A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SEGUNDA EPÍSTOLA DE PAULO AOS TESSALONICENSES José Adelson de Noronha.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SEGUNDA EPÍSTOLA DE PAULO AOS TESSALONICENSES José Adelson de Noronha."— Transcrição da apresentação:

1 SEGUNDA EPÍSTOLA DE PAULO AOS TESSALONICENSES José Adelson de Noronha

2 II TESSALONICENSES Tal como I Ts, foi escrita da cidade de Corinto, no ano 51 d.C, ainda durante a 2a. viagem É a terceira carta escrita por Paulo e ainda um dos primeiros livros do Novo Testamento

3 RECAPITULANDO O CONTEXTO

4 I TESSALONICENSES Em sua segunda viagem missionária Paulo havia passado por várias cidades, confirmando as igrejas e abrindo outras e, por uma revelação em sonho, dirigiu- se à Macedônia, visitando as cidades de Filipos e Tessalônica (At 17)

5 I TESSALONICENSES Era acompanhado por Silas (Silvano), Timóteo, Lucas, entre outros irmãos Teve que ficar muito pouco tempo em Tessalônica, por causa dos tumultos causados lá. De lá foi para Beréia, Atenas e depois Corinto.

6

7 A Cidade Tessalônica foi fundada nos tempos de Felipe e Alexandre, o Grande, na Macedônia e tornou-se maior e mais importante que suas vizinhas mais antigas Hoje a cidade chama-se Thessaloniki (ou Salonika) e fica na Grécia. População atual está em torno de habitantes

8 Fórum Romano

9

10 Thessaloniki hoje

11 I TESSALONICENSES A razão de escrever a eles deve ter sido por causa dos ensinamentos que ficaram incompletos Propósitos Explicar sobre a vinda de Cristo e o arrebatamento Carta para a família. Carta de encorajamento

12 II TESSALONICENSES

13 Paulo havia escrito I Ts e pouco depois, ainda no mesmo ano, teve necessidade de escrever uma segunda carta É possível que os tessalonicenses tivessem recebido uma carta forjada indicando que o Dia do Senhor já havia começado (2:2). Paulo escreveu então II Ts para corrigir o erro e dar uma visão mais correta dos eventos

14 II TESSALONICENSES Propósitos Encorajar os cristãos perseguidos de Tessalônica a continuar firmes na fé Exortar os leitores à fidelidade e a trabalhar para se sustentarem Corrigir erros relacionados com a vinda de Cristo

15 Esboço de II Tessalonicenses 1) Saudação (1:1,2) 2) Gratidão (1:3,4) 3) Encorajamento para os perseguidos (1:5-12) A certeza de recompensa futura (1:5-10) Oração (1:11,12)

16 Esboço de II Tessalonicenses 4) A revelação do homem iníquo (2:1-12) Advertência geral (2:1,2) A sequência correta dos eventos (2:3-5) O que o retém e quem é aquele que o detém (2:6-8) A destruição do anticristo (2:8) As ações do anticristo (2:9-12) 5) Exortações finais (2:13-3:15) 6) Conclusão (3:16-18)

17 II TESSALONICENSES Peculiaridades e conteúdo

18 Oração Todas as divisões principais da carta terminam com oração (1:11-12; 2:16,17 e 3:16) Falta qualquer citação do Antigo Testamento Os mesmos companheiros por ocasião da primeira carta (Silvano e Timóteo) estavam com Paulo na segunda carta Novamente Paulo não menciona seu apostolado

19 O poder da fé A fé dos tessalonicenses crescia de maneira impressionante. Provavelmente em decorrência de perseguições Suportar perseguição é sinal de ser considerado por Deus digno do Reino (1:5) A justiça de Deus requer que Ele pague aos perseguidores com tribulação no inferno e aos fiéis com alívio:

20 e a vós outros, que sois atribulados, alívio juntamente conosco, quando do céu se manifestar o Senhor Jesus com os anjos do seu poder, em chama de fogo, tomando vingança contra os que não conhecem a Deus e contra os que não obedecem ao evangelho de nosso Senhor Jesus (2 Ts 1:7,8)

21 Consequências da rejeição ao Evangelho Os que rejeitam o Evangelho sofrerão eterna destruição, separados eternamente da face do Senhor (1:9)

22 Consequências da rejeição ao Evangelho Os Tessalonicenses deveriam estar preparados para a vinda de Cristo. Paulo ora para que Deus os torne dignos da vocação e cumpra Seu bondoso propósito com poder e toda obra de fé; Assim também deve ser nossa oração, não só a nosso favor, como dos nossos irmãos e familiares

