A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ii - Erosão Fluvial Facilitada pela desproteção da calha e pelo aumento do ES; Ocorrência no ano: TC; Tipos de processos erosivos da calha: corrosão, corrasão,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ii - Erosão Fluvial Facilitada pela desproteção da calha e pelo aumento do ES; Ocorrência no ano: TC; Tipos de processos erosivos da calha: corrosão, corrasão,"— Transcrição da apresentação:

1 ii - Erosão Fluvial Facilitada pela desproteção da calha e pelo aumento do ES; Ocorrência no ano: TC; Tipos de processos erosivos da calha: corrosão, corrasão, abrasão. Corrosão Ocorre por processo químico; Conseqüência da reação entre a água (água + partícula dissolvida) e as superfícies de contato da calha; Se relacionam aos sedimentos dissolvidos; Ex.: A água poluída (esgotos) facilita o processo da corrasão.

2 Corrasão Erosão mecânica; Desgaste por atrito (impacto) dos esc. (água + sedimento) na calha, com diminuição da rugosidade do leito e margens, enfraquecendo a rugosidade da calha; Se relacionam a carga transportadora no leito e em suspensão (material de fundo e sólidos suspensos – erosão nas margens); Ex.: Corte do regime de sedimentos a jusante de barramentos, pois a água fica com mais energia. Abrasão Polimento das superfícies em contato com o escoamento (para rochas).

3 iii - Formações sedimentares de calha Tipos de formações sedimentares de calha: Planícies de Inundação, Deltas, Cone de Dejeção, Baixios e Barras. A) Planícies de Inundação: Localização: trecho inferior da calha fluvial da bacia conhecidas por várzeas; Origem: inundação periódica do ES em TC para o leito maior da calha fluvial. É a faixa composta por sedimentos aluviais que periodicamente é inundada pelo esc. do rio em TC; Critérios para caracterização da planície de inundação: geológico, área do vale fluvial com materiais depositados pelas cheias.

4 FIGURA 44: Características das Planícies de Inundação

5 formações geológicas: configurações topográficas com forma de relevo e depósitos sedimentares relacionados ao escoamento superficial. Características: – Margem plena (leito menor): o escoamento se dá pelo interior do canal (f=95%); – Leito maior: espraiamento da água mais sedimentos para fora do leito menor, com tendência a deposição; – Áreas planas (vales): com pouca drenagem e propensa a sedimentação.

6 Formas de relevo desenvolvidas por sedimentos fora do canal: – Depósitos de diques marginais: saliências alongadas compostas por sedimentos depositados (areia fina e média) gradativamente na direção longitudinal ao rio, com pequena largura e altura, que ocorre quando o esc. ultrapassa as margens, devido à redução da velocidade na área plana.

7 Características granulométricas dos Diques Marginais: na parte superior dos diques argila e silte com > ø, na parte inferior areia fina e média. B) Deltas: Ocorrência: brechas fluviais ocorridas na foz de: lagos (rio - lago), entre rios e oceanos (estuário), pelo efeito da redução de i do talvegue (declividade - %) e dos sedimentos maiores, favorecendo aparecimento de brechas (< resistência do escoamento). Características: a distribuição dos deltas na desembocadura depende da carga de sedimentos, da vazão continental e das ondas/marés (estuários).

8

9

10 FIGURA 45: Características da Formação Sedimentar Delta

11 Deltas: deslocamento do curso d’água em tributários sucessivos; progride em direção ao mar a partir de brechas. A capacidade de transporte de sedimentos com diâmetro maior diminui e a declividade do talvegue também diminui. A vazão Q total é dividida pelos tributários.

12 Pontos de desvio: no interior, no trecho de menor declividade (onde a declividade diminui). Um delta ativo pode ser tamponado pelos sedimentos da maré e a brecha é aberta em outro trecho do delta. Na formação sedimentar delta vai aparecer as barras, que são formações arenosas trazidas pelo mar pela ação das ondas e marés. Se localizam ao final dos Deltas, e facilitam o tamponamento destes.

13 Fatores que influenciam nas características dos deltas (atuam em conjunto ao longo do tempo): – Fonte de sedimentos; – Clima (vento, chuva)(dunas podem influenciar, chuva aumenta vazão e ES); – Estabilidade tectônica da bacia; – Declividade do rio; – Regime fluvial (vazão que chega, com vazões baixas não acontece delta); – Processo erosivo (brecha) e deposição; – Suas intensidades na planície deltaica; – Amplitude de maré e altura das ondas; – Corte do regime dos sedimentos fluviais (por exemplo: barragem)

14 FIGURA 46: Características do Delta


Carregar ppt "Ii - Erosão Fluvial Facilitada pela desproteção da calha e pelo aumento do ES; Ocorrência no ano: TC; Tipos de processos erosivos da calha: corrosão, corrasão,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google