A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Partos Existem vários tipos de partos. Alguns deles são: Parto Normal Cesariana Parto Leboyer Parto de Cócoras.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Partos Existem vários tipos de partos. Alguns deles são: Parto Normal Cesariana Parto Leboyer Parto de Cócoras."— Transcrição da apresentação:

1 Partos Existem vários tipos de partos. Alguns deles são: Parto Normal Cesariana Parto Leboyer Parto de Cócoras

2 Parto Normal O parto normal ou vaginal por ser mais parecido com o fisiológico (parto natural) e tem vantagens sobre a cesariana. O corpo da mulher foi preparado para isso, a recuperação é muito mais rápida, há menor chance de hematomas ou infecções, menor risco de complicações para a mãe e menor chance de dor pélvica crônica. Quando a mamãe chega ao hospital, vários procedimentos de rotina são realizados, como aferição de temperatura, pressão arterial e freqüência cardíaca. Medidas como o enema (lavagem intestinal) e a tricotomia (raspagem dos pêlos pubianos) não são mais procedimentos de rotina. Durante as contrações, o médico avalia a dilatação do colo do útero. Se as dores forem intensas, normalmente é aplicada uma anestesia peridural. Quando o espaço para o bebê passar for insuficiente, é realizada uma episiotomia, que consiste em um corte cirúrgico feito na região perineal para auxiliar a saída do bebê e evitar ruptura dos tecidos perineais. Quando o colo do útero estiver dilatado por completo e as contrações tornarem-se muito fortes, as paredes do útero farão pressão sobre o bebê e, em conjunto com o esforço da mãe, impulsionarão a criança para fora. Após o alívio da expulsão do bebê, há a saída da placenta onde o útero se contrai mais uma vez para expulsá-la. A sutura da episiotomia quando necessária é feita imediatamente após o parto, cicatrizando em poucos dias.

3 Cesariana

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14 Parto de cócoras Desde a mais remota antigüidade as mulheres procuravam posições que facilitassem o parto. Nas gravuras antigas o mais comum é ver mulheres ajoelhadas, de cócoras, ou em banquinhos baixos de parto. De um jeito ou de outro o que se observa é que as costas estão em posição vertical. A posição das pernas é variável. Também é muito comum ver nessas figuras alguém dando suporte por trás, segurando a parturiente por baixo dos braços. Às vezes é um homem, em outras é uma mulher. Até hoje, nas comundades nativas (índios brasileiros, por exemplo) o parto ainda acontece dessa forma. É claro que estamos falando aqui do parto em si, e não do trabalho de parto, que pode durar horas e até dias. A posição de cócoras é vantajosa durante o período expulsivo, que dura de alguns minutos a uma hora, na maioria dos casos. Durante todo o trabalho de parto a mulher deve ficar em poses variadas, sentada, ajoelhada, andando, etc. Na civilização ocidental, com a entrada da figura do obstetra no parto, as mulheres foram colocadas deitadas de costas em mesas cada vez mais específicas, com as pernas abertas, para que a região genital pudesse ser bem observada. E assim é que funciona até hoje, para a maioria dos médicos e hospitais. Por outro lado vários artigos já foram publicados enumerando as vantagens do parto verticalizado em relação à posição de litotomia (deitada de costas). Entre as vantagens podemos citar algumas: - O parto é mais rápido, pois é auxiliado pela gravidade; - A oxigenação do bebê é melhor, pois não ocorre a compressão da veia cava pelo peso do útero; - A necessidade de episiotomia é menor; - A mulher se sente mais no controle da situação; - O companheiro tem uma participação mais ativa ao prover o suporte da posição A desvantagem é que os médicos não conseguem controlar o parto da forma como foram ensinados.


Carregar ppt "Partos Existem vários tipos de partos. Alguns deles são: Parto Normal Cesariana Parto Leboyer Parto de Cócoras."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google