A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Programação do Dia Formação Inicial de Catequistas RP5 A MISSÃO (Impulso da Palavra ESPÍRITO SANTO) –19h00 – Preparação do Ambiente –19h15 – Acolhida /

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Programação do Dia Formação Inicial de Catequistas RP5 A MISSÃO (Impulso da Palavra ESPÍRITO SANTO) –19h00 – Preparação do Ambiente –19h15 – Acolhida /"— Transcrição da apresentação:

1 Programação do Dia Formação Inicial de Catequistas RP5 A MISSÃO (Impulso da Palavra ESPÍRITO SANTO) –19h00 – Preparação do Ambiente –19h15 – Acolhida / Recepção –19h25 – Palavra da Coordenação da RP5 – Boas Vindas –19h30 – SER DO CATEQUISTA – ORAÇÃO INICIAL – 1º. MOMENTO: O ENCONTRO – 2º. MOMENTO: A PALAVRA –20h20 – SABER DO CATEQUISTA – 3º. MOMENTO: A MISSÃO –20h40 – SABER-FAZER DO CATEQUISTA – 4º. MOMENTO: A CELEBRAÇÃO –21h10 – AVISOS –21h15 – ORAÇÃO FINAL Diocese de São José dos Campos

2 Formação - Animação Bíblico-Catequética REGIÃO PASTORAL 5 REGIÃO PASTORAL 5 03/Fevereiro/ /Fevereiro/2011

3

4 Animação Bíblico-Catequética Catequese / Crisma

5 Formação Inicial de Catequistas Animação Bíblico-Catequética REGIÃO PASTORAL 5 REGIÃO PASTORAL 5 03/Fevereiro/ /Fevereiro/2011

6 O ENCONTRO A Voz da Palavra Revelação do Deus Pai Formação Inicial de Catequistas

7

8 O ENCONTROAquele que vos chamou, É fiel, é fiel. Fiel é aquele vos chamou.

9

10

11 A PALAVRA O Verbo Encarnado - Deus Filho O Rosto da Palavra (JESUS CRISTO)

12

13

14 ENTRONIZAÇÃO DA BÍBLIA

15 A PALAVRA A Palavra está perto de ti, Em tua boca, em teu coração

16 Que perfil? 1 Cor 15,1-11

17 Catequista: mensageiro da ressurreição de Cristo: 1 Irmãos, quero lembrar-vos o evangelho que vos anunciei e que recebestes, e no qual estais firmes. 2 Por ele sois salvos, se o estais guardando tal qual ele vos foi anunciado. A menos que tenhais abraçado a fé em vão... 3 De fato, eu vos transmiti, antes de tudo, o que eu mesmo tinha recebido, a saber: que Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras, 4 foi sepultado e, ao terceiro dia, foi ressuscitado, segundo as Escrituras; 5 e apareceu a Cefas e, depois aos Doze. 6 Mais tarde, apareceu a mais de quinhentos irmãos de uma vez.

18 Destes, a maioria ainda vive e alguns já morreram. 7 Depois, apareceu a Tiago depois, a todos os apóstolos; 8 por último, apareceu também a mim, que sou como um aborto. 9 Pois eu sou o menor dos apóstolos, nem mereço o nome de apóstolo, pois eu persegui a Igreja de Deus. 10 É pela graça de Deus que sou o que sou. E a graça que ele reservou para mim não foi estéril; a prova é que tenho trabalhado mais que todos eles, não propriamente eu, mas a graça de Deus comigo. 11 Em resumo, é isso que tanto eu como eles temos pregado e é essa a fé que abraçastes. Palavra do Senhor. - Graças à Deus!

