A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

25-hidroxi Vitamina D baixa e Risco de Diabetes do Tipo 2: Um Estudo Grupal Prospectivo e Meta-análise S. Afzal, S.E. Bojesen, e B.G. Nordestgaard Fevereiro.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "25-hidroxi Vitamina D baixa e Risco de Diabetes do Tipo 2: Um Estudo Grupal Prospectivo e Meta-análise S. Afzal, S.E. Bojesen, e B.G. Nordestgaard Fevereiro."— Transcrição da apresentação:

1 25-hidroxi Vitamina D baixa e Risco de Diabetes do Tipo 2: Um Estudo Grupal Prospectivo e Meta-análise S. Afzal, S.E. Bojesen, e B.G. Nordestgaard Fevereiro © Copyright 2013 by the American Association for Clinical Chemistry

2 © Copyright 2009 by the American Association for Clinical Chemistry Introdução  Uma marca do diabetes mellitus tipo 2 é uma relativa deficiência na secreção de insulina e um aumento na resistência à insulina  Deficiência de vitamina D pode causar reduzida secreção de insulina e elevada resistência à insulina

3 © Copyright 2009 by the American Association for Clinical Chemistry Hipótese  Baixa 25(OH)D plasmática está associada com elevado risco de diabetes tipo 2 na população geral

4 © Copyright 2009 by the American Association for Clinical Chemistry Questões  Qual é a evidência a partir dos testes randomizados com relação à suplementação de vitamina D e o risco de diabetes?

5 © Copyright 2009 by the American Association for Clinical Chemistry Materiais e métodos  Estudo Cardíaco da Cidade de Copenhagen  Participantes aleatoriamente selecionados da população geral de Copenhagen, Dinamarca  9841 participantes de acompanhados até 29 anos  810 casos incidentes de diabetes (diagnósticos hospitalares, auto-relatados, que tomaram medicação antidiabética, glicose plasmática aleatória >198 mg/dL [11 mmol/L]) Denmark

6 © Copyright 2009 by the American Association for Clinical Chemistry Materiais e métodos  Análise da 25(OH)D plasmática  Coletado no início do estudo em 1981–1983 armazenado a -20 °C até 2010  Teste DiaSorin Liaison 25(OH)D Total  Inter-teste CV 8% para controles de16 ng/mL e 10% para controles de 54 ng/mL  Concentrações plasmáticas de 25(OH)D foram usadas como valores absolutos (ng/mL) e em quartis ajustados sazonalmente

7 © Copyright 2009 by the American Association for Clinical Chemistry Questões  Quanto tempo a 25(OH)D fica estável durante a armazenagem?

8 © Copyright 2009 by the American Association for Clinical Chemistry  a Dados são n (%) a menos que indicado de outra maneira.  b Teste de tendência não paramétrica Cuzick. Tabela 1. Características do início do estudo de acordo com os pontos de corte clínicos para concentrações plasmáticas de 25(OH)D. a Plasma 25(OH)D, ng/mL <55–9.910–19.9≥20Tendência, P b n Homens209 (46)797 (44)1680 (43)1561 (43)0.29 Idade, Anos <0.001 Média Faixa do Interquartil 50–6549–6548–6547–64 Fumo <0.001 Nunca 62 (14)308 (17)857 (22)850 (23) Alguma vez 396 (86)1497 (83)3075 (78)2796 (77) Ìndice de massa corpórea, kg/m 2 <0.001 Média Faixa do Interquartil 22–2923–2923–2822–27 Renda <0.001 Baixo 206 (45)663 (37)1218 (31)977 (27) Médio 190 (42)806 (46)1828 (47)1700 (47) Alto 57 (13)306 (17)834 (22)936 (26) Duração da atividade física das horas de lazer, h/semana <0.001 ≤2 147 (32)417 (23)646 (16)406 (11) 2–4 (atividade leve) 198 (43)887 (49)1953 (50)1788 (49) ≥4 or 2–4 (atividade pesada) 113 (25)501 (28)1328 (34)1450 (40) Estação <0.001 Maio–Outubro (verão) 114 (25)667 (37)2016 (51)2329 (64) Novembro–Abril (inverno) 344 (75)1138 (63)1916 (49)1317 (36)

