A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Curso de Integração de Novos Colaboradores 2014. A Concepção e Identidade do Cooperativismo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Curso de Integração de Novos Colaboradores 2014. A Concepção e Identidade do Cooperativismo."— Transcrição da apresentação:

1 Curso de Integração de Novos Colaboradores 2014

2 A Concepção e Identidade do Cooperativismo

3 O Movimento Cooperativista Faz parte da história da humanidade desde os primórdios Com as mais diferentes formas de concepções.

4 A Raça Humana sobreviveu graças a Cooperação: -Luta pela sobrevivência; -Busca de Alimentos; -É um ser de convivência social; -Se equilibra e mantém sua saúde pelos alimentos e pelos chás e pela convivência; -É um ser lúdico.

5 O Cooperativismo é: - um movimento, - uma filosofia de vida, - um modelo socioeconômico e cultural, - capaz de unir desenvolvimento econômico e bem-estar social.

6 Cooperativismo É um movimento que busca constituir uma sociedade justa, através de empreendimentos que atendam às necessidades econômicas, sociais e culturais comuns dos Cooperados.

7 Reformadores Sociais (Do final do século XVII e início do século XVIII) Filosofia Iluminista (depois de 1750) Após a Revolução Francesa( ) – “LIF” (Voltaire, Diderot, Montesquieu, Kant) O Liberalismo (1795)(Hobbes, Locke, Adam Smith) O Socialismo Utópico (1830) (Robert Owen...) O Socialismo Científico (1848) (Karl Marx, Engels...) Pragmatismo (1895) (William James, John Dewey, Oliver W. Holmes, Charles Sanders Pierce)

8 O Iluminismo No século XVII surge na França o Iluminismo, que foi um movimento filosófico e político que propunha o domínio do pensamento racional sobre o teocentrismo (Deus no centro de todas as explicações) que predominava na Europa desde a época Medieval. De acordo como os filósofos Iluministas, esta forma de pensamento tinha o propósito de jogar luzes nas trevas em que se encontrava grande parte da humanidade.

9 Fizeram uma forte crítica ao absolutismo eclesial e defenderem a liberdade econômica, política e social. Esta filosofia Iluminista inicia com: Spinoza , John Locke , Denis Diderot , Voltaire , Montesquieu , e outros).

10 Liberalismo Como consequência do Iluminismo surge o Liberalismo, que pode ser definido como um conjunto de princípios e teorias políticas, que apresentam como ponto principal a liberdade política e econômica. Os princípios básicos do liberalismo são: -Defesa da propriedade privada; -Liberdade econômica (livre mercado); -Mínima participação do Estado nos assuntos econômicos da nação (governo limitado/mínimo); -Igualdade perante a lei (estado de direito), -Na década de 1970 a aplicação do liberalismo na realidade econômica pautada pela globalização e novos paradigmas do capitalismo.

11 Este pensamento é fundamentado: 1) Pelo matemático, teórico político, e filósofo inglês Thomas Hobbes ,(Leviatã e Do Cidadão); 2) O filósofo Inglês Locke, (O Contrato Social); 3) E com o filósofo e economista escocês Adam Smith, (A riqueza das Nações).

12 Nacionalismo O Nacionalismo é uma ideologia e movimento político baseado na consciência da nação depois da fase industrial, em defesa do território delineado por fronteiras terrestres, mas acima de tudo no campo linguístico, cultural e outros. No século XX, o nacionalismo teve dois grandes movimentos: as ideias nacionalistas com as teorias racistas (Alemanha), o fascismo (Itália e Japão); e o nacionalismo proveniente dos países colonizados após a IIª Guerra Mundial. São referência neste debate Ranke, Bloch, Schlegel e outros.

13 O pensamento Socialista foi primeiramente formulado por:  Saint-Simon ,  Charles Fourier ,  Louis Blanc  Robert Owen

14 Socialistas Utópicos ou Cristãos Os Socialistas Utópicos ou Socialistas Cristãos tinham presente que: -a igualdade entre as pessoas é possível e deve ser conquistada, -que a autonomia e a participação das pessoas são à base de qualquer organização -e que somente a apropriação do valor do trabalho e da produção coloca os trabalhadores na direção política de suas vidas.

