A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O Perfil do Cristão Estudo 3 O Poder da Oração José Adelson de Noronha Baseado em Estudo Bíblico do Pr. Marco Antônio.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O Perfil do Cristão Estudo 3 O Poder da Oração José Adelson de Noronha Baseado em Estudo Bíblico do Pr. Marco Antônio."— Transcrição da apresentação:

1 O Perfil do Cristão Estudo 3 O Poder da Oração José Adelson de Noronha Baseado em Estudo Bíblico do Pr. Marco Antônio de Sousa

2 O que é Oração? Certa vez Moody perguntou a um grupo de crianças o que era oração. E um garoto lhe respondeu: Oração é a apresentação de nossas petições a Deus, solicitando-lhe coisas que estejam de acordo com sua vontade, em nome de Cristo, com a confissão de nossos pecados, agradecendo e reconhecendo suas misericórdias.

3 DEFINIÇÃO - SEGUNDO O DICIONÁRIO: 1 o - Conjunto de palavras que expressam um pensamento completo 2 o - Elevação da alma a Deus; 3 o - Invocação dirigida a Deus, Prece.

4 A oração é uma necessidade universal (IS 56:7) Oh tu, que escutas a oração, a ti virão todos os homens (Sl 65:2); - Somente as orações dos santos são ouvidas. (AP 5:8 e 8:3)

5 A necessidade que temos de Deus Deus maravilhou-se (espantou-se) de que não houvesse um intercessor (IS 59:16). Mas como deve ser grande o espanto de Deus hoje. Como são poucos os que, dentre nós, sabem o que significa a oração que prevalece.

6 Todos nós dizemos que cremos na oração, todavia, quantos verdadeiramente crêem no poder da oração? A causa de todo fracasso é a falta de oração. a) É necessária a Graça revificadora à oração, pois ela só é aceitável por meio de Jesus (SL 80:18; JO 14:13-14)

7 b) Portanto, nenhuma outra questão é tão relevante, tão vital para o nosso bem estar espiritual do que a oração. Na Bíblia temos promessas incríveis ligadas à oração com fé (JO 14:13-14; 15:7-8; 15:16; 16:23- 24)

8 O Senhor nunca deu tanta ênfase a uma promessa ou mandamento como está dando a esta promessa que nos é dada seis vezes. Hoje Jesus está assentado no trono de sua majestade nas alturas, e nos estende o cetro do seu poder. Será que temos tocado nele e lhe falado dos nossos anseios?

9 Deus atende a Oração? Sabemos que Deus atende às orações. Mas para muitos é um caminho longo e trabalhoso, até que compreendam essa realidade não somente na cabeça, mas também no coração e creiam nela (Sl 77:2 e 65:2)

10 Quando Deus atende? a) Para que possamos, entretanto orar de modo que o Senhor nos atenda, precisamos CRER na sua presença (Hb 11:6); b) Não se trata de crer no atendimento às nossas orações, mas que c) ele está presente e nos ouve. Através de Jesus Cristo aproximamo-nos do Deus Vivo e ficamos diante dele (Hb 10:19-23; Sl 145:18)

11 Depois que estivermos convictos da sua presença, podemos subir o degrau seguinte da fé de Hebreus 11:6, ou seja, crer que ele se torna galardoador dos que O buscam. Então não é mais difícil crer no atendimento às nossas orações (Jr 29:13-14; Pv 8:35).

12 Como Deus atende? a) Ele atende bem além de qualquer pensa- mento humano. Ele ouve nossas orações não conforme a nossa lógica ou suposições, mas conforme o seu Ser (Ef 3:20); b) Ele atende conforme sua maravilhosa justiça. Deus atende considerando passado, presente e futuro, ou seja, da perspectiva da eternidade (Sl 65:5).

13 c) A expressão longe sobre o mar fazia referencia ao além, à eternidade, no antigo testamento. Através das orações verdadeiras, que ele ouve segundo sua justiça, Deus rompe algemas herdadas do passado em nossa vida presente e firma nosso futuro.

14 d) E como podemos orar, para que Deus nos atenda com cousas tremendas de justiça? O que se quer dizer com isso? Do ponto de vista do novo testamento isso significa: Pedir ao Pai em Nome de Jesus!

15 Pedir ao Pai em nome de Jesus a) Podemos também orar diretamente ao Senhor Jesus, como fez Estevão ao ser apedrejado (At 7:59), mas o caminho usual é que oremos ao Pai em nome de Jesus (Jo 14:13- 14; 16:23-24).

16 Pedir ao Pai em nome de Jesus b) Deus é Santo, mas nós temos uma natureza carnal e pecaminosa. Mas em nome de Jesus, que como substituto pagou pelos nossos pecados, satisfazendo completamente à justiça de Deus pela sua morte na cruz, em seu nome ele garantiu que nos ouvirá (Jo 14:13-14).

17 Pedir ao Pai em nome de Jesus c) Pedir ao Pai em nome de Jesus é o cumprimento da afirmação: Com tremendos feitos nos respondes em tua justiça, ó Deus..., pois Jesus Cristo se tornou da parte de Deus Justiça e Santificação (1 o Co 1:30).

