A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Relacionar-se com outras pessoas significa aproximar-se delas para trocar informações através de meios significativos e adequados; o elemento necessário.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Relacionar-se com outras pessoas significa aproximar-se delas para trocar informações através de meios significativos e adequados; o elemento necessário."— Transcrição da apresentação:

1

2 Relacionar-se com outras pessoas significa aproximar-se delas para trocar informações através de meios significativos e adequados; o elemento necessário para isso é a destreza interpessoal. (WEISINGER, 2001) Relacionar-se com outras pessoas significa aproximar-se delas para trocar informações através de meios significativos e adequados; o elemento necessário para isso é a destreza interpessoal. (WEISINGER, 2001)

3 Em cada profissão, na verdade, os dois tipos de competência que são interdependentes: na sua área de atuação e interpessoal São necessários, embora em proporções diferentes. Qual a proporção adequada para um desempenho superior? Em cada profissão, na verdade, os dois tipos de competência que são interdependentes: na sua área de atuação e interpessoal São necessários, embora em proporções diferentes. Qual a proporção adequada para um desempenho superior?

4 Se a competência técnica pode ser adquirida através de cursos, seminários, leituras e experiência ou prática, a competência interpessoal necessita treinamento especial.

5 Em que consiste a competência interpessoal? Competência interpessoal é a habilidade de lidar eficazmente com relações interpessoais, de lidar com outras pessoas de forma adequada às necessidades de cada uma e à exigência da situação.

6 1 – Percepção acurada da situação interpessoal: Se o indivíduo tem percepção mais acurada de si, então pode, também, ter percepção acurada da situação interpessoal, é o primeiro passo para poder agir de forma adequada e realística. 1 – Percepção acurada da situação interpessoal: Se o indivíduo tem percepção mais acurada de si, então pode, também, ter percepção acurada da situação interpessoal, é o primeiro passo para poder agir de forma adequada e realística.

7 2 - Habilidades para lidar com situações interpessoais: Flexibilidade perceptiva e comportamental (vários ângulos); Capacidade criativa para soluções ou propostas menos convencionais; Dar e receber feedback. 2 - Habilidades para lidar com situações interpessoais: Flexibilidade perceptiva e comportamental (vários ângulos); Capacidade criativa para soluções ou propostas menos convencionais; Dar e receber feedback.

8 3 – Relacionamento propriamente dito (soluções para os problemas): Conteúdo cognitivo; Dimensão emocional-afetiva. 3 – Relacionamento propriamente dito (soluções para os problemas): Conteúdo cognitivo; Dimensão emocional-afetiva.

9 Inteligência Interpessoal É a capacidade de compreender outras pessoas: o que as motiva, como trabalham, como trabalhar cooperativamente com elas. É a capacidade de compreender outras pessoas: o que as motiva, como trabalham, como trabalhar cooperativamente com elas.

10

11 O que é inteligência?

12 Mesmo o mais antigo dos registros sobre a história humana, descreve alguns personagens como "sábios" e outros como menos do que isso.

13 Algumas pessoas são melhores para tomar decisões do que outras. A partir das mesmas informações algumas pessoas conseguem avaliar uma situação e encontrar melhores soluções, mas criativas, mais eficazes! Algumas pessoas são melhores para tomar decisões do que outras. A partir das mesmas informações algumas pessoas conseguem avaliar uma situação e encontrar melhores soluções, mas criativas, mais eficazes!

14 Conceito de Inteligência Faculdade de conhecer, compreender e aprender. Percepção clara e fácil; habilidade em tirar partido das circunstâncias, engenhosidade e eficácia no exercício de uma atividade, sagacidade, perspicácia. (Dicionário Houaiss) Faculdade de conhecer, compreender e aprender. Percepção clara e fácil; habilidade em tirar partido das circunstâncias, engenhosidade e eficácia no exercício de uma atividade, sagacidade, perspicácia. (Dicionário Houaiss)

15 Por muito tempo, as emoções foram vistas como algo completamente separado da inteligência. Acreditava-se que as emoções distraíam as pessoas de focalizar calma e racionalmente (ou seja, de maneira "inteligente") a informação abstrata. Por muito tempo, as emoções foram vistas como algo completamente separado da inteligência. Acreditava-se que as emoções distraíam as pessoas de focalizar calma e racionalmente (ou seja, de maneira "inteligente") a informação abstrata.

