A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CURSO TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA – AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL REDE DE COMPUTADOR CONCEITO Professor e Engenheiro Eletricista Moisés Carneiro da Silva – CREA-DF.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CURSO TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA – AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL REDE DE COMPUTADOR CONCEITO Professor e Engenheiro Eletricista Moisés Carneiro da Silva – CREA-DF."— Transcrição da apresentação:

1 CURSO TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA – AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL REDE DE COMPUTADOR CONCEITO Professor e Engenheiro Eletricista Moisés Carneiro da Silva – CREA-DF 8219/D 1

2 CURSO TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA – AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL REDE DE COMPUTADOR Uma rede de computadores consiste de 2 ou mais computadores e outros dispositivos conectados entre si de modo a poderem compartilhar seus serviços, que podem ser: Dados, Impressoras, Mensagens ( s) etc. Professor e Engenheiro Eletricista Moisés Carneiro da Silva – CREA-DF 8219/D 2

3 CURSO TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA – AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL REDE DE COMPUTADOR A Internet é um amplo sistema de comunicação que conecta muitas redes de computadores. Professor e Engenheiro Eletricista Moisés Carneiro da Silva – CREA-DF 8219/D 3

4 CURSO TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA – AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL REDE DE COMPUTADOR Existem várias formas e recursos de vários equipamentos que podem ser interligados e compartilhados, mediante meios de acesso, protocolos e requisitos de segurança. Professor e Engenheiro Eletricista Moisés Carneiro da Silva – CREA-DF 8219/D 4

5 CURSO TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA – AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL REDE DE COMPUTADOR – EQUIPAMENTOS Vários dispositivos são usados em uma rede, cada um deles possuindo funções específicas (EQUIPAMENTOS DEDICADOS). Professor e Engenheiro Eletricista Moisés Carneiro da Silva – CREA-DF 8219/D 5

6 CURSO TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA – AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL REDE DE COMPUTADOR – EQUIPAMENTOS Como exemplos de equipamentos dedicados podemos citar: Placas de rede, Hubs, Switches, Bridges, Routers, etc. Professor e Engenheiro Eletricista Moisés Carneiro da Silva – CREA-DF 8219/D 6

7 CURSO TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA – AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL REDE DE COMPUTADOR – PLACAS DE REDE Professor e Engenheiro Eletricista Moisés Carneiro da Silva – CREA-DF 8219/D 7 A placa de rede é o hardware que permite aos micros conversarem entre si através da rede. Sua função é controlar todo o envio e recebimento de dados através da rede. Cada arquitetura de rede (conjunto de camadas e protocolos) exige um tipo específico de placa de rede.

8 CURSO TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA – AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL REDE DE COMPUTADOR – PLACAS DE REDE Professor e Engenheiro Eletricista Moisés Carneiro da Silva – CREA-DF 8219/D 8

9 CURSO TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA – AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL REDE DE COMPUTADOR – HUB O Hub é basicamente um pólo concentrador de fiação e cada equipamento conectado a ele fica em um seguimento próprio. Por isso, isoladamente um hub não pode ser considerado como um equipamento de interconexão de redes, ao menos que tenha sua função associada a outros equipamentos, como repetidores. Professor e Engenheiro Eletricista Moisés Carneiro da Silva – CREA-DF 8219/D 9

10 CURSO TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA – AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL REDE DE COMPUTADOR – HUB Professor e Engenheiro Eletricista Moisés Carneiro da Silva – CREA-DF 8219/D 10

11 CURSO TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA – AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL REDE DE COMPUTADOR – SWITCH É um dispositivo utilizado em redes de computadores para reencaminhar frames entre os diversos nós. Frames: Equipamentos Professor e Engenheiro Eletricista Moisés Carneiro da Silva – CREA-DF 8219/D 11

12 CURSO TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA – AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL REDE DE COMPUTADOR – SWITCH Os switches são aparelhos muito mais inteligentes que os hubs, eles fecham canais exclusivos de comunicação entre o micro que está enviando dados e o que está recebendo, permitindo que vários pares de micros troquem dados entre si ao mesmo tempo. Isso melhora bastante a velocidade em redes congestionadas, com muitos micros. Professor e Engenheiro Eletricista Moisés Carneiro da Silva – CREA-DF 8219/D 12

