A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Karoline Bunn Jane da Silva Jefferson Traebert

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Karoline Bunn Jane da Silva Jefferson Traebert"— Transcrição da apresentação:

1 Karoline Bunn Jane da Silva Jefferson Traebert
ESTUDO COMPARATIVO DO DESEMPENHO DO WHOQOL-HIV-BREF E DO HIV/AIDS - TARGET QUALITY OF LIFE NA AVALIAÇÃO DE QUALIDADE DE VIDA DE PORTADORES DE HIV/AIDS. Karoline Bunn Jane da Silva Jefferson Traebert Programa Unisul de Iniciação Científica

2 INTRODUÇÃO AIDS Doença mundial
Doença crônica  Avaliar qualidade de vida Estratégias custo-benefício Programas de saúde Aspectos físicos Aspectos psicossociais OMS  WHOQOL-HIV-Bref (1995) Holmes & Shea  HATQoL (1999)

3 INTRODUÇÃO Objetivo Comparar os resultados da avaliação da QV de portadores HIV/AIDS mensurados por intermédio HAT-QoL e do WHOQoL-HIV-Bref, bem como avaliar a aplicabilidade do HAT-QoL e comparar com a do WHOQoL-HIV-Bref. Palavras-chave Qualidade de vida, WHOQoL-HIV-Bref, HATQoL.

4 Método Estudo transversal Tamanho da amostra 102 indivíduos
Seleção aleatória Aplicação dos questionários WHOQoL-HIV-Bref HATQoL

5 Método Análise descritiva dos dados
Análise de correlação: coeficiente de Pearson Termo de Consentimento Livre e Esclarecido CEP/UNISUL nº III

6 RESULTADOS E DISCUSSÃO
Tabela 1: Distribuição dos indivíduos segundo variáveis sócio-demográficas. Ambulatório de DST/AIDS de São José, SC, 2009/2010 (n=60). VARIÁVEL n % SEXO* Masculino Feminino 31 28 51,7 46,7 IDADE (anos) 20 – 30 31 – 40 41 – 50 51 – 60 61 – 70 > 80 11 16 23 6 3 1 18,3 26,8 38,3 10,1 5,1 1,7 *Perda de informação.

7 RESULTADOS E DISCUSSÃO
Tabela 1: Distribuição dos indivíduos segundo variáveis sócio-demográficas. Ambulatório de DST/AIDS de São José, SC, 2009/2010 (n=60). VARIÁVEL n % GRAU DE ESCOLARIDADE Nenhum 1º Grau Completo 2º Grau Completo 3º Grau Completo 11 31 15 3 18,3 33,3 25,0 5,0

8 RESULTADOS E DISCUSSÃO
Tabela 1: Distribuição dos indivíduos segundo variáveis sócio-demográficas. Ambulatório de DST/AIDS de São José, SC, 2009/2010 (n=60). VARIÁVEL n % ESTADO CIVIL Solteiro Casado Vivendo como casado Separado Divorciado Viúvo 20 11 19 3 4 33,3 18,3 31,7 5,0 6,7

9 RESULTADOS E DISCUSSÃO
Tabela 2: Auto-avaliação de saúde dos indivíduos e aspectos relacionados à infecção dos pacientes. Ambulatório de DST/AIDS de São José, SC, 2009/2010 (n=60). VARIÁVEL n % QUALIDADE DE VIDA GERAL Nem ruim, nem boa Boa Muito Boa 20 29 11 33,3 48,3 18,3 PERCEPÇÃO GERAL DE SAÚDE* Percebe-se como doente Não se percebe como doente 18 41 30,0 68,3 *Perda de informação.

10 RESULTADOS E DISCUSSÃO
Tabela 2: Auto-avaliação de saúde dos indivíduos e aspectos relacionados à infecção dos pacientes. Ambulatório de DST/AIDS de São José, SC, 2009/2010 (n=60). VARIÁVEL n % ESTÁGIO DO HIV* Assintomático Sintomático AIDS 40 10 5 66,7 16,7 8,3 ANO DO PRIMEIRO TESTE DE HIV 1990 – 1995 1996 – 2000 2001 – 2005 2006 – 2010 7 14 22 17 11,7 23,4 36,7 28,4 *Perda de informação.

11 RESULTADOS E DISCUSSÃO
Tabela 3: Valores descritivos dos domínios da escala de qualidade de vida HAT-QoL. Ambulatório de DST/AIDS de São José, SC, 2009/2010. Domínios Itens n* Média DP Mínimo P25 Mediana P75 Máximo Atividades gerais 7 59 62,65 22,29 3,57 42,86 67,86 82,14 100,0 Atividade sexual 3 57 51,90 21,88 0,00 33,33 50,00 66,67 Preocupação com o sigilo 5 58 52,24 29,52 25,00 57,50 75,00 Preocupação com a saúde 56 54,11 31,34 26,25 80,00 Preocupação financeira 4 60 48,64 26,69 68,75 * Número de pacientes. DP = Desvio padrão. P25 = Percentil 25. P75 = Percentil 75.