19 O perfil do Catequista? O perfil do catequista é um ideal a ser conquistado, olhando para Jesus, modelo de Mestre, de servidor e de catequista. Sendo fiel a esse modelo, importante as dimensões: - ser, saber e saber-fazer do catequista. (DNC 261) SER CATEQUISTA A alegria está no coração A alegria está no coração de quem já conhece Jesus de quem já conhece Jesus

20 Nosso coração arde quando ele fala, explica as Escrituras e parte o pão explica as Escrituras e parte o pão (cf. Lc 24, 32.35) Leitura Orante Lectio Divina – Leitura Divina Bíblia e Catequese A Palavra na Vida e Missão A Palavra na Vida e Missão do Catequista do Catequista

21

22

23 Animação Bíblico-Catequética Catequese / Crisma

24 INICIAÇÃO À VIDA CRISTÃ O ENCONTRO o Anúncio, a adesão a Cristo, ENCANTAMENTO A PALAVRA A Catequese, o conhecer a Cristo, REENCANTAMENTO A MISSÃO Realidade dos Catequizandos/Crismandos, DISCIPULO O CAMINHO / O SERVIÇO Enfrentar os desafios, MISSIONÁRIO A CELEBRAÇÃO Festejar a vida nova em comunidade (Família, Familia-Catequistas, Família-Comunidade); (Doc. Verbum Dominum - Exortação pós sínodo da Palavra de Deus)

25 Desafios Catequese dos Cinco “S” Sensibilidade Serenidade Superação Sorriso Sabedoria

26 A MISSÃO O impulso da Palavra (Deus Espírito Santo) A Casa da Palavra (COMUNIDADES)

27 Características do Ser Catequista: SER CATEQUISTA A alegria está no coração A alegria está no coração de quem já conhece Jesus de quem já conhece Jesus Espiritualidade profunda – rezar e testemunhar o cristianismo, não perder nunca a intimidade com Deus. Integração na comunidade – Participar ativamente de toda a vida da Igreja. O catequista deve exercer o ministério de forma continuada e permanente. Senso crítico – ler, estudar, e analisar coerentemente os fatos da Igreja do mundo. A alienação é um mal que jamais deve tomar o catequista. Animação – saber ouvir e dialogar, buscar não mostrar dúvidas e insegurança, animar de tal forma o encontro de catequese/crisma, que leve o catequizando/crismando a uma sede de conhecer a doutrina da Igreja.

28 Características do Ser Catequista: SER CATEQUISTA A alegria está no coração A alegria está no coração de quem já conhece Jesus de quem já conhece Jesus Qualidades humanas – didática, psicológicas, equilíbrio, carinho. Formação doutrinária – procurar conhecer a doutrina católica, estudar sobre seus diversos aspectos, através de leituras, cursos etc. Ser catequista não é ser professor. Aulas são dadas na escola. Os encontros de catequese/crisma têm a preocupação de anunciar Jesus e levar o catequizando/crismando a uma aproximação maior com a Igreja. Formar cristão para a vida em comunidade.

29 Acolhimento Vida Cristã METODOLOGIA CATEQUÉTICA ITINERÁRIO DA CATEQUESE/CRISMA É como que uma caminhada. Sai-se da vida; provoca-se uma pessoa ao encontro com Deus e volta-se à vida de uma forma nova. Animação Bíblico-Catequética Catequese / Crisma

30 Metodologia na Catequese: SER CATEQUISTA A alegria está no coração A alegria está no coração de quem já conhece Jesus de quem já conhece Jesus O método catequético supõe uma ação de planejamento, o qual requer: a) “domínio” do conteúdo a ser transmitido (O QUÊ?) b) conhecimento da realidade e da vida dos catequizandos/crismandos (QUEM?) c) objetivos claros e concretos (PARA QUÊ?) d) discernimento para escolher o melhor caminho, o método mais apropriado (COMO?) e) capacidade para agendar as datas e administrar bem o tempo (QUANDO?) f) clareza quanto à razão da sua missão e do caminho a ser percorrido (POR QUÊ?)

31 Animação Bíblico-Catequética Catequese / Crisma

32 Catequese, caminho para o discipulado! Seu conhecimento Catequista: (DNC 269) a) Suficiente conhecimento da Palavra de Deus: a Bíblia é fonte de catequese e, portanto, indispensável na formação. “A sagrada Escritura deverá ser a alma da formação” (DGC 240). b) Conhecimento dos elementos básicos que formam o núcleo de nossa fé (DGC 130); c) Familiaridade com as ciências humanas, sobretudo pedagógicas: o catequista adquire o conhecimento da pessoa humana e da realidade em que vive, através das ciências humanas; SABER DO CATEQUISTA Aprender caminhando com o Aprender caminhando com o Mestre Jesus Mestre Jesus

