A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Meu nome é Nick Vujicic e dou graças à VIDA porque meu testemunho tem tocado milhões de corações ao redor do mundo. Nasci sem extremidades e os médicos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Meu nome é Nick Vujicic e dou graças à VIDA porque meu testemunho tem tocado milhões de corações ao redor do mundo. Nasci sem extremidades e os médicos."— Transcrição da apresentação:

1 Meu nome é Nick Vujicic e dou graças à VIDA porque meu testemunho tem tocado milhões de corações ao redor do mundo. Nasci sem extremidades e os médicos não encontram explicação científica para este "defeito" de nascimento. Como você pode imaginar, tenho encarado muitos obstáculos. "Com alegria, enfrente todos os problemas que tenha que enfrentar."

2 Nasci na manhã do dia 4 de dezembro de 1982, em Melbourne – Austrália. Meus pais não foram preparados para me receber. Os médicos estavam atônitos e não tinham respostas para nada. Não existe explicação médica para o que me aconteceu. Tenho um irmão e uma irmã que nasceram perfeitos, como qualquer bebê.

3 Todos se perguntavam: -Por que? Meu pai pensou que eu nem sobreviveria muito tempo, mas os exames revelaram que eu era um bebê muito saudável, a exceção da falta de extremidades.

4 Obviamente meus pais estavam consternados e tinham muito medo do tipo de vida que eu teria que enfrentar. A lei na Austrália não permitia que eu me integrasse à uma escola comum, devido à minha incapacidade física. Deus, milagrosamente, deu à minha mãe força necessária para lutar para que essa lei fosse mudada. Fui um dos primeiros estudantes incapacitados que foi integrado às escolas comuns.

5 Eu gostava de ir à escola e tentava viver como todos os outros, mas em meus primeiros anos de escola tive que enfrentar momentos de rejeito pela minha diferença física. Era muito difícil lidar com isso mas, com a ajuda dos meus pais, comecei a desenvolver aptidões e valores que me ajudaram a superar essa época. Sabia que eu era diferente por fora mas, no meu interior, era exatamente igual aos outros. Houve muitas ocasiões em que me sentia inferiorizado e não queria ir à escola, para não ter que enfrentar aquela atenção negativa. Meus pais me deram força necessária para ignorar os que me maltratavam. Eu fui fazendo amigos simplesmente conversando com meus coleguinhas. Logo os estudantes entenderam que eu era como eles e Deus me abençoou com novos amigos.

6 Houve momentos em que caía em depressão e ficava com raiva porque não podia fazer nada para mudar meu físico. Pensava que, de todas as crianças da escola, eu era o único assim e cheguei até pensar em terminar com minha vida. Dou graças a Deus pelos meus pais e minha família que sempre estiveram aí pra me consolar e me dar forças.

7 Para compensar meus problemas emocionais de auto-estima e solidão, Deus me premiou com a emoção de compartilhar minha história e experiência para ajudar aos outros a enfrentar a deficiência física em suas vidas. Minha meta de vida é levar minha força, ensinar a converter a tristeza em bênção, fortalecer-se, inspirar-se, utilizar seu potencial ao máximo, ter esperança sempre e não permitir que alguém o impeça de seguir seu caminho até realizar seus sonhos.

8

9 Agora tenho 21 anos e terminei meus estudos de Comércio, Planificação Financeira e Contabilidade. Sou conferencista corporativo e motivacional e amo viajar para compartilhar minha história e testemunho em conferências para animar e fortalecer estudantes sobre tópicos que afetam os jovens de hoje.

10

11 Apaixona-me chegar aos jovens. Tenho muitos sonhos e metas por atingir na minha vida. Eu quero ser o melhor mensageiro do amor e da esperança. Eu quero ser independente, financeiramente, aos 25 anos, me dedicando a invensões, quero modificar um carro e poder manejá-lo e ser entrevistado no "Oprah Winfrey Show" para contar minha história. Quero escrever muitos best-sellers, é um dos meus sonhos e espero terminar o primeiro no final deste ano, com o título: "No Arms, No Legs, No Worries!" (Sem braços, sem pernas, sem preocupações).

12 Acredito que se você toma a decisão e tem a paixão para fazer algo, conseguirá fazê- lo no tempo certo. Como humanos, continuamente nos impomos limites sem nenhuma razão! O pior de tudo é nos impor limites. O melhor de tudo é quando queremos fazer algo e conseguimos. Sabe quantas coisas somos capazes de fazer?

13

14

15 E A GENTE AINDA SE QUEIXA DA VIDA, HEIN?


Carregar ppt "Meu nome é Nick Vujicic e dou graças à VIDA porque meu testemunho tem tocado milhões de corações ao redor do mundo. Nasci sem extremidades e os médicos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google