A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A sociedade feudal ("O POPULAR", Goiânia, 23 abr 2005. Magazine)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A sociedade feudal ("O POPULAR", Goiânia, 23 abr 2005. Magazine)"— Transcrição da apresentação:

1

2 A sociedade feudal

3 ("O POPULAR", Goiânia, 23 abr Magazine)

4 A relação de suserania e vassalagem

5 (Relação entre Iguais - elementos fundamentais da cerimônia de homenagem: Desigualdade – Igualdade – Reciprocidade.) Suserano Vassalo Terra Fidelidade A relação de suserania e vassalagem

6 Aquele que jura fidelidade ao seu senhor deve ter sempre presente na memória estas seis palavras: incólume, seguro, honesto, útil, fácil e possível. (...) O senhor deve também retribuir da mesma maneira todas essas coisas ao seu fiel. (Delisle,L. Recueil dês historiens dês Gaules et dela France. Paris: s.n. 1874, v.X. p.463)

7 Um homem se pode fazer vassalo de outro segundo o antigo costume da Espanha, desta maneira, outorgando-se (tornando-se) vassalo daquele que o recebe e, beijando-lhe a mão por reconhecimento de senhorio e ainda há outra maneira de fazer homenagem que é mais grave porque por ela se torna um homem não somente vassalo de outro, mas fica obrigado a cumprir aquilo que promete por postura (...) (Afonso X, o Sabio. Las Siete Partidas. Madrid: Boletín Oficial del Estado, 1985.)

8 O feudo

9 Feudo é o benefício dado ao senhor a algum homem porque se tornou seu vassalo e lhe fez homenagem de ser-lhe leal, tomou este nome de fé que deve o vassalo guardar ao senhor. São duas as formas de feudo: uma é a outorga, uma vila, ou castelo, ou outra coisa que se constitua um bem de raiz e este feudo não pode ser tirado do vassalo (...) (Afonso X, o Sabio. Las Siete Partidas. Madrid: Boletín Oficial del Estado, 1985.)

10

11

12 A relação de servidão

13 "(...) os domínios [grandes propriedades] foram divididos em pequenas unidades, confiadas a granjeiros, chamados colonos, e o termo 'colonus', que outrora designava o agricultor, ou seja, o camponês proprietário, tendeu a se aplicar exclusivamente ao colono do grande proprietário." (Paul Petit, "A Paz Romana", 1969.)

14 (...) os colonos não têm liberdade para abandonar o campo ao qual estão atados por sua condição e seu nascimento. Se dele se afastam em busca de outra casa, devem ser devolvidos, acorrentados e castigados. (Valentiniano, em 371 d.C.)

15 PRINCIPAIS CARACTERÍTICAS DA RELAÇÃO SERVIL: terras para o cultivo e proteção em troca de impostos na forma de trabalho (Corvéia) e parte da produção (Talha) Nobreza Servo TERRAS E PROTEÇÃO TRIBUTOS Relação de Servidão

16 Os camponeses devem entregar ao vigário no tempo da colheita duas gavelas por cada quarto de terra. E as darão segundo a lei como é de costume (...) Devem entregar por cada quarto de terra o peso que um homem pode levar desde a casa do lavrador até a casa do vigário (...). (Charles de labbaye de Beaulieu em Limousin... Deloche, M. (Ed.). Paris, 1859)

17

18 O Teocentrismo

19

20

21 A musica medieval. Organum - Responsorium Petre, amas me – sec. XI Organum - Responsorium Petre, amas me – sec. XI Perotin - o maria virginei – sec. XIII

22 A sociedade dos fiéis forma um corpo só, mas o Estado compreende três. Porque a outra lei, a lei humana, distingue duas outras classes: com efeito, nobres e servos não são regidos pelo mesmo estatuto. (...) O resto dos nobres tem o privilégio de não suportar o constrangimento de nenhum poder, com a condição de se abster dos crimes reprimidos pela justiça real. São guerreiros, protetores das igrejas; são os defensores do povo, dos grandes como dos pequenos, enfim, de todos, e asseguram ao mesmo tempo a sua própria segurança. A outra classe é a dos servos: esta raça infeliz apenas possui algo à custa do seu penar. A Igreja e a ordem feudal

23 (....) A casa de Deu, que acreditam uma, está, pois dividida em três: uns oram, outros combatem, outros, enfim, trabalham. Estas três partes coexistem não suportam ser separadas; os serviços prestados por uma são a condição das obras das outras duas; cada um por sua vez encarrega-se de aliviar o conjunto. Por conseguinte, este triplo conjunto não deixa de ser um; e é assim que a lei pode triunfar, e o mundo gozar de paz. (Adalbéron de laon. In: Duby, op. cit., p. 77-8)

24


Carregar ppt "A sociedade feudal ("O POPULAR", Goiânia, 23 abr 2005. Magazine)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google