A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O MOVIMENTO SOFISTA Séculos IV e V a.C. Protágoras, Górgias, e Hipías. Técnicas avançadas de discurso. Mobilidade. Movimento Sofista Contribuições importantes.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O MOVIMENTO SOFISTA Séculos IV e V a.C. Protágoras, Górgias, e Hipías. Técnicas avançadas de discurso. Mobilidade. Movimento Sofista Contribuições importantes."— Transcrição da apresentação:

1 O MOVIMENTO SOFISTA Séculos IV e V a.C. Protágoras, Górgias, e Hipías. Técnicas avançadas de discurso. Mobilidade. Movimento Sofista Contribuições importantes dos Sofistas Sócrates e os Sofistas

2 A palavra SOFISTA, etimologicamente vem de sophos, que significa “sábio”, ou seja, designa qualquer um que pratique uma forma de sophia. Entretanto com o passar do tempo, a palavra sofista ganhou o sentido de “impostor” devido sobretudo, às críticas de Platão.

3 Os sofistas eram professores ambulantes, vindos de todas as partes do mundo grego, que viajavam de cidade em cidade, não se fixavam em lugar nenhum, e que para escândalo de seus contemporâneos, costumavam cobrar pelas aulas, vendiam ensinamentos práticos de filosofia. Quem eram os sofistas?

4 Contexto histórico: O momento histórico vivido pela civilização grega favoreceu o desenvolvimento desse tipo de atividade praticada pelos sofistas. Foi uma época em que Atenas se encontrava diante de lutas políticas e intenso conflito de opiniões nas assembleias democráticas. Os sofistas então surgem atendendo a necessidade de uma nova educação - Paidéia, educação racionalista e democrática acessível a todos, destinada a formação do cidadão que deveria viver na pólis (cidade).

5 Quem procurava seus ensinamentos? Os cidadãos mais ambiciosos sentiam necessidade de aprender a arte de argumentar em público para conseguir persuadir em assembleia e, muitas vezes, fazer prevalecer seus interesses individuais e de classe. Atraíam a juventude ansiosa para participar da vida pública.

6 Ensinamentos sofistas: As lições dos sofistas tinham como objetivo, o desenvolvimento do poder de argumentação, da habilidade retórica, do conhecimento de doutrinas divergentes. Eles transmitiam, enfim, todo um jogo de palavras, raciocínios e concepções que seria utilizado na arte de convencer as pessoas, driblando as teses dos adversários.

7 PRINCIPAIS SOFISTAS PROTÁGORAS, GÓRGIAS, ISÓCRATRES, HÍPIAS, PRÓDICO, CRÍTIAS, ANTIFONTE E TRASÍMACO..

8 PROTÁGORAS de Abdera ( a.C.) Protágoras é considerado o primeiro e um dos mais importantes sofistas. Ensinou por muito tempo em Atenas, tendo como princípio básico de sua doutrina a ideia de que o homem é a medida de tudo o que existe. "O homem é a medida de todas as coisas”.

9 RELATIVISMO Protágoras, queria dizer que a justiça e a injustiça, o bem e o mal devem ser sempre avaliados em função das necessidades dos homens. Seu propósito era formar cidadãos, cuja vida em sua plenitude, é a vida pública. Conforme essa concepção, todas as coisas são relativas à disposição do homem, isto é, o mundo é o que o homem constrói ou destrói. Por isso não haveria verdades absolutas. Toda verdade seria relativa a determinada pessoa, grupo social ou cultura.

10 GÓRGIAS de Leontine ( a.C) Considerado um dos grandes oradores da Grécia, aprofundou o subjetivismo relativista de Protágoras a ponto de defender o ceticismo absoluto. Afirmava que: >Nada existia; >Se existisse, não poderia ser conhecido; >Mesmo que fosse conhecido, não poderia ser comunicado a ninguém.

11 Sócrates e os Sofistas Duelo entre ambos; Sócrates busca a verdade e incita seus discípulos a descobri – la. Já os Sofistas buscam o sucesso e ensinam as pessoas como consegui – lo. O Sofista cobra para ensinar e transmite um saber pronto, sem crítica (vende uma mercadoria); Sócrates vive uma vida voltada para a filosofia, induz a construção do conhecimento através de bons argumentos, sempre em busca da verdade.

12 DIÁLOGO SOCRÁTICO IRONIA: Sócrates interrogava as pessoas sobre as coisas que pensavam saber. A ironia socrática tinha um caráter purificador porque levava os discípulos a confessarem suas próprias contradições e ignorâncias, onde antes só julgavam possuir certezas e clarividências.

13 DIÁLOGO SOCRÁTICO MAIÊUTICA: Libertos do orgulho e da pretensão de que tudo sabiam, os discípulos podiam então iniciar o caminho da reconstrução de suas próprias ideias. O objetivo de Sócrates era ajudar seus discípulos a conceberem suas próprias ideias.

14 OBRIGADA!


Carregar ppt "O MOVIMENTO SOFISTA Séculos IV e V a.C. Protágoras, Górgias, e Hipías. Técnicas avançadas de discurso. Mobilidade. Movimento Sofista Contribuições importantes."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google