A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Migração Italiana. Razões Os italianos, como todos os demais imigrantes, deixaram seu país basicamente por motivos econômicos e sócio-culturais. A emigração,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Migração Italiana. Razões Os italianos, como todos os demais imigrantes, deixaram seu país basicamente por motivos econômicos e sócio-culturais. A emigração,"— Transcrição da apresentação:

1 Migração Italiana

2 Razões Os italianos, como todos os demais imigrantes, deixaram seu país basicamente por motivos econômicos e sócio-culturais. A emigração, que era muito praticada na Europa, aliviava os países de pressões sócio-econômicas, além de alimentá-los com um fluxo de renda vindo do exterior, em nada desprezível, pois era comum que imigrantes enviassem economias para os parentes que haviam ficado. No caso específico da Itália, depois de um longo período de mais de 20 anos de lutas para a unificação do país, sua população, particularmente a rural e mais pobre, tinha dificuldade de sobreviver seja nas pequenas propriedades que possuía ou onde simplesmente trabalhava, seja nas cidades, para onde se deslocava em busca de trabalho. Nessas condições, portanto, a emigração era não só estimulada pelo governo, como era, também, uma solução de sobrevivência para as famílias. Assim, é possível entender a saída de cerca de 7 milhões de italianos no período compreendido entre 1860 e 1920.

3 Influência A imigração italiana para o Brasil foi um dos maiores fenômenos imigratórios já ocorridos. A medida que o número de imigrantes e seus descendentes ia crescendo, o Brasil modificava os seus costumes, assim como os imigrantes modificam os seus. É de notar que a influência italiana no Brasil não ocorreu de forma uniforme: enquanto no Sul/Sudeste do País a comunidade italiana era forte e, em certas localidades, chegaram a representar a maioria da população, noutras regiões do País a presença italiana foi quase nula. A imigração italiana para o Brasil foi um dos maiores fenômenos imigratórios já ocorridos. A medida que o número de imigrantes e seus descendentes ia crescendo, o Brasil modificava os seus costumes, assim como os imigrantes modificam os seus. É de notar que a influência italiana no Brasil não ocorreu de forma uniforme: enquanto no Sul/Sudeste do País a comunidade italiana era forte e, em certas localidades, chegaram a representar a maioria da população, noutras regiões do País a presença italiana foi quase nula. Das inúmeras contribuições dos italianos para o Brasil e à sua cultura, destacam-se: Das inúmeras contribuições dos italianos para o Brasil e à sua cultura, destacam-se: Introdução de elementos tipicamente italianos no catolicismo de algumas regiões do Brasil (festas, santos de devoção, práticas religiosas). Introdução de elementos tipicamente italianos no catolicismo de algumas regiões do Brasil (festas, santos de devoção, práticas religiosas).catolicismo Diversos pratos que foram incorporados à alimentação brasileira, como o hábito de comer panetone no Natal e comer pizza e espaguete freqüentemente (principalmente no Sudeste), além da popular polenta frita. Diversos pratos que foram incorporados à alimentação brasileira, como o hábito de comer panetone no Natal e comer pizza e espaguete freqüentemente (principalmente no Sudeste), além da popular polenta frita.panetoneNatalpizzaespaguetepolentapanetoneNatalpizzaespaguetepolenta O sotaque dos brasileiros (principalmente na cidade de São Paulo, o sotaque paulistano), na Serra gaúcha, no sul catarinense e no interior do Espírito Santo. O sotaque dos brasileiros (principalmente na cidade de São Paulo, o sotaque paulistano), na Serra gaúcha, no sul catarinense e no interior do Espírito Santo.São Paulosotaque paulistanoSerra gaúchasul catarinenseSão Paulosotaque paulistanoSerra gaúchasul catarinense A introdução de novas técnicas agrícolas (Minas Gerais, São Paulo e no Sul). A introdução de novas técnicas agrícolas (Minas Gerais, São Paulo e no Sul).Minas GeraisSão PauloMinas GeraisSão Paulo A imigração italiana no Brasil também serviu de inspiração para várias obras artísticas, televisivas e cinematográficas, como as telenovelas Terra Nostra e Esperança, e o filme O Quatrilho, que concorreu ao Oscar de melhor filme estrangeiro. A imigração italiana no Brasil também serviu de inspiração para várias obras artísticas, televisivas e cinematográficas, como as telenovelas Terra Nostra e Esperança, e o filme O Quatrilho, que concorreu ao Oscar de melhor filme estrangeiro.Terra Nostra EsperançaO QuatrilhoOscar de melhor filme estrangeiroTerra Nostra EsperançaO QuatrilhoOscar de melhor filme estrangeiro

4 Cultura

5 A arte Feitos literários, tais como a poesia de Petrarca, Tasso e Ariosto; assim como a prosa de Boccaccio, Maquiavele Castiglione exerceram uma enorme e duradoura influência no desenvolvimento subsequente da cultura Ocidental; igual repercussão tiveram a pintura, escultura e a arquitectura produzida por gigantes como Leonardo da Vinci, Raffaello, Botticelli, Fra Angelico e Michelangelo. Dentre os artistas modernos pode-se incluir o escultor Tommaso Geraci. Petrarca TassoAriosto BoccaccioMaquiaveleCastiglionepintura esculturaarquitecturaLeonardo da VinciRaffaello BotticelliFra AngelicoMichelangelo Tommaso GeraciPetrarca TassoAriosto BoccaccioMaquiaveleCastiglionepintura esculturaarquitecturaLeonardo da VinciRaffaello BotticelliFra AngelicoMichelangelo Tommaso Geraci

