A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Entendendo o SINAES. Setor de Assessorias de Planejamento e Avaliação e Comissão Própria de Avaliação - CPA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Entendendo o SINAES. Setor de Assessorias de Planejamento e Avaliação e Comissão Própria de Avaliação - CPA."— Transcrição da apresentação:

1 Setor de Assessorias de Planejamento e Avaliação e Comissão Própria de Avaliação - CPA

2 Entendendo o SINAES

3 SINAES FONTE: INEP/MEC, 2012

4 SINAES FONTE: INEP/MEC, 2012

5 SINAES FONTE: INEP/MEC, 2012

6 SINAES FONTE: INEP/MEC, 2012

7 SINAES FONTE: INEP/MEC, 2012

8 SINAES FONTE: INEP/MEC, 2012

9 SINAES Questionário Sócioeconômico Desempenho ENADE
FONTE: INEP/MEC, 2012

10 ENADE Entendendo o ENADE
O ENADE tem como objetivo o acompanhamento do processo de aprendizagem e do desempenho acadêmico dos estudantes em relação aos conteúdos programáticos previstos nas Diretrizes Curriculares do respectivo curso. Entendendo o ENADE

11 ENADE ENADE Indicador de Qualidade da Educação Superior
Subsidia políticas de expansão e regulação para SINAES/INEP/MEC CPC dos cursos > são referenciais de Qualidade que subsidiam o Ministério para definição de políticas públicas de expansão e Regulação da Graduação CPC dos cursos são também indicadores que compõem o IGC – Índice Geral de Cursos de uma IES.

12 ENADE Fundamento Legal Lei 10.861 de 14 Abril de 2004 – SINAES.
Portaria nº. 40/2007 – Republicada com alterações pela Portaria nº. 23/12/2010. Portaria Normativa nº. 6 de 14 de março de 2012 – ENADE.

13 Que conferem diploma de bacharel em:
ENADE Relação das Áreas de Abrangência no ENADE/2012 Art.1º da Portaria n°. 6/2012 Que conferem diploma de bacharel em: a) administração; b) ciências contábeis; c) ciências econômicas; d) comunicação social; e) design; f) direito; g) psicologia; h) relações internacionais; i) secretariado executivo; j) turismo

14 Que conferem diploma de tecnólogo em:
ENADE Relação das Áreas de Abrangência no ENADE/2012 Art.1º da Portaria n°. 6/2012 Que conferem diploma de tecnólogo em: a) gestão comercial; b) gestão de recursos humanos; c) gestão financeira; d) logística; e) marketing; f) processos gerenciais.

15 ENADE Inscrição dos Estudantes ENADE/2012
Ingressantes – Todos os estudantes que tenham iniciado o curso com a matrícula no ano de realização do ENADE. De acordo com Art. 5º, § 1º da Port. nº. 6/2012 – Ficam dispensados do ENADE/2012 os estudantes ingressantes, sua regularidade junto ao ENADE será atestada mediante relatório específico a ser emitido pelo INEP. Concluintes – São considerados concluintes, os estudantes que tenham expectativa de conclusão do curso até julho de 2013, assim como aqueles que tiverem concluído mais de 80% da carga horária do curso até o término do período de inscrições.

16 ENADE Estudantes Irregulares em anos anteriores
Não pode receber o diploma enquanto não regularizar sua situação junto ao ENADE Essa regularização só ocorre no ano seguinte conforme determinação do sistema (justificativa + inscrição) Os registros da regularidade do ENADE fazem parte do Histórico Escolar do estudante

17 ENADE Responsabilidades dos Estudantes Concluintes no ENADE:
Reflexo na nota do curso Reflexo no CPC do curso (ENADE + insumos) Reflexo no IGC da Universidade Repercussão em benefícios para IES (cursos com notas insatisfatórias 1 e 2 são penalizados, alunos não podem se candidatar a bolsas, restrições nos incentivos ( empréstimos, participação em editais, ...) Repercussão na regulação (cursos com conceito 1 e 2 ou SC devem apresentar Plano de Melhorias e vão para avaliação in loco pois seus atos regulatórios vão depender das condições do curso verificadas nestas visitas)

18 ENADE - Ficam dispensados do ENADE 2012:
I - os estudantes dos cursos descritos no art. 1º desta Portaria Normativa que colarem grau até o dia 31 de agosto de 2012; II - os estudantes que estiverem oficialmente matriculados e cursando atividades curriculares fora do Brasil, na data de realização do ENADE 2012, em instituição conveniada com a IES de origem do estudante. - A dispensa do ENADE 2012 deverá ser devidamente consignada no histórico escolar do estudante

19 ENADE Orientações Gerais sobre o ENADE/2012
Período de Inscrições – de 16 de Julho a 17 de Agosto/2012. Período para Preenchimento do Questionário do Estudante - e informações ao estudante, sobre o local da prova: de 15/10 a 18/11. Data da prova do ENADE/2012: 18/11/2012.

