A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL SEGUNDA LICENCIATURA EM INFORMÁTICA Professor: Antonio Sales / Azenaide Acadêmicos: Ana Patrícia Toledo Picolo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL SEGUNDA LICENCIATURA EM INFORMÁTICA Professor: Antonio Sales / Azenaide Acadêmicos: Ana Patrícia Toledo Picolo."— Transcrição da apresentação:

1 UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL SEGUNDA LICENCIATURA EM INFORMÁTICA Professor: Antonio Sales / Azenaide Acadêmicos: Ana Patrícia Toledo Picolo Carlos Diego Dantas Carlos Roberto das Virgens Claudemir Foratini de Oliveira Claudia da Silva Nabarro David Cardoso Siqueira Denise Boeira Edilson Araújo do Nascimento Elisangela Elisiane Novoli Emerson Fernando Alves do Couto NOVA ANDRADINA 2011

2 Se eu tivesse escolha, eu não acho que olharia novamente para um computador. Um de meus alunos entrou na rede e perdeu muitas informações, porque ele não sabe o que está fazendo. É uma situação típica, e causou um grande problema, porque agora os computadores estão desligados. Diariamente nós temos que lidar com tantas variáveis como esta que eu não antecipei ao entrar para este programa. Eu fico ansioso para que chegue o final de semana para que eu não tenha que fazer coisa alguma com computadores.

3 A introdução de computadores em sala de aula alterou de maneira significativa seu ambiente de ensino...Os professores do projeto não antecipavam completamente a extensão do mau comportamento dos alunos, mudanças no ambiente físico, mudanças nos papeis dos professores e problemas técnicos que acompanhariam a nova tecnologia....mas... em pouco tempo muitos professores duvidavam que pudessem retornar à sala de aula tradicional...

4 O ambiente Físico A colocação de computadores na sala de aula criou uma serie de problemas, tais como: 1.Iluminação da Sala de aula; 2.O pó de giz acumula no teclado; 3.Cortes de energia; 4.Condições climáticas. Frustração do docente em relação ao tempo adicional que tinham que montar e arrumar o equipamento. Acostumados a Salas de Aula arrumadas, agora tem que se acostumar com salas desorganizadas com impressoras, cabos, DISQUETES, papeis....etc. Eu estou o tempo todo tropeçando em algum tipo de tecnologia; a sala não é grande o suficiente para abrigar tudo de que precisamos.

5 Problemas Técnicos e Gerenciamento de software Os computadores encontraram diversos problemas técnicos devido a quantidade de equipamento com o qual trabalhavam todos os dias. PC em conserto levavam semanas; As impressoras frequentemente ficavam congestionadas. Problemas de redes eram sérios e os professores não sabiam resolver; Problemas com Software Trancavam, paravam, erros, um dos problemas mais frustrantes. Problemas de redes eram sérios e os professores não sabiam resolver; Problemas com Software Trancavam, paravam, erros, um dos problemas mais frustrantes.

6 Alguns professores ficaram sobrecarregados somente o numero de DISQUETES e tinham que trabalhar. Uma das coisas que toma nosso trabalho lento é a iniciação constante de disquetes, e também a necessidade continua de encontrar qual dos 500 DISQUETES possui as informações que eu desejo. Isto realmente dá o maior trabalho. Relato de uma professora.

7 A dinâmica do Ambiente da Sala de Aula Uma preocupação do primeiro estágio concentrou-se nas habilidades dos professores de entender a dinâmica do ambiente da sala de aula. Tendo se acostumado a estrutura dos alunos sentados em suas cadeiras e o professor na frente da sala de aula, alguns professores ficavam pensando se seus alunos realmente estavam fazendo as tarefas e aprendendo. A medida que os professores foram passando para o segundo estágio, o da adoção, a itens idade de suas preocupações com o gerenciamento diminuiu.

8 ADOÇÃO No estágio da adoção, os problemas começaram a antecipar os problemas, mas também a desenvolver estratégias para resolvê-los. Quando os problemas ocorriam, os professores eram capazes de realizar mudanças necessárias. Como confrontar os alunos (ética) sobre o comportamento e impor penalidades; Evitar que alunos encontrassem respostas embutidas a seus testes computadorizados; Lidar com problemas relacionados ao ambiente físico; Congestionamento das impressoras; Falta de equipamentos em sala, ao receber mais equipamentos relatavam melhorias; Aumentar o conhecimento em tecnologias (software, periféricos); Aumento da participação dos alunos diminuindo a indisciplina; Tecnologia em sala de aula levou a diferentes objetivos instrucionais para muitos professores; Os professores frente aos problemas causados pelo uso das tecnologias em sala de aula no estágio de adoção se recuperaram e se tornaram peritos na solução dos problemas.