9 © Copyright 2009 by the American Association for Clinical Chemistry Incidência cumulativa de diabetes Tipo 2 Cumulative incidence = incidência cumulativa Plasma 25(OH)D in clinical categories = 25(OH)D plasmática nas categorias clínicas Trend = tendência No. At risk = número em risco Age (years) = idade (anos) Plasma 25(OH)D in seasonally adjusted quartiles = 25(OH)D plasmática em quartis sazonalmente ajustados Lowest = o mais baixo Highest = o mais alto

10 © Copyright 2009 by the American Association for Clinical Chemistry Risco de diabetes do tipo 2 Participants = participantes Events = eventos Trend = tendência Hazard ratio = coeficiente de risco Quartiles = quartis Highest = o mais alto Lowest = o mais baixo Reference = referência

11 © Copyright 2009 by the American Association for Clinical Chemistry Risco de diabetes do tipo 2  All = todos  Sex = sexo  Women = mulheres  Men = homens  Age (years) = idade (anos)  Smoking = fumo  Never = nunca  Ever = alguma vez  Body mass index = índce de massa corpórea  Income level = nivel de renda  Low = baixo  Medium = médio  High = alto  Leisure time physical activity (h/week) = atividade física das horas de lazer (h/semana)  Light activity = atividade leve  Heavy activity = atividade pesada  Season of sampling = época da amostra  May – October (summer) = Maio – Outubro (verão)  November – April (winter) = Novembro – Abril (inverno)  P for interaction = P para interação  Hazard ratio (95% CI) per 50% lower concentration of 25(OH)D = Coeficiente de risco (95% CI) por concentração 50% menor da 25(OH)D

12 © Copyright 2009 by the American Association for Clinical Chemistry Risco de diabetes tipo 2 para Quartil mais baixo contra o mais alto da 25(OH)D Study = estudo No. of participants = número de participantes No. of events = número de eventos Follow-up (years) = acompanhamento (anos) Mean = média Odds ratio = coeficiente de probabilidades Weight = peso Fixed = fixo Random = randômico This study = esse estudo Overall = total Fixed-effect estimate = estimativa de efeito fixo Random-effect estimate = estimativa de efeito randômico Studies on the general population = estudos na população geral Studies with complete adjustment = estudos com ajuste completo Studies stratified by design = estudos estratificados por projeto Cohort = grupo Nested case-control and case-cohort = caso-controle aninhado e grupo de casos

13 © Copyright 2009 by the American Association for Clinical Chemistry Questões  Quais são os potenciais confundidores na associação entre baixa 25-hidroxi vitamina D e risco de diabetes?  É a variação sazonal na 25-hidroxi vitamina D um confundidor ou um ruído?

14 © Copyright 2009 by the American Association for Clinical Chemistry Discussão  Nós observamos um crescente risco de diabetes tipo 2 com concentrações decrescentes de 25(OH)D plasmática. Esses achados foram confirmados numa meta-análise de estudos prospectivos  Limitações potenciais: População caucasiana apenas e diagnósticos podem subestimar a incidência do diabetes  Forças: acompanhamento até 29 anos, ajuste para importantes fatores de risco, uso mínimo de suplemento de vitamina D, e maior poder estatístico até agora

15 © Copyright 2009 by the American Association for Clinical Chemistry Conclusão  Na população geral, indivíduos com concentrações de vitamina D no quartil mais baixo possuem um elevado risco de 35-50% de diabetes tipo 2  Testes randomizados de intervenção são necessários antes que os suplementos de vitamina D possam ser recomendados para prevenção do diabetes tipo 2  Causalidade pode ser estabelecida através de testes randomizados de intervenção ou de estudos Mendelianos de randomização que usam variantes genéticas associadas com baixa 25-hidroxi vitamina D plasmática

16 © Copyright 2009 by the American Association for Clinical Chemistry Obrigado por participar desse Clinical Chemistry Journal Club do mês. Journal Clubs Adicionais estão disponíveis no Baixe o Clinical Chemistry app gratuito no iTunes para conteúdo adicional! Siga-nos


Carregar ppt "25-hidroxi Vitamina D baixa e Risco de Diabetes do Tipo 2: Um Estudo Grupal Prospectivo e Meta-análise S. Afzal, S.E. Bojesen, e B.G. Nordestgaard Fevereiro."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google