A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Reforma Ortográfica da Língua Portuguesa. 2 Objetivos da Reforma Ortográfica Difundir ainda mais a Língua Portuguesa. Difundir ainda mais a Língua Portuguesa.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Reforma Ortográfica da Língua Portuguesa. 2 Objetivos da Reforma Ortográfica Difundir ainda mais a Língua Portuguesa. Difundir ainda mais a Língua Portuguesa."— Transcrição da apresentação:

1 Reforma Ortográfica da Língua Portuguesa

2 2 Objetivos da Reforma Ortográfica Difundir ainda mais a Língua Portuguesa. Difundir ainda mais a Língua Portuguesa. Facilitar a divulgação cultural e científica em Língua Portuguesa. Facilitar a divulgação cultural e científica em Língua Portuguesa. Unificar a Língua Portuguesa em todos os continentes onde ela é falada. Unificar a Língua Portuguesa em todos os continentes onde ela é falada. Tentar fazer com que a Língua Portuguesa seja cogitada como uma das línguas oficiais da ONU. Tentar fazer com que a Língua Portuguesa seja cogitada como uma das línguas oficiais da ONU.

3 3 A Língua Portuguesa no mundo É a terceira língua mais falada no mundo ocidental. É a terceira língua mais falada no mundo ocidental. Possui mais de 240 milhões de falantes. Possui mais de 240 milhões de falantes. O português é a língua oficial em oito países de quatro continentes: O português é a língua oficial em oito países de quatro continentes: –Angola (10,9 milhões de habitantes) –Brasil (185 milhões) –Cabo Verde (415 mil) –Guiné Bissau (1,4 milhão) –Moçambique (18,8 milhões) –Portugal (10,5 milhões) –São Tomé e Príncipe (182 mil) –Timor Leste (800 mil).

4 4 10 Línguas mais faladas no mundo 1. Chinês 2. Indi 3. Inglês 4. Espanhol 5. Bengali 6. Árabe 7. Português 8. Russo 9. Japonês 10. Alemão br/folha/educacao/ult305 u shtml br/folha/educacao/ult305 u shtml08/04/0910:00

5 5 A Língua Portuguesa no mundo Também é falada nos antigos territórios da Índia Portuguesa: Goa, Damão, Diu e Dadrá e Nagar-Aveli. Também é falada nos antigos territórios da Índia Portuguesa: Goa, Damão, Diu e Dadrá e Nagar-Aveli. A língua portuguesa também tem um estatuto oficial na União Europeia, no Mercosul e na União Africana. A língua portuguesa também tem um estatuto oficial na União Europeia, no Mercosul e na União Africana.

6 6 Europa Ásia

7 7 América África

8 8 Geografia do Português no mundo

9 9 Origem da Língua Portuguesa A língua portuguesa é uma língua românica, do grupo ibero-românico, como o castelhano, o catalão, o italiano, o francês, o romeno e outros. A língua portuguesa é uma língua românica, do grupo ibero-românico, como o castelhano, o catalão, o italiano, o francês, o romeno e outros.

10 10 Mudanças na Língua Portuguesa No Brasil, as alterações atingem aproximadamente 0,5% das palavras. Nos países que adotam a ortografia de Portugal o percentual é de 1,6%. o/ult305u shtmlhttp://www1.folha.uol.com.br/folha/educaca o/ult305u shtml (08/04/09-10:00) o/ult305u shtml O nosso alfabeto tinha 23 letras e passa a ter 26 letras, incorporamos as letras K, W e Y. O nosso alfabeto tinha 23 letras e passa a ter 26 letras, incorporamos as letras K, W e Y.

11 11 O trema (¨) caiu. Não se usa mais o trema (¨) sobre a letra u para indicar nasalidade do som. Porém, a pronúncia das palavras NÃO MUDOU. Não se usa mais o trema (¨) sobre a letra u para indicar nasalidade do som. Porém, a pronúncia das palavras NÃO MUDOU. Antes da reforma, escrevia-se: Antes da reforma, escrevia-se: –Lingüística –lingüiça Depois da reforma, passamos a escrever: Depois da reforma, passamos a escrever: –Linguística –linguiça O trema continua a ser usado em nomes estrangeiros, como Müller, por exemplo.

