A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O Ensino Religioso nos Anos Iniciais: relação teoria e prática Profª Ms. Emerli Schlögl.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O Ensino Religioso nos Anos Iniciais: relação teoria e prática Profª Ms. Emerli Schlögl."— Transcrição da apresentação:

1 O Ensino Religioso nos Anos Iniciais: relação teoria e prática Profª Ms. Emerli Schlögl

2 Ensino Religioso: breve histórico Lei 4024/61: aula de religião, foco no catolicismo romano Lei 5692/71: aula de valores humanos, religiosidade. Lei 9394/96, artigo 33, com redação alterada pela Lei nº 4475/97

3 Lei nº 9475/97 Art. 33 – O ensino religioso, de matrícula facultativa, é parte integrante da formação básica do cidadão, constitui disciplina dos horários normais das escolas públicas de ensino fundamental, assegurado o respeito à diversidade cultural religiosa do Brasil, vedadas quaisquer formas de proselitismo.

4 DIRETRIZES CURRICULARES ESTADUAIS DE ENSINO RELIGIOSO As diferentes manifestações do sagrado no coletivo

5 CONTEÚDOS PAISAGEM RELIGIOSA

6 CONTEÚDOS UNIVERSO SIMBÓLICO RELIGIOSO

7 CONTEÚDOS TEXTOS SAGRADOS

8 DESDOBRAMENTO DOS CONTEÚDOS BÁSICOS IDENTIDADE RELIGIOSA: a função da religião na vida das pessoas e sua importância na constituição das diversas culturas. A religião tem um nome e lugar.

9 DESDOBRAMENTO DOS CONTEÚDOS BÁSICOS DIVERSIDADE RELIGIOSA: pessoas possuem ou não uma religião, e mesmo as que possuem uma religião apresentam diversidades. Não cabe ao professor defender esta ou aquela proposta de fé, mas sim auxiliar aos alunos na compreensão do fenômeno da multiplicidade religiosa.

10 DESDOBRAMENTO DOS CONTEÚDOS BÁSICOS ARTE E ESPIRITUALIDADE: as diferentes expressões artísticas como linguagens do sagrado.

11 DESDOBRAMENTO DOS CONTEÚDOS BÁSICOS FAMÍLIA E RELIGIÃO: a tradição passada pelas gerações.

12 DESDOBRAMENTO DOS CONTEÚDOS BÁSICOS Culturas Religiosas e prescrições éticas: propostas dos textos sagrados que visam influenciar a vida das pessoas em comunidade. Um amigo é um grande tesouro e deve ser estimado como um irmão. Deve-se fazer de homens bons amigos íntimos, irmãos. Budismo Todos os homens são irmãos. Se alguém tem alguma coisa contra seu irmão, deve fazer as pazes com ele antes de cumprir qualquer dever religioso. Como alguém trata um irmão, assim trata a Deus. É um mal odiar o irmão. O amor fraterno deve governar o mundo. Cristianismo Amizade e fraternidade são as virtudes cardeais. Deve-se angariar muitos amigos e amá-los como irmãos. O homem sábio escolherá amigos dignos de amor fraternal. Confucionismo O homem bom não faz distinção entre amigo e inimigo, irmão e estrangeiro, mas os considera a todos com imparcialidade. Um verdadeiro amigo sempre será compassivo. Hinduismo Toda a humanidade é uma família, um povo. Todos os homens são irmãos e devem viver como tal. Deus ama aqueles que vivem assim. Islamismo Seja justo e imparcial para com todos. Trate sempre todos os homens como irmãos. Como se trata os homens, assim se deve tratar todos os animais. Eles também são nossos irmãos. Jainismo Deus fez todos os homens irmãos e eles devem viver juntos como irmãos em todo o tempo. E é bom para os homens agirem em unidade como irmãos. Tal ação será abençoada por Deus e prosperará. Judaísmo O céu é o pai e a terra é a mãe de todos os homens. Portanto, todos os homens são irmãos e devem viver juntos como tal. Vivendo assim, o país será livre de ódio e tristeza. Xintoísmo O espírito da fraternidade, de bondade é necessário se alguém quiser ganhar amigos. O espírito do mercador, em que os homens vendem mercadorias, não deve ser o espírito do homem bom. Taoísmo

13 DESDOBRAMENTO DOS CONTEÚDOS BÁSICOS SIMBOLOGIA RELIGIOSA: A interpretação de seus múltiplos sentidos

14 SÍMBOLOS QUE IDENTIFICAM RELIGIÕES

15 DESDOBRAMENTO DOS CONTEÚDOS BÁSICOS TEXTOS SAGRADOS: Textos orais, escritos...

16 DESDOBRAMENTO DOS CONTEÚDOS BÁSICOS RITUAIS RELIGIOSOS E NÃO RELIGIOSOS

17 DESDOBRAMENTO DOS CONTEÚDOS BÁSICOS LOCAIS SAGRADOS: Reconhecimento espacial das hierofanias. Locais construídos pelos seres humanos e locais da natureza.

18 DESDOBRAMENTO DOS CONTEÚDOS BÁSICOS REENCARNAÇÃO, RESSURREIÇÃO, ANCESTRALIDADE E A NEGAÇÃO DA POSSIBILIDADE DE VIDA APÓS A MORTE

19 DIÁLOGO O DIÁLOGO MOSTRA SER UMA PRÁTICA RESPONSÁVEL, DE SUPERAÇÃO DE RELAÇÕES ASSIMÉTRICAS E QUESTIONADORA DOS DISCURSOS HEGEMÔNICOS QUE IMPEDEM A COMUNICAÇÃO ENTRE AS PESSOAS E CULTURAS. O PRINCIPAL OBJETIVO DO DIÁLOGO É MUDAR E AMADURECER POR MEIO DA PERCEPÇÃO E COMPREENSÃO DA REALIDADE DIVERSA. ENTRAMOS NO DIÁLOGO PARA QUE POSSAMOS APRENDER, MUDAR E AMDURECER E NÃO PARA FORÇAR A MUDANÇA NO OUTRO (ANDRADE, 2004, P. 169).

20 AVALIAÇÃO No Ensino Religioso a avaliação não se ocupa em aprovar ou reprovar, ou em gerar nota, mas em verificar e conduzir o processo de aprendizagem. O alcance dos objetivos de cada etapa do processo ensino- aprendizagem é verificado por meio de instrumentos avaliativos elaborados a partir de critérios que darão ao próprio aluno e ao professor um mapeamento da aprendizagem. Os critérios estão intimamente vinculados aos objetivos, são os marcos, os pontos de chegada que darão início a novos pontos de partida.


Carregar ppt "O Ensino Religioso nos Anos Iniciais: relação teoria e prática Profª Ms. Emerli Schlögl."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google