A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ciclo Celular G2 G ap) G2 ( G ap) G1 G ap, lacuna G1 ( G ap, lacuna ) S Síntese S ( Síntese ) G1 G ap G1 ( G ap ) Fase M Mitose Fase M – Divisão Celular.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ciclo Celular G2 G ap) G2 ( G ap) G1 G ap, lacuna G1 ( G ap, lacuna ) S Síntese S ( Síntese ) G1 G ap G1 ( G ap ) Fase M Mitose Fase M – Divisão Celular."— Transcrição da apresentação:

1

2 Ciclo Celular G2 G ap) G2 ( G ap) G1 G ap, lacuna G1 ( G ap, lacuna ) S Síntese S ( Síntese ) G1 G ap G1 ( G ap ) Fase M Mitose Fase M – Divisão Celular (Mitose) e Citocinese

3 Células que estão continuamente entrando em MITOSE Células lábeis Células que estão em G0, estão em atividade, porém só entram em MITOSE se houver necessidade Células estáveis ou quiescentes Células que não se dividem Células permanentes

4 Ciclo celular O Ciclo de vida da célula é dividido em duas fases principais Interfase – G1 – S – G2 Fase M Mitose –Células somáticas Meiose –Gametas, finaliza com a formação dos gametas espermatozóides e óvulos

5 Ciclo Celular Intérfase Intérfase –Inicia no fim da mitose e estende até iniciar a próxima mitose Mitose Mitose –Reprodução celular, com as seguintes finalidades: Nos unicelulares: reprodução Nos pluricelulares: crescimento do organismo, reposição das células que morrem, cicatrização ou regeneração dos órgãos e tecidos

6 Intérfase Carioteca e nucléolos visíveis Acúmulo de materiais necessários a duplicação do DNA Síntese de DNA e conseqüente duplicação dos cromossomos DNA (molécula longa, fina, desespiralizada, descondensada e não individualizada) cromatina Cromossomos - duas cromátides irmãs No citoplasma, ocorre formação de um novo centro celular (par de centríolos)

7 Interfase G Gap = lacuna G 1 ( Gap = lacuna ) – A célula acumula todos os materiais necessários para a duplicação do DNA SSíntese S ( Síntese ) – Ocorre a duplicação (síntese, replicação) do DNA, no final dessa fase o núcleo dobra seu volume G Gap = lacuna G 2 ( Gap = lacuna ) – A célula armazena materiais para realizar a mitose

8 Mitose Didaticamente, a mitose é dividida em fases para facilitar o estudo: prófase, metáfase, anáfase e telófase

9 Prófase duplicação dos centrossomosInicia com a duplicação dos centrossomos (centríolos) fuso mitótico –Formam-se o fuso mitótico (microtúbulos) O DNA se condensa originando os cromossomos O nucléolo desaparece e para a transcrição de RNAr centrômeroNo final da prófase o envoltório nuclear é desfeito, cromossomos livres começam a ligar-se aos microtúbulos do fuso pelo centrômero

10 PRÓFASE

11 Molécula DNA possui 2 nm DNA começando a se condensar (cromatina) em contas de um colar possui 11 nm de largura. –Contas são os nucleossomas (histonas) O empacotamento da cromatina em cordões de 30 nm formam as fibras cromossômicas... Condensação da cromatina

12 Prófase Metáfase Prófase Núcleos interfásicos (nucléolo em branco) Vacúolos

13 Metáfase Cromossomos ligados ao fuso Cromossomos com o máximo de condensação Cromossomos no equador celular formando a placa equatorial Cromossomos podem ser contados – cariótipo

14 Cariótipo

15 Metáfase Metáfase ( com placa ) Anáfase Vacúolos Núcleo interfásico

16 Os microtúbulos do fuso começam puxar as cromátides irmãs, e os cromossomos irmãos são transportados aos polos da célula A anáfase reduz a quantidade de DNA (4n 2n), duplicada no período S (Síntese) Anáfase

17 Anáfase Anáfase Núcleos interfásicos

18 Telófase Ocorre a descondensação dos cromossomos cromatina Refaz o envoltório nuclear e o nucléolo reaparece, ocorre a transcrição de rRNA ACTINA E MIOSINA citocineseO citoplasma é dividido por um anel contrátil formado de ACTINA E MIOSINA separação das duas células filhas citocinese Anel contrátil criando um sulco de clivagem Envelope nuclear completo ao redor dos cromossomos descondensados Regeneração da ordem dos microtúbulos formados pelo centrossomo na interfase

19 Nas células animais a citocinese é centrípeta (de fora para dentro). Citocinese

20 Citocinese Células vegetais de plantas superiores são envolvidos por uma parede celular (semi-rígida) Na divisão celular, o citoplasma é dividido de DENTRO para FORA pela construção de uma nova placa celular entre os dois núcleos da célula filha.

21 Citocinese Telófase: linha branca é a lamela média Telófase Anáfase (provável )

22 22 Cromossomos replicados, cada um com 2 cromátides- irmã, se condensam. O fuso mitótico forma-se entre os 2 centrômeros. Rompimento do envelope nuclear. Os cromossomos se ligam aos microtúbulos do fuso mitótica por meio do cinetócoro. Os cromossomos estão alinhados na região equatorial do fuso mitótico. Os microtúbulos do cinetócoro fixam as cromátides-irmã aos pólos opostos. Fonte: Painel Os princiais estágios da fase M. Molecular Biology of the Cell. Alberts, B., 2002, modificada..