12 12 Regras de acentuação Houve 5 mudanças básicas nas regras de acentuação. Houve 5 mudanças básicas nas regras de acentuação. Para entendermos as regras, precisamos lembrar que: Para entendermos as regras, precisamos lembrar que: –Ditongos são formados por uma vogal+ semivogal (i ou u) na mesma sílaba. –Ditongo crescente: semivogal+vogal –Ditongo decrescente: vogal+semivogal

13 13 Classificação quanto à sílaba tônica OXÍTONA: última sílaba tônica OXÍTONA: última sílaba tônica PAROXÍTONA: penúltima sílaba tônica PAROXÍTONA: penúltima sílaba tônica PROPAROXÍTONA: antepenúltima sílaba tônica PROPAROXÍTONA: antepenúltima sílaba tônica

14 14 Ditongos abertos éi e ói paroxítonos: Antes do Novo Acordo Antes do Novo Acordo (usava-se acento) IdéiaBoracéiaBoléiaColméiaPlatéiaAssembléiaBóiaJibóia Com o Novo Acordo Com o Novo Acordo (não se usa mais o acento) IdeiaBoraceiaBoleiaColmeiaPlateiaAssembleiaBoiaJiboia

15 15 No i e u paroxítonos, antecedidos de ditongo. Antes do Novo Acordo Antes do Novo Acordo (usava-se acento) FeiúraBaiúcaBoiúno Com o Novo Acordo Com o Novo Acordo (não se usa mais o acento) FeiuraBaiucaBoiuno

16 16 Caiu o acento diferencial (palavras iguais com pronúncias diferentes) Antes do Novo Acordo Antes do Novo Acordo (tinha acento) verbo: PARAR Pára de falar! Pára de falar! Preposição: PARA Este livro é para (preposição) ela. Este livro é para (preposição) ela. (as pessoas já não usavam mais) Com o Novo Acordo Com o Novo Acordo (não existe mais o acento diferencial) verbo: PARAR Para de falar! Para de falar! Preposição: PARA Este livro é para ela. Este livro é para ela.

17 17 Foram mantidos os seguintes casos de acento diferencial Pôde( passado) X pode (presente) Pôde( passado) X pode (presente) –Ele não pôde escrever adequadamente porque não entendia a reforma ortográfica. –Agora ele já pode escrever corretamente. Pôr (verbo) X por (preposição) Pôr (verbo) X por (preposição) –Qual é a hora do pôr-do-sol? –Acho que é por volta das 18:00. TER/VIR (e seus derivados) na 3 plural para diferenciá-los da 3 do singular. TER/VIR (e seus derivados) na 3 plural para diferenciá-los da 3 do singular. –Ex.: ele vem/convém/tem/mantém – eles vêm/convêm/têm/mantêm.

18 18 Em palavras terminadas em eem e oo: Antes do Novo Acordo Antes do Novo Acordo (usava-se acento) Eles/elas vêem crêem lêem-e seus derivados dêem Vôo-verbo e substantivo EnjôoCorôoAssôozôo Com o Novo Acordo Com o Novo Acordo (não se usa mais o acento) Eles/elas veem creem leem-e seus derivados deem Voo-verbo e substantivo EnjooCorooAssoozoo

19 19 No u tônico das sequências verbais gue, gui, que e qui: Antes do Novo Acordo Antes do Novo Acordo (usava-se acento) (eles) argúem Obliqúem (tu) argúis (as pessoas não usavam mesmo) Com o Novo Acordo Com o Novo Acordo (não se usa mais o acento) (eles) arguem Obliquem (tu) arguis

20 20 USO DO HÍFEN O hífen passa a existir quando o prefixo for terminado em vogal = vogal 2 elemento. COMO ERA: COMO ERA: –Microondas COMO FICA: COMO FICA: –Micro-ondas

