A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Visibilidade, Criação e Aplicação de Modelos de Vistas, Organização do Browser Miriam Castanho Contier Arquitetura.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Visibilidade, Criação e Aplicação de Modelos de Vistas, Organização do Browser Miriam Castanho Contier Arquitetura."— Transcrição da apresentação:

1 Visibilidade, Criação e Aplicação de Modelos de Vistas, Organização do Browser
Miriam Castanho Contier Arquitetura

2 Miriam Castanho Arquiteta pela Universidade de São Paulo
Sócia da Contier Arquitetura Ltda Professora na Universidade São Judas Tadeu Co-autora do Manual de Intercambialidade de Projetos em CAD AsBEA Membro do Grupo de Trabalho de BIM da AsBEA Membro do Comitê Técnico da ABNT/CEE Modelagem de Informação da Construção

3 Objetivo de aprendizado
Dominar a expressão gráfica no REVIT® Entender o que são as vistas e a melhor forma de utilizá-las Adaptar o Browser às necessidades específicas de cada projeto Tips and Tricks 

4 Dominar a expressão gráfica no REVIT®
Um dos primeiros problemas que enfrentamos ao iniciarmos a utilização do REVIT® foi a adequação da expressão gráfica padrão do software à forma como estávamos acostumados a trabalhar.

5 Dominar a expressão gráfica no REVIT®
Configurações gerais de Visibilidade Estilos de Objetos (Object Styles) Espessuras de linhas (Line Weight) Estilos de Linhas(Line Style) Controle de Visibilidade por vista Quadro de Sobreposição Gráfica/Visibilidade (Visibility/ Graphic Overrides) Controle de Visibilidade individual de instâncias ou parte delas Manipulação de Estilos de Linhas (Linework) No sentido de desmitificar este processo, que para muitos parece ser uma tarefa impossível, vamos mostrar como fazer o controle da visibilidade das vistas no REVIT® com configurações gerais de objetos, estilos de linhas e suas espessuras. A seguir, o controle de visibilidade por vista, a partir da edição do Quadro de Sobreposição Gráfica/Visibilidade (Visibility/ Graphic Overrides), e do controle da Faixa da Vista (View Range). A Utilização da ferramenta de Manipulação de Estilos de Linhas (Linework) também deve ser utilizada para o controle individual de instâncias ou parte delas.

6 REVIT Estilos de Objetos (Object Styles) Espessuras de linhas (Line Weight) Estilos de Linhas(Line Style) Quadro de Sobreposição Gráfica/Visibilidade (Visibility/ Graphic Overrides) Manipulação de Estilos de Linhas (Linework) – reforçar, apagar, projeção

7 Entender o que são as vistas e a melhor forma de utilizá-las
Estamos acostumados a olhar para plantas, cortes e elevações como se fossem o objeto final, o que de fato estamos projetando. O que temos que ter consciência quando trabalhamos com o REVIT®, é que as vistas, além de serem necessárias para a montagem das folhas de desenho, são também o meio que utilizamos para entrarmos com informação no modelo. Portanto, a primeira coisa a se fazer é criar vistas que serão exclusivas para modelagem, distintas das vistas que serão preparadas graficamente para a produção das folhas. Desta forma, não corremos o risco de alterar a visibilidade já acertada de uma vista que será inserida em uma folha no momento da modelagem.

8 Entender o que são as vistas e a melhor forma de utilizá-las
Como otimizar a utilização das vistas Modelos de Vista Quando iniciamos um projeto novo no REVIT® temos disponibilizadas uma vista de cada nível existente (por default dois), a vista de implantação e as vistas de quatro elevações. Conforme desenvolvemos o modelo, criamos as vistas dos novos níveis, outras elevações necessárias, cortes e vistas 3D. Em determinado momento, temos que duplicar vistas de plantas e modificar a visibilidade dos elementos pelo Quadro de Sobreposição Gráfica/Visibilidade, para diferenciar plantas de layout das plantas de pisos, por exemplo. Algumas plantas serão necessárias em uma escala, outras em outra escala. Iniciamos ampliações de áreas molhadas, ampliamos a escala, modificamos a visualização do nível de detalhe. Quando nos damos conta, estamos repetindo procedimentos de ajustes gráficos por vista que já tínhamos feito nesse projeto e mesmo em outros projetos. A ferramenta Modelo de Vista nos permite capturar as configurações de uma vista e aplicar em outras. Ou ainda criar novos modelos de vista com os padrões que queremos para aplica-los posteriormente.

