A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Exercícios Fisioterapêuticos Para Diabéticos e Idosos Profª.: Fabiana Dias.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Exercícios Fisioterapêuticos Para Diabéticos e Idosos Profª.: Fabiana Dias."— Transcrição da apresentação:

1 Exercícios Fisioterapêuticos Para Diabéticos e Idosos Profª.: Fabiana Dias

2 Fisioterapia Para Diabéticos Dentre as complicações clínicas do DM, destacam-se a cegueira, a insuficiência renal, a nefropatia e a neuropatia periférica (GUYTON et al., 2002; KWON et al., 2003). Mais de metade da população portadora de DM tipo II e um terço da população portadora de DM tipo I apresentam pelo menos um sintoma de neuropatia.

3 Fisioterapia Para Diabéticos Com isso, altera-se a propriocepção, que permite a monitoração da progressão de qualquer seqüenciamento de movimento e torna-se capaz de modificar movimentos posteriores (MACHADO, 2000; PERRY et al., 2000). Sacco et al. (2000) relatam que os parâmetros biomecânicos de reação de força e de distribuição plantar se modificam tanto na forma dinâmica quanto na forma estática. Durante a caminhada, os diabéticos aumentam o contato com o solo em algumas áreas e diminuem o contato em áreas opostas da superfície plantar.

4 Fisioterapia Para Diabéticos Estudos mostraram relações entre os picos de pressão plantar, diminuição de sensibilidade e desenvolvimento de regiões ulceradas, sendo estes importantes fatores para alteração no comportamento da marcha, principalmente em indivíduos diabéticos (SACCO et al., 2000; KWON et al., 2003). O protocolo de intervenção pode ter duração de 12 semanas e realizando-se três avaliações para avaliação das condições físicas, de sensibilidade e na plataforma de pressão, sendo a primeira antes do início do protocolo (pré), a segunda após seis semanas de tratamento e a última após o término do protocolo (12 semanas).

5 Fisioterapia Para Diabéticos Para avaliação da sensibilidade foram examinados, em ambos pés: percussão do tendão de Aquiles com martelo neurológico; prova da sensibilidade vibratória, com aplicação do diapasão em vibração na ponta do hálux, sobre o maléolo interno, a patela e crista ilíaca ântero-superior; prova do monofilamento de Semmes & Weinstein de 10 g, aplicados por 2 segundos nas polpas digitais do 1º, 3º e 5º pododáctilos e as respectivas projeções plantares das cabeças dos metatarsos, totalizando doze pontos nos dois pés.

6 Fisioterapia Para Diabéticos O Protocolo de Cinesioterapia deve consistir de exercícios ativos, treinamento proprioceptivo e treinamento da ritmicidade nas voluntárias, durante uma hora, aproximadamente. Descrito da seguinte forma: Atividades de alongamento podem ser aplicadas por 15 minutos, seguido de caminhadas ritmadas. Em seguida, pode-se realizar um treino proprioceptivo (30 minutos), através de um circuito composto por 13 estações, com duração de dois minutos cada, utilizando- se diferentes materiais: espuma, feijões, colchonete, algodão, prancha de equilíbrio, toalha, bolinhas de propriocepção, alpiste, lixa-ferro e bola terapêutica, seguido de exercícios de relaxamento (15 minutos).

7 Fisioterapia Para Diabéticos É de suma importância a eleição de exercícios aeróbicos, posto que estes elevam o VO 2máx, melhora da capacidade cardiovascular e trocas gasosas, com melhor desempenho das atividades solicitadas. É de suma importância a eleição de exercícios aeróbicos, posto que estes elevam o VO 2máx, melhora da capacidade cardiovascular e trocas gasosas, com melhor desempenho das atividades solicitadas. O aumento da sensibilidade à insulina, é um dos benefícios da cinesioterapia aeróbica. O aumento da sensibilidade à insulina, é um dos benefícios da cinesioterapia aeróbica. É necessário a continuidade do treinamento a fim de manter os níveis glicêmicos próximos do normal. É necessário a continuidade do treinamento a fim de manter os níveis glicêmicos próximos do normal.