12 RESULTADOS E DISCUSSÃO
Tabela 3: Valores descritivos dos domínios da escala de qualidade de vida HAT-QoL. Ambulatório de DST/AIDS de São José, SC, 2009/2010. Domínios Itens n* Média DP Mínimo P25 Mediana P75 Máximo Conscientização sobre o HIV 3 60 54,58 24,47 0,00 33,33 58,33 66,67 100,0 Satisfação com a vida 8 59 25,05 25,52 3,12 18,75 37,50 93,75 Questões relativas à medicação 4 52 45,07 50,00 Confiança no médico 4,86 12,11 HAT-QoL médio 42 43 43,40 11,35 23,45 35,25 44,56 51,67 69,74 * Número de pacientes. DP = Desvio padrão. P25 = Percentil 25. P75 = Percentil 75.

13 RESULTADOS E DISCUSSÃO
Tabela 4: Valores descritivos dos domínios da escala de qualidade de vida WHOQoL-HIV-Bref. Ambulatório de DST/AIDS de São José, SC, 2009/2010. Domínios Itens n* Média DP Mínimo P25 Mediana P75 Máximo Físico 4 59 14,03 3,07 8,00 12,00 14,00 16,00 20,00 Psicológico 5 60 17,17 28,37 5,60 13,60 232,00 Nível de Independência 14,40 5,47 5,00 11,25 47,00 Relações Sociais 14,49 2,94 7,00 13,00 15,00 22,00 * Número de pacientes. DP = Desvio padrão. P25 = Percentil 25. P75 = Percentil 75.

14 RESULTADOS E DISCUSSÃO
Tabela 4: Valores descritivos dos domínios da escala de qualidade de vida WHOQoL-HIV-Bref. Ambulatório de DST/AIDS de São José, SC, 2009/2010. Domínios Itens n* Média DP Mínimo P25 Mediana P75 Máximo Meio Ambiente 8 60 13,50 2,15 9,00 12,00 15,00 18,50 Espiritualidade/ Religião/Crenças Pessoais 4 59 3,46 7,00 13,00 18,00 22,00 WHOQoL-HIV-Bref médio 29 58 14,11 2,36 8,85 12,51 14,30 16,03 19,08 * Número de pacientes. DP = Desvio padrão. P25 = Percentil 25. P75 = Percentil 75.

15 RESULTADOS E DISCUSSÃO
Figura 1: Correlação entre os instrumentos de avaliação de qualidade de vida em pacientes com HIV/AIDS HAT-QoL e WHOQoL-HIV-Bref. Ambulatório de DST/AIDS de São José, SC, 2009/2010.

16 CONCLUSÃO Pôde-se concluir que os instrumentos HAT-QoL e WHOQoL-HIV-Bref apresentaram resultados semelhantes, sendo ambos os facilmente aplicáveis. Assim, pelo fato de haver disponível instrumentos válidos e de fácil aplicabilidade, a avaliação da qualidade de vida dos pacientes com HIV/AIDS deveria ser realizada rotineiramente nos ambulatórios especializados.

17 REFERÊNCIAS CAMPOS, L. N; CÉSAR, C. C.; GUIMARÃES, M. D. C. Quality of life among HIV-infected patients in Brazil after initiation of treatment. Clinical Science, São Paulo, v. 64, n. 9, p , 2009 HOLMES, W. C.; SHEA, J.A. Two approaches to measuring quality of life in the HIV/AIDS populations: HAT-Qol and MOS-HIV. Qual Life Res, Filadélfia, v. 8, p , 1999. MOSER, A. M. M. ; TRAEBERT, J. Adaptação transcultural e validação de Questionário HAT-QoL para avaliação da qualidade de vida em pacientes com HIV/AIDS. Ciên Saúde Coletiva, Tubarão, Disponível em: < artigo=3215 >. Acesso em: 1 ago 2010. SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DE SANTA CATARINA, Gerência de Planejamento do SUS. Plano Estadual de Saúde. Florianópolis: IOESC, 2007. VIEIRA, F. M. A. Qualidade de vida de pessoas com AIDS em uma região portuária do sul do Brasil. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Disponível em: < Acesso em: 9 ago

18 Obrigada!


Carregar ppt "Karoline Bunn Jane da Silva Jefferson Traebert"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google