A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PRIMEIRA EPÍSTOLA DE PAULO AOS CORÍNTIOS. Paulo e os Coríntios Em sua segunda viagem missionária Paulo havia passado por várias cidades, inclusive Corinto.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PRIMEIRA EPÍSTOLA DE PAULO AOS CORÍNTIOS. Paulo e os Coríntios Em sua segunda viagem missionária Paulo havia passado por várias cidades, inclusive Corinto."— Transcrição da apresentação:

1 PRIMEIRA EPÍSTOLA DE PAULO AOS CORÍNTIOS

2 Paulo e os Coríntios Em sua segunda viagem missionária Paulo havia passado por várias cidades, inclusive Corinto. Permaneceu lá 1 ano e 6 meses, com muita liberdade para pregar o evangelho Em Corinto escreveu a I e II epístola aos Tessalonicenses e de lá voltou para sua cidade, Antioquia

3 Teve Paulo durante a noite uma visão em que o Senhor lhe disse: Não temas; pelo contrário, fala e não te cales; porquanto eu estou contigo, e ninguém ousará fazer-te mal, pois tenho muito povo nesta cidade. E ali permaneceu um ano e seis meses, ensinando entre eles a palavra de Deus (At 18:9-11)

4 Contexto Na terceira viagem, antes de chegar a Corinto, de Éfeso (onde ficou por cerca de 3 anos – parte deste tempo provavelmente preso), escreveu no ano 54/55 sua quarta epístola, que conhecemos como I Coríntios Há uma carta prévia, que não foi preservada (1 Co 5:9)

5 Contexto Em Éfeso recebeu a visita de membros da casa de Cloe (1:11) informando de problemas na Igreja de Corinto: Divisão, incesto e casos no tribunal. Também Estéfanas, Fortunato e Acaico (16:17) levaram-lhe perguntas que Paulo responde em I Coríntios, por meio de Timóteo (4:17)

6

7 Foi destruída pelos romanos em 146 a. C. e reedificada por César em 46 d. C. Designada capital da Acaia por Augusto; Cidade grande e rica (de a habitantes), sendo muitos estrangeiros: marinheiros, comerciantes, viajantes Porto importante A Cidade de Corinto

8

9

10

11

12 Canal de Corinto

13 Canal de Corinto

14 Entroncamento estratégico importante para o comércio mundial: através de um canal de 6,3 Km, evitava-se navegar por grande distância em águas perigosas A Cidade de Corinto

15 Muita imoralidade sexual, promiscuidade, idolatria; O templo de Afrodite, a deusa do amor, tinha prostitutas ligadas a ele; Era comum a prostituição masculina e feminina ligada às religiões pagãs A Cidade de Corinto

16 Ruínas do Templo de Apolo

17 Corinto hoje

18

19 Cidade termal e turística de Loutraki, próxima a Corinto

20 A Igreja em Corinto Paulo fundou a Igreja em Corinto na 2 ª viagem missionária, cerca do ano 50/51, quando passou 18 meses lá. Paulo chegou a Corinto sozinho, após passar por Atenas. Estava abatido (1 Co 2:3). Hospedou-se ma casa de Áquila e Priscila.

21 A Igreja em Corinto Segundo seu costume foi pregar na sinagoga dos judeus; Tendo tido resistência, dirigiu seu ministério aos gentios, com o apoio de Silas e Timóteo que chegaram da Macedônia (Tessalônica); A Igreja se reúne na casa de Tico Justo e se converte Crispo, o principal da sinagoga

22 A Igreja em Corinto À semelhança da cidade, a Igreja também se torna grande, com muitos membros, muitos deles oriundos deste meio imoral e idólatra

23 A Igreja em Corinto Igreja problemática. Deu muito trabalho a Paulo: 3 ou 4 visitas; 4 cartas (duas perdidas - Carta Prévia e Carta Severa); desafios à autoridade de Paulo, divisões entre membros, problemas de imoralidade, falta de comunhão e discernimento do Corpo de Cristo.