16 Década de 1980 - começou a desenvolver-se um conceito diferente sobre as emoções: a idéia de que elas não interferiam necessariamente com o pensamento e o comportamento inteligente, mas poderiam de fato contribuir com a inteligência humana. Década de 1980 - começou a desenvolver-se um conceito diferente sobre as emoções: a idéia de que elas não interferiam necessariamente com o pensamento e o comportamento inteligente, mas poderiam de fato contribuir com a inteligência humana.

17 Nessa época surgiu uma idéia importante: As emoções são uma espécie de informação. Isso significa que as pessoas usam suas emoções - assim como os tipos de informação mais familiares - para fazer julgamentos sobre o mundo. Nessa época surgiu uma idéia importante: As emoções são uma espécie de informação. Isso significa que as pessoas usam suas emoções - assim como os tipos de informação mais familiares - para fazer julgamentos sobre o mundo.

18 Segundo esse ponto de vista, elas nos fornecem informações sobre valores. Segundo esse ponto de vista, elas nos fornecem informações sobre valores. São uma espécie de lembrete para saber se avaliamos algo no ambiente de uma forma positiva ou negativa. São uma espécie de lembrete para saber se avaliamos algo no ambiente de uma forma positiva ou negativa.

19 A emoção que você sente é uma informação útil sobre seu mundo, e, em vez de interferir com sua habilidade de reagir com inteligência, o ajuda nessa tarefa.

20 A emoção não é aleatória mas o resultado lógico de perceber corretamente uma ameaça no ambiente

21 Inteligência emocional é o uso inteligente das emoções - isto é, fazer intencionalmente com que suas emoções trabalhem a seu favor, usando-as como uma ajuda para ditar seu comportamento e seu raciocínio de maneira a aperfeiçoar seus resultados. (WEISINGER, 2001)

22 A inteligência emocional é usada tanto intrapessoalmente - para ajudar a si mesmo - quanto interpessoalmente - para ajudar outras pessoas.

23 IE NO TRABALHO: R esolver um problema complicado com um colega; Fechar um contrato com um cliente intratável; Criticar o chefe; Dedicar-se com entusiasmo a uma tarefa até completá-la; Outros desafios relacionados ao seu sucesso. IE NO TRABALHO: R esolver um problema complicado com um colega; Fechar um contrato com um cliente intratável; Criticar o chefe; Dedicar-se com entusiasmo a uma tarefa até completá-la; Outros desafios relacionados ao seu sucesso.

24 GOLEMAN (1995, pág. 59) cita a recomendação de Sócrates – “Conhece-te a ti mesmo” – é fundamental para a inteligência emocional: a consciência de nossos sentimentos no momento exato em que eles ocorrem. GOLEMAN (1995, pág. 59) cita a recomendação de Sócrates – “Conhece-te a ti mesmo” – é fundamental para a inteligência emocional: a consciência de nossos sentimentos no momento exato em que eles ocorrem.

25 As pessoas com competência intrapessoal são auto reflexivas, tem uma mente investigadora da própria experiência, no sentido de uma permanente atenção aos seus estados interiores.

26 Dificuldades no auto conhecimento Porque temos certos tipos de comportamentos ou porque reagimos de determinada maneira? Dificuldades no auto conhecimento Porque temos certos tipos de comportamentos ou porque reagimos de determinada maneira?