20 ENADE Questionário sócioeconômico do estudante:
Preencher o questionário no período de 15 de outubro a 18 de novembro de 2012, exclusivamente por meio do endereço eletrônico: A consulta individual ao local de prova e impressão do Cartão de Informação do Estudante será precedida pelo preenchimento do Questionário do Estudante

21 ENADE Realização da Prova
Quando? de novembro de 2012 Início: às 12h15. Não será permitido o ingresso no local da prova, após às 13h. Local: Cada estudante receberá um informativo com o local da prova, após responder o questionário. No dia da realização do exame, o estudante deve portar: Documento de identidade original; Comprovante de inscrição ou cartão de informação; 2 lápis pretos grafite nº 2, apontador, borracha e caneta esferográfica de tinta preta;

22 Conteúdos do ENADE Diretrizes Curriculares Nacionais do respectivo Curso de Graduação Acesse em – clicar em órgãos vinculados – CNE – Normas classificadas por assunto – Diretrizes Curriculares Cursos de Graduação A prova: 40 questões (10=formação geral +30=formação específica)

23 Formação Geral Art. 3º (...) formação de um profissional ético, competente e comprometido com a sociedade em que vive. Além do domínio de conhecimentos e de níveis diversificados de competências e habilidades para perfis profissionais específicos, espera-se que os graduandos das IES evidenciem a compreensão de temas que transcendam ao seu ambiente próprio de formação e importantes para a realidade contemporânea. Essa compreensão vincula-se a perspectivas críticas, integradoras e à construção de sínteses contextualizadas.

24 Formação Geral É igual para todas as áreas
10 questões: 2 discursivas e 8 de múltipla escolha  situações-problema, estudos de caso, simulações e interpretação de textos, imagens, gráficos e tabelas. As questões discursivas avaliarão aspectos como clareza, coerência, coesão, estratégias argumentativas, utilização de vocabulário adequado e correção gramatical do texto. É igual para todas as áreas

25 ENADE No componente de avaliação da formação geral, serão consideradas, entre outras, as habilidades do estudante para analisar, sintetizar, criticar, deduzir, construir hipóteses, estabelecer relações, fazer comparações, detectar contradições, decidir, organizar, trabalhar em equipe e administrar conflitos.

26 Importante! Temas em 2011 I. Arte e cultura; II. Avanços tecnológicos; III. Ciência, tecnologia e inovação; IV. Democracia, ética e cidadania; V. Ecologia/biodiversidade; VI. Globalização e geopolítica; VII. Políticas públicas: educação, habitação, saneamento, saúde, transporte, segurança, defesa, desenvolvimento sustentável; VIII. Relações de trabalho; IX. Responsabilidade social: setor público, privado, terceiro setor; X. Sociodiversidade: multiculturalismo, tolerância, inclusão/exclusão, relações de gênero; XI. Tecnologias de Informação e Comunicação; XII. Vida urbana e rural; XIII. Violência.

27 Formação Geral e por Área
30 Questões Específicas As Questões: discursivas e de múltipla escolha, abordando situações problema, estudos de casos, simulações e interpretação de textos, imagens, gráficos e tabelas. As questões discursivas objetivam investigar, além do conteúdo específico, aspectos como a clareza, a coerência, a coesão, as estratégias argumentativas, a utilização de vocabulário adequado, e a correção gramatical do texto. Formação Geral e por Área

28 Instrumentos básicos do ENADE:
A prova. O questionário de impressões dos estudantes sobre a prova. O questionário socioeconômico O questionário do coordenador do(a) curso/habilitação. Site do INEP - ENADE

29 Operacionalizando o Projeto de Qualidade dos Processos de Ensino- Aprendizagem. Colegiados

30 NÚCLEO DE QUALIDADE   Operacionalizando os conceitos educacionais do ENADE como instrumento de ensino-aprendizagem. 

31 Definir conceitos e sistematizar ações efetivas que
NÚCLEO DE QUALIDADE   OBJETIVOS GERAIS Definir conceitos e sistematizar ações efetivas que permitam a Universidade do Planalto catarinense – UNIPLAC através da atuação de seu corpo docente, propiciar melhores condições no processo ensino- aprendizagem, assim como um ótimo desempenho de Cursos no “ENADE”.

