A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1.No princípio (9 slides) 2.Leitura cristã da Criação (6 slides) 3.O Amor de Deus (11 slides) 4.Criação e Ciência (12 slides) 5.Providência de Deus (10.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1.No princípio (9 slides) 2.Leitura cristã da Criação (6 slides) 3.O Amor de Deus (11 slides) 4.Criação e Ciência (12 slides) 5.Providência de Deus (10."— Transcrição da apresentação:

1 1.No princípio (9 slides) 2.Leitura cristã da Criação (6 slides) 3.O Amor de Deus (11 slides) 4.Criação e Ciência (12 slides) 5.Providência de Deus (10 slides) 6. O Mal (8 slides) 7. Os Anjos (11 slides) 8. O Homem (16 slides) 9. O pecado original (10 slides) Aulas previstas: A Criação Aula 8 O Homem

2 1/16 O Homem São João Crisóstomo, Sermão sobre o Génesis 2, 1 São João Crisóstomo, Sermão sobre o Génesis 2, 1 : Qual é, pois, o ser que vai vir depois da existência, rodeado de semelhante consideração? É o homem, grande e admirável figura vivente, mais precioso aos olhos de Deus que toda a Criação; é o homem, para ele existem o céu e a terra e o mar e a totalidade da Criação, e Deus deu tanta importância à sua salvação que não poupou seu Filho de fazer todo o possível para que o homem subisse até Ele e se sentasse à sua direita.

3 2/16 O Homem CIC 362 CIC 362 : A pessoa humana, criada à imagem de Deus, é um ser ao mesmo tempo corporal e espiritual. A narrativa bíblica exprime esta realidade numa linguagem simbólica, quando afirma que Deus formou o homem com o pó da terra, insuflou-lhe pelas narinas um sopro de vida, e o homem tornou-se num Gn 2, 7 ser vivo ( Gn 2, 7 ). Muitas vezes, a palavra alma designa, nas Sagradas Escrituras, a vida huma- na, ou a pessoa humana no seu todo. Mas designa também o que há de mais íntimo no homem e de mais valor na sua pessoa, aquilo que particularmente faz CIC 363 dele imagem de Deus: alma significa o princípio espiritual no homem ( CIC 363 ).

4 3/16 O Homem A alma é imortal, porque é imaterial e não pode sofrer corrupção. É a sede das potências superiores (inteligência, vontade), graças às quais o homem goza da liberdade. A Igreja ensina que cada alma espiritual é directamente criada por Deus. A alma não é produzida pelos pais, e é imortal. O homem é capaz, pela sua alma, das coisas superiores do espírito, como são o amor a Deus e ao criado, o entendimento do que conhece pelos sentidos e das realidades da fé...

5 4/16 O Homem Gaudium et spes 14 Gaudium et spes 14 : Não é, portanto, lícito ao homem desprezar a vida corporal, mas, pelo contrário, é obrigado a considerar bom e digno de honra o seu corpo, uma vez que o corpo foi criado por Deus e há-de ressuscitar no último dia. CIC 364 CIC 364 : O corpo do homem participa na dignidade da imagem de Deus: é corpo humano, precisamente por ser animado pela alma espiritual, e a pessoa humana na sua totalidade é que é destinada a tornar-se, no Corpo (Místico) de Cristo, templo do Espírito.

6 5/16 O Homem O corpo, na sua masculinidade e feminilidade, está chamado, desde o princípio, a converter-se na manifestação do espírito. Também mediante a união conjugal João Paulo II, do homem e da mulher, quando se unem formando uma só carne ( João Paulo II, Audiência geral, Audiência geral, ). Através desta unidade, o corpo, na sua masculini- dade e feminilidade, assume o valor de sinal - sinal em certo sentido - sacramental Idem ( Idem ). Enquanto que, para a mentalidade maniqueia, o corpo e a sexualidade constituem, para dizê-lo de algum modo, um anti-valor, para o Cristianismo, pelo contrário, ambos permanecem sempre como Idem um valor não suficientemente apreciado ( Idem ).

7 6/16 O Homem CIC 365 CIC 365 : A unidade da alma e do corpo é tão profunda que se deve considerar a alma como a forma do corpo ; quer dizer, é graças à alma espiritual que o corpo, constituído de matéria, é um corpo humano e vivo. No homem, o espírito e a matéria não são duas naturezas unidas, mas a sua união forma uma única natureza. Quando o homem morre, produz-se a separação destes dois princípios humanos: o corpo, que se decompõe paulatinamente separado da alma, e o espírito, que não pode sofrer decomposição e fica num estado autónomo.

8 7/16 O Homem CIC 1022 CIC 1022 : Ao morrer, cada homem, recebe na sua alma imortal a retribuição eterna, num juízo particular que põe a sua vida em referência a Cristo, quer através de uma purificação, quer para entrar imediatamente na felicidade do céu, quer para se condenar imediatamente para sempre. São João da Cruz, Avisos e sentenças, 57 São João da Cruz, Avisos e sentenças, 57 : Ao entardecer desta vida examinar-te-ão no amor. A alma não morre quando, na morte, se separa do corpo, e CIC 366 se unirá de novo ao corpo na ressurreição final ( CIC 366 ).

