A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Medidas de Epidemiológicas. COMPARAÇÃO ENTRE POPULAÇÕES CALIBIRMINGHAM.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Medidas de Epidemiológicas. COMPARAÇÃO ENTRE POPULAÇÕES CALIBIRMINGHAM."— Transcrição da apresentação:

1 Medidas de Epidemiológicas

2 COMPARAÇÃO ENTRE POPULAÇÕES CALIBIRMINGHAM

3 IDADE anos CALIBIRMINGHAM casos de câncer ( ) população masculina (1984) coeficiente * casos de câncer ( ) população masculina (1985) coeficiente * , , , , , ,0 TOTAL , ,9 TABELA – Coeficientes específicos de Mortalidade por câncer do estômago em Cali e em Birmingham. A mortalidade por câncer é, na verdade, maior em Birmingham que em Cali?

4 IDADECALIBIRMINGHAM 0-440,840, ,120, ,040,11 TOTAL Proporção da População (%) IDADECALIBIRMINGHAM 0-440,060, ,430, ,510,68 TOTAL Mortalidade Proporcional A mortalidade por câncer é, na verdade, maior em Birmingham que em Cali?

5 COMPARAÇÃO ENTRE POPULAÇÕES IDADE anos CALIBIRMINGHAM casos de câncer ( ) população masculina (1984) coeficiente* casos de câncer ( ) população masculina (1985) coeficiente* , , , , , ,0 TOTAL , ,9 TABELA – Coeficientes específicos de Mortalidade por câncer do estômago em Cali e em Birmingham. IDADECALIBIRMINGHAM 0-440,840, ,120, ,040,11 TOTAL Proporção da População (%) IDADECALIBIRMINGHAM 0-440,060, ,430, ,510,68 TOTAL Mortalidade Proporcional

6 A mortalidade por câncer é, na verdade, maior em Birmingham que em Cali? Coeficiente Ajustado ou Coeficiente Padronizado Como a incidência de câncer do estômago muda de acordo com a idade, é necessário considerar a distribuição populacional por faixas etárias, antes de comparar os coeficientes. POPULAÇÃO REFERÊNCIA Um coeficiente pode ser padronizado a partir de outras variáveis, como sexo, escolaridade, área de residência etc, e não somente pela estrutura etária da população. IDADE CALI ( ) BIRMINGHAM ( ) POPULAÇÃO REFERÊNCIA x 5 = x 4 = x 5 = x 4 = x 5 = x 4 = TOTAL x 5 = x 4 =

7 Padronização – Método Direto * base pessoa-ano IDADE anos POPULAÇÃO REFERÊNCIA CALIBIRMINGHAM coeficiente observado* óbitos esperados coeficiente observado* óbitos esperados ,5140,31,2112, ,71.887,144,61.207, ,33.590,5202,02.578,3 TOTAL , ,933,93.898,2

8 Padronização – Método Direto IDADE anos POPULAÇÃO REFERÊNCIA CALIBIRMINGHAM coeficiente observado óbitos esperados coeficiente observado óbitos esperados ,5140,31,2112, ,71.887,144,61.207, ,33.590,5202,02.578,3 TOTAL , ,933,93.898,2

9 CALIBIRMINGHAMcoeficiente bruto 19,9 casos/ hab33,9 casos / hab coeficiente padronizado método diretocoeficiente padronizado método direto 42,1 casos / hab29,2 casos / hab

10 Padronização – Método Indireto Supor que somente o total de casos de Cali, entre 1982 e 1986, são desconhecidos. IDADE CALIBIRMINGHAM CASOS POPULAÇÃO 1984 CASOS POPULAÇÃO 1985 COEFICIENTE 10 5 pessoa-ano , , ,0 TOTAL ,9

11 IDADE anos COEFICIENTE BIRMINGHAM CALI ( ) população sob risco óbitos esperados 0-440, x 5 = , , x 5 = ,2 +650, x 5 = ,2 TOTAL x 5 = ,9

12 CALIBIRMINGHAMcoeficiente bruto 19,9 óbitos/ hab33,9 óbitos/ hab coeficiente padronizado método diretocoeficiente padronizado método direto 42,1 óbitos/ hab 29,2 óbitos/ habcoeficiente padronizado método indireto 14,0 óbitos/ hab 33,9 óbitos/ hab

13 MÉTODO DIRETO RPM < 100 houve mais mortes que o esperado RPM > 100 houve menos mortes que o esperado ou Morbidade Razão de Coeficientes Padronizados outra forma de comparar CALIBIRMINGHAMcoeficiente bruto 19,9 óbitos/ hab33,9 óbitos/ hab coeficiente padronizado método diretocoeficiente padronizado método direto 42,1 óbitos/ hab 29,2 óbitos/ habcoeficiente padronizado método indireto 14,0 óbitos/ hab 33,9 óbitos/ hab MÉTODO INDIRETO RPM > 100 houve mais mortes que o esperado RPM < 100 houve menos mortes que o esperado

14

15

16 FONTES DE DADOS : locais, estaduais, nacionais internacionais dados primários versus dados secundários

17 DIRPOPULAÇÃOINCIDÊNCIA , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,5 * por hab Coeficiente de incidência acumulada de casos de aids por transmissão homossexual, nas Regiões de Saúde do Estado de São Paulo, entre 1991 e 2001

18 Coeficiente de incidência acumulada de casos de aids por transmissão homossexual, nos municípios do Estado de São Paulo, entre 1991 e 2001

19 Coeficiente de incidência acumulada padronizado pelo método direto (população das DIRs) de casos de aids por transmissão homossexual, nos municípios do Estado de São Paulo, entre 1991 e 2001

20 Coeficiente de incidência acumulada padronizado pelo método indireto (população das DIRs) de casos de aids por transmissão homossexual, nos municípios do Estado de São Paulo, entre 1991 e 2001

21 RPM > 1 houve mais mortes que o esperado RPM < 1 houve menos mortes que o esperado ou Morbidade Razão de Coeficientes Padronizados ou Forma Comparativa de Mortalidade outra forma de comparar É necessário obter os números de óbitos reais e esperados.

22 Razão de Morbidade Proporcional, usando estimativa pelo método direto (população das DIRs) de casos de aids por transmissão homossexual, nos municípios do Estado de São Paulo, entre 1991 e 2001

23 Razão de Morbidade Proporcional, usando estimativa pelo método indireto (população das DIRs) de casos de aids por transmissão homossexual, nos municípios do Estado de São Paulo, entre 1991 e 2001

24


Carregar ppt "Medidas de Epidemiológicas. COMPARAÇÃO ENTRE POPULAÇÕES CALIBIRMINGHAM."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google