32 Características relevantes:
NÚCLEO DE QUALIDADE   OBJETIVOS ESPECÍFICOS Perfil exigido para uma boa performance na sua vida acadêmica e no “ENADE” Características relevantes:

33 Capacidade de Interpretação; Capacidade de Síntese;
NÚCLEO DE QUALIDADE Capacidade de Interpretação; Capacidade de Síntese; Capacidade de Promover Analogias; Capacidade de Expressão Escrita; Raciocínio Lógico;

34 NÚCLEO DE QUALIDADE   JUSTIFICATIVA Independente do papel crucial e indiscutível de preparar o acadêmico para a vida em sociedade de forma crítica, participativa e transformadora, resultados satisfatórios no Exame Nacional de Desempenho de Cursos, são vitais para os aspectos de credibilidade da IES e das pessoas que dão alma à mesma, ou seja, Direção, Coordenações, Professores, Funcionários e Alunos.

35 DESCRIÇÃO DAS MACRO ETAPAS
Construção de Identidade e de Grupo (desde O 1º SEMESTRE) AÇÃO PRINCIPAL: Desde o primeiro dia de aula o aluno deve receber da coordenação respectiva: 1 - Missão da IES e do perfil do curso; 2 – Os objetivos do semestre e das disciplinas que o formam; 3 - O inter-relacionamento das disciplinas do curso através dos planos de ensino apresentados e relacionados a cada semestre pelos professores das disciplinas que se sucedem. Para facilitar esta prática, sugere-se a utilização de “Banners” com a missão de cada curso, promovendo uma linguagem identificadora entre os alunos, professores e IES. Vale ressaltar que essa clarificação de propósitos entre curso, alunos e IES é uma característica avaliada pela COMISSÃO DE OFERTA DE CURSOS / MEC.

36 DESCRIÇÃO DAS MACRO ETAPAS
Construção de Identidade e de Grupo (desde O 1º SEMESTRE) AÇÕES COMPLEMENTARES: Outras ações que visem a construção do sentimento de grupo (logomarcas identificadoras) e a instauração da interdependência e espírito coletivo através de esportes (Jogos inter salas, intercursos,etc), torneios educacionais, jogos empresariais, visitas técnicas conjuntas, concursos conjuntos, são práticas de fácil efetivação e com baixos custos envolvidos.

37 DESCRIÇÃO DAS MACRO ETAPAS
Desenvolvimentos das capacidades exigidas no ENADE Capacidade de Interpretação; Síntese; Promover Analogias; Expressão Escrita; Raciocínio Lógico; Desenvolvidas basicamente através do exercício da leitura e da construção de textos críticos sobre os mesmos.

38 DESCRIÇÃO DAS MACRO ETAPAS
Criação de um “BALCÃO DE EXPRESSÃO” e ou “NIVELAMENTO”, onde professores de português, comunicação e metodologia científica, estejam de plantão para o atendimento aos alunos e professores(todos os dias, inclusive aos Sábados) De igual estrutura do “Balcão de Expressão”, Sugere-se a criação de um “BALCÃO LÓGICO” e ou “NIVELAMENTO” onde a ênfase seja a ajuda e o estímulo ao aluno em situações onde a lógica se faça necessária, disciplinas quantitativas como matemática, estatística, métodos e técnicas de pesquisa, empreendedorismo, elaboração de projetos, filosofia, etc... (todos os dias, inclusive aos Sábados)

39 DESCRIÇÃO DAS MACRO ETAPAS
3.Além da solicitação de cada professor para a atividade de ler e de desenvolver textos críticos, bem como para a lógica de processos, fatos e raciocínios, apresenta-se a seguir a Criação do Processo de: Avaliação Interdisciplinar Cumulativa - AIC, com a periodicidade semestral, que visa sistematizar as atividades mais próximas a um padrão utilizado pelo MEC, acostumar o aluno ao formato de pressão a que será submetido e permitir a IES uma maior clarificação da efetividade do processo.