9 8/16 O Homem O primeiro habitat que Deus dispensa ao homem é um jardim : um lugar especialmente adequado e maravilhoso para a fruição de tudo o que é criado. Gn 2, 15 Gn 2, 15 : O Senhor Deus tomou o homem e colocou-o no jardim do Éden para que o cultivasse e guardasse. A realidade humana do trabalho aparece a partir do instante em que Deus coloca o homem no Éden e o encarrega da sua guarda e da sua atenção. Aparece antes do pecado original : o homem é criado para trabalhar. O homem nasce São Josemaria, Amigos de Deus, 57 para trabalhar, como as aves para voar ( São Josemaria, Amigos de Deus, 57 ).

10 9/16 O Homem CIC 378 CIC 378 : Sinal da familiaridade com Deus é o facto de Deus o colocar (ao homem) no jardim. (...) O trabalho não é um castigo, mas a colaboração do homem e da mulher com Deus no aperfeiçoamento da criação visível. CIC 2428 CIC 2428 : No trabalho, a pessoa exerce e cumpre uma parte das capacidades inscritas na sua natureza. O valor primordial do trabalho pertence ao próprio homem, seu autor e destinatário.

11 10/16 O Homem A partir da queda dos nossos primeiros pais, o trabalho está associado o cansaço, à fadiga. A partir desse momento, a vida do homem separa - se da vontade de Deus, e as realidades da sua vida não estarão sempre plenamente integradas na vocação humana e sobrenatural do homem ao amor de Deus. Deus destinou os primeiros pais da raça humana, e, neles, todos os homens e mulheres que haviam de vir, à felicidade. Só a desobediência ao preceito divino é causa da dificuldade, que o o homem tem, para chegar a ela.

12 11/16 O Homem CCE 2427 CCE 2427 : O trabalho honra os dons do Criador e os talentos recebidos. Também pode ser redentor: suportando o que o trabalho tem de penoso, em união com Jesus, o artesão de Nazaré e o crucificado do Calvário, o homem colabora, de certo modo, com o Filho de Deus na sua obra redentora. (...) O trabalho pode ser um meio de santificação e uma animação das realidades terrenas no espírito de Cristo. O trabalho nasce do amor, manifesta o amor, São Josemaria, Cristo ordena-se ao amor ( São Josemaria, Cristo que passa, 48 que passa, 48 ). São Josemaria São Josemaria : o trabalho é o gonzo da Amigos de Deus, 81 nossa santificação (cfr. Amigos de Deus, 81 ).

13 12/16 O Homem CIC 374 CIC 374 : O primeiro homem não só foi criado bom, como também foi constituído na amizade com o seu Criador, e de harmonia consigo mesmo e com a criação que o rodeava; amizade e harmonia tais, que só serão ultrapassadas pela glória da nova criação em Cristo. Adão e Eva foram constituídos num estado de santidade e de justiça originais. Esta graça da santidade original era uma participação da vida CIC 375 divina ( CIC 375 ).

14 13/16 O Homem CIC 367 CIC 367 : Encontra-se, às vezes, uma distinção entre alma e espírito. São Paulo, por exemplo, ora para que todo o nosso ser, o espírito, a alma e o corpo, seja guardado sem mancha até 1 Ts 5, 23 à vinda do Senhor ( 1 Ts 5, 23 ). A Igreja ensina que esta distinção não introduz uma dualidade na alma. Espírito significa que o homem é ordenado, desde a sua criação, para o seu fim sobrenatural, e que a alma é capaz de ser gratuitamente sobreelevada até à comunhão com Deus. Adão e Eva foram elevados à ordem sobrenatural, que consiste na participação na vida divina : têm assim um destino sobrenatural, que quer dizer superior à sua capacidade por natureza.

15 14/16 O Homem CIC 376 CIC 376 : Todas as dimensões da vida do homem eram fortale- cidas pela irradiação desta gra- ça. Enquanto permanecesse na intimidade divina, o homem não devia nem morrer nem sofrer. A harmonia interior da pessoa humana, a harmonia entre o homem e a mulher, enfim, a harmonia entre o primeiro casal e toda a criação, constituía o estado dito de justiça original. Dons preternaturais:

16 15/16 O Homem Assim, além da elevação à ordem sobrenatural, os nossos primeiros pais gozavam dos dons preternaturais, não exigidos pela natureza, mas congruentes com ela: aperfeiçoavam-na na linha natural. Concretamente, estes dons supunham que não havia morte, nem sofrimentos, as paixões humanas estavam dominadas pela inteligência, e a vontade dirigia-se directamente ao bem. Os dons preternaturais acompanham e são reflexo dos dons sobrenaturais, como o põe de manifesto o facto de, com o pecado, desaparecerem ambos. Dons preternaturais:

17 16/16 Ficha técnica Bibliografia Estes Guiões são baseados nos manuais da Biblioteca de Iniciação Teológica da Editorial Rialp (editados em português pela editora Diel) Slides Original em português europeu - disponível em inicteol.googlepages.com


Carregar ppt "1.No princípio (9 slides) 2.Leitura cristã da Criação (6 slides) 3.O Amor de Deus (11 slides) 4.Criação e Ciência (12 slides) 5.Providência de Deus (10."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google