A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

HISTÓRIA ECLESIÁSTICA Aula 2 AS GRANDES PERSEGUIÇÕES (IMPÉRIO ROMANO) MORTE DOS APÓSTOLOS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "HISTÓRIA ECLESIÁSTICA Aula 2 AS GRANDES PERSEGUIÇÕES (IMPÉRIO ROMANO) MORTE DOS APÓSTOLOS."— Transcrição da apresentação:

1 HISTÓRIA ECLESIÁSTICA Aula 2 AS GRANDES PERSEGUIÇÕES (IMPÉRIO ROMANO) MORTE DOS APÓSTOLOS

2 REVISÃO 1ª AULA: A IGREJA NO PERÍODO DOS APÓSTOLOS

3 IGREJA?

4 Fez Deus os dois grandes luzeiros: o maior para governar o dia, e o menor para governar a noite; e fez também as estrelas. E os colocou no firmamento dos céus para alumiarem a terra, para governarem o dia e a noite e fazerem separação entre a luz e as trevas. E viu Deus que isso era bom. Houve tarde e manhã, o quarto dia. LUZ PARA O MUNDO

5 A noiva de cristo!

6 HISTÓRIA DA IGREJA Início; Expansão;

7 A CASA DE DEUS SENDO CONSTRUÍDA As pedras começam a ser ajuntadas. O alto oficial Etíope; O Centurião romano e sua família; Os Samaritanos, os Gentios, Saulo, etc...

8 PRIMEIRO AMOR

9

10 Transição No fim da era apostólica encontramos luz e sombras misturadas nos relatos que se referem à Igreja. As normas de caráter eram elevadas, porém o nível da vida espiritual era inferior ao que se manifestava nos primitivos dias apostólicos. Neste período (80 d.C) Domiciano proibiu totalmente o culto cristão e renovou o decreto que obrigava todos a cultuarem o imperador.

11 João Nesta fase as igrejas da Ásia muito sofreram vitimando, por exemplo, o apóstolo João, que foi enviado de Éfeso a Roma, onde se afirma que foi lançado num caldeirão de óleo fervendo. Escapou milagrosamente, sem dano algum.; Foi enviado prisioneiro para a ilha de Patmos, onde recebeu revelações sobre a Igreja e seu futuro (Apocalipse); Solto depois de quatro anos, morreu em Éfeso, de velhice.

12 MORTE DOS APÓSTOLOS TiagoDecapitado ToméFlechado AndréCrucificado em X Pedro Crucificado Bartolomeu Esfolado vivo PauloDecapitado

13 I Éfeso Pureza apostólica A Igreja nos séculos:

14 Disse Jesus à Igreja de Éfeso Caminho entre as Igrejas e sustento os líderes... Sei quantas coisas boas você está fazendo com árduo trabalho e perseverança; Sei que você não concorda com o mal, com o pecado; Sei que tens observado as intenções daqueles que se dizem apóstolos mas não são, mentem;

15 Disse Jesus à Igreja de Éfeso Sei que você tem sofrido mas perseverado; Todavia não me ama como antes. O que aconteceu? Volte ao entusiasmo pelo seu Senhor, e pratique o que aprendeu; Estou feliz porque você odeia a doutrina dos nicolaítas (aqueles que querem dominar); Ouça o que o Espírito diz para que possa comer da árvore da vida

16 PROMESSAS AO VENCEDOR ÉFESO Comer da árvore da vida

17 Fim do Período Apostólico Estudamos neste primeiro momento o início da igreja, os primeiros 100 anos do cristianismo conhecido como a era apostólica e seus desafios. No próximo assunto analisaremos o período da igreja perseguida, pós apostólica, as perseguições e os perseguidores, bem como o aparecimento de seitas e heresias no meio da igreja.

18 HISTÓRIA ECLESIÁSTICA AS GRANDES PERSEGUIÇÕES (IMPÉRIO ROMANO)

19 HISTÓRIA DA IGREJA Início; Expansão; Perseguições;

20 Disse Jesus à Igreja de Esmirna Eu sou o primeiro e último, estive morto, mas vivo; Sei quanto tens sofrido e quão pobre é, mas na verdade você é rico; Conheço os que te criticam, que se dizem filhos de Deus, mas na verdade seguem Satanás; Não tenha medo do que em breve irá acontecer, pois Satanás vai experimentar sua fé; Seja fiel mesmo enfrentando a morte, pois lhe darei a Coroa da Vida; Ouça com atenção pois vencendo, jamais verá a segunda morte.

21 PROMESSAS AO VENCEDOR ÉFESO Comer da árvore da vida ESMIRNACoroa da vida

22

23 Grandes perseguições Primeira: Primeira: Nero Segunda: Segunda: Domiciano Terceira: Terceira: Trajano; Quarta: Quarta: Marco Aurélio; Quinta: Quinta: Séptimo Severo; Sexta: Sexta: Maximino; Sétima: Sétima: Décio; Oitava: Oitava: Valeriano; Nona: Nona: Aureliano; Décima: Décima: Diocleciano

24 PERSEGUIÇÕES DO IMPÉRIO ROMANO Motivos: Políticos; Econômicos; Sociais; Religiosos.

25 PERSEGUIÇÕES DO IMPÉRIO ROMANO Políticos: O imperador era Senhor; Sociais: Nobres não aceitavam a igualdade das classes;

26 PERSEGUIÇÕES DO IMPÉRIO ROMANO Econômicos: Indústria da idolatria sofreu prejuízos; Religiosas: Os cristãos eram chamados de ateus por não cultuarem os deuses da sociedade romana.

27 CATACUMBAS Os cristãos cavavam túneis na rocha calcária no subsolo de Roma. Ali viviam, enterravam seus mortos, faziam reuniões, ensinavam.

28

29 MORTE DOS APÓSTOLOS TiagoDecapitado ToméFlechado AndréCrucificado em X Pedro Crucificado Bartolomeu Esfolado vivo PauloDecapitado

30

31 GRANDES HOMENS Clemente de Roma; Inácio de Antioquia; Policarpo de Esmirna; Irineu; Tertuliano; Orígenes de Alexandria (um dos pais da Igreja)

32 Policarpo de Esmirna

33 A Fé e a Vitória A fé são os músculos que sustentam o homem de pé; A carne é fraca e cai se a fé for fraca; O homem caído não pode afastar-se, mas deve vir a Jesus

34 Próxima aula: DISPUTA PELO IMPÉRIO ROMANO


Carregar ppt "HISTÓRIA ECLESIÁSTICA Aula 2 AS GRANDES PERSEGUIÇÕES (IMPÉRIO ROMANO) MORTE DOS APÓSTOLOS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google