A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Profº André Maia INTRODUÇÃO À EDUCAÇÃO SUPERIOR (IES) 1ª SÉRIE DE ENFERMAGEM 2012.2 – NOITE Aula - 05.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Profº André Maia INTRODUÇÃO À EDUCAÇÃO SUPERIOR (IES) 1ª SÉRIE DE ENFERMAGEM 2012.2 – NOITE Aula - 05."— Transcrição da apresentação:

1 Profº André Maia INTRODUÇÃO À EDUCAÇÃO SUPERIOR (IES) 1ª SÉRIE DE ENFERMAGEM 2012.2 – NOITE Aula - 05

2 Profº André Maia Avaliação do desempenho da graduação a) Os conteúdos programáticos previstos pelas Diretrizes Curriculares estabelecidas pela Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (Conaes) para cada curso. b) Ao desenvolvimento de competências e habilidades necessárias ao aprofundamento da formação geral e profissional; c) Ao nível de atualização dos estudantes com referência à realidade brasileira e mundial.

3 Profº André Maia Instrumentos Básicos  A prova: São 10 questões de conhecimentos Gerais + 30 de conhecimentos Específicos, totalizando 40 questões.  Questionário de impressões dos estudantes sobre a prova.  Questionário Socioeconômico.  Questionário do Coordenador do Curso.

4 Profº André Maia Se ligue! O Enade é componente curricular obrigatório dos cursos de graduação e a sua regularidade junto ao Ministério de Educação é condição prévia a conclusão de curso de graduação, colação de grau, expedição e registro do respectivo diploma.

5 Profº André Maia Provas passadas Em 2010, conforme portaria nº 5/2010, o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes foi realizado no dia 21 de novembro, onde foi avaliado os estudantes dos cursos que conferem diploma de bacharel das áreas de: Agronomia, Biomedicina, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Medicina, Medicina Veterinária, Nutrição, Odontologia, Serviço Social, Terapia Ocupacional e Zootecnia.

6 Profº André Maia Algumas Questões

7 Profº André Maia Algumas Questões

8 Profº André Maia Algumas Questões

9 Profº André Maia PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM DO TRABALHO OBJETIVOS Habilitar o Profissional Enfermeiro para as ações de promoção, proteção e recuperação da saúde, atendendo aos princípios da legislação vigente, inserindo conhecimentos de higiene e segurança no Trabalho, tornando- o apto a se inserir na equipe de segurança do trabalhador.

10 Profº André Maia ESTRUTURA CURRICULAR Seminário de Integração Doenças Ocupacionais Ações Básicas na Enfermagem do trabalho Origem e Evolução do Trabalho Contexto Atual da Saúde Pública na Saúde do Trabalhador Metodologia Científica I Fisiologia do Trabalho

11 Profº André Maia Abordagem da Assistência de Enfermagem ao Trabalhador Epidemia Ocupacional Toxicologia Ocupacional Ergonomia do Contexto Empresarial Trabalhador: Reabilitação no Ambiente de Trabalho Ponto Atendimento na Empresa

12 Profº André Maia Registros da Saúde do Trabalhador Psicologia do Trabalho Legislação Trabalhista e Previdenciária Administração e Planejamento em Serviços de Saúde do Trabalhador Metodologia Científica II Seminário de Monografia Seminário de Enfermagem do Trabalho

13 Profº André Maia Duração CARGA HORÁRIA 360 horas, não incluída a carga horária reservada ao desenvolvimento do trabalho de conclusão de curso. As aulas serão ministradas aos sábados, quinzenalmente, no horário das 8h às 17h. DURAÇÃO PREVISTA 17 meses de aulas teóricas e 3 meses de orientação do artigo científico.

14 Profº André Maia Quanto tempo em média é a duração de uma pós-graduação? O tempo mínimo para conclusão de uma especialização é de 360h. No caso de mestrado e doutorado, determina- se que durem pelo menos um e dois anos, respectivamente. Entretanto, o que se observa é que os mestrados costumam durar ao menos dois anos, e o doutorado, quatro.

15 Profº André Maia História do Ensino Superior "O real significado do termo "Ensino Superior" vai muito além do de ensino de terceiro grau, como ficou popularizado principalmente após as reformas das décadas de 60 e 70. O saber superior deve ser adquirido mediante o uso de codificações, sistemas, modelos e símbolos da semântica científica e, por isso, foge à praticidade do dia-a-dia e se reserva aos que disponham de condições especiais para abordá-lo. Por isso, como muitos querem, não pode ser democraticamente acessível a todos. É um ensino, por natureza, elitista, para uma minoria capacitada intelectual e culturalmente e não no sentido trivial de pessoas sócio- economicamente bem postas na comunidade."


Carregar ppt "Profº André Maia INTRODUÇÃO À EDUCAÇÃO SUPERIOR (IES) 1ª SÉRIE DE ENFERMAGEM 2012.2 – NOITE Aula - 05."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google