18 Pedir ao Pai em nome de Jesus d) O que acontece quando fazemos isso na fé e com coração purificado? Aos poucos caem de nós as correntes das ligações pecaminosas herdadas, isto é: Acontece um acerto completo com o passado

19 Acerto com o passado Aqueles que aceitam a obra redentora de Jesus em todos os aspectos para si pesso- almente, e em nome de Jesus se apresen- tam na fé diante do Pai celestial, as marcas do passado comprometedor (as conseqüên- cias dos pecados de abominação dos pais e antepassados) são apagadas pela justiça de Deus (2ª Co 5:17).

20 Acerto com o passado Esse único caminho para o acerto completo com o passado, pelo qual se fica realmente livre de poderes demoníacos herdados dos pais e antepassados já foi indicado através do profeta Isaias (IS 43:15-16; 18-19).

21 Acerto com o passado Temos conhecido esse caminho que nos leva de todas as algemas do pecado para a verdadeira liberdade. O Senhor Jesus diz: Eu sou o caminho... (Jo 14:6).

22 O Apóstolo Paulo é um grande exemplo de acerto com o passado. Circuncidado ao oitavo dia, da linhagem de Israel = Justiça própria e orgulho nacional. Da tribo de Benjamim = Orgulho familiar Hebreu de Hebreus = Orgulho diante do mundo Quanto à Lei, fariseu = Orgulho religioso. Quanto ao zelo, perseguidor da igreja: aos seus olhos ele era zeloso pela causa de Deus.

23 Quanto à Justiça que há na lei, irrepreensí- vel: ele era perfeito. Mas, então, houve uma mudança total. Paulo se tornou totalmente livre (Fp 3:7-9). Muitos se esforçam nas suas orações, mas não conseguem ir para frente porque ainda estão amarrados com cordas a esse terrível passado e porque os nós da ligação dos pecados não estão soltos.

24 Como aquele homem que se encontrava junto ao seu barco a remo certa noite, e como o rio onde estava era muito largo, ele pensou: Se eu me esforçar bastante, de manhã estarei na outra margem. Ele entrou no barco e começou a remar e remou toda a noite. Mas de manhã ele percebeu assustado que continuava no mesmo lugar. Ele tinha esquecido de soltar o barco da margem. De modo que todo o esforço foi em vão. Da mesma maneira muitos remam em sua vida de fé.

25 Fazem muitos esforços, mas não conseguem ir para frente. Porque? Porque ainda estão amarrados com cordas a esse passado e porque os nós da ligação dos pecados não estão soltos. A vontade de Deus é que você seja comple- tamente livre, deixando a avareza, a idolatria e toda raiz de amargura que te prende ao passado (Is 43:18-19; 24b-27).

26 O Segredo da Adoração Porque Deus procura adoradores? (Jo 4:23,24) Adorar consiste em homenagear, louvar, bendizer e honrar Sua pessoa. Este é o único objetivo da nossa existência como filhos de Deus, que sejamos para louvor da glória de sua graça e para louvor da sua glória (Ef 1: 6,12)

27 Somente podem adorar o Pai em espírito e em verdade aqueles que rejeitaram interiormente qualquer louvor próprio. A adoração do Pai e a adoração da própria pessoa (da própria opinião, do próprio eu) excluem-se recíprocamente

28 É maravilhoso que o Senhor, depois de mostrar os pecados daquela samaritana (JO 4:17b-18), fala-lhe sobre a adoração à Deus (vv ). Ele lhe mostra, e também a nós um grande segredo, ou seja, que o domínio de todos os seus problemas e a satisfação de todos os seus anseios encontra-se na questão da verdadeira adoração.

29 Intercessão: Arma Poderosa A intercessão é uma poderosa arma ofensi- va contra o Reino das Trevas. a) É certo que toda oração sincera é boa (1 o Ts 5:17), mas a oração como arma ofensiva é a luta do cristão que intercede, que batalha contra o mal até ver as coisas acontecerem (Dn 10:12).

30 b) Quando buscamos a Deus, ele nos ouve na hora, a resposta vem quando persevera- mos em oração (Lu 18:1-8); c) A oração derruba as fortalezas de Satanás, a intercessão é a força que traz os recursos de Deus para a vitória.

31 Podemos interceder por muitas coisas, mas o melhor uso da intercessão é pelas necessidades dos outros. Principalmente as espirituais, como Moisés que sempre intercedia pelo povo. Pela intercessão, podemos ter domínio até sobre a natureza.

32 Conclusão Esta é a promessa de Jesus na qual podemos nos firmar: Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e achareis; batei, e abrir-se-vos-á. Pois todo o que pede recebe; o que busca encontra; e a quem bate, abrir-se-lhe-á. (Lc 11:9,10)


Carregar ppt "O Perfil do Cristão Estudo 3 O Poder da Oração José Adelson de Noronha Baseado em Estudo Bíblico do Pr. Marco Antônio."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google