A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Manutenção das Cepas ATCC Marinês Dalla Valle Martino Hospital Israelita Albert Einstein Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa-SP.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Manutenção das Cepas ATCC Marinês Dalla Valle Martino Hospital Israelita Albert Einstein Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa-SP."— Transcrição da apresentação:

1 Manutenção das Cepas ATCC Marinês Dalla Valle Martino Hospital Israelita Albert Einstein Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa-SP

2 ATCC ® American Type Culture Collection

3 ATCC ® Reconstituir as cepas de acordo com as orientações do fabricante

4 Congelamento a longo prazo 1.repicar a cepa em ágar sangue ( ou outro meio em placa não seletivo) 2.incubar “overnight” em atmosfera adequada 3.repicar novamente*. 4.a partir desta semeadura, fazer um inóculo bem “pesado” em um tubo contendo 10 ml de caldo Brucella com 15% de glicerol*.

5 Congelamento a longo prazo 5. agitar (15 a 20 s.) 6. Dispensar aproximadamente 1 ml em 10 frascos. 7.congelar a – 60 °C* ou menos por até 3 anos*.

6 Congelamento a longo prazo A. Alguns microrganismos conseguem sobreviver e manter suas características de sensibilidade antimicrobiana por mais tempo. B.Alguns são mais sensíveis ao congelamento (Streptococcus pneumoniae e Neisseria gonorrhoeae ) C. Para alguns é necessário adicionar antimicrobiano: penicilina para N.gonorrhoeae produtora de penicilinase ( 1µg/ml).

7 Recomendações - NCCLS Armazenamento prolongado: -20°C ou abaixo. (-60 °C ou nitrogênio líquido) Meios para armazenamento: caldo com soro fetal 50%, TSB com 15% de glicerol, sangue de carneiro desfibrinado ou leite desnatado.

8 Recomendações - NCCLS Meios para controle culturas em uso : TSA ou ágar chocolate (fastidiosos), 2-8 °C e subcultivada semanalmente por não mais de 3 semanas sucessivas. Cepas congeladas devem ser cultivadas pelo menos por 2 vezes antes do teste

9 Recomendações - NCCLS Cuidados especiais para cepas E.coli ATCC Klebsiella pneumoniae ATCC Risco para perda de plasmídeos

10 Descongelamento Retirar material da superfície- sem descongelar. Qdo descongelar não retornar o frasco para o freezer Programar frascos para períodos >s

11 Recomendações Testar pureza da cepa. Anexar identificação. Identificação adequada.

12 Opções Meios Comerciais.

13 Tempo de preservação 10 a : em freezer -70°C Fastidiosos: < tempo -20°C: < tempo Frost free: não

14 Isemberg HD- Clinical Microbiology Procedures Haandbook- 2.ed, NATIONAL COMMITTEE FOR CLINICAL LABORATORY STANDARDS - Performance Standards for Antimicrobial Disk Susceptibility Tests.; Approved Standard, Eighth Edition, M2-A NATIONAL COMMITTEE FOR CLINICAL LABORATORY STANDARDS – Methods for Dilution Susceptibility Tests for Bacteria that Grow Aerobically; Approved Standard, Sixth Edition, M7-A6, 2003


Carregar ppt "Manutenção das Cepas ATCC Marinês Dalla Valle Martino Hospital Israelita Albert Einstein Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa-SP."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google