21 21 USO DO HÍFEN O hífen deixará de existir quando o prefixo for terminado em vogal vogal 2 elemento. COMO ERA: COMO ERA: –Aero-espacial –Auto-escola –Infra-estrutura COMO FICA: COMO FICA: –Aeroespacial –Autoescola –Infraestrutura

22 22 USO DO HÍFEN: NÃO SE USA MAIS O HÍFEN após prefixos terminados em vogais + 2 elemento iniciado em R ou S. Dobra-se o R ou o S. COMO ERA: COMO ERA: –Anti-semita –Anti-religioso –Contra-regra –Contra-senha –Extra-regular –Mini-saia –Micro-sistema COMO FICA: COMO FICA: –Antissemita –Antirreligioso –Contrarregra –Contrassenha –Extrarregular –Minissaia –microssistema

23 23 Uso do Hífen: Prefixos terminados em B + 2 elemento iniciado em B, H ou R COMO ERA: COMO ERA: –Subepático DÚVIDA: O Acordo não deixa claro se subumano passará a ser grafado como sub-humano. COMO FICA: COMO FICA: –Sub-hepático m.br/folha/educacao/u lt305u shtml 08/04/ :00

24 24 Uso do Hífen: usado com o prefixoCOM + 2 elemento iniciado em H. Desaparece o hífen nos outros casos. COMO ERA: COMO ERA: –Co-herdar (não muda) –Co-edição –Co-autor DÚVIDA: O Acordo não deixa claro se coabitar passará a ser grafado como co-habitar. COMO FICA: COMO FICA: –Co-herdar (não muda) –Coedição –coautor m.br/folha/educacao/u lt305u shtml 08/04/ :00

25 25 Uso do Hífen: é usado com o prefixo ad + 2 elemento iniciado em D,HouR. Desaparece o hífen nos outros casos. COMO ERA: COMO ERA: –adrenalina (não muda) –Ad-digital (não muda) DÚVIDA: O Acordo não deixa claro se adrenal passará a ser grafado como ad-renal. COMO FICA: COMO FICA: –adrenalina (não muda) –Ad-digital (não muda) m.br/folha/educacao/u lt305u shtml 08/04/ :00

26 26 Uso do Hífen: passa a ser usado com o prefixo circum + 2 elemento iniciado em H,MouN. COMO ERA: COMO ERA: –circumurado COMO FICA: COMO FICA: –Circum-murado l.com.br/folha/educ acao/ult305u shtml 08/04/ :00

27 27 Uso do Hífen: desaparece nas palavras com o 1 elemento bem citadas no acordo, provocando a aglutinação COMO ERA: COMO ERA: –Bem-feito –Bem-querer –Bem-querido COMO FICA: COMO FICA: –Benfeito –Benquerer –Benquerido /folha/educacao/ult305u shtml 08/04/ :00

28 28 Uso do Hífen: continua quando o prefixo é terminado em r +2 elemento iniciado por h ou r. COMO ERA: COMO ERA: –Super-homem (não muda) –Inter-relação (não muda) COMO FICA: COMO FICA: –Super-homem (não muda) Inter-relação (não muda) m.br/folha/educacao/u lt305u shtml 08/04/ :00

29 29 Uso do Hífen: Algumas palavras compostas perderam o hífen. COMO ERA: COMO ERA: –Para-quedas –Manda-chuva COMO FICA: COMO FICA: –Paraquedas –mandachuva m.br/folha/educacao/u lt305u shtml 08/04/ :00

30 30 Uso do Hífen: NÃO MUDOU- em palavras compostas por justaposição (radical+radical) se o 1 elemento e o 2 elemento tiverem 1 significado único e acento próprio Ano-luzArco-írisCirurgião-dentistaGuarda-chuvaAzul-claroSul-africano

31 31 Uso do Hífen: NÃO MUDOU- Usa-se hífen nos topônimos (expressões indicativas de localidade) se: o 1 elemento é adjetivo grão/grã o 1 elemento é adjetivo grão/grã –Grã-Bretanha o 1 elemento é verbo o 1 elemento é verbo –Passa-Quatro se há artigo entre eles se há artigo entre eles – Trás-os-Montes