9 O Programa nos disponibiliza alguns padrões que podemos ver no quadro Modelos de vista, em Vistas/Modelos de vista/Configuração de modelos de vista.

10 REVIT Modelos de Vista – criação e aplicação

11

12 Adaptar o Browser às necessidades específicas de cada projeto
Conforme dissemos no item anterior, ao iniciarmos um projeto, nosso browser possui um número bem pequeno de vistas que vai se multiplicar inúmeras vezes, por mais simples que seja o projeto no decorrer do seu desenvolvimento. O resultado é uma lista caótica e longa, por tipo de desenho: plantas, cortes, elevações, vistas 3D, etc e por ordem alfabética.

13

14

15 Adaptar o Browser às necessidades específicas de cada projeto
Parâmetros de organização do Browser Parâmetros Compartilhados

16 REVIT Parâmetros de organização do Browser – default – possibilidades existentes DEPOIS O que vemos nas imagens a seguir são dois browsers de dois projetos distintos: Um organizado com os filtros em um nível, que chamamos de tipo de vista (01 Modelagem, 05 Executiva, 06 Acabamentos, 07 Luminotécnica, 08 Ampliações, etc); O outro, organizado em quatro níveis, Disciplina do Cliente (000 Modelagem, 190 Arquitetura, 940 engenharia de Projeto), Serie (100, 200, 300, etc), Família (Plantas de piso, Cortes, Elevações, etc) que é um parâmetro default do browser, e Nível Associado, também default.

17

18 Para organizarmos nosso browser dessa forma, precisamos criar novos parâmetros, que são os Parâmetros Compartilhados.

19 Adaptar o Browser às necessidades específicas de cada projeto
Parâmetros de organização do Browser Parâmetros Compartilhados Os parâmetros compartilhados são parâmetro salvos em um arquivo *.txt que funciona como um banco de dados compartilhado entre diferentes projetos e famílias.

20 Para criar o arquivo *.txt, selecionar Gerenciar/Parâmetros Compartilhados e dentro do quadro Editar parâmetros compartilhados, clicar em Criar. Escolher uma localização e nomear o arquivo *.txt que será seu arquivo de parâmetros compartilhados.

21 REVIT – criação e aplicação de parâmetros compartilhados

22 Todo esse processo pode ser reproduzido para a organização de folhas de desenho também.

23 Tips and Tricks  Coloquei o título em inglês mesmo porque sempre achei muito sonoro. Todas as vezes que estive no AU Las Vegas, procurava salas com esse tema. Sempre dava certo! Espero que estas sejam dicas e truques que valham a pena para vocês.

24 Tips and Tricks  Controle de espessuras por Estilos de Linhas em Corte (Cut Line Styles) Controle de visibilidade de Elevações Sombras e Sombras de Ambiente

25 REVIT Controle de espessuras por Estilos de Linhas em Corte (Cut Line Styles) Controle de visibilidade de Elevações Sombras e Sombras de Ambiente

26

27 Miriam Castanho miram.castanho@contier.com.br Contier Arquitetura Ltda
Linkedin

28 Autodesk Brasil www.autodesk.com.br www.youtube.com/AutodeskBrasil
Autodesk do Brasil - Site Corporativo Canal Autodesk do Brasil Comunidade de Usuários Autodesk - Brasil communities.­autodesk.­com/­brazil Facebook Oficial AutodeskBrasil Twitter Oficial @AutodeskBrasil

29 Autodesk, AutoCAD* [*if/when mentioned in the pertinent material, followed by an alphabetical list of all other trademarks mentioned in the material] are registered trademarks or trademarks of Autodesk, Inc., and/or its subsidiaries and/or affiliates in the USA and/or other countries. All other brand names, product names, or trademarks belong to their respective holders. Autodesk reserves the right to alter product and services offerings, and specifications and pricing at any time without notice, and is not responsible for typographical or graphical errors that may appear in this document. © 2011 Autodesk, Inc. All rights reserved.


Carregar ppt "Visibilidade, Criação e Aplicação de Modelos de Vistas, Organização do Browser Miriam Castanho Contier Arquitetura."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google