27 Para conhecermos as pessoas, estabelecemos um diálogo com elas. Para nos conhecermos é necessário que se estabeleça um diálogo interno. Como comunicar com os outros se não conseguimos estabelecer um diálogo conosco? Para conhecermos as pessoas, estabelecemos um diálogo com elas. Para nos conhecermos é necessário que se estabeleça um diálogo interno. Como comunicar com os outros se não conseguimos estabelecer um diálogo conosco?

28 Suas emoções podem lhe fornecer informações valiosas: - sobre você mesmo, - sobre outras pessoas e - sobre as diversas situações. Suas emoções podem lhe fornecer informações valiosas: - sobre você mesmo, - sobre outras pessoas e - sobre as diversas situações.

29 A partir do que conhecemos e "pensamos" que conhecemos de nós, desenvolvemos nossa auto-estima: o quanto de atitudes favoráveis uma pessoa tem em relação a si própria. A partir do que conhecemos e "pensamos" que conhecemos de nós, desenvolvemos nossa auto-estima: o quanto de atitudes favoráveis uma pessoa tem em relação a si própria.

30 Nossa inteligência emocional provém de quatro componentes que, quando alimentados pela experiência, lhe permitem desenvolver habilidades e aptidões específicas, que vão formar a base da sua inteligência emocional. (WEISINGER, 2001) Nossa inteligência emocional provém de quatro componentes que, quando alimentados pela experiência, lhe permitem desenvolver habilidades e aptidões específicas, que vão formar a base da sua inteligência emocional. (WEISINGER, 2001)

31 Ao contrário do seu DNA biológico, porém, os componentes da nossa inteligência emocional podem ser desenvolvidos para nos dar condições de expandi-la significativamente.

32 Cada um desses componentes representa certas aptidões que, reunidas, dão origem à nossa inteligência emocional; cada nível subseqüente incorpora as aptidões dos níveis anteriores, sendo construídos, assim, de forma hierárquica.

33 Esses quatro componentes são: 1.A capacidade de perceber, avaliar e expressar corretamente uma emoção; 2. A capacidade de gerar ou ter acesso a sentimentos quando eles puderem facilitar sua compreensão de si mesmo ou de outrem; 1.A capacidade de perceber, avaliar e expressar corretamente uma emoção; 2. A capacidade de gerar ou ter acesso a sentimentos quando eles puderem facilitar sua compreensão de si mesmo ou de outrem;

34 Esses quatro componentes são: 3. A capacidade de compreender as emoções e o conhecimento derivado delas; 4. A capacidade de controlar as próprias emoções para promover o crescimento emocional e intelectual. 3. A capacidade de compreender as emoções e o conhecimento derivado delas; 4. A capacidade de controlar as próprias emoções para promover o crescimento emocional e intelectual.

35 A inteligência emocional pode ser nutrida, desenvolvida e ampliada - não se trata de uma característica impossível de adquirir. A inteligência emocional pode ser nutrida, desenvolvida e ampliada - não se trata de uma característica impossível de adquirir.

36 Para expandir sua inteligência emocional é preciso aprender e praticar as técnicas e aptidões que a compõem: - a autoconsciência, - o controle emocional e - a motivação. Para expandir sua inteligência emocional é preciso aprender e praticar as técnicas e aptidões que a compõem: - a autoconsciência, - o controle emocional e - a motivação.

37 Avaliações; Sentidos; Sentimentos; Intenções; Atos. Avaliações; Sentidos; Sentimentos; Intenções; Atos. Para expandir a autoconsciência:

38 Sistema emocional: Pensamentos; Alterações fisiológicas; Atitudes.

39 MOTIVAÇÃO Você mesmo (pensamentos, atitudes, conceitos); Amigos, parentes e colegas solidários (Time de ouro); Mentor emocional; Seu ambiente (ar, iluminação, sons, lembretes motivadores).


Carregar ppt "Relacionar-se com outras pessoas significa aproximar-se delas para trocar informações através de meios significativos e adequados; o elemento necessário."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google