A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FCM/UNL Medicina I (Profª Maria João Marques Gomes) Reumatologia (Prof. Jaime C. Branco) Doenças Ósseas Jaime C. Branco.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FCM/UNL Medicina I (Profª Maria João Marques Gomes) Reumatologia (Prof. Jaime C. Branco) Doenças Ósseas Jaime C. Branco."— Transcrição da apresentação:

1 FCM/UNL Medicina I (Profª Maria João Marques Gomes) Reumatologia (Prof. Jaime C. Branco) Doenças Ósseas Jaime C. Branco

2 DOENÇAS ÓSSEAS Como Suspeitar CLÍNICA: - fractura - deformação - cifose alta - altura - miopatia proximal ANTECEDENTES:- Doenças - Menopausa / amenorreia - Fármacos - Imobilização - Hábitos alimentares - Álcool / Tabaco - Familiares LABORATÓRIO:- F. Alcalina - Cálcio (sérico, urinário) - Fósforo (sérico, urinário) RADIOLOGIA: - Rx simples Reumatologia FCM / UNL | HEM,SA

3 DOENÇAS ÓSSEAS Como Diagnosticar CLÍNICA ANTECEDENTES:- Pessoais - Familiares ECD:- Laboratório: FA, Ca s e u, P s e u, PTH, Vit. D, HOPu, novos biomarcadores ósseos -- Imagem:Radiografia simples (todas as alterações) TAC (infecção, neoplasia, fractura) RM (infecção, neoplasia, alt. medula óssea) Cintigrafia (infecção, neoplasia, fractura) -Osteodensitometria -Biópsia óssea Reumatologia FCM / UNL | HEM,SA

4 DOENÇAS ÓSSEAS Diagnóstico diferencial CLÍNICA –Idade –Sexo –Sintomas / sinais –Antecedentes pessoais e familiares ECD de Imagem Reumatologia FCM / UNL | HEM,SA

5 DOENÇAS ÓSSEAS Diagnóstico diferencial Laboratório Reumatologia FCM / UNL | HEM,SA Análises Doenças SANGUEURINA CaPFACaPOHP OP pós-menopáusicaNNNNNN OM N ou N ou DOPNN NN HPT N ou N ou Osteopatia maligna N ou N Hipercalciúria idiopáticaN N ou N ou

6 OSTEOPOROSE Definição Doença caracterizada por uma redução da massa óssea e degradação da microarquitectura do osso que o predispõem para as fracturas (p.ex. vértebras, punho, anca). A relação entre as fases osteóide e mineral mantém- se proporcional. Reumatologia FCM / UNL | HEM,SA

7 Sexo feminino Envelhecimento Menopausa precoce Hereditariedade Constituição frágil Imobilização Tabagismo Excesso de álcool Sedentarismo Hipogonadismo Dieta pobre em cálcio Fármacos OSTEOPOROSE Factores de risco Reumatologia FCM / UNL | HEM,SA

8 OSTEOPOROSE Tipos Primária –Tipo I (pós-menopáusica) –Tipo II (envelhecimento) –Idiopática Secundária –Doença endócrina –Doença gastrointestinal –Doença reumática –Doença maligna –Fármacos Reumatologia FCM / UNL | HEM,SA

9 OSTEOPOROSE Fracturas vertebrais Reumatologia FCM / UNL | HEM,SA

10 OSTEOPOROSE Fractura do fémur proximal Reumatologia FCM / UNL | HEM,SA

11 OSTEOPOROSE ECD Osteodensitometria (método quantitativo) –DEXA e US –DMO / T-score Rx coluna dorsal e lombar (perfil) –Fracturas Protocolo para OP secundária –Ca, P, FA e Cr séricos –Ca e urina 24 horas –Proteinograma –Proteína de Bence-Jones –TSH, FT4 –Testosterona –PTH Reumatologia FCM / UNL | HEM,SA

12 OSTEOPOROSE Diagnóstico densitométrico Locais: CL, anca (rádio distal, calcâneo, falange, MC, MT) T-score: nº de DP que o valor da DMO do doente se afasta (+ ou -) do valor médio do pico de massa óssea no adulto jovem –> -1: normal – -2,5: osteopenia –< ou = a -2,5: osteoporose (c/ ou s/ fracturas) Reumatologia FCM / UNL | HEM,SA

13 OSTEOMALÁCEA (OM) Definição A osteomalácea (e o raquitismo) caracterizam-se pela deficiente mineralização da matriz óssea. A OM decorre em adultos e o raquitismo durante o crescimento ósseo (deformações esqueléticas). A miopatia hipofosfatémica pode ou não aparecer. Reumatologia FCM / UNL | HEM,SA

14 OSTEOMALÁCEA Causas Deficiência de vitamina D –dieta e/ou insolação / malabsorção Alterações do metabolismo da vitamina D –fígado / rim / fármacos Hipofosfatémia –dieta / renal / antiácidos Inibidores da mineralização –AI / FI / P-C-P / hipofosfatasia Reumatologia FCM / UNL | HEM,SA

15 OSTEOMALÁCEA Clínica, laboratório e Rx Dor e deformação óssea Miopatia proximal Laboratório –Ca: normal ou baixo –P: baixo (elevado na insuficiência renal) –25 (OH) vit D reduzida –FA: elevada –Ca u: baixo –P u: elevado Radiologia –Pseudofracturas (Looser-Milkman) Reumatologia FCM / UNL | HEM,SA

