A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Denise Jayme Eliana Fausto Pos-Graduação Jogos Cooperativos Projeto Cooperação / Unimonte 2009.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Denise Jayme Eliana Fausto Pos-Graduação Jogos Cooperativos Projeto Cooperação / Unimonte 2009."— Transcrição da apresentação:

1 Denise Jayme Eliana Fausto Pos-Graduação Jogos Cooperativos Projeto Cooperação / Unimonte 2009

2 Homem, aprenda a dançar. Caso contrário, os anjos não saberão o que fazer com você. St. Agostinho - Manifestação artística mais antiga da humanidade. - Fruto da necessidade de expressão do homem. - Inspira e motiva o homem a expressar seus sentimentos mais profundos, a organizar-se como membro de uma sociedade e a compreender as transformações do mundo, da realidade e de seu próprio ser. - Integração: corpo / movimento / expressão / pensamento / sentimento. - Pelas transformações ao longo da história, hoje encontra-se uma variada mistura de estilo. A arte da dança, atualmente, apresenta-se sob formas das mais diversificadas: clássica, moderna, de salão, étnica, popular, biodança, dança da paz universal, DANÇA CIRCULAR, além de outras.

3 Danças folclóricas de todos os povos, (tradicionais/contemporâneas). Conjunto de antigas formas de expressão de diferentes povos e culturas, acrescidas de novos ritmos, coreografias e significados próprios do homem inserido na realidade atual. O indivíduo se coloca em contato com o seu corpo em movimento, com o seu ser em expressão e com o grupo, estabelecendo e transformando suas relações sociais. Instrumento para a ampliação da consciência individual e grupal. Entramos na dança um do outro para compreende-lo, na tentativa de estabelecer uma comunicação.

4 BERNHARD WOSIEN

5 Bernhard Wosien foi o PAI das Danças Sagradas e a Comunidade de Findhorn, a MAE. Céline Lortiois Bailarino clássico e alemão. Forma corporal organica de expressar sentimentos (anos 60). Pesquisa Danças Folclóricas Tradicionais. Danças Solares e Danças Lunares. Convite de Findhorn (1977).

6

7 SARAH MARRIOT Centro de Vivencias de Nazar (anos 80). RENATA RAMOS Começou a divulgar as danças através de cursos (1994). FÁBIO BROTTO 1. Clínica de Jogos Cooperativos (1995).

8 - Reúnem antigas formas de expressão de diferentes povos e culturas. - Novas coreografias e significados próprios do homem atual. - Histórias curiosas e significados variados. - Dançadas em círculos em sua maioria, também são encontradas na forma de linha, cruz ou espiral. - Equilibra os corpos físico, emocional, mental e espiritual; - Amplia a percepção, a concentração, a atenção e a flexibilidade; - Fortalece a auto-estima e o reconhecimento da importância de seu papel no grupo; - Desenvolve o apoio mútuo, a integração, a comunhão e a cooperação; - Trabalha a consciência corporal, coordenação motora, ritmo, referência espacial e equilíbrio; - Favorece o auto-conhecimento e a auto-cura; - Promove a inclusão, o respeito, a integração e a cooperação.

9 Círculo: união de todas as coisas, sentimento de igualdade. Cruz: eixo vertical = eixo do tempo eixo horizontal = eixo do espaço. Espiral: O ponto de partida também é o ponto de chegada trazendo-nos a questão do retornar sempre, reencontrar-se e renovar-se. Geometria Sagrada: linguagem mais próxima da criação. Estuda as ligações entre as proporções e formas contidas no cosmos com o propósito de compreender a Unidade que permeia toda a vida.

10

11 Círculo Centro Comum Troca do olhar Mãos dadas Apoio Lidar com diferenças. Resgate das Danças Folclóricas Entrar em contato com outro. Nova etapa da humanidade. Cooperação e comunhão.

12 SAGRADO Reflexao Parte de nos AlmaUnidade

13 FOCALI ZADOR Postura Mestre e Aprendiz GuardiãoGrupo

14 - Escolas: com professores, funcionários, alunos e pais de alunos. - Organizações: com todas as pessoas, dos diretores aos operadores de máquinas. - Comunidades: com todas as pessoas envolvidas neste processo. - Hospitais: pacientes, funcionários e familiares. - Família: sobrinhos, tios, tias e afins...

15 Louvada seja a dança, ela libera o homem do peso das coisas materiais e une os solitários para formar sociedade. Louvada seja a dança, que exige tudo e fortalece a saúde, uma mente serena e uma alma encantada. A dança significa transformar o espaço, o tempo, o homem que sempre corre perigo de se perder – ser ou somente cérebro, ou só vontade ou só sentimento. A dança porém exige o ser humano inteiro, ancorado no seu centro, e que não conhece a vontade de dominar gente e coisas, e que não sente a obsessão de estar perdido no seu ego. A dança exige o ser livre e aberto vibrando na harmonia de todas as forças. Ó homem, aprenda a dançar senão os anjos do céu não saberão o que fazer contigo.


Carregar ppt "Denise Jayme Eliana Fausto Pos-Graduação Jogos Cooperativos Projeto Cooperação / Unimonte 2009."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google