9 Estágio 3: Adaptação Os professores utilizaram a tecnologia em seu proveito no gerenciamento da sala de aula; Aprenderam mais sobre os computadores e software, descobrindo que a tecnologia poderia poupar-lhes tempo; As primeiras áreas na qual os professores começaram a utilizarem a tecnologia foi na manutenção de registros; Começaram a desenvolver planilhas para os alunos utilizarem para se manterem a par de suas notas em seus trabalhos; Um relato de uma professora: A planilha calcula automaticamente seu percentual de respostas corretas e mostra uma marca caso seu percentual esteja abaixo de 80%. Os computadores serviam para ajudar os professores a calcular notas, isso porque até então eram utilizados programas comerciais para esse fim;

10 Os professores de educação especial passaram a utilizarem os computadores para fazerem fichas computadorizadas de Planos Individuais de Ensino – PIE, mostrando aos pais em que ponto os alunos se encontravam e as áreas que precisam melhor; Passaram a utilizar os computadores para desenvolverem técnicas aperfeiçoadas para elaboração de tarefas e testes, ou seja, digitavam diretamente na rede, sem precisar fazer tudo isso em várias folhas separadas; Com os computadores permitiu aos professores desincentivarem a cola, isso porque o professor poderia elaborar vários tipos diferentes de testes; Um outro ponto importante foi a questão do retorno imediato para os alunos dos testes e tarefas; Com essa tecnologia os professores conseguiam atualizar frequentemente seus testes e materiais;

11 Os computadores permitiam aos alunos trabalhar no material com seu próprio ritmo; Facilitou ensinar novamente a alguns alunos ou aplicar novos testes a determinados alunos; A organização do Projeto ACOT permite que a sala de aula seja centrada mais no aluno; Professores surgiram que o conteúdo é o mesmo, porém o que é a forma como são transmitidos; Essa nova maneira de transmissão do contéudo traduziu se em melhor atenção dos alunos; Alunos gostavam de fazer trabalhos computadorizados, pois permitiam a eles utilizarem recursos gráficos dando uma boa aparência a esses trabalhos; Os professores se sentiram cada vez menos ameaçados pelos alunos com habilidades excepcionais no uso de computadores, e passaram até a utilizarem esses alunos como alunos monitores; Por fim uma pessoa integrante do projeto comentou; o computador tornou-se uma parte de meu corpo, de forma que eu simplesmente não pareço capaz de trabalhar sem ele.

12 REEXAME DO GERENCIAMENTO DA SALA DE AULA MUDANÇAS NO AMBIENTE DA SALA DE AULA PODEM ALTERAR OS PRINCÍPIOS DE GERENCIAMENTO TESTADOS E APROVADOS. OS PROFESSORES DO PROJETO DESCOBRIRAM QUE GERENCIAR UMA SALA DE AULA RICA EM TECNOLOGIA ERA DIFERENTE. NO INÍCIO SE SENTIRAM COMO PROFESSORES INICIANTES, INCAPAZES DE LIDAR COM A DISCIPLINA E DE FAZER MUDANÇAS NESCESSÁRIAS. COM A EXPERIÊNCIA, ELES COMEÇARAM NÃO APENAS A ANTECIPAR OS PROBLEMAS, MAS A DESENVOLVER ESTRATÉGIAS PARA RESOLVÊ-LOS, PRINCIPALMENTE QUANTO AO USO DAS TECNOLOGIAS. CONCENTRAM-SE NOS EFEITOS DE SEU ENSINO SOBRE OS ALUNOS E COMEÇARAM A UTILIZAR A TECNOLOGIA EM BENEFÍCIO AO GERENCIAMENTO DA SALA DE AULA. USAVAM A TECNOLOGIA PARA AUMENTAR A MOTIVAÇÃO, O INTERESSE E A APRENDIZAGEM, BEM COMO PARA DIMINUIR OS PROBLEMAS DE DISCIPLINA. ESSES ESFORÇOS E TRIUNFOS RESSALTAM TRÊS QUESTÕE S:

13 A INFLUÊNCIA DO CONTEXTO SOBRE O GERENCIAMENTO DA SALA DE AULA À MEDIDA QUE O CONTEXTO EM SALA DE AULA MUDA, MUDAM TAMBÉM AS PREOCUPAÇÕES QUANTO AO GERENCIAMENTO. NAS SALAS DE AULAS RICAS EM TECNOLOGIAS, PELO MENOS QUATRO CARACTERÍSTICAS TEM INFLUÊNCIA AINDA MAIOR: A MULTIDIMENSIONALIDADE A SIMULTANIEDADE A MOMENTANIEDADE E A IMPREVISIBILIDADE