40 DESCRIÇÃO DAS MACRO ETAPAS
elaborado pelos professores das disciplinas; as questões devem buscar tanto a interdisciplinaridade do semestre como o resgate dos conteúdos já vistos em semestres anteriores; as questões devem apresentar os formatos próximos aos executados pelo ENADE; questões discursivas baseadas se possível num “estudo de caso” obtendo dessa forma uma maior exigência ao aluno quanto ao processo de interpretação e promoção de analogias entre conteúdo ministrado e caso proposto.

41 DESCRIÇÃO DAS MACRO ETAPAS
Como sugestão quantitativa desta avaliação sugere-se a utilização idêntica ao do PROVÃO ( ainda aplicado até 2011), ou seja, 40 questões múltipla escolha e de 2 a 5 questões discursivas. A coordenação e controle desse processo recaem à coordenação de cada curso, que deverá junto à Direção da IES, definir datas a serem publicadas no calendário acadêmico no início de cada semestre letivo.

42 DESCRIÇÃO DAS MACRO ETAPAS
Após a aplicação dos AIC, cada curso deverá promover a tabulação dos resultados, separando por turma, por aluno e por disciplina. Sem esse retorno o processo torna-se inócuo. Criação de um banco de dados, pela CPA, onde se poderia futuramente obter dados comparativos da evolução de desempenho de alunos, turmas ou disciplinas. Vale lembrar que esse processo deve ter impacto na avaliação do aluno em cada disciplina cursada no semestre, cabendo dessa forma que o AIC represente entre 10 a 20 % da nota final do aluno.

43 DESCRIÇÃO DAS MACRO ETAPAS
Tópicos Interdisciplinares AÇÕES PRINCIPAIS: Todo Curso deve propiciar ao aluno no último semestre, uma disciplina “Tópicos Especiais” ou “Seminários Avançados”, destinada a buscar a reutilização de conceitos e assuntos já abordados, porém de grande relevância ao curso, detectado com base na freqüência de incidência do assunto nas avaliações “ENADE” no PAC – Programa de Atualização de Conteúdos. O conteúdo dessa disciplina deverá ser revisto anualmente pelo professor responsável pela disciplina e o coordenador do curso, composto por grandes áreas do curso, onde serão revistos conceitos e teorias de acordo com os Planos de Ensino das disciplinas que compõe essas áreas, distribuídas de forma crescente de complexidade e importância nos seus conteúdos programáticos desenvolvidos ao longo dos semestres em que são ministradas.

44 DESCRIÇÃO DAS MACRO ETAPAS
O professor responsável dessa disciplina deverá ainda promover um (1) simulado com questões reais do ENADE (baseado nos PROVÕES de 2004 a 2011), sempre que possível. Tanto no processo avaliativo como no desenvolvimento do conteúdo, o professor deverá utilizar a técnica de questões padrões, para que o aluno se acostume com o tipo de realidade que encontrará no ENADE, bem como para exercitar o aluno quanto a sua capacidade de interpretação do assunto e buscar soluções inseridas em contextos diferenciados.

45 DESCRIÇÃO DAS MACRO ETAPAS
O colegiado que terá a incumbência de separar as questões do ENADE por assunto e freqüência, municiará o professor dessa disciplina com os dados necessários. Ressalta-se ainda que cabe ao professor dessa disciplinar manter o rigor ao conteúdo a ser ministrado, de forma a cumprir efetivamente o proposto.

46 DESCRIÇÃO DAS MACRO ETAPAS
ORGANIZAÇÃO / ESTRUTURA DO PAC A disciplina de Seminários Avançados, oferecida no último semestre, com 72 horas: -36 horas distribuídas palestras, mini-cursos e seminários; -e outras 36 horas aproveitadas para atualização dos conteúdos, divididos em grandes áreas, formatadas em seqüência lógica e crescente da estrutura curricular do Curso(versões)

47 AÇÕES PROPOSTAS Operacionalização
1- Intervenção de sensibilização com os professores no processo, e, por conseguinte estes trabalhando junto aos alunos nesse processo avaliativo sugere-se na própria reunião do colegiado; 2 - Intervenção de sensibilização com alunos esclarecendo a importância da realização do ENADE e de se obter um bom conceito; 3 -As Coordenações de cada curso estarão encaminhando em anexo a Prova do ENADE 2004 a 2011, o Gabarito desta e o Padrão de Respostas esperados, material esse que pode ser disponibilizado de forma virtual ou impresso para os professores do curso, e alunos.