24 O amor de Paulo pela Igreja dos Coríntios Paulo escreveu a carta severa (lágrimas), levada por Tito (2 Co 2:4) Escreveu 2 Co depois de encontrar-se com Tito na Macedônia Fez a terceira visita a Corinto em 57, depois de ter escrito 2 Co, ainda na 3 ª Viagem Missionária

25 I Epístola de Paulo aos Coríntios Propósitos Corrigir práticas pecaminosas Corrigir idéias erradas a respeito da ressurreição Estimular os irmãos a ofertarem

26 Esboço da Carta 1) Saudação e apresentação (1:1-9) 2) Problema de divisões (1:10-4:21) 3) Problema de imoralidade (5:1-13) 4) Problema de litígio nos tribunais (6:1-11) 5) Problema de prostituição (6:12-20)

27 Esboço da Carta 6) Respostas a perguntas relacionadas com o casamento (7:1-40) 7) Resposta a pergunta sobre comer carne oferecida a ídolos (8:1-11) 8) Parêntese tratando do sustento de Paulo e de sua adaptação às distintas culturas (cap. 9) 9) Parêntese sobre a aplicação do AT à vida dos crentes, especialmente o perigo de idolatria (10:1-33)

28 Esboço da Carta 10) A questão do traje certo para as mulheres no culto (11:2-16) 11) Problema da desordem no culto da Ceia do Senhor (11:17-34) 12) A questão dos dons espirituais, especialmente profecias e línguas (12:1-14:40) 13) A questão da ressurreição (15:1-58) 14) Recomendações finais, inclusive sobre a oferta para os pobres (16:1-24)

29 Ensinamentos Particulares em I Coríntios

30 Divisão na Igreja A identificação estreita entre Cristo e a Igreja – se a Igreja se divide, significa que Cristo se divide (1:13 e 12:12) Carnalidade pode ser demonstrada por crentes que têm todos os dons (carismas). Compare 1:7 Não vos falta nenhum dom com 3:1-3

31 Eu, porém, irmãos, não vos pude falar como a espirituais, e sim como a carnais, como a crianças em Cristo. Leite vos dei a beber, não vos dei alimento sólido; porque ainda não podíeis suportá-lo...

32 ...Nem ainda agora podeis, porque ainda sois carnais. Porquanto, havendo entre vós ciúmes e contendas, não é assim que sois carnais e andais segundo o homem? (1 Co 3:1-3)

33 As obras dos cristãos O dia do Juízo testará a qualidade das obras dos cristãos, como o fogo testa os materiais: obras de madeira, feno e palha serão destruídas. Obras de ouro, prata e pedras preciosas permanecerão (3:12-16) A Igreja é o santuário de Deus – se alguém destruir esse santuário, será ele por Deus destruído (3:16,17)

34 Disciplina na Igreja A importância da disciplina que pode até lançar um suposto irmão à destruição da carne por satanás, não apenas para que a pessoa se salve a tempo, mas para salvar a Igreja de um terrível veneno: Não sabeis que um pouco de veneno leveda a massa toda? (5:5,6) Os cristãos não devem processar uns aos outros, mas entrar em acordo e perdoar. Os cristãos julgarão os anjos

35 Pecados contra o corpo Fornicação é diferente dos outros pecados porque é praticada contra o próprio corpo. Nosso corpo é santuário do Espírito Santo Existe o dom do celibato Se um crente é abandonado por um cônjuge ímpio, ele não fica sujeito à servidão (7:15)

36 O obreiro de Cristo O obreiro cristão tem o direito ao sustento Paulo esmurra o seu próprio corpo e o reduz à escravidão para não ser desqualificado – perder a corrida

37 O escape às tentações Toda tentação que o cristão tem de enfrentar tem uma porta de escape (10:13) Atrás da idolatria há demônios

38 As reuniões na Igreja As mulheres no culto devem ter a cabeça coberta, com cabelos ou véu, por causa dos anjos (11:10) Quem toma a Ceia do Senhor sem discernir o corpo de Cristo, come e bebe juízo para si mesmo (11:29) Os dons não exercidos com amor de nada valem (13:1-3) A Igreja de Corinto se reunia no primeiro dia da semana – domingo (16:2)

39 A ressurreição dos mortos A ressurreição de Jesus é a garantia da ressurreição daqueles que estão com Ele (15:22-23) Paulo é o último dos apóstolos no sentido de alicerce da Igreja (15:8) O corpo da ressurreição é um corpo espiritual (15:44)

40


Carregar ppt "PRIMEIRA EPÍSTOLA DE PAULO AOS CORÍNTIOS. Paulo e os Coríntios Em sua segunda viagem missionária Paulo havia passado por várias cidades, inclusive Corinto."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google