15 O Socialismo Científico O Socialismo Científico foi criado por Karl Marx e Friedrich Engels , quando desenvolveram a teoria socialista, partindo da análise crítica e científica do capitalismo. Preocupavam-se em compreender a dinâmica do capitalismo e os princípios básicos que fundamentam o socialismo marxista que podem ser sintetizados em quatro teorias centrais:

16 - A teoria da mais-valia (demonstra a exploração na produção capitalista); - A teoria do materialismo histórico (se mostra como os acontecimentos históricos são determinados pelas condições materiais da sociedade); - A teoria da luta de classes (conflito entre explorados e exploradores); - A teoria do materialismo dialético (onde se percebe o método para compreender as transformações históricas). O fim do processo de transição seria o comunismo, (sociedade sem classe, sem propriedade privada, sem donos dos meios de produção, sem Estado) a chamada teoria da evolução socialista.

17 Os Socialistas Utópicos ou Socialistas Cristãos: - Robert Owen (Inglaterra) e Charles Fourier (França): Criaram as Cooperativas De Produção. - Movimento Cartista (1838) Inglaterra (Trabalhadores) cria a Sociedade dos Probos Pioneiros de Rochdale. (reunia 28 tecelões de Classe Média)

18 - O Socialismo Utópico ou o Socialismo Cristãos de (Robert Owen e outros) pensam que: A igualdade entre pessoas é possível, e é conquista a ser realizada ; Autonomia e participação são a base das organizações.

19 O Cartismo É um movimento social inglês que iniciou no século 19, com a luta pela inclusão de políticas da classe operária na legislação Inglesa, que teve como base a carta dos radicais William Lovett e F. O’Connor intitulada a Carta do Povo, e enviada ao Parlamento Inglês. No início foi rejeitada e mais tarde incluída na Legislação Inglesa.

20 - Louis Blanc – fundou as Oficinas de Sociais - Beatrice Potter Webb, Luigi Luzzatti e Charles Gide propõe a República Cooperativa - Herman Schulze fundou na Alemanha Associação das Cooperativas Alemãs e as Cooperativas de Crédito e Consumo cria a Sociedade do Probos Pioneiros de Rochdale – reunia 28 tecelões. (Classe Média)

21 O Cooperativismo quer: -Se constituir numa alternativa ao Capitalismo; -Com a solidariedade e a preocupação com os outros; -Trabalhadores pudessem construir uma Sociedade mais Justa, Igualitária e Fraterna. (eliminando o patrão e o intermediário); -Concedendo ao trabalhador a propriedade de seus instrumentos do trabalho; -E a participação nos resultados do seu trabalho. -;-;

22 O cooperativismo no Brasil hoje é de viés empresarial capitalista e pouco tem da perspectiva do movimento cooperativista solidária inaugurada por Owen. A experiência do Cooperativismo esteve presente desde as Reduções Jesuíticas do Sul do Brasil, com a “República Socialista dos Guaranis”, Passando pela Colônia Cristina do Paraná, E vivida pelos pequenos produtores da “colônia” que sabiam o quanto era importante se manter unido pela participação coletiva.

23 O modelo Brasileiro de Cooperativismo é unitário, isto é: A cooperação é regulada por uma só lei orgânica, A Lei do Cooperativismo Nacional Nº de 16 de dezembro de 1971.

24 Por isso hoje no Brasil e na América Latina Falamos em : - Cooperativismo Tradicional - e Cooperativismo Solidário

25 Cooperativa É uma associação autônoma de pessoas que se unem para satisfazer as próprias necessidades econômicas, sociais e culturais, por meio de uma organização, de propriedade comum, democraticamente controlada.

26 Entidades Parcerias: UNICOPAS (União Nacional das Organizações Cooperativistas Solidárias)

27 Princípios do Cooperativismo Atualizados no XXXI Congresso Cooperativista Mundial_ )Adesão Livre e Voluntária 2)Gestão Democrática pelos Membros. 3)Participação Econômica dos Membros. 4)Autonomia e Independência. 5)Educação, Formação e Informação 6)Intercooperação 7)Preocupação com a Comunidade

28 Obrigado! Armando João Henn Analista de Relações Sociais Fone (46)

29


Carregar ppt "Curso de Integração de Novos Colaboradores 2014. A Concepção e Identidade do Cooperativismo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google