A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Padronização / Especificação CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICASENAI - SP.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Padronização / Especificação CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICASENAI - SP."— Transcrição da apresentação:

1 Padronização / Especificação CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICASENAI - SP

2 Porque padronizar? Repetibilidade Não perder os ganhos obtidos Menor vulnerabilidade em conflitos PREVISIBILIDADE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICASENAI - SP

3 Porque não se padroniza? Cultura Processo gráfico tem variáveis intangíveis Artes Gráficas É difícil, pois exige alto conhecimento técnico É chato. CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICASENAI - SP

4 Controle A Padronização cria a base para o Controle. Requisitos: O que fazer.. Processo: Como fazer CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICASENAI - SP

5 Documentação É questão delicada e decisiva de um processo de padronização É preciso manter registros atualizados e acessíveis. A linguagem precisa estar de acordo com o receptor CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICASENAI - SP

6 Divulgação A Padronização só faz sentido se todos os envolvidos no processo recebem as informações adequadamente. CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICASENAI - SP

7 Treinamento A Padronização pode ( e deve ) ser a base do treinamento operacional CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICASENAI - SP

8 A participação do Cliente O Cliente define o que quer e avalia se recebeu o que pediu Se o cliente não faz isso espontaneamente devemos perguntar e aferir se o que entendemos é o que ele falou CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICASENAI - SP

9 Fornecedores Deve-se definir claramente o que se quer Deve-se ter a garantia de que se está recebendo exatamente o que se pediu. A questão do controle de qualidade de entrada. CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICASENAI - SP

10 Gestão da Produção Especificação do Produto CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICASENAI - SP

11 Qualidade do Produto É o que se vendeÉ em primeira análise o item mais importante a ser tratado. É o que se vende As outras variáveis ( preço, prazo, atendimento ) tendem a ser mais facilmente administradas. CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICASENAI - SP

12 Especificação É a base que irá garantir o sucesso do projeto. Se não se especifica corretamente, abre-se espaço para discussões onde não existe consenso. É a base para julgamento. Uma boa especificação também reduz custos. CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICASENAI - SP

13 Especificação Se tudo começa certo, existe uma chance de que termine certo. Se tudo começa errado, existe uma certeza de que terminará errado! CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICASENAI - SP

14 Especificações / Variações É absolutamente importante saber se o seu processo consegue fazer o produto do cliente dentro das variações solicitadas Não existe processo exato. Uma boa especificação deve prever variações. O fabricante deve conhecer as variações do seus equipamentos. É óbvio que a variação da especificação do produto deve ser menor que a variação do seu processo. CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICASENAI - SP

15 Especificações x Controle Se não houver controle não precisa haver especificação. Só que não havendo nenhum dos dois cria-se uma situação frágil, onde todos os julgamentos serão subjetivos CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICASENAI - SP

16 Controle Controle de Qualidade. Histórico. Conflito com a Produção. Decadência. O CQ faz sentido enquanto se aprende com ele. CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICASENAI - SP

17 Controle Controle de Processo CEP: Controle Estatístico do Processo Processo analítico Se os inputs estão corretos e eu conheço o processo, os outputs também estarão corretos A atenção para com os controles automáticos CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICASENAI - SP

18 Controle Garantia da Qualidade Modelo misto que cria a tranqüilidade para o Sistema de que tudo sairá na forma correta. É a soma de uma boa especificação, procedimentos bem elaborados, controle de processos e CQ Eu conheço o produto da minha empresa. CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICASENAI - SP

19 Custo do Controle Economicamente, deve-se analisar se o custo do controle da qualidade não é mais alto do que o benefício que ele proporciona. CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICASENAI - SP

20 Dispositivos de medição e monitoramento Auditar Calibrar Inspeções e testes CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICASENAI - SP

21 Controle de Não-Conformidade O que fazer com o produto não conforme? Corrigir Aceite com ressalvas Aplicação alternativa Rejeição CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICASENAI - SP

22 Melhoria Em última instância o processo de Padronização deve ser a base do Sistema de Melhorias ou para se obter um nível de trabalho que garanta a estabilidade do processo realizado ou para conseguir adaptar as variáveis do processo às especificações do cliente CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICASENAI - SP

23 ISO 9000 É uma boa base para se chegar a um processo de padronização confiável Deve ser estudada e analisada, independente do fato de se buscar a homologação CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICASENAI - SP

24 CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICASENAI - SP


Carregar ppt "Padronização / Especificação CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GRÁFICASENAI - SP."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google