A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PARTOS. O parto é a saída do feto do útero materno.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PARTOS. O parto é a saída do feto do útero materno."— Transcrição da apresentação:

1 PARTOS

2 O parto é a saída do feto do útero materno.

3 Pode ser visto como o oposto da morte, dado que é o início da vida de um indivíduo fora do útero. A idade de um indivíduo é definida em relação a este acontecimento na maior parte das culturas.

4 Se você estiver realmente entrando em trabalho de parto, um ou mais dos eventos abaixo vão ocorrer:

5 Contrações uterina regulares: as contrações podem ser sentidas, provavelmente serão doloridas mas vão diminuindo em intervalos e aumentando gradualmente em duração e intensidade. Dor persistente na parte baixa das costas. Dor persistente na parte baixa das costas. Sangue em pequena quantidade pode ser observado em sua calcinha. Se a quantidade de sangue for maior, como se você estivesse menstruada, comunique o seu médico.

6 É normal o rompimento da bolsa d'água acompanhado de contrações. Se sua bolsa romper em casa ligue imediatamente para o seu médico e faça o possível para chegar ao Hospital o quanto antes. Quanto mais tempo passar, maior o risco de uma infecção Se sua bolsa romper em casa ligue imediatamente para o seu médico e faça o possível para chegar ao Hospital o quanto antes. Quanto mais tempo passar, maior o risco de uma infecção.

7 PARTOSNORMAIS

8 Quando a mamãe chega ao hospital, vários procedimentos de rotina são realizados, como aferição de temperatura, pressão arterial e freqüência cardíaca. Medidas como o enema (lavagem intestinal) e a tricotomia (raspagem dos pêlos pubianos) não são mais procedimentos de rotina. Durante as contrações, o médico avalia a dilatação do colo do útero. Se as dores forem intensas, normalmente é aplicada uma anestesia peridural.(aplicada nas costas)..

9 Quando o colo do útero estiver dilatado por completo e as contrações tornarem-se muito fortes, as paredes do útero farão pressão sobre o bebê e, em conjunto com o esforço da mãe, impulsionarão a criança para fora,se a dilatação não for suficiente será feita uma episiotomia pequeno corte feito na base do púbis) Quando o colo do útero estiver dilatado por completo e as contrações tornarem-se muito fortes, as paredes do útero farão pressão sobre o bebê e, em conjunto com o esforço da mãe, impulsionarão a criança para fora,se a dilatação não for suficiente será feita uma episiotomia (pequeno corte feito na base do púbis) Após o alívio da expulsão do bebê, há a saída da placenta onde o útero se contrai mais uma vez para expulsá-la

10 A sutura da episiotomia(costurar o corte) quando necessária é feita imediatamente após o parto, cicatrizando em poucos dias. A sutura da episiotomia(costurar o corte) quando necessária é feita imediatamente após o parto, cicatrizando em poucos dias.Observação: Parto normal não é mais sinônimo de fortes dores,já que hoje há técnicas que aliviam as dores do parto. Ex: A anestesia peridural

11 O parto normal possui algumas variantes, tais como: Parto de cócoras: é realizado da mesma forma do natural, apenas muda a posição da mãe, que fica de cócoras. O parto é mais rápido por ser auxiliado pela força da gravidade, também é cômodo para a mulher e mais saudável para o bebê, pois não existe a compressão de importantes vasos sanguíneos.

12 Parto na água: é uma modalidade de nascimento onde a mulher fica dentro da água durante o trabalho de parto e o bebê chega ao mundo no meio aquático, como estava no útero. A água deve está aquecida a 36°C e o pai ou acompanhante pode entrar na banheira com a futura Parto domiciliar: é realizado no lar, de forma natural, com a presença de profissional capacitado acompanhando o processo

13 NA HORA DO PARTO: O parto normal é indicado quando o feto se encontra na posição correta. A cabeça primeiro e a cara olhando para trás

14 Posição do feto intra- útero antes de iniciar o trabalho de parto. Desprendendo a cabeça durante o parto

15 Feto desprendendo o ombro anterior Feto desprendendo o ombro posterior

16 Posição de Drenagem O bebê já saiu da mãe

17 O médico bate no bebê,para fazê-lo chorar e verificar se está tudo bem e logo em seguida o cordão umbilical é cortado

18 VANTAGENS: O corpo da mulher foi preparado para isso, a recuperação é muito mais rápida, há menor chance de hematomas ou infecções, menor risco de complicações para a mãe O corpo da mulher foi preparado para isso, a recuperação é muito mais rápida, há menor chance de hematomas ou infecções, menor risco de complicações para a mãe

19 DESVANTAGENS: O parto normal é um acontecimento imprevisível em todos os seus aspectos, nunca se sabe ao certo qual será a data, nem o horário em que ele acontecerá. O parto normal é um acontecimento imprevisível em todos os seus aspectos, nunca se sabe ao certo qual será a data, nem o horário em que ele acontecerá. A mulher também não sabe como vivenciará o processo de trabalho de parto, não sabe se sentirá muita dor, tem dúvidas a respeito de seu comportamento emocional durante o trabalho de parto. A mulher também não sabe como vivenciará o processo de trabalho de parto, não sabe se sentirá muita dor, tem dúvidas a respeito de seu comportamento emocional durante o trabalho de parto.