23 Cuidado com os falsos profetas Além dos tessalonicenses terem tirado uma conclusão errada a respeito da volta de Cristo na primeira carta, Paulo menciona um espírito(uma referência a algum profeta- 1 Co 14:32) que trouxe informação falsa (profetada)

24 Cuidado com os falsos profetas quer por palavra teria sido trazida por algum irmão que ensinava que os eventos para a volta de Cristo já haviam começado; quer por epístola refere-se a alguma carta supostamente atribuída a Paulo

25 Apostasia A apostasia (e não avivamento) deverá acontecer antes da volta de Cristo. É possível que já tenha acontecido ou esteja acontecendo. Qual movimento, entre várias que já aconteceram na história da Igreja, não podemos determinar.

26 Apostasia Possibilidades O movimento ariano que deu fundamento ao islamismo O desvio das igrejas católica e ortodoxa O movimento liberal que começou nos meados do século XIX O neopentecostalismo (teologia da prosperidade) do século XX

27 Apostasia ALGO PIOR!

28 O anticristo A revelação do anticristo (homem da iniquidade e filho da perdição): parece que é o mesmo que Jesus chamou de abominável da desolação (Mt 24:15).

29 O anticristo Aqui em II Ts descobrimos que ele se levanta contra todas as religiões (tudo o que se chama Deus ou objeto de culto); Ele vai se identificar como o próprio Deus; Terá grande poder e autoridade, recebido de satanás. O que Jesus rejeitou na tentação no deserto, o anticristo aceitará.

30 Ensino escatológico Paulo incluía o ensino escatológico em suas primeiras sessões de catequese ou de rudimentos da fé: Não vos recordais de que, ainda convosco, eu costumava dizer-vos estas coisas? (2 Ts 2:5)

31 Mistérios Mistério da iniquidade refere-se ao processo que levará o mundo a negar a realidade de Deus e de Sua glória em Sua criação (Ex., a teoria da evolução)

32 O impedimento à ação do anticristo No momento, embora os tempos sejam de trevas, o anticristo está impedido de agir no mundo; Ninguém sabe, com certeza, o que Paulo tinha em mente quando mencionou o que o detém (v 2:6) e aquele que agora o detém;

33 O impedimento à ação do anticristo Pensava-se que fosse o Império romano e o imperador, mas a melhor explicação é a Igreja (com suas orações) e o Espírito Santo; Quando a Igreja for retirada, o Espírito Santo lhe dará total liberdade de ação.

34 Tempo para ação do anticristo O iníquo não terá muito tempo para agir (somente sete anos) tal será a violência com que agir; Ele fará sinais e prodígios mentirosos, para enganar os incrédulos na terra, pois não deram crédito à verdade

35 Ora, o aparecimento do iníquo é segundo a eficácia de Satanás, com todo poder, e sinais, e prodígios da mentira, e com todo engano de injustiça aos que perecem, porque não acolheram o amor da verdade para serem salvos...

36 ...É por este motivo, pois, que Deus lhes manda a operação do erro, para darem crédito à mentira, a fim de serem julgados todos quantos não deram crédito à verdade; antes, pelo contrário, deleitaram- se com a injustiça (2 Ts 2:9-12)

37 Como tratar as boas obras Engano de injustiça é crer, por exemplo, que boas obras trazem salvação. Crer que todos os caminhos levam a Deus; Boa obra (v 2:17) não salva, mas revela o caráter de Cristo em nós

38 Boas obras A consolação que Deus dá aos seus escolhidos tem o propósito de animar e confirmar os irmãos a continuar fazendo as boas obras e ensinando a verdade Paulo pede as orações da Igreja para que a Palavra seja pregada. Ainda hoje devemos orar pelos nossos pastores e líderes.

39 Disciplina na Igreja A disciplina da Igreja inclui afastamento dos que não se conformam com os padrões bíblicos; Devem ser considerados como gentios, isto é, tratados como alguém que ainda não se converteu; Não são inimigos (apóstatas) mas devem ser advertidos.

40 Autenticidade da autoria O sinal em cada epístola era a saudação do próprio punho de Paulo, autenticando a carta

41 Bibliografia 1) Curso Intensivo de Teologia – Segundo Volume – Ministério IDE – Instituto de Discipulado por Extensão – Primeira Edição – Janeiro ) O Novo Dicionário da Bíblia – Edições Vida Nova – 2a. Edição – ) Dicionário Vine – Editora CPAD – 2a. Edição

42 GRAÇAS A DEUS POR JESUS CRISTO!


Carregar ppt "SEGUNDA EPÍSTOLA DE PAULO AOS TESSALONICENSES José Adelson de Noronha."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google