A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Deyvisson, Rafael M.P., Renato, Robson C.F., Rodolfo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Deyvisson, Rafael M.P., Renato, Robson C.F., Rodolfo."— Transcrição da apresentação:

1 Deyvisson, Rafael M.P., Renato, Robson C.F., Rodolfo

2 Análise Sintática Analisador sintático = Parser Erro sintático Análise hierárquica Hierarquia de Chomsky Linguagens tipo 3 e 2 Linguagem livre de contexto Gramática livre de contexto Gramática no formato EBNF Gramática sem recursividades à esquerda, fatorada e sem conflitos à esquerda = LL(1) Gramática para expressões com problemas de ambigüidade, ordem de resolução e precedência de operadores

3 Análise Sintática Analisador sintático: recebe os tokens classificados pelo analisador léxico e verifica se estão na ordem adequada, por intermédio da gramática da linguagem fonte.

4 Análise Sintática Erro sintático: erro que representa o desordenamento dos tokens segundo o que é solicitado pela gramática livre de contexto. Por exemplo: parênteses desbalanceados, um comando sem o término de ponto-e-vírgula etc.

5 Análise Sintática Análise hierárquica: tipo de análise usada pelo analisador sintático pois tem que construir a árvore de derivação através da gramática numa estrutura arborescente.

6 Análise Sintática Hierarquia de Chomsky : Hierarquia de Chomsky é a classificação de gramáticas formais descrita em 1959 por Noam Chomsky.

7 Análise Sintática Linguagem Regular (tipo 3): gramática regular, expressão regular, autômato finito determinístico, autômato finito não determinístico, autômato finito com movimentos vazios. Aplicações: representação e geração de tokens; construção de analisadores léxicos (scanner). Linguagem Livre de Contexto (tipo 2): gramática livre de contexto, autômato com pilha. Aplicações: representação e geração de programas da maioria das linguagens de programação conhecidas (C++, Pascal, Java, etc.); construção de analisadores sintáticos (parser).

8 Análise Sintática Gramática Livre de Contexto (GLC) É um formalismo gerador para linguagens do tipo 2, na Hierarquia de Chomsky. Numa GLC, as regras não tem limitação do lado direito. Em particular, destacam-se analisadores sintáticos, tradutores de linguagens e processadores de texto.

9 Análise Sintática Gramática no formato EBNF : É uma extensão do BNF. É usado também na simplificação da escrita de gramáticas livres de contexto, sendo bem mais poderoso do que o formato BNF. Usa os mesmos meta-símbolos da expressão regular: *, +, ?, |, além de permitir a associação de subexpressões com parênteses.

10 Análise Sintática Gramática sem recursividades à esquerda, fatorada e sem conflitos à esquerda = LL(1):o primeiro L significa left to right indicando que a leitura da entrada é feita da esquerda para a direita; o segundo L significa left linear e indica que sempre o símbolo não terminal mais à esquerda será reconhecido primeiro. O número 1 indica quantos tokens serão lidos por vez, ou seja, apenas com a leitura de um token é suficiente para decidir qual produção utilizar. Conseqüentemente este tipo de gramática não pode ter conflitos à esquerda e também não pode possuir recursividade à esquerda.

11 Análise Sintática Gramática para expressões com problemas de ambigüidade, ordem de resolução e precedência de operadores.

12 FIM Obrigado pela atenção.


Carregar ppt "Deyvisson, Rafael M.P., Renato, Robson C.F., Rodolfo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google