33 Catequese, caminho para o discipulado! Seu conhecimento Catequista: (DNC 269) d) Conhecimento das referências doutrinais e de orientações: Catecismo da Igreja Católica, documentos catequéticos, manuais... “Diante do legítimo direito de todo batizado de conhecer da Igreja o que ela recebeu e aquilo em que ela crê, o Catecismo da Igreja Católica oferece uma resposta clara” (DGC 121); SABER DO CATEQUISTA Aprender caminhando com o Aprender caminhando com o Mestre Jesus Mestre Jesus

34 Catequese, caminho para o discipulado! Seu conhecimento Catequista: (DNC 269) e) Conhecimento suficiente da pluralidade cultural e religiosa, com capacidade para encontrar nela sementes do Evangelho; considerando a pluralidade religiosa fortemente presente em nossa sociedade e até nas próprias famílias de catequistas e catequizandos, é preciso educação para o diálogo, com conhecimento sério da própria identidade de fé respeito pelo sentimento religioso dos outros; SABER DO CATEQUISTA Aprender caminhando com o Aprender caminhando com o Mestre Jesus Mestre Jesus

35 Catequese, caminho para o discipulado! Seu conhecimento Catequista: (DNC 269) f) Conhecimento das mudanças que ocorrem na sociedade, inteirando-se sobre as descobertas recentes da ciência nos diversos campos: genética, tecnologia, informática...A voz do Espírito que Jesus, por parte do Pai, enviou a seus discípulos ressoa, também, nos acontecimentos da história. Por trás dos dados mutáveis da situação atual é necessário descobrir os sinais da presença e dos desígnios de Deus; SABER DO CATEQUISTA Aprender caminhando com o Aprender caminhando com o Mestre Jesus Mestre Jesus

36 Catequese, caminho para o discipulado! Seu conhecimento Catequista: (DNC 269) g) Conhecimento da realidade local, da história dos fatos, acontecimentos, festas da comunidade, como terreno para uma boa semeadura da mensagem: o discípulo de Jesus Cristo, de fato, participa das alegrias e das esperanças, das tristezas e das angústias dos homens (catequizandos/crismandos) de hoje ( GS, DGC 16); SABER DO CATEQUISTA Aprender caminhando com o Aprender caminhando com o Mestre Jesus Mestre Jesus

37 Catequese, caminho para o discipulado! Seu conhecimento: (DNC 269) h) Conhecimento dos fundamentos teológicos pastorais, para ser a voz de uma Igreja com rosto misericordioso, profético, ministerial, comunitário, ecumênico, celebrativo e missionário. SABER DO CATEQUISTA Aprender caminhando com o Aprender caminhando com o Mestre Jesus Mestre Jesus

38 Catequese, caminho para o discipulado! Portanto, no que se refere à mensagem ou ao conteúdo da comunicação catequética, a dimensão “experiencial” da catequese exige hoje do catequista uma grande familiaridade com as experiências e linguagens próprias do fato cristão: na área da experiência bíblica, no âmbito múltiplo da tradição eclesial, das linguagens e experiências da vida de hoje. SABER DO CATEQUISTA Aprender caminhando com o Aprender caminhando com o Mestre Jesus Mestre Jesus

39 A MISSÃO Fazemos parte de um grupo, de uma família de catequistas. Não somos uma ilha...

40 A CELEBRAÇÃO Festejar a Palavra e a Vida O Caminho da Palavra (CELEBRAÇÃO)

41 Animação Bíblico-Catequética Catequese / Crisma

42 CATEQUESE Um novo olhar para uma nova prática

43 O QUE TEMOS (VER) Catequese que parece aula Dia do sacramento parece uma formatura Descompromisso da família Sensação de que “algo” precisa mudar (pais, idade, manual, etc..) Cansaço em muitas situações SABER-FAZER DO CATEQUISTA Caminho lugar do Encontro e do Amor

44 CATEQUESE VIROU AULA? (REVER) SABER-FAZER DO CATEQUISTA Caminho lugar do Encontro e do Amor Escola; Alunos; Professores; Chamada; Quadro negro; Exercícios de aprendizagem; Prova de avaliação; Aprovado ou reprovado; Livro base; Estudar; Teatrinhos, brincadeiras e gincanas....