8 Fisioterapia Para Diabéticos O treino de cinesioterapia aeróbica pode ser aplicado durante min, gerando uma freqüência cardíaca de 70% acima da máxima, e cerca de 3 a 5 vezes por semana. O treino de cinesioterapia aeróbica pode ser aplicado durante min, gerando uma freqüência cardíaca de 70% acima da máxima, e cerca de 3 a 5 vezes por semana.

9 Fisioterapia Para Diabéticos Os resultados deste estudo não afirmam que a realização destes exercícios estabiliza a progressão da doença sistemicamente, apenas estabelece novas formas de pensar sobre o tratamento fisioterapêutico do indivíduo idoso diabético.

10 Fisioterapia Para Idosos Com o aumento progressivo da expectativa de vida observado nas últimas décadas, a assistência à saúde do idoso tornou-se prioridade. A população mundial com idade igual ou superior a 60 anos compreende cerca de 11,0% da população geral, com estimado aumento nas próximas décadas. No Brasil, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população de idosos passou de 6,1% em 1980 para 7,3% em 1991, devendo chegar por volta de 10% em O envelhecimento compromete a habilidade do sistema nervoso central em realizar o processamento dos sinais vestibulares, visuais e proprioceptivos responsáveis pela manutenção do equilíbrio corporal, bem como diminui a capacidade de modificações dos reflexos adaptativos. Esses processos degenerativos são responsáveis pela ocorrência de vertigem e/ou tontura (presbivertigem) comumente chamado crise de desequilíbrio (presbiataxia) na população geriátrica.

11 Fisioterapia Para Idosos A redução da atividade do sistema vestibular na população com idade superior a sessenta anos pode promover incapacidade funcional e, conseqüentemente, diminuição da qualidade de vida. Exercícios como os de Cawthorne e Cooksey permitem novos padrões de estimulação vestibular e esta intervenção seria capaz de promover melhoras nas reações de equilíbrio. As quedas são as conseqüências mais perigosas do desequilíbrio e da dificuldade de locomoção representando um grande problema de saúde dos idosos.

12 Fisioterapia Para Idosos Essas constatações levaram as pesquisas na área e verificaram que a reabilitação vestibular se evidencia por agir fisiologicamente, estimulando o sistema vestibular. Estudos relatam que cerca de 85,0% de idosos com idade superior a 60 anos com desordens vestibulares crônicas apresentaram melhora dos sintomas após dois meses de tratamento, 30,0% obtiveram cura completa e um terço deles revelaram ausência de queixas após o tratamento.

13 Fisioterapia Para Idosos Os exercícios de Cawthorne e Cooksey caracterizam-se por um programa de reabilitação vestibular e envolvem movimentos de cabeça, pescoço e olhos, exercícios de controle postural em várias posições (sentado, em apoio bipodal e unipodal, andando), uso de superfície de suporte macia para diminuição do input proprioceptivo e exercícios de olhos fechados para abolição da visão. O período de aplicação dos exercícios de estimulação vestibular de Cawthone e Cooksey pode ser aplicado por nove semanas, sendo que esse intervalo representa o tempo médio recomendado para a avaliação da evolução de um paciente submetido a reabilitação vestibular.

14 Fisioterapia Para Idosos A estabilidade funcional do idoso precisa ser avaliada pela EEB (Escala do Equilíbrio de Berg) com intuito de avaliar o equilíbrio considerando o efeito do ambiente na função. As quedas em idosos ocorrem em situações corriqueiras do dia a dia, especialmente onde as condições ambientais não são favoráveis. Esta escala avalia, por 14 testes, a habilidade do indivíduo de sentar, ficar de pé, alcançar, girar em volta de si mesmo, olhar por cima de seus ombros, ficar sobre apoio unipodal e transpor degraus. A pontuação total é de 56 e índices iguais ou menores a 36 indicam déficit de equilíbrio.

