A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Terapia hormonal Indicações e Contra-indicações. Terapia hormonal Benefícios Sintomatologia –Ondas de calor –Sudorese –Dores articulares –Depressão –Instabilidade.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Terapia hormonal Indicações e Contra-indicações. Terapia hormonal Benefícios Sintomatologia –Ondas de calor –Sudorese –Dores articulares –Depressão –Instabilidade."— Transcrição da apresentação:

1 Terapia hormonal Indicações e Contra-indicações

2 Terapia hormonal Benefícios Sintomatologia –Ondas de calor –Sudorese –Dores articulares –Depressão –Instabilidade emocional –Desempenho intelectual

3 Terapia hormonal Benefícios Pele e anexos Mucosas Câncer de cólon e reto Osteoporose Aparelho genital e urinário

4 MUDANÇAS CLIMATÉRIO GENETICAMENTE DETERMINADA PRODUTO VULNERABILIDADE INDIVIDUAL REPERCUSSÕES SOBRE A PELE FORÇAS EXTERNAS E SISTÊMICAS

5 CORRELAÇÃO ENTRE OS ANOS DE MENOPAUSA E O CONTEÚDO DE COLÁGENO NA PELE Brincat et al., 1983 COLÁGENO DECLINA 2,1%/ANO PÓS-MENOPAUSA NÃO RELACIONADO A IDADE CRONOLÓGICA MELHORA COM REPOSIÇÃO ESTROGÊNICA BAIXO CONTEÚDO DE COLÁGENO ESTROGÊNIOS TERAPÊUTICA PROFILAXIA ALTO CONTEÚDO DE COLÁGENO ESTROGÊNIOSPROFILAXIA

6 CAMADA BASAL DA EPIDERME AUMENTO NA ATIVIDADE MITÓTICA FIBROBLASTOS AUMENTO VASCULARIZAÇÃO AUMENTO CONTEÚDO ÁGUA DA DERME Estrogênios e pele

7 VAGINA DIMINUIÇÃO ESTROGÊNIO BACILOS DÖDERLEIN PERDA RUGOSIDADE SECURA FLORA INESPECÍFICA pH ALCALINO

8 EROSÕES VAGINA INFECÇÕES DIMINUIÇÃO ESTROGÊNIOS ADERÊNCIAS DISPAREUNIA/SANGRAMENTO CORRIMENTO/PRURIDO

9 MUCOSA APARELHO URINÁRIO ESTÁTICA VESICAL DIMINUIÇÃO ESTROGÊNIOS ALTERAÇÕES TRÓFICAS IRRITABILIDADE VESICAL/DISÚRIA/RESÍDUO URINÁRIO/CISTITES

10 SÍNDROME URETRAL APARELHO URINÁRIO INCONTINÊNCIA URINÁRIA MODIFICAÇÕES TRÓFICAS DIFICULDADE ESVAZIAMENTO VESICAL

11 ESTROGÊNIOS AÇÃO DIRETAS RECEPTORES E NO OSSO OSTEOCLASTOS INDIRETAS CALCITONINA FATORES INTRÍNSICOS HIDROXILASE RENAL REABSORÇÃO CÁLCIO ATIVAÇÃO VITAMINA D OSSOS OSTEOBLASTOS

12 OSTEOPOROSE TRATAMENTO TERAPIA HORMONAL PROGESTÓGENOS ESTROGÊNIOSASSOCIAÇÕES ANDROGÊNIOS

13 OSTEOPOROSE PROFILAXIA EXERCÍCIOS FÍSICOS EXPOSIÇÃO SOL TERAPIA HORMONAL PROGESTÓGENOS ESTROGÊNIOS

14 PROGESTÓGENOS C-21 OSTEOBLASTOS RECEPTORES DE PROGESTERONA NO OSSO ESTIMULA A FORMAÇÃO INIBE A REABSORÇÃO ATUAÇÃO COMPETITIVA COM OS GLICOCORTICÓIDES OSSO

15 Macrófagos contendo Lipídeos no seu interior Íntima Agregação plaquetária Sobre lesão endotelial Migração de células musculares da camada média para a íntima Agregação plaquetária e possível Formação de trombos Fissuras no revestimento Fibroso da placa ATEROGÊNESE

16 EFEITO DOS ESTROGÊNIOS NOS VASOS SANGÜÍNEOS

17 Esquemas adequados TERAPIA HORMONAL Riscos Seleção adequada Vias de administração Tipos hormônios Idade

18 A VIA ORAL É PREFERÍVEL PARA MULHERES HIPERCOLESTEROLÊMICAS. TERAPIA HORMONAL VIA ORAL

19 FUMANTE TRIGLICÉRIDES HEPATOPATA DIABÉTICA VIA TRANSDÉRMICA TERAPIA HORMONAL HIPERTENSA OBESA

20 DIABÉTICAS/OBESAS DIABÉTICAS/OBESAS ESTROGÊNIOS VIA ORAL FÍGADO FÍGADO Ig F 1 Ig F 1 FEEDBACK NEGATIVO FEEDBACK NEGATIVO HORMÔNIO CRESCIMENTO HORMÔNIO CRESCIMENTOHIPERGLICEMIANTE TERAPIA HORMONAL

21 RISCO RELATIVO/POPULAÇÃO ABAIXO 1,0PROTEÇÃO ATÉ 1,6FRACO 2,5MODERADO > 2,6FORTE

22 LESÕES HIPERPLÁSICAS DO ENDOMÉTRIO ESTROGÊNIO ISOLADO E CÍCLICO 18 A 32% ESTROGÊNIO - PROGESTÓGENO 7 DIAS/MÊS 3 - 4% ESTROGÊNIO - PROGESTÓGENO DIAS/MÊS 2 -0% Whitehead e col., 1982

