A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

IBAD – PINDAMONHANGABA/SP Jesus, o Deus que se fez homem e habitou entre nós.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "IBAD – PINDAMONHANGABA/SP Jesus, o Deus que se fez homem e habitou entre nós."— Transcrição da apresentação:

1 IBAD – PINDAMONHANGABA/SP Jesus, o Deus que se fez homem e habitou entre nós

2 IBAD – PINDAMONHANGABA/SP  Verificaremos as razões que trouxeram Jesus à terra; a esperança dos Judeus pela vinda do Messias, a preparação do mundo para chegada de Jesus e Seu nascimento e forma que o mundo O recebeu.  Veremos  1º Capítulo: As razões da vinda de Jesus a Terra  2º Capítulo: A Esperança Messiânica  3º Capítulo: A chegada de Jesus ao mundo  4º Capítulo: A rejeição da origem humana de Jesus  5º Capítulo: A defesa da origem humana de Jesus.

3 IBAD – PINDAMONHANGABA/SP  Sua vinda não foi algo acidental.  Quais as razões que levaram Cristo a habitar entre os homens?  1.1 – A execução de um plano redentor  Deus por saber da queda moral do homem, elaborou um plano para salva-lo. A encarnação de Jesus.  1.2 – A revelação do amor de Deus-Pai  O Deus-Filho, que nunca havia sido tocado pelos homens, agora encarnaria e estes redimiria. ▪ Revelaria aos homens a compaixão do Pai quanto a fome, a miséria, as necessidades humanas.

4 IBAD – PINDAMONHANGABA/SP  1.3 – A aniquilação do pecado do mundo  A morte de Cristo foi o único e melhor meio de aniquilar o pecado a natureza humana e reparar a culpa do homem. (Hb 9:26)  1.4 – A destruição das obras do diabo  O maior triunfo de Jesus sobre o diabo foi na cruz, este por sua vez tentou impedi-lo. ▪ Col 2:14, 15 (cédula cravada)  1.5 – A devolução da glória do homem  Com a destruição das obras do diabo foi aberto a oportunidade ao homem de voltar ao paraíso perdido. ▪ Glória eterna (Jo 17:24) ▪ comunhão com Deus (Jo 15:14)

5 IBAD – PINDAMONHANGABA/SP  Com a queda do homem uma promessa foi feita para remissão do homem (Gn 3:15)  2.1 – A origem da esperança messiânica  Nasceu no Éden e foi regada ao decorrer da História por meio da revelação dada aos Judeus pelas escrituras.  2.2 – A descrição do Messias  Além de Moisés outros anunciaram a vinda do salvador: ▪ Daniel, Miquéias, Oséias (11:1), Jeremias (31:15), Davi e Isaías que descreve Jesus sendo levado como ovelha ao matadouro (Is 53:1-11)

6 IBAD – PINDAMONHANGABA/SP  2.3 – A concepção dos apocalípticos  No período Interbíblico surgiram devido a grande opressão do Império Grego, livros apocalípticos (apócrifos). ▪ Estes livros descreviam o fim do mundo e o julgamento do Messias como libertador.  2.4 – O Messias na concepção do povo  Após o exílio babilônico esperavam um Messias que governasse assentado num trono em Jerusalém.  Pelo fato de estarem sobre o domínio Romano acentuava a idéia de um libertador político.

7 IBAD – PINDAMONHANGABA/SP  Veremos como Deus preparou o mundo historicamente e espiritualmente para a vinda de Cristo  3.1 – O preparo histórico  Deus usou vários povos durante a história para preparar o mundo para a chegada de Cristo. ▪ 3.1.1 – A contribuição dos Judeus ▪ 3.1.2 – A contribuição dos gregos ▪ 3.1.3 – A contribuição dos Romanos ▪ 3.1.4 – O preparo Espiritual do mundo ▪ 3.1.5 – A plenitude dos tempos ▪ 3.1.6 – O Nascimento virginal ▪ 3.1.7 – A recepção de Jesus no mundo

8 IBAD – PINDAMONHANGABA/SP  A partir do primeiro século, surgiram algumas concepções doutrinárias que negavam a encarnação histórica e autêntica de Jesus.  4.1 – O Gnosticismo  Doutrina filosófico-religiosa que misturava ensinos da filosofia grega com elementos da religião babilônica; cerimonialismo judaico (guarda de dias, meses e ano); dualismo Persa (mau e bom, luz e trevas) e doutrinas cristãs  4.1.1 – O Gnosticismo Docético  4.1.2 – O Gnosticismo Cerentino

9 IBAD – PINDAMONHANGABA/SP  4.2 – O apolinarismo  Doutrina desenvolvida no IV d.C por Apolinário, teólogo da igreja e bispo de Laodicéia. ▪ Ensinava que a alma divina de Jesus tinha ocupado um corpo humano.  4.3 – O Eutiquismo  Ensinos de Eutíques no século V. ▪ Pregava que o corpo de Jesus não era idêntico ao do restante da humanidade.

10 IBAD – PINDAMONHANGABA/SP  A doutrina da humanidade de Jesus foi a que mais sofreu ataques ao longo da história.  5.1 – O filho do homem  “o verbo se fez carne e habitou entre nós...”  Jesus não apareceu repentinamente vindo do céu, mas foi gerado no ventre de uma mulher (Mt 1:18-21)  5.2 – Um corpo humano  Ele tinha um corpo humano e foi tocado (I Jo 1:1) ▪ Jesus teve fome (Lucas 4:2) ▪ Sentia cansaço (Mc 4:38) ▪ Dor e agonia (Jo 19:2) ▪ Sentiu sede (Jo 19:28) ▪ Mesmo ressurreto continuou tendo um corpo humano (Lc 24: 39)

11 IBAD – PINDAMONHANGABA/SP  5.3 – Uma mente humana  Não apenas um corpo humano, mas também uma mente, com a necessidade de aprender desde a infância (Lc 2:40) ▪ Os evangelistas registram momentos ou fatos que comprovam as limitações do conhecimento de Jesus  5.4 – Uma alma humana  Tinha uma alma com todas características essenciais de um homem:  5.5 – Um verdadeiro homem  Isaías diz que o Messias era um homem experimentado nos trabalhos.


Carregar ppt "IBAD – PINDAMONHANGABA/SP Jesus, o Deus que se fez homem e habitou entre nós."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google