6 A música A influência musical de compositores Italianos como Claudio Monteverdi, Giovanni Pierluigi da Palestrina, e Antonio Vivaldi marcaram uma época. No século XIX, a ópera romântica Italiana floresceu pela mão de compositores como Rossini, Verdi, e Puccini. Os artistas italianos contemporâneos, escritores, cineastas, arquitetos, compositores, e designers continuam a contribuir de forma significativa para a Cultura Ocidental. Claudio MonteverdiGiovanni Pierluigi da PalestrinaAntonio VivaldióperaRossiniVerdiPucciniClaudio MonteverdiGiovanni Pierluigi da PalestrinaAntonio VivaldióperaRossiniVerdiPuccini

7 A língua O italiano, língua oficial da Itália, nasceu na Toscana, região cuja capital é Florença, e deriva do latim, língua do Império Romano. Dante Alighieri, que viveu no século XIII, autor da Divina Comédia, é considerado o "pai" da língua italiana. No entanto, por influência de tantas Cidades-estado até 1861, falando e escrevendo diferentes línguas, há muitos dialetos que sobrevivem como linguas vivas até hoje: exemplos são o sardo e o napolitano. O italiano, língua oficial da Itália, nasceu na Toscana, região cuja capital é Florença, e deriva do latim, língua do Império Romano. Dante Alighieri, que viveu no século XIII, autor da Divina Comédia, é considerado o "pai" da língua italiana. No entanto, por influência de tantas Cidades-estado até 1861, falando e escrevendo diferentes línguas, há muitos dialetos que sobrevivem como linguas vivas até hoje: exemplos são o sardo e o napolitano. ToscanaFlorençalatimDante Alighieriséculo XIII Divina Comédia1861 ToscanaFlorençalatimDante Alighieriséculo XIII Divina Comédia1861

8 Festividades e feriados Data Nome em português Nome em italiano Obs.Obs.Obs.Obs. 1 de Janeiro 1 de Janeiro Ano Novo Ano Novo Capodanno 6 de Janeiro 6 de Janeiro Dia de Reis Dia de Reis Epifania Data variável Domingo de Páscoa Páscoa Pasqua Data variável Segunda-feira de Páscoa Páscoa Lunedì di Pasqua 25 de Abril 25 de Abril Aniversário da Libertação Liberazione 2 de Junho 2 de Junho República 1 de Novembro 1 de Novembro Todos os Santos Todos os Santos Tutti i Santi 8 de Dezembro 8 de Dezembro Imaculada Conceição Imaculada Conceição Immacolata 25 de Dezembro 25 de Dezembro Natal Natale 26 de Dezembro 26 de Dezembro Dia de Santo Estêvão Santo EstêvãoSanto Estêvão Santo Stefano 31 de Dezembro 31 de Dezembro Noite de São Silvestre Noite de São Silvestre San Silvestro

9 Esporte O futebol é o desporto principal e os italianos são conhecidos pela paixão com que o vivem. A Itália ganhou a Taça do Mundo de futebol quatro vezes: em 1934, 1938, 1982 e O futebol é o desporto principal e os italianos são conhecidos pela paixão com que o vivem. A Itália ganhou a Taça do Mundo de futebol quatro vezes: em 1934, 1938, 1982 e 2006.futeboldesportoTaça do Mundo de futebol futeboldesportoTaça do Mundo de futebol

10 A dança A tarantela (em italiano tarantella) é uma dança popular e composição musical, em compasso binário composto (6/8), geralmente em modo menor, de caráter vivo, caracterizada pela troca rápida de casais (diz-se que dançar a tarantella a sós traz má sorte). dançacompassomododançacompassomodo Forma-se um círculo dançante, executado no sentido horário até a música se tornar rápida, quando todos trocam de direção. O ciclo ocorre algumas vezes, eventualmente ficando tão rápido que é muito difícil manter o ritmo. Em geral é conduzida por um cantor central e acompanhada por castanholas e tamborim. castanholastamborimcastanholastamborim

11 Muito em voga entre os séculos XIV e XV na região da Campania, Itália, seu nome provém de Taranto, cidade da região da Puglia, no sul da Itália. séculos XIVXV CampaniaItáliaTarantoPugliaséculos XIVXV CampaniaItáliaTarantoPuglia Historicamente, a palavra é associada ao tarantismo, tarentismo ou tarantulismo - manifestação de delírio convulsivo atribuída, segundo a crença popular, à substância tóxica inoculada pela tarântula (Lycosa tarentula), aranha venenosa muito comum na Europa meridional. Segundo a crença popular, a toxina induziria à dança frenética - daí o nome tarantella. De todo modo, vocábulos como tarantela, taranta, tarantismo e similares, derivam do nome da cidade de Taranto, raiz linguística comum e mais antiga. tarântulaEuropa meridionaltarântulaEuropa meridional


Carregar ppt "Migração Italiana. Razões Os italianos, como todos os demais imigrantes, deixaram seu país basicamente por motivos econômicos e sócio-culturais. A emigração,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google