16 OSTEOMALÁCEA Raquitismo Reumatologia FCM / UNL | HEM,SA

17 OSTEOMALÁCEA Raquitismo Reumatologia FCM / UNL | HEM,SA

18 OSTEOMALÁCEA Mineralização deficiente Reumatologia FCM / UNL | HEM,SA

19 OSTEOMALÁCEA Fluorose Reumatologia FCM / UNL | HEM,SA

20 DOENÇA ÓSSEA DE PAGET Definição Alteração da remodelação óssea, com aumento da reabsorção (mediada por OC) seguida de um incremento da formação. Este processo origina um osso desorganizado com padrão em mosaico, geralmente associado a hipervascularização e fibrose medular Causa desconhecida –Infecção viral (paramixovírus) Pouco mais frequente nos homens (3:2) Maior prevalência na Europa do Norte Prevalência dupla cada década após os 50 anos Reumatologia FCM / UNL | HEM,SA

21 DOENÇA ÓSSEA DE PAGET Padrão em mosaico Reumatologia FCM / UNL | HEM,SA

22 DOENÇA ÓSSEA DE PAGET Clínica < 2/3 assintomáticos (diagnóstico por FA ou Rx) Dor óssea (80%) e articulares (50%) –coluna, joelho, anca Aumento da temperatura cutânea Deformação óssea Fracturas (espontâneas) Expressão e gravidade muito variáveis Reumatologia FCM / UNL | HEM,SA

23 DOENÇA ÓSSEA DE PAGET ECD Laboratório –FA (vs osteocalcina) –HOP (vs desoxipiridinolina) Radiologia –aumento volume ósseo / desorganização –espessamento cortical e trabecular –lesões osteolíticas e osteoblásticas (mistas) –OP circunscrita / manchas algodonosas Cintigrama –localização e expressão –monitorização terapêutica? Reumatologia FCM / UNL | HEM,SA

24 DOENÇA ÓSSEA DE PAGET ECD Reumatologia FCM / UNL | HEM,SA

25 DOENÇA ÓSSEA DE PAGET ECD Reumatologia FCM / UNL | HEM,SA

26 OSTEONECROSE Definição Morte das células ósseas (osteocitos) e da medula óssea contígua em resultado de isquémia. Sinónimos: necrose avascular, necrose asséptica, necrose isquémica. Maior vulnerabilidade das áreas ósseas com menor irrigação e vascularização colateral (áreas cobertas pela cartilagem articular). Reumatologia FCM / UNL | HEM,SA

27 OSTEONECROSE Causas (1) Locais –Traumáticas fracturas luxações (anca, ombro) traumatismo sem fractura ou luxação cirurgia –Idiopáticas d. De Scheuermann (vért) d. de Calvé-Legg-Perthes (cabeça do fémur) d. De Kiemboch (semilunar) d. De Freiberg (cabeça do 2º MT) Reumatologia FCM / UNL | HEM,SA

28 Sistémicas Hemoglobinopatia Alcoolismo Diabetes Hipercoagulabilidade Gravidez D. Hepática crónica Trans. Renal Disbarismo Tetracloreto de C Idiopática OSTEONECROSE Causas (2) Hipercorticismo Obesidade Dislipidémia LES Anticonceptivos orais Pancreatite D. de Gaucher e Fabry Tumores medulares Quinino e radioterapia Reumatologia FCM / UNL | HEM,SA

29 OSTEONECROSE Diagnóstico Clínica –Dor inespecífica –Rigidez mecânica ou nula –Amplitude dos movimentos normal –Factores de risco Radiologia –Sinal do crescente –Colapso subcondral –Achatamento articular –quistos / esclerose –OA secundária Cintigrama RM (sensibilidade 95%) Reumatologia FCM / UNL | HEM,SA

30 Cabeça do fémur Cabeça do úmero Côndilos femurais Tíbia proximal OSTEONECROSE Localização Carpo (escafóide) Astragalo Tarso (escafóide) Metatarsianos Reumatologia FCM / UNL | HEM,SA

31 ALGONEURODISTROFIA Definição Caracterizada por dor e edema difuso de um membro (ou parte), fenómenos vasomotores, sudorese, hiperalgesia, alodínia e alterações tróficas. Fisiopatologia desconhecida –Traumatismo- Neoplasia –AVC- Cirurgia –EA Miocárdio- Tuberculostáticos Classificada entre as síndromes de dor regional complexa (tipo I) Sinónimo: Distrofia simpática reflexa Causalgia (SDRC tipo II) é idêntica mas associa-se a uma lesão nervosa parcial Reumatologia FCM / UNL | HEM,SA

32 ALGONEURODISTROFIA Manifestações CLÍNICA (muito variável) –Dor, edema, hiperalgesia, alodínia –Alterações vasomotores / sudorese –Atingimento unilateral -> porção distal –Alterações dos movimentos – tremor, espasmo, distonia –Alterações tróficas da pele e faneras, atrofia tecido celular subcutâneo Rx –Osteoporose mosqueada Reumatologia FCM / UNL | HEM,SA


Carregar ppt "FCM/UNL Medicina I (Profª Maria João Marques Gomes) Reumatologia (Prof. Jaime C. Branco) Doenças Ósseas Jaime C. Branco."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google