na propagação da verdade, a fim de que sejam afinal pesados na balança e encontrados em falta” 1TS, 87. “O MUNDO ESTÁ A AMADURECER PARA A DESTRUIÇÃO” PP, 166. “Muitos estão no limiar do reino, esperando somente serem recolhidos” AA, 109


Carregar ppt "CLASS E BÍBLIC A COMO FAZER ACONTECER Pr. Rafael L. Monteiro ASSOCIAÇÃO MINISTERIAL E EVANGELISMO - UNB."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google