13 CURSO TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA – AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL REDE DE COMPUTADOR – SWITCH Professor e Engenheiro Eletricista Moisés Carneiro da Silva – CREA-DF 8219/D 13

14 CURSO TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA – AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL REDE DE COMPUTADOR – BRIDGES (PONTES) Permitem interligar dois segmentos de rede, de forma que eles passem a formar uma única rede. Em redes antigas (atualmente os Bridges foram substituídos pelo SWITCHES), onde era utilizado um único cabo coaxial ou um hub burro, o uso de bridges permitia dividir a rede em segmentos menores, reduzindo, assim, o volume de colisões e melhorando o desempenho da rede. Professor e Engenheiro Eletricista Moisés Carneiro da Silva – CREA-DF 8219/D 14

15 CURSO TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA – AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL REDE DE COMPUTADOR – BRIDGES Outra vantagem é que a rede passa a comportar duas transmissões simultâneas, uma envolvendo micros do segmento A e outra envolvendo micros do segmento B: Professor e Engenheiro Eletricista Moisés Carneiro da Silva – CREA-DF 8219/D 15

16 CURSO TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA – AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL REDE DE COMPUTADOR – ROUTERS Estão no topo da cadeia evolutiva. Os roteadores são ainda mais inteligentes, pois são capazes de interligar várias redes diferentes e sempre escolher a rota mais rápida para cada pacote de dados. Usando roteadores, é possível interligar um número enorme de redes diferentes, mesmo que situadas em países ou mesmo continentes diferentes. Note que cada rede possui seu próprio roteador e os vários roteadores são interligados entre si. Professor e Engenheiro Eletricista Moisés Carneiro da Silva – CREA-DF 8219/D 16

17 CURSO TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA – AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL REDE DE COMPUTADOR – ROUTERS É possível interligar inúmeras redes diferentes usando roteadores, e não seria de se esperar que todos os roteadores tivessem acesso direto a todos os outros roteadores a que estivesse conectado. Professor e Engenheiro Eletricista Moisés Carneiro da Silva – CREA-DF 8219/D 17

18 CURSO TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA – AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL REDE DE COMPUTADOR – ROUTERS Pode ser que, por exemplo, o roteador 4 esteja ligado apenas ao roteador 1, que esteja ligado ao roteador 2, que por sua vez esteja ligado ao roteador 3, que esteja ligado aos roteadores 5 e 6 e assim por diante. Professor e Engenheiro Eletricista Moisés Carneiro da Silva – CREA-DF 8219/D 18

19 CURSO TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA – AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL REDE DE COMPUTADOR – ROUTERS Professor e Engenheiro Eletricista Moisés Carneiro da Silva – CREA-DF 8219/D 19

20 CURSO TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA – AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL REDE DE COMPUTADOR – ROUTERS Se um micro da rede 1 precisar enviar dados para um dos micros da rede 6, então o pacote passará primeiro pelo roteador 2, será encaminhado ao roteador 3 e finalmente ao roteador 6. Cada vez que o dado é transmitido de um roteador para outro, temos um "hop". Professor e Engenheiro Eletricista Moisés Carneiro da Silva – CREA-DF 8219/D 20

21 CURSO TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA – AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL REDE DE COMPUTADOR – ROUTERS Professor e Engenheiro Eletricista Moisés Carneiro da Silva – CREA-DF 8219/D 21

22 CURSO TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA – AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL REDES INDUSTRIAIS DE COMPUTADORES Professor e Engenheiro Eletricista Moisés Carneiro da Silva – CREA-DF 8219/D 22

23 CURSO TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA – AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL Professor e Engenheiro Eletricista Moisés Carneiro da Silva – CREA-DF 8219/D 23


Carregar ppt "CURSO TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA – AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL REDE DE COMPUTADOR CONCEITO Professor e Engenheiro Eletricista Moisés Carneiro da Silva – CREA-DF."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google