A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DIREITOS DE APRENDIZAGEM – CIÊNCIAS E ARTE OBJETIVOS: Discutir os textos e os Direitos de Aprendizagem de Ciências e Arte. MATERIAIS: Unidades 5 - Direitos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DIREITOS DE APRENDIZAGEM – CIÊNCIAS E ARTE OBJETIVOS: Discutir os textos e os Direitos de Aprendizagem de Ciências e Arte. MATERIAIS: Unidades 5 - Direitos."— Transcrição da apresentação:

1 DIREITOS DE APRENDIZAGEM – CIÊNCIAS E ARTE OBJETIVOS: Discutir os textos e os Direitos de Aprendizagem de Ciências e Arte. MATERIAIS: Unidades 5 - Direitos de Aprendizagem de Ciências. Unidade 7 - Direitos de Aprendizagem de Arte. 1º Momento: Dividir a turma em dois grupos: Grupo 1 – Texto e Direitos de Aprendizagem - Arte Grupo 2 – Texto e Direitos de Aprendizagem - Ciências Os grupos 1 e 2 deverão ler os textos e os quadros de Direitos de Aprendizagem de Ciências e Arte. 2º Momento: Cada grupo deverá se organizar e responder as questões propostas para seu grupo. GRUPO 1 as questões relacionadas ao texto de Arte. GRUPO 2 as questões relacionadas ao texto de Ciências.

2 Grupo 1 - ARTE 1) Em que contexto histórico se deu a obrigatoriedade do ensino de arte na Educação Básica? 2) Qual o objetivo do ensino da Arte? 3) Quais as tendências, concepções e/ou princípios do ensino de Arte? 4) No texto como são abordadas as aprendizagens específicas das linguagens da dança, do teatro, das artes visuais e da música? Grupo 2 - Ciências 1)Quais condições a escola deverá oferecer para efetivar o estudo de Ciências? 2) Quais são os Eixos do componente curricular Ciências e a que se referem? 3º Momento: Apresentação das conclusões dos grupos com a mediação do formador que apresentará as perguntas de Arte e Ciências, para serem respondidas pelos grupos e socializadas com o coletivo.

3 Apresentação das conclusões dos Direitos de Aprendizagem de Arte

4 Em que contexto histórico se deu a obrigatoriedade do ensino de arte na Educação Básica?

5 Promulgada a constituição(1988) inicia-se a discussão pela sobre a nova LDB. Em três versões da LDB foi retirada a obrigatoriedade do ensino da Arte. Os arte-educadores se organizaram em associações, protestaram e lutaram convictos da importância da arte para a formação do aluno A obrigatoriedade do ensino da arte foi conquistada com a promulgação da nova LDB 9.394/96, em 20/12/1996.

6 Qual o objetivo do ensino da Arte?

7 Reforçar e valorizar a herança cultural, artística e estética dos alunos, além de ampliar seus olhares e escutas sensíveis, e formas expressivas através de experiências estéticas e poéticas com base nas realidades que eles conhecem ou possam vir a conhecer.

8 Atualmente, quais são as tendências, concepções e/ou princípios do ensino de Arte?

9 Uma visão de Arte como conhecimento, baseado na interculturalidade, na interdisciplinaridade e na aprendizagem dos conhecimentos artísticos,a ideia que arte se ensina e se aprende.

10 Epistemologia significa ciência, conhecimento, é o estudo científico que trata dos problemas relacionados com a crença e o conhecimento, sua natureza e limitações.

11 No texto como são abordadas as aprendizagens espec í ficas das linguagens da dan ç a, do teatro, das artes visuais e da m ú sica?

12 As aprendizagens específicas da dança, teatro, artes visuais e música dependem, cada uma delas, de epistemologia própria. Elas apresentam objetos diferenciados de conhecimento com sua natureza e limitação específica. O texto indica a necessidade de garantir além das necessidades específicas das várias linguagens (dança, teatro, artes visuais e música), a aprendizagem da Arte e da cultura da África, dos afrodescendentes e dos indígenas(Leis de nº /2003 e /2008).

13 O quadro “Direitos gerais de aprendizagem:Arte, aponta um caminho possível para a elaboração do currículo e a práxis pedagógica em arte.

14 Direitos gerais de aprendizagem: Arte Ano 1Ano 2Ano 3 Compreender a arte como um conhecimento produzido socialmente, em diferentes contextos históricos e culturais da humanidade. I/AAC Reconhecer a importância social da arte na sociedade e na vida dos indivíduos.I/AAC Vivenciar experiências educativas nas linguagens da dança, teatro, artes visuais e música.I/A/CA/CC Vivenciar processos educativos de diálogo interdisciplinar da arte com diferentes áreas de conhecimento e de diálogo interterritorial das diferentes linguagens artísticas, inclusive com as novas tecnologias. I/A/CA/CC Conhecer a vida e obra de diferentes artistas das linguagens da dança, teatro, artes visuais e música, da comunidade local da região, como, também, com artistas de expressão nacional e internacional, das mais diferentes partes do mundo; de diferentes épocas, estilos, gêneros, e etnias. I/AA/CC Conviver e acessar fontes vivas de produção da arte. I/A/CA/CC Identificar no cotidiano a produção e produtores artísticos de circulação social em diferentes ambientes. I/A/CA/CC Ler, apreciar e analisar criticamente diferentes objetos artísticos e manifestações da arte na sociedade. I/A/CA/CC Conhecer e reconhecer os elementos que constituem as linguagens artísticas a partir da leitura e análise de objetos artísticos. I/A/CA/CC Conhecer, participar e visitar diferentes dispositi-vos e equipamentos culturais de circulação da arte e do conhecimento artístico, tais como: tea-tros, museus, galerias, feiras, ruas, festivais, livra-rias, bibliotecas, centros históricos e culturais. I/A/CA/CC Fazer arte na perspectiva da criação artística como pesquisa e investigação.I/A/CA/CC Conhecer, vivenciar e interagir com materiais, tecnologias, técnicas, instrumentos e procedimentos variados em artes, experimentando-os de modo a utilizá-lo nos trabalhos pessoais e coletivos de criação artística. I/A/CA/CC Pesquisar e organizar os diferentes conhecimentos artísticos, a partir de fontes variadas de informações. I/A/CA/CC Respeitar, conviver, valorizar e dialogar com as diferentes produções artísticas de circulação social. I/A/CA/CC Legenda: I Introduzir - A Aprofundar - C Consolidar

