A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Prentice Hall Engenharia de Software: Teoria e Prática Shari Lawrence Pfleeger Capítulo 12 Abordagens de avaliação Análise de características: atribuir.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Prentice Hall Engenharia de Software: Teoria e Prática Shari Lawrence Pfleeger Capítulo 12 Abordagens de avaliação Análise de características: atribuir."— Transcrição da apresentação:

1 Prentice Hall Engenharia de Software: Teoria e Prática Shari Lawrence Pfleeger Capítulo 12 Abordagens de avaliação Análise de características: atribuir valor e classificar atributos Pesquisa de opinião: documenta relações e resultados de certa situação Estudo de caso Experimento formal

2 Prentice Hall Engenharia de Software: Teoria e Prática Shari Lawrence Pfleeger Capítulo 12 Exemplo de análise de características

3 Prentice Hall Engenharia de Software: Teoria e Prática Shari Lawrence Pfleeger Capítulo 12 Tipos de estudos de caso Projetos semelhantes: cada um é típico da organização e para as variáveis independentes eles têm valor semelhante Baseline: compara a nova técnica de inspeção Seleção aleatória: divide um único projeto em partes

4 Prentice Hall Engenharia de Software: Teoria e Prática Shari Lawrence Pfleeger Capítulo 12 Experimento formal Valores das variáveis são controlados São utilizados vários métodos para reduzir tendências e eliminar fatores que se confundem Freqüentemente são medidas instâncias duplicadas As instâncias são representativas

5 Prentice Hall Engenharia de Software: Teoria e Prática Shari Lawrence Pfleeger Capítulo 12 Preparação para uma avaliação Definir as hipóteses Manter controle sobre as variáveis Tornar a investigação significativa

6 Prentice Hall Engenharia de Software: Teoria e Prática Shari Lawrence Pfleeger Capítulo 12

7 Prentice Hall Engenharia de Software: Teoria e Prática Shari Lawrence Pfleeger Capítulo 12 Avaliação versus predição O sistema de medição avalia uma entidade existente caracterizando numericamente um ou mais de seus atributos O sistema de predição prediz alguns atributos de uma futura entidade, envolvendo um modelo matemático com procedimentos de predição associados sistemas de predição deterministas (sempre obtemos a mesma saída para uma determinada entrada) sistemas de predição estocásticos (a saída para uma entrada específica pode variar conforme a probabilidade)

8 Prentice Hall Engenharia de Software: Teoria e Prática Shari Lawrence Pfleeger Capítulo 12

9 Prentice Hall Engenharia de Software: Teoria e Prática Shari Lawrence Pfleeger Capítulo 12

10 Prentice Hall Engenharia de Software: Teoria e Prática Shari Lawrence Pfleeger Capítulo 12 Modelo de qualidade de Dromey Identifica um conjunto de atributos de qualidade de alto nível Identifica os componentes do produto Identifica e classifica as propriedades que levam à qualidade de cada componente e que são mais significativas e tangíveis Propõe um conjunto de axiomas para relacionar as propriedades do produto aos atributos de qualidade Avalia o modelo, identifica seus pontos fracos e o refina ou recria

11 Prentice Hall Engenharia de Software: Teoria e Prática Shari Lawrence Pfleeger Capítulo 12

12 Prentice Hall Engenharia de Software: Teoria e Prática Shari Lawrence Pfleeger Capítulo 12 Reutilização do software Reutilização do produtor: cria os componentes reutilizáveis Reutilização do consumidor: utiliza os componentes em projetos subseqüentes Reutilização caixa-preta: utiliza o produto inteiro, sem modificação Reutilização caixa-branca: modifica o produto para ajustá-lo a necessidades específicas

13 Prentice Hall Engenharia de Software: Teoria e Prática Shari Lawrence Pfleeger Capítulo 12 Mais sobre reutilização Reutilização por composição: vê os componentes reutilizáveis como um conjunto de blocos de construção; o desenvolvimento é feito bottom up Repositório de reutilização: os componentes devem ser classificados ou catalogados; um sistema de recuperação deve ser utilizado para procurar e selecionar os componentes Análise de domínio: analisa um domínio de aplicação para identificar pontos comuns e meios de descrevê-lo

14 Prentice Hall Engenharia de Software: Teoria e Prática Shari Lawrence Pfleeger Capítulo 12

15 Prentice Hall Engenharia de Software: Teoria e Prática Shari Lawrence Pfleeger Capítulo 12 Lições sobre reutilização Os objetivos da reutilização devem ser mensuráveis A gerência deve resolver os objetivos conflitantes da reutilização de maneira clara e imediata Diferentes perspectivas podem gerar questões diferentes sobre reutilização Toda organização deve decidir em que nível certas questões-chave são colocadas e respondidas Integrar o processo de reutilização no de desenvolvimento Vincular as medições ao processo de reutilização

16 Prentice Hall Engenharia de Software: Teoria e Prática Shari Lawrence Pfleeger Capítulo 12 Análise postmortem Projetar e distribuir uma pesquisa de opinião sobre o projeto para coletar dados, sem comprometer a confidencialidade Coletar informações objetivas do projeto Realizar uma reunião para coletar as informações que faltaram na pesquisa de opinião Realizar um dia de histórico do projeto Publicar os resultados com foco nas lições aprendidas

17 Prentice Hall Engenharia de Software: Teoria e Prática Shari Lawrence Pfleeger Capítulo 12

18 Prentice Hall Engenharia de Software: Teoria e Prática Shari Lawrence Pfleeger Capítulo 12

19 Prentice Hall Engenharia de Software: Teoria e Prática Shari Lawrence Pfleeger Capítulo 12

20 Prentice Hall Engenharia de Software: Teoria e Prática Shari Lawrence Pfleeger Capítulo 12 Avaliação de conformidade do CMM Comprometimento com a realização Capacidade de realizar Atividades realizadas Medição e análise Verificação da implementação

21 Prentice Hall Engenharia de Software: Teoria e Prática Shari Lawrence Pfleeger Capítulo 12 SPICE Práticas base (atividade essenciais) e práticas genéricas (institucionalizam ou implementam um processo) Considera cinco atividades fornecimento ao cliente engenharia projeto suporte organização

22 Prentice Hall Engenharia de Software: Teoria e Prática Shari Lawrence Pfleeger Capítulo 12

23 Prentice Hall Engenharia de Software: Teoria e Prática Shari Lawrence Pfleeger Capítulo 12

24 Prentice Hall Engenharia de Software: Teoria e Prática Shari Lawrence Pfleeger Capítulo 12 Retorno de investimento Utiliza o valor presente valor atual de um fluxo de caixa previsto para o futuro Exemplo: Fluxos de caixaCOTSReutilização Investimento inicial Primeiro ano Segundo ano Terceiro ano Quarto ano Soma dos fluxos de caixa VPL em 15%


Carregar ppt "Prentice Hall Engenharia de Software: Teoria e Prática Shari Lawrence Pfleeger Capítulo 12 Abordagens de avaliação Análise de características: atribuir."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google