32 32 Uso do Hífen: NÃO MUDOU- Usa-se hífen em composições relativas a espécies botânica e zoológica Couve-flor Couve-flor Erva-doce Erva-doce Bem-me-quer Bem-me-quer Bem-te-vi Bem-te-vi

33 33 Uso do Hífen: NÃO MUDOU- Usa-se hífen se o 1 elemento é formado por: bem/mal+ vogal bem/mal+ vogal –Bem-aventurado –Mal-aventurado –Bem-estar –Mal-estar bem/mal+ h bem/mal+ h –Bem-humorado –Mal-humorado

34 34 Uso do Hífen: NÃO MUDOU- Usa-se hífen se o 1 elemento é formado por: além, aquém além, aquém –Além-Atlântico –Além-mar Recém, sem Recém, sem –Recém-casado –Recém-nascido –Sem-terra –Sem-teto –Sem-vergonha

35 35 Uso do Hífen: NÃO MUDOU- Usa-se hífen se os elementos derivam encadeamentos vocabulares ocasionais ou combinações históricas. Ponte Rio-Niterói Ponte Rio-Niterói O lema da Revolução francesa: Liberdade- Igualdade-Fraternidade O lema da Revolução francesa: Liberdade- Igualdade-Fraternidade

36 36 Uso do Hífen: NÃO MUDOU No prefixo VICE No prefixo VICE –Vice-presidente –Vice-rei No prefixo EX e SUB No prefixo EX e SUB –Ex-marido –Ex-presidente –Sub-prefeitura Nos prefixos: sem, além, aquém,recém, pós, pré, pró Nos prefixos: sem, além, aquém,recém, pós, pré, pró –além-mar; pós-graduados; exame pré- nupcial; recém-casados; pró-reitoria; os sem- terra etc.

37 37Exercícios A)Analise a grafia das palavras abaixo e conserte o que for necessário: 1.Alguns lingüistas tem a idéia que os falantes da Língua portuguesa de além mar tem uma enorme diversidade na sua infra-estrutura lingüística. Como coherdeiros da colonização portuguesa, muitos vêem a questão e averigúam as nuances regionais como um traço de feiúra que pôde ser considerado um grande preconceito.

38 38 2. A Grã Bretanha pede ação do G20 contra a crise financeira. No Brasil, o número dos semterra está aumentando significativamente e nos EUA a crise imobiliária provoca um sem número de semteto. Obama está ciente de que precisa fazer algo rápido e bem-feito para suster a crise. Infelizmente, o expresidente Bush deixou a situação do país num desastre tal que nem mesmo o superhomem conseguiria salvar o povo dalém mar e daquém mar de tal mal estar financeiro.

39 39RESPOSTAS 1.Alguns linguistas têm a ideia que os falantes da Língua portuguesa de além- mar têm uma enorme diversidade na sua infraestrutura linguística. Como co-herdeiros da colonização portuguesa, muitos veem a questão e averiguam as nuances regionais como um traço de feiura que pode ser considerado um grande preconceito. co-herdeiros da colonização portuguesa, muitos veem a questão e averiguam as nuances regionais como um traço de feiura que pode ser considerado um grande preconceito.

40 40 2. A Grã-Bretanha pede ação do G20 contra a crise financeira. No Brasil, o número dos sem-terra está aumentando significativamente e nos EUA a crise imobiliária provoca um sem-número de sem-teto. Obama está ciente de que precisa fazer algo rápido e benfeito para suster a crise. Infelizmente, o ex- presidente Bush deixou a situação do país num desastre tal que nem mesmo o super-homem conseguiria salvar o povo dalém-mar e daquém-mar de tal mal-estar financeiro.


Carregar ppt "Reforma Ortográfica da Língua Portuguesa. 2 Objetivos da Reforma Ortográfica Difundir ainda mais a Língua Portuguesa. Difundir ainda mais a Língua Portuguesa."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google