23 ANOS CÂNCER DE ENDOMÉTRIO ESTROGÊNIOS USUÁRIAS NÃO USUÁRIAS xs RR RR 1/100 MULHERES/ANO RR 1/1000 MULHERES/ANO Henderson, 1989 ESTROGÊNIOS SEM OPOSIÇÃO RR 4,0 COM OPOSIÇÃO RR 1,4 Beresford, et. al., 1997

24 RISCO RELATIVO DE CÂNCER DE MAMA ASSOCIADO COMO USO DE DIFERENTES REGIMES DE TRATAMENTO INTERVALO DE CONFIANÇA DE 95% DE ACORDO COM A DURAÇÃO DO USO Bergkvist et al., 1989 Regime*Meses de tratamento com estrógenos risco relativo < Somente estrógenos Estrógeno + Progestógeno

25 Prevenção secundária- Estudo HERS Objetivo: determinar se o uso 0,625 mg de ECE e 2,5 mg de AMP poderiam reduzir doença cardiovascular mesmo em mulheres com doença coronariana preexistente. ESTROGÊNIOS E PROTEÇÃO CARDIOVASCULAR

26 W.H.I. (Women´s Health Initiative) ANOS 40 CENTROS CLÍNICOS DOS USA ESTROGÊNIOS EQÜINOS CONJUGADOS 0,625 mg/dia ACETATO DE MEDROXIPROGESTERONA 2,5mg/dia n = 8506 MULHERES PLACEBO n = 8102 MULHERES + JAMA, 2002

27 DROGA ATIVAPLACEBO IDADE (anos) (33,4%)2683 (33,1%) (45,3%)3657 (45,2%) (21,3%)1762 (21,7%) COR BRANCA7140 (83,9%)6805 (84%) OUTRA1366 (16,1%)1297 (16%) W.H.I.

28 DROGA ATIVAPLACEBO FUMANTES NUNCA 4178 (49,6%)3999 (50,0%) PASSADO 3362 (39,9%)3157 (39,5%) ATUAL 880 (10,5%) 838 (10,5%) W.H.I.

29 DROGA ATIVAPLACEBO TRATAMENTO P/ DIABETES374 (4,4%) 360 (4,4%) TRATAMENTO P/ HIPERTENSÃO OU 3039 (35,7%) 2949 (36,4%) PA > 140/90 mmHg COLESTEROL ELEVADO NECESSITANDO MEDICAÇÃO 944 (12,5%) 962 (12,9%) W.H.I.

30 DROGA ATIVAPLACEBO ÍNDICE DE MASSA CORPÓREA < (30,4%)2479 (30,8%) (35,3%)2834 (35,2%) > (34,2%)2737 (34,0%) W.H.I.

31 DROGA ATIVAPLACEBO HISTÓRIA DE INFARTO DO MIOCÁRDIO 139 (1,6%) 157 (1,9%) HISTÓRIA DE ANGINA238 (2,8%) 234 (2,9%) HISTÓRIA DE DERRAME 61 (0,7%) 77 (1,0%) ANTECEDENTE DE DOENÇA TROMBOEMBÓLICA 79 (0,9%) 62 (0,8%) W.H.I.

32 W.H.I. DROGA ATIVAPLACEBO n = 8506 n = 8102 RISCO PARA CÂNCER DE MAMA1286(16%)1175 (15,3%) CÂNCER MAMA INVASIVO166 (0,38%)124 (0,30%) ENDOMETRIAL 22 (0,05%) 25 (0,06%) COLO RETAL 45 (0,10%) 67 (0,16%) RESULTADOS

33 W.H.I. DROGA ATIVAPLACEBO n = 8506n = 8102 DOENÇA CARDIOVASCULAR MORTE33 (0,07%) 26 (0,06%) NÃO FATAL133 (0,30%) 96 (0,23%) DERRAME CEREBRAL FATAL16 (0,04%)13 (0,03%) NÃO FATAL94 (0,21%)59 (0,14%) DOENÇA TROMBOEMBÓLICA VENOSA TROMBOSE VENOSA PROFUNDA 115 (0,26%) 52 (0,13%) EMBOLISMO PULMONAR 70 (0,16%)31 (0,08) RESULTADOS

34 W.H.I. DROGA ATIVAPLACEBO n = 8506n = 8102 FRATURAS QUADRIL44 (0,10%)62 (0,15%) VERTEBRAL41 (0,09%)60 (0,15%) OUTRAS579 (1,31%)701 (1,70%) RESULTADOS

35 Resumo dos principais achados do grupo tratado com estrogênio isolado WHI ResultadosEstrogêniosPlaceboÍndice de 6,8anosconjugados(n=5429)risco (n=5310) DCC177 (0,49)199(0,54)0,91 AVC158 (0,44)118 (0,32)1,39 Câncer mama 94 (0,26)124 (0,33)0,77 Fraturas quadril 38 (0,11)64 (0,17)0,61 Fraturas vertebrais 39 (0,11)64 (0,17)0,62 JAMA, 2004

36 CONTRA-INDICAÇÕES TERAPIA HORMONAL HEPATOPATIAS AGUDAS NA VIGÊNCIA DE FENÔMENOS TROMBOEMBÓLICOS

37 ESQUEMAS SEMPRE INDIVIDUALIZADOS TERAPIA HORMONAL

38 70-75 ANOS MEDICINA PREVENTIVA NA SAÚDE DA MULHER


Carregar ppt "Terapia hormonal Indicações e Contra-indicações. Terapia hormonal Benefícios Sintomatologia –Ondas de calor –Sudorese –Dores articulares –Depressão –Instabilidade."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google