48 Pontos a serem Analisados e Ponderados na nossa operacionalização
Problemas externos e internos que influenciaram no desempenho geral da IES A defasagem escolar; As avaliações das disciplinas não medem as potencialidades do aluno: crítica, lógica e raciocínio; Interpretação dos resultados quantitativos e qualitativos da aprendizagem; Interlocução entre aluno e professor, de forma a contribuir para melhorias do processo ensino-aprendizagem, referente aos conteúdos ministrados

49 Pontos a serem Analisados e Ponderados na nossa operacionalização
estímulo e conscientização para realização da prova; atividades complementares; reflexão crítica e raciocínio lógico, fatores também relacionados com os critérios de avaliação nas disciplinas; deficiência curricular; divulgação dos planos de ensino. programas de extensão, pesquisa e iniciação científica esclarecimentos e informações sobre o processo de avaliação do ENADE,

50 Pontos a serem Analisados e Ponderados na nossa operacionalização
condições e de incentivos aos professores à sua qualificação; quantidade de doutores e dedicação em tempo integral dos docentes; comprometimento dos alunos nos processos de Trabalhos de Conclusão de Curso – TCC e especificamente, em sua defesa; atenção dada ao discente nas questões relacionadas às participações em eventos científicos, em projetos de pesquisas(bolsas de iniciação científica) e nos estágios.

51 AÇÕES PROPOSTAS Ação Descrição Quem Quando Como 1.
Disponibilizar as provas do ENADE 2004 a para os docentes e discentes Coordenadores de Cursos e Comissão Pró -avaliação Semana de 06 a 11 de agosto de 2012. dos coordenadores Prova – Gabarito e padrão de respostas 2. Implantação das atividades sobre os elementos de formação geral,específica e questionários sócioeconômico e de impressão do aluno em relação a prova Coordenadores e professores do Curso através de oficinas preparatórias. 06/08 a 31/10 de 2012. Aulas expositivas de conteúdos e novos modelos de avaliação saindo das questões transcritórias para simulados com questões operatórias

52 AÇÕES PROPOSTAS Ação Descrição Quem Quando Como 3.
Preenchimento do questionário sócioeconômico por parte dos alunos Acadêmicos 15/10 a 17/11 de 2012. Preenchimento por meio eletrônico – site INEP 4. Revisão geral e fortalecimento em simulados Coordenadores e professores do Curso 01/11 a 17/11 de 2012. Aulas expositivas de conteúdos e novos modelos de avaliação saindo das questões transcritórias para questões operatórias

53 AÇÕES PROPOSTAS Ação Descrição Quem Quando Como 4. ENADE
Coordenadores, professores e alunos 25/11/ hr15min as 13hrs – Apresentação do aluno – sem tolerância. Incentivo e participação de coordenadores e professores e Execução da Prova pelos alunos. 5. Preenchimento do questionário do coordenador de curso Coordenadores de Curso 19/11 a 02/12 de 2012. Preenchimento por meio eletrônico – site INEP 6. Boletim de Desempenho do Estudante 2012 Coordenadores de Curso, Professores e Alunos Média de seis meses depois da realização da prova a divulgação Consulta por meio eletrônico – site INEP

54 Ingressantes Concluintes NÚCLEO DE QUALIDADE Nivelamento
Balcão de Expressão Balcão Lógico AIC Elaboração Aplicação Devolutiva PAC Grandes Áreas Disciplinas Conteúdos Formação Geral Formação Específica Oficinas Específicas Ingressantes Concluintes

55 Gestão ! Qualidade! Sustentabilidade !

56 cpa@uniplac.net http://www.uniplac.net/ava/ www.inep.gov.br

57 “Unir-se é um bom começo, manter a união é um progresso, e trabalhar em conjunto é a vitória.”
Henry Ford


Carregar ppt "Entendendo o SINAES. Setor de Assessorias de Planejamento e Avaliação e Comissão Própria de Avaliação - CPA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google