15 Fisioterapia Para Idosos

16 Exercícios de Cawthorne e Cooksey Movimento de olhos e cabeça, sentado- primeiro lentos e depois rápidos: Movimento de olhos e cabeça, sentado- primeiro lentos e depois rápidos: Olhar para cima e para baixo; Olhar para cima e para baixo; Olhar para a D e para a E; Olhar para a D e para a E; Aproximar e afastar o dedo olhando para ele; Aproximar e afastar o dedo olhando para ele; Mover a cabeça lentamente e depois rapidamente, para a D e para E com os olhos abertos; Mover a cabeça lentamente e depois rapidamente, para a D e para E com os olhos abertos; Repetir 4 a 5 vezes com os olhos fechados. Repetir 4 a 5 vezes com os olhos fechados.

17 Exercícios de Cawthorne e Cooksey Movimentos de cabeça e corpo, sentado: Movimentos de cabeça e corpo, sentado: Colocar um objeto no chão. Apanhá-lo e elevá-lo acima da cabeça e colocá-lo no chão novamente (olhando para o objeto o tempo todo); Colocar um objeto no chão. Apanhá-lo e elevá-lo acima da cabeça e colocá-lo no chão novamente (olhando para o objeto o tempo todo); Encolher os ombros e fazer movimentos circulares com eles; Encolher os ombros e fazer movimentos circulares com eles; Inclinar para frente e passar um objeto para trás e para frente dos joelhos. Inclinar para frente e passar um objeto para trás e para frente dos joelhos.

18 Exercícios de Cawthorne e Cooksey Exercícios em Pé: Exercícios em Pé: Repetir A e B2; Repetir A e B2; Sentar e ficar em pé, Sentar e ficar em pé novamente; Sentar e ficar em pé, Sentar e ficar em pé novamente; Sentar e ficar em pé, Sentar e ficar em pé novamente de olhos fechados; Sentar e ficar em pé, Sentar e ficar em pé novamente de olhos fechados; Ficar em pé e girar para um dos lados; Ficar em pé e girar para um dos lados; Ficar em pé e girar para o lado oposto; Ficar em pé e girar para o lado oposto; Jogar uma bola pequena de uma mão para outra acima do nível do horizonte; Jogar uma bola pequena de uma mão para outra acima do nível do horizonte; Jogar uma bola de uma mão para outra embaixo dos joelhos, alternadamente. Jogar uma bola de uma mão para outra embaixo dos joelhos, alternadamente.

19 Exercícios de Cawthorne e Cooksey Outras atividades para melhorar o equilíbrio: Outras atividades para melhorar o equilíbrio: Subir e descer escadas; Subir e descer escadas; Enquanto de pé, dar voltas repentinas de 90º, de olhos abertos e depois fechados; Enquanto de pé, dar voltas repentinas de 90º, de olhos abertos e depois fechados; Ficar em um pé só, de olhos abertos e depois fechados; Ficar em um pé só, de olhos abertos e depois fechados; Andar pé-antepé com olhos abertos e fechados; Andar pé-antepé com olhos abertos e fechados; Circular ao redor de uma pessoa que está no centro e joga uma bola grande, que deve ser devolvida; Circular ao redor de uma pessoa que está no centro e joga uma bola grande, que deve ser devolvida; Andar livremente de olhos fechados. Andar livremente de olhos fechados.

20 BIBLIOGRAFIA SANTOS, Angélica Cristina dos, EXERCÍCIOS DE CAWTHORNE E COOKSEY EM IDOSAS: melhora do equilíbrio, Fisioter. Mov out/dez;21(4):


Carregar ppt "Exercícios Fisioterapêuticos Para Diabéticos e Idosos Profª.: Fabiana Dias."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google