45 O QUE QUEREMOS (JULGAR) Catequese Cristocêntrica Catequese Bíblica Catequese Litúrgica Catequese Comunitária Catequese Solidária Catequese Orante Catequese, CAMINHO DE DISCÍPULOS E MISSIONÁRIOS SABER-FAZER DO CATEQUISTA Caminho lugar do Encontro e do Amor

46 Uma Catequese Integradora: SABER-FAZER DO CATEQUISTA Caminho lugar do Encontro e do Amor Crianças, jovens e adultos; Família; Comunidade; Catequista; Liturgia; Catequistas que precisam de formação permanente;

47 Uma Catequese Evangelizadora: SABER-FAZER DO CATEQUISTA Caminho lugar do Encontro e do Amor Catequista também é discípulo(a); Catequista precisa preparar o ENCONTRO, REZAR, PARTILHAR, ORGANIZAR, para evangelizar melhor, catequista é missionário(a)

48 O QUE FAREMOS (AGIR) Iniciar no mistério (Presença de Alguém - Cristo) Ensina a dialogar (rezar estar nEle - Cristo) Deus Trindade: comunidade de amor Revelada em Jesus Cristo: opção fundamental Na Igreja de Jesus (Comunidade que também precisa de conversão permanente) Para viver como Jesus viveu: no amor a Deus e ao próximo SABER-FAZER DO CATEQUISTA Caminho lugar do Encontro e do Amor

49 O QUE TRABALHAMOS (CELEBRAR) PRÉ-CATEQUESE (Aos 06 Anos) ETAPA 1 – Iniciação à EUCARISTIA (Dos 07 aos 10 Anos) ETAPA 2 – Iniciação à PERSEVERANÇA (Dos 11 aos 13 Anos) ETAPA 3 – Iniciação à CRISMA (Dos 14 aos 17 Anos) CATEQUESE COM ADULTOS (Acima de 18 Anos) CATEQUESE NA DIVERSIDADE (Todas as Idades) SABER-FAZER DO CATEQUISTA Caminho lugar do Encontro e do Amor

50 A CELEBRAÇÃO Juntos na Alegria, Caminhamos com Jesus!

51 Animação Bíblico-Catequética Catequese / Crisma

52 Comissão Diocesana para Comissão Diocesana para Animação Animação Bíblico-Catequética Bíblico-Catequética Padre Assessor Pe. Thiago Domiciano Dias Coordenador Leigo Evandro Rodrigues Equipe de Coordenação de Catequese Marilda Miranda, Fernanda Marques, Pedro Luis, Evandro Rodrigues Equipe de Coordenação da Crisma José Maria, Juscelene Aparecida, Nilma Maria

53 Animação Bíblico-Catequética Catequese / Crisma

54 ORAÇÃO DO CATEQUISTA SER - SABER – SABER FAZER Jesus Cristo, ajuda-me a SER PESSOA que ama a vida, que alimenta a espiritualidade e cresce na maturidade e santidade, que sabe ler a presença de Deus nas ações humanas e vê o rosto de Deus nas realidades do mundo. Formação de Catequistas “Novos Tempos. “Novos Tempos. Novos Caminhos. Novos Caminhos. Mesma Missão!” Mesma Missão!”

55 Jesus Cristo, ilumina o meu SABER para amar e conhecer melhor a Palavra de Deus, para abrir a minha mente à doutrina da Igreja e às orientações catequéticas, para viver a fé pelas atitudes de vida e nas celebrações comunitárias. Formação de Catequistas “Novos Tempos. “Novos Tempos. Novos Caminhos. Novos Caminhos. Mesma Missão!” Mesma Missão!”

56 Jesus Cristo, ensina-me a SABER FAZER acontecer o processo catequético, que as relações se façam com afeto, convivência fraterna, amizade e festa. Que a técnica na comunicação faça ressoar a mensagem da Palavra, que responda às necessidades dos interlocutores na integração na comunidade de fé, na celebração vivada fé. Amém! Formação de Catequistas “Novos Tempos. “Novos Tempos. Novos Caminhos. Novos Caminhos. Mesma Missão!” Mesma Missão!”

57

58

59


Carregar ppt "Programação do Dia Formação Inicial de Catequistas RP5 A MISSÃO (Impulso da Palavra ESPÍRITO SANTO) –19h00 – Preparação do Ambiente –19h15 – Acolhida /"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google