20 PARTO CESARIANO

21 Esse tipo de parto é cirúrgico e deve haver motivos clínicos para a realização deste como desproporção do tamanho do bebê em relação à pelve, infecção herpética ativa, gestantes diabéticas, posição do bebê invertida e difícil ou ainda se o trabalho de parto não estiver progredindo normalmente ou até mesmo pela posição do bebê Esse tipo de parto é cirúrgico e deve haver motivos clínicos para a realização deste como desproporção do tamanho do bebê em relação à pelve, infecção herpética ativa, gestantes diabéticas, posição do bebê invertida e difícil ou ainda se o trabalho de parto não estiver progredindo normalmente ou até mesmo pela posição do bebê

22 Quando o bebê está de nádegas De cara

23 Quando o bebê está de ombro

24 Quando a cesárea é optada pelo médico a mamãe deixa de ser uma parturiente para ser uma paciente cirúrgica. Os cuidados com assepsia são maiores e as complicações são mais possíveis por se tratar de uma cirurgia de grande porte, os riscos são maiores. A mamãe recebe a anestesia peridural (em alguns casos, a geral é necessária) e por isso não sentirá dor alguma. É colocada uma tela na região do seu tórax para melhor assepsia e a mamãe não acompanha o parto.

25 PREPARAÇÃO PARA UMA CESARIANA: Planeje com cuidado a recuperação depois da operação, especialmente se for usar anestesia geral. Permita-se um tempo de descanso e tente achar outras pessoas para ajudá-la com seus afazeres diários. Siga as instruções dadas por seu médico. Se optar por anestesia geral, coma uma refeição leve, como sopa ou salada, na noite anterior à cirurgia. Não coma ou beba qualquer coisa depois de meia- noite e na manhã antes do procedimento. Também não beba café, chá, ou água. Se entrar em trabalho de parto, chame o médico.

26 PROCEDIMENTOS: O médico corta sete camadas até chegar ao útero por uma incisão de 10 centímetros feita acima dos pêlos púbicos. Ao alcançar o bebê, o médico irá tirá- lo suavemente. A equipe removerá a placenta e a examinará e o corte será fechado com pontos.

27 E DEPOIS... Deve ser necessária a permanência no hospital de 2 a 4 dias, dependendo de sua condição. Evite levantar peso durante 6 semanas e depois deste tempo comece um programa de exercício para recuperar o tônus do músculo abdominal.

28 VANTAGENS: Cesarianas podem salvar vidas de recém-nascidos e suas mães e prevenir as complicações potenciais de um parto vaginal demorado. Cesarianas podem ser mais seguras para você ou para o bebê quando: Cesarianas podem salvar vidas de recém-nascidos e suas mães e prevenir as complicações potenciais de um parto vaginal demorado. Cesarianas podem ser mais seguras para você ou para o bebê quando: - O trabalho de parto é anormal ou ineficaz. - O bebê está em uma posição anormal. - O bebê está tendo padrões de batimentos cardíacos anormais. - Existe cicatriz vertical em seu útero proveniente de uma cirurgia prévia. Além disso, algumas vezes a dor do trabalho de parto pode ser evitada e é possível programar a data do parto.

29 DESVANTAGENS: - Um anestésico local pode não agir o suficiente e pode sentir um pouco de desconforto. Também, em casos raros, pode ter uma reação alérgica ao medicamento usado na anestesia. Na maioria dos casos, a anestesia local é considerada mais segura que a anestesia geral. - Um vaso sangüíneo pode se romper ou ser cortado e haver sangramento interno. - Um coágulo sangüíneo pode romper dentro da circulação sangüínea, e danificar os pulmões.

30 -O corte realizado na cesariana pode enfraquecer as partes cortadas. -Para qualquer nascimento futuro pode ser necessária outra cesariana, dependendo de como o corte na primeira cesariana tenha sido feito. -Pode desenvolver-se uma infecção ou sangramento

31 INDUÇÃO DO PARTO: Se a gestação já passar de 40 semanas, se há incompatibilidade de Rh, em que a continuidade da gestação expõe a criança aos anticorpos, à diabetes, ao sofrimento da passagem mal- sucedida, ou quando acontece o rompimento prematuro da bolsa d'água, a indução do parto deve ser tentada. Se a gestação já passar de 40 semanas, se há incompatibilidade de Rh, em que a continuidade da gestação expõe a criança aos anticorpos, à diabetes, ao sofrimento da passagem mal- sucedida, ou quando acontece o rompimento prematuro da bolsa d'água, a indução do parto deve ser tentada. A indução consiste em acelerar o trabalho de parto e pode ser feito através do rompimento precoce da bolsa ou com medicamentos. A indução consiste em acelerar o trabalho de parto e pode ser feito através do rompimento precoce da bolsa ou com medicamentos.

32 FIM


Carregar ppt "PARTOS. O parto é a saída do feto do útero materno."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google