14 A MULTIDIMENSIONALIDADE A GRANDE QUANTIDADE DE EVENTOS E TAREFAS NA SALA DE AULA ATRAPALHAMOS ESQUEMAS DE ORGANIZAÇÃO ANTERIOR. A SIMULTANIEDADE COM O NÚMERO DE EVENTOS SIMULTÂNEOS, TAMBÉM AUMENTAM QUANDO OS ALUNOS TRABALHAM INDIVIDUALMENTE OU EM GRUPOS NOS COMPUTADORES, MUITAS VEZES EM ATIVIDADES DIFERENTES, E O PROFESSOR TEM QUE MONITORAR VÁRIAS ATIVIDADES AO MESMO TEMPO. A MOMENTANIEDADE O RÍTMO DE UMA SALA DE AULA RICA EM TECNOLOGIA, SE TORNA MUITO MAIS RÁPIDO, EXIGINDO AÇÃO IMEDIATA POR PARTE DO PROFESSOR.

15 A IMPREVISIBILIDADE MUITAS VEZES É IMPOSSÍVEL ANTECIPAR COMO VAI SER UMA ATIVIDADE EM UM DETERMINADO DIA COM DETERMINADO GRUPO DE ALUNOS, TOMANDO RUMOS INEXPERADOS: PROBLEMAS TÉCNICOS, UM NOVO SOFTWARE, UM NOVO HARDWARE OU NOVOS ALUNOS

16 A LIGAÇÃO ENTRE O GERENCIAMENTO E A INSTRUÇÃO O GERENCIAMENTO DA SALA É UM PRÉ REQUISITO PARA A INSTRUÇÃO; É PRECISO O MÍNIMO DE ORGANIZAÇÃO PARA QUE A APRENDIZAGEM OCORRERA, DIMINUINDO OS PROBLEMAS DE COMPORTAMENTO INDEPÊNDENTE DA AUSÊNCIA OU PRESENÇA DA TECNOLOGIA. POR OUTRO LADO, AS VEZES OS PROFESSORES SAIBAM ORGANIZAR A SALA, MAS NÃO FORNECEMOPORTUNIDADES DE APRENDIZAGEM. COM O TEMPO, À MEDIDA QUE OS PROFESSORES FORAM ADQUIRINDO UMA ABORDAGEM MAIS CONSTRUTIVISTA, DESCREVIAM SUAS AULAS CENTRADAS NO ALUNO E NÃO NAS TECNOLOGIAS OU NA INSTRUÇÃO, COM O OBJETIVO DE PRODUZIR MAIS DO QUE OBEDIÊNCIA, SILÊNCIO E ORDEM, E SIM MOLDAR APRENDIZER ATIVOS, AUTO-REGULADORES E QUE SE ARRISCAM.

17 A IMPORTÂNCIA DA FORMAÇÃO DO PROFESSOR NO GERENCIAMENTO DA SALA DE AULA GERENCIAMENTO E INSTRUÇÃO TEM FORTE LIGAÇÃO PARA O USO DA TECNOLOGIA, NO ENTANTO SÃO TRATADOS DE FORMA SEPARADA NA FORMAÇÃO DO PROFESSOR. NÃO SÃO PREPARADOS PARA TRABALHAREM EM SALA DE AULAS RICAS EM TECNOLOGIAS. A PREOCUPAÇÃO É AO TREINAMENTO DO USO DO COMPUTADOR, SOBRE HARDWARES E SOFTWARES, E NÃO SOBRE A CONEXÃO ENTRE COMPUTADOR E CURRÍCULO.

18 O VALOR DAS FONTES TECNOLÓGICAS PARA A PRODUTIVIDADE DO PROFESSOR MUITAS VEZES OS PROFESSORES VÊEM O VALOR DO USO DAS TECNOLOGIAS, MAS NÃO ESTÃO CIENTES DOS RECURSOS QUE ELAS PODEM LHES OFERECER. QUANDO OS PROFESSORES RECONHECEREM QUE O USO DA TECNOLOGIA PODEM TRAZER BENEFÍCIOS A ELES, ESTARÃO MAIS DISPOSTOS A INVESTIR TEMPO E ESFORÇO PARA INTEGRÁ-LAS NA SALA DE AULA.

19 Fim


Carregar ppt "UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL SEGUNDA LICENCIATURA EM INFORMÁTICA Professor: Antonio Sales / Azenaide Acadêmicos: Ana Patrícia Toledo Picolo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google