A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MAX WEBER (1864/1920) Abordagem Estruturalista: A contribuição de Max Weber.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MAX WEBER (1864/1920) Abordagem Estruturalista: A contribuição de Max Weber."— Transcrição da apresentação:

1 MAX WEBER (1864/1920) Abordagem Estruturalista: A contribuição de Max Weber

2 MAX WEBER um pouco de história… Em 1904, viaja para os Estados Unidos, impressionando-se com as proporções do desperdício sob o capitalismo americano, especialmente de vida humana, e interessa-se por problemas trabalhistas, imigração e da administração pública; O ponto fundamental desta experiência, sua apreciação do papel da burocracia numa democracia, se constitui no conceito central da sua Sociologia.

3 MAX WEBER definições… Poder: a probabilidade de impor-se a própria vontade numa relação social, ainda que sob resistência; Dominação: é a probabilidade de encontrar obediência a uma ordem entre pessoas específicas, sendo uma relação entre dominadores e dominados; a força física é vista como um meio exclusivo do Estado, e a violência é considerada legítima pelos dominados.

4 Política na sua forma ampla como qualquer tipo de liderança independente em ação: política de bancos, de sindicatos.Nossas reflexões não se baseiam num conceito tão amplo e entende como política a liderança, ou a influência sobre esta, de uma associação política ou de um Estado. MAX WEBER definições…

5 MAX WEBER definições… O Estado não deve ser definido em termos dos fins e sim em termos dos seus meios: (...) só podemos definir o Estado moderno sociologicamente, em termos dos meios peculiares a ele, como peculiares a toda associação política, ou seja, o uso da força física. Estado é uma comunidade humana que pretende com êxito o monopólio do uso legítimo da força física dentro de um determinado território.

6 MAX WEBER Dominação… Sobre os motivos que levariam o homem à obediência, identifica três formas puras de legitimação do domínio, sob as quais constrói seu pensamento de formação do Estado... Dominação legal Dominação tradicional Dominação carismática

7 MAX WEBER Dominação… Dominação Tradicional Hábito, costume, tradição; conformismo; reconhecimento antigo Ex. clã, tribo, família, sociedade medieval

8 MAX WEBER Dominação… Dominação Carismática Bravura, santidade; Dom da graça; reconhecimento do líder por seus dominados Ex. grupos revolucionários, partidos políticos

9 MAX WEBER Dominação… Dominação Racional-legal / burocrática lei, ordenamentos, impessoalidade; Sociedade complexa, superioridade da burocracia (mérito, profissionalismo, definição precisa das competências qualificação); Fé na validade do estatuto legal e da competência funcional baseada em regras racionalmente criadas Ex. Estados modernos, empresas, exército

10 Monopolização dos meios de dominação e administração, com base na criação de um sistema de taxação e de uma força militar; Monopolização de promulgações legais e do uso legítimo da força pela autoridade central; Organização de um funcionalismo racionalmente orientado, cujo exercício de funções administrativas depende da autoridade central. MAX WEBER Dominação Burocrática… Pré-condições nas quais o Estado moderno está baseado:

11 MAX WEBER Dominação Burocrática… O Estado moderno organiza a dominação e com este objetivo, combina meios materiais de organização nas mãos dos seus líderes, expropriando todos os funcionários autônomos dos estamentos (...) Há os políticos profissionais, que, ao contrário dos líderes carismáticos, não queriam ser senhores, mas colocavam-se a serviço dos senhores políticos, ganhando a vida e um conteúdo de vida ideal.

12 O domínio organizado demanda uma administração contínua e exige que a conduta humana seja condicionada à obediência aos portadores do poder legítimo; O quadro administrativo representa a organização do domínio político, sendo legitimado e limitado pela obediência; A recompensa material e a honraria social são meios para incentivo dos interesses pessoais do quadro e decisivo para solidariedade entre o quadro executivo e o detentor do poder MAX WEBER Burocracia…

13 A força física é vista como um meio exclusivo do Estado, e a violência é considerada legítima pelos dominados; Estado é uma comunidade humana que pretende com êxito o monopólio do uso legítimo da força física dentro de um determinado território. Para que o Estado exista, é necessário que os dominados obedeçam à autoridade alegada pelos detentores do poder, pela consideração da sua legitimidade. MAX WEBER Burocracia…

14 O detentor do poder deve sempre ter a obediência dos quadros, das autoridades ou de qualquer um, através de delegação de poder executivo a pessoas que não são os donos e que usariam os meios materiais de administração dirigidos pelo senhor. A ordem estatal burocrática é, na sua forma mais racional, característica do Estado. MAX WEBER Burocracia…

15 Efetividade da Autoridade legal Norma legal/Leis – estabelecidas por acordo ou imposição Busca racional dos interesses coletivos Impessoalidade do cargo/obediência ao cargo/lei Hierarquia de autoridade Áreas específicas de competência – especialização técnica para ocupação do cargo Rotinas e procedimentos padronizados Atos Administrativos – formulados e registrados em documentos MAX WEBER C aracterísticas da Burocracia…

16 MAX WEBER Vantagens da Burocracia… Racionalidade Precisão na definição do cargo e operação Univocidade de interpretação Uniformidade de rotinas e procedimentos Perene ao longo do tempo Confiabilidade

17 MAX WEBER Críticas à Burocracia… Excesso de formalismo Mecanicismo Abordagem de sistema fechado Abordagem descritiva e explicativa

18 MAX WEBER Grau de Burocratização… Escassez de burocratização Excesso de burocratização Falta de especialização, desordem superespecialização Falta de autoridade Excesso de autoridade, imposição Liberdade excessiva Ordem e disciplina Ausência de documentos, informalidade Excesso de papel, formalismo Ênfase nas pessoasÊnfase no cargo Divisão do trabalho Hierarquia Regras e regulamentos Formalização das comunicações Pessoalidade

19 MAX WEBER Na ciência, sabemos que as nossas realizações se tornarão antiquadas em dez, vinte, cinqüenta anos. É esse o destino a que está condicionada a ciência: é o sentido mesmo do trabalho científico, a que ela está dedicada numa acepção bem específica, em comparação com outras esferas de cultura para as quais, em geral, o mesmo se aplica. Toda a realização científica suscita novas perguntas: pede para ser ultrapassada e superada. (...) Não podemos trabalhar sem a esperança de que outros avançarão mais do que nós. Max Weber, 2005

20 MAX WEBER COHN, Gabreil. Crítica e Resignação: fundamentos da sociologia de Max Weber.São Paulo : T.A. Queiroz, FREUND, J. Sociologia de Max Weber. Rio de Janeiro: Forense-Universitária, WEBER, M., A "Objetividade" do Conhecimento nas Ciências Sociais, In: COHN, G., Max Weber: Sociologia. São Paulo: Ática, ______ A ética protestante e o espírito do capitalismo. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2005.


Carregar ppt "MAX WEBER (1864/1920) Abordagem Estruturalista: A contribuição de Max Weber."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google