23 23 As cromátides-irmã, separam- se para formar dois cromossomos e cada um é puxado para o fuso polar. Os microtúbulos do cinetócoro encurtam-se e os fusos polares se distanciam. Os dois conjuntos de cromátides-irmã chegam aos pólos do fuso e se descondensam. Forma-se o novo envelope nuclear. A divisão do citoplasma começa com a formação do anel contrátil. O citoplasma é dividido em dois por um anel contrátil de actina e miosina II, que obriga a célula a formar duas células filhas, cada uma com um núcleo. Fonte: Painel Os princiais estágios da fase M. Molecular Biology of the Cell. Alberts, B., 2002, modificada,

24 Meiose É um processo de divisão celular que origina os gametas Células germinativas (2n) gametas (n) reducional Consiste em duas divisões –As células resultantes não são iguais entre si e são diferentes da célula mãe.

25 Meiose Nas células germinativa homens –Ocorre a partir da puberdade –As células germinativas (espermatogônias) do tubos seminíferos do testículo após a meiose originam os espermatozóides (milhões/dia) Nas células germinativa mulheres –Inicia na vida embrionária (segundo mês de gestação) –Todas as células germinativas (ovogônias) iniciam juntas a meiose mas só a terminam após a puberdade, aproximadamente uma a cada ciclo menstrual até a menopausa, no máximo 400 durante toda a vida

26 Meiose Meiose I – Divisão Reducional Meiose II – Divisão Equatorial Produz quatro células 23 cromossomos (n) DNA n

27 Meiose I – Divisão Reducional DNA duplicado cromossomos duplicados Profase I – Leptóteno – Zigóteno – Paquíteno – Diplóteno – Diacinese Metáfase I, anáfase I, telófase e citocinese I É reducional: reduz o número de cromossomos de 2n para n. (Anáfase I) É a mais longa Recombina o material genético crossing-over Final meiose I –23 cromossomos (n) –DNA 2n

28 Leptóteno Início da prófase DNA duplinado cromossomos compostos de 2 cromátides começam a se condensar

29 Zigóteno Os cromossomos homólogos são emparelhados Há maior condensação dos cromossomos As cromátides irmãs começam a aproximar-se e cruzam com homólogas

30 Paquíteno quiasma crossing overAs cromátides cruzadas unem-se ( quiasma ), quebram e trocam pedaços com as homóloga crossing over ou recombinação gênica Aumenta a variabilidade genética

31 Diplóteno e Diacinese quiasmasOs homólogos de cada par afastam-se de modo que os quiasmas aparecem

32 Meiose I - Divisão Reducional – Profase I Cromátides irmãs paternas Cromátides irmãs maternas Cromátide 1 Cromátide 2 Cromátide 3 Cromátide 4

33 Cromossomos compostos de 2 cromátides começam a se condensar Leptóteno

34 Pares homólogos se aproximam Zigóteno

35 Continua a condensação formam os QUIASMAS (local onde ocorre as trocas de genes entre cromossomos homólogos) – crossing over Paquíteno

36 Continua a condensação, começam a se separar, revelam os quiasmas. Diplóteno e Diacinese

37 Metáfase I pares de homólogosIdêntica a metáfase da mitose, porém no equador há uma placa dupla, formada pelos pares de homólogos, em cujos centrômeros fixam-se os microtúbulos do fuso

38 Anáfase I Os homólogos que se prenderam no fuso são agora puxados aos pólos (um dos homólogos vai a um pólo e outro para outro pólo) É a fase reducional – 2n n

39 Telófase I Inicia com a chegada dos homólogos aos pólos celulares sem descondensação dos cromossomosHá rápida reorganização dos núcleos porém sem descondensação dos cromossomos Ocorre a citocinese Cada célula ficará com 23 cromossomos (n), cada cromossomo com duas cromátides (2n).

40 Meiose II – Prófase II Cada uma das células haplóides resultantes da primeira divisão forma novo fuso mitótico, desaparece o envoltório e libera os cromossomos que fixam no fuso

41 Metáfase II Os cromossomos presos ao fuso colocam-se no equador formando uma placa equatorial simples

42 Anáfase II Ao final de metáfase II as cromátides irmãs migram aos polos Na metáfase I migraram cromossomos homólogos (duplicado, com as duas cromátides) Na metáfase I migraram cromossomos homólogos (duplicado, com as duas cromátides)

43 Telófase II Quando as cromátides irmãs chegam aos pólos há nova citocinese e há reorganização dos núcleos. Descondensação do DNA em cromatina Cada célula ficará com 23 cromossomos (n), cada cromossomo com uma cromátide (n).

44 Meiose


Carregar ppt "Ciclo Celular G2 G ap) G2 ( G ap) G1 G ap, lacuna G1 ( G ap, lacuna ) S Síntese S ( Síntese ) G1 G ap G1 ( G ap ) Fase M Mitose Fase M – Divisão Celular."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google