15 Apresentação das conclusões dos Direitos de Aprendizagem de Ciências

16 Quais condições a escola deverá oferecer para efetivar o estudo de Ciências?

17 Considerando o que está estabelecido na Lei 9.394/96 Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, nos artigos 16 e 32 Unidade1 página 35 - Unidade2 página 34 e Unidade3 página 34

18 que permitam a elaboração de compreensões sobre o mundo condizentes com as perspectivas atuais da comunidade científica, de entendimento de que as compreensões sobre o mundo são produções humanas, criadas e influenciadas por um contexto histórico, de se fazer uso das compreensões sobre o mundo para estabelecer a relação entre os conhecimentos que se produzem sobre este mundo e as aplicações e produtos que tais conhecimentos possibilitam gerar, quanto dos efeitos de ambos, compreensões e produtos, para a vida social e política dos cidadãos. A ESCOLA DEVE OFERECER CONDIÇÕES:

19 Estas três condições que a escola deve oferecer favorecem a garantia dos direitos de aprendizagem que estão diretamente relacionados a eixos estruturantes, norteadores específicos da ação pedagógica relativa ao componente curricular Ciências.

20 Quais são os eixos do componente Curricular Ciências e a que se referem? Eixos de Ensino das Ciências Naturais Ano 1 Ano 2 Ano 3 Compreensão conceitual e procedimental da ciência. II/AI/A/C Compreensão sociocultural, política e econômica dos processos e produtos da ciência. II/AI/A/C Compreensão das relações entre ciência, sociedade, tecnologia e meio ambiente. II/AI/A/C

21 Eixo 1 - Compreensão conceitual e procedimental da ciência Refere-se à obrigatoriedade da escola proporcionar aos estudantes entendimento de conhecimentos científicos básicos e mostrar como tais conhecimentos foram construídos. Portanto, envolve tanto a compreensão de conceitos quanto a compreensão das diversas maneiras como tais conceitos foram produzidos.

22 Eixo 2 - Compreensão sociocultural, política e econômica dos processos e produtos da ciência Remete-se, assim, ao trabalho a ser desenvolvido em sala de aula, para práticas que possibilitem o reconhecimento da ciência como atividade humana. Visa a construção da ideia de que o conhecimento científico é feito por pessoas que organizam ideias e desenvolvem técnicas a serem utilizadas na busca de elementos para construção do entendimento acerca do que estudam.

23 Eixo 3 - Compreensão das relações entre ciência, sociedade, tecnologia e meio ambiente Diz respeito à utilização do conhecimento científico e aos desencadeamentos que o uso deste traz.

24 Direitos gerais de aprendizagem em Ciências NaturaisAno 1Ano 2Ano 3 Elaborar compreensões sobre o mundo condizentes com perspectivas atuais da comunidade científica. II/AI/A/C Entender que as compreensões sobre o mundo são produções humanas, criadas e influenciadas por seus contextos históricos. II/AI/A/C Fazer uso da compreensão sobre o mundo para esta estabelecer a relação entre o conhecimento que se produz sobre este mundo e as aplicações e produtos que tal conhecimento possibilita gerar, quanto dos efeitos de ambos compreensão e produtos, para a vida social e política dos cidadãos. II/AI/A/C Legenda: I Introduzir - A Aprofundar - C Consolidar

25 Eixos de Ensino das Ciências NaturaisAno 1Ano 2Ano 3 Compreensão conceitual e procedimental da ciência. II/AI/A/C Compreensão sociocultural, política e econômica dos processos e produtos da ciência. II/AI/A/C Compreensão das relações entre ciência, sociedade, tecnologia e meio ambiente. II/AI/A/C Direitos Específicos da aprendizagem em Ciências Naturais Ano 1Ano 2Ano 3 Aprender como a ciência constrói conhecimento sobre os fenômenos naturais. II/AI/A/C Entender conceitos básicos das ciências.II/AI/A/C Ler e escrever textos em que o vocabulário da ciência é usado. II/AI/A/C Legenda: I Introduzir - A Aprofundar - C Consolidar


Carregar ppt "DIREITOS DE APRENDIZAGEM – CIÊNCIAS E ARTE OBJETIVOS: Discutir os textos e os Direitos de Aprendizagem de Ciências e Arte. MATERIAIS: Unidades 5 - Direitos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google