A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Disciplina de Projecto Tecnológico Engenharia do Ambiente Faculdade de Ciências do ar e do Ambiente Universidade do Algarve.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Disciplina de Projecto Tecnológico Engenharia do Ambiente Faculdade de Ciências do ar e do Ambiente Universidade do Algarve."— Transcrição da apresentação:

1 Disciplina de Projecto Tecnológico Engenharia do Ambiente Faculdade de Ciências do ar e do Ambiente Universidade do Algarve

2 Objectivos do Projecto Tecnológico (PT) Com a realização do PT os alunos deverão demonstrar que (1) : Têm conhecimento da área científica na fronteira do conhecimento científico (últimos métodos, técnicas e teorias); São capazes de compreender a estrutura da área científica e as relações entre as partes que as constituem; São capazes de acompanhar e interpretar o modo como estão a evoluir o método de pesquisa dos factos e do desenvolvimento de teorias; São capazes de interpretar e compreender outras disciplinas; São capazes de situar a sua própria investigação ou trabalho num contexto multidisciplinar; (1): Soares, J. S., 2004, Implementação do Processo de Bolonha a Nível nacional, por Áreas de Conhecimento – Engenharia, Relatório Preliminar, Despacho nº /2004 (2ª série) de 13/07/2004, Ministério da Ciência, Inovação e Ensino Superior, Lisboa, 197 p.

3 Com a realização do PT os alunos deverão demonstrar que (cont.): São capazes de raciocinar logicamente; São capazes de aplicar e criticar paradigmas (técnicas de raciocínio) no âmbito da área de estudo; São capazes de adoptar um ponto de vista em relação a um argumento científico e avaliar criticamente a sua validade; São capazes de reflectir sobre o seu próprio pensamento e trabalho, e em consequência dessa reflexão introduzir melhorias; São capazes de dar uma contribuição original para o pensamento científico; São capazes de demonstrar originalidade e criatividade no tratamento da disciplina; Objectivos do Projecto Tecnológico (PT)

4 Com a realização do PT os alunos deverão demonstrar que (cont.): São observadores, demonstrando capacidades para identifica as relações e descobrir novas perspectivas em situações aparentemente triviais; São capazes de demonstrar originalidade na revisão crítica; São capazes de revelar independência na definição do sentido a seguir para aumentar os seus conhecimentos no exercer da usa profissão (futura), e na escolha de um lugar na sociedade; São capazes de lidar com uma situação complexa e desenvolver uma opinião fundamentada na ausência de dados completos; São capazes de comunicar resultados da investigação e as soluções encontradas para problemas a colegas, tanto da mesma área como de outras áreas científicas. Objectivos do Projecto Tecnológico (PT)

5 Importância do PT Trabalho integrador de conhecimentos; Multidisciplinar (com eventual trabalho em equipas técnicas multidisciplinares); Trabalho de grande dimensão (em extensão de texto e tempo dedicado); Possibilidade de contacto directo com o mercado de trabalho; Exige grande rigor científico e formal. MAIS-VALIA: Semelhante ao tipo de raciocínio, desenvolvimento e apresentação dos trabalhos exigidos no mercado

6 Regulamento do PT Coordenador da disciplina de Projecto Ao Coordenador cabe a responsabilidade de, no início de cada ano lectivo: a)Emitir convite à apresentação de temas para Projecto, dentro da Universidade e, se possível também no exterior; b)Receber, compilar e afixar publicamente os temas para projecto; c)Receber as inscrições para os temas; d)Afixar os resultados das candidaturas aos temas; e)Gerir, em conjunto com o Conselho Pedagógico, os conflitos resultantes das candidaturas; f)Assegurar a presidência do júri.

7 Regulamento do PT Apresentação e selecção de temas Os temas do Projecto em Engenharia do Ambiente devem versar áreas da engenharia ou de ciências do ambiente, de acordo com o objectivo da disciplina estabelecido na introdução. Os temas de Projecto podem ser propostos por docentes desta ou de outras Faculdades da Universidade do Algarve, ou por outras entidades ou individualidades idóneas. Haverá sempre um docente da Universidade orientador ou co-orientador. As propostas de temas para Projecto são entregues ao Coordenador da disciplina de Projecto no início de cada ano lectivo. Os alunos só podem fazer Projectos em áreas científicas de disciplinas já realizadas.

8 Regulamento do PT Apresentação e selecção de temas (cont.) Para cada tema, o(s) proponente(s) deve(m) entregar ao Coordenador uma ficha, que não deve exceder 2 páginas A4, e onde conste: - Nome do docente responsável - Descrição sumária do trabalho - Título preliminar do trabalho - Objectivos a atingir - Número máximo de alunos abrangidos, com definição de tarefas específicas por aluno

9 Regulamento do PT Apresentação e selecção de temas (cont.) A selecção e a distribuição dos alunos pelos diferentes temas de projecto será da exclusiva responsabilidade destes, só havendo intervenção do(s) docente(s) proponente(s) do(s) tema(s) na distribuição final, em caso de não concordância ou falta de distribuição. A selecção e distribuição dos alunos pelos temas de projecto deverá ser efectuada até ao fim do 1º semestre. Se no prazo estipulado no número anterior a distribuição dos alunos não tiver sido efectuada e comunicada, será a mesma realizada pelo Coordenador.

10 Regulamento do PT Ao docente/entidade responsável por cada projecto tecnológico cabe a responsabilidade de: a) Orientar cientificamente o projecto; b) Esclarecer dúvidas durante a realização do Projecto; c) Corrigir apenas a versão provisória, que irá a discussão oral

11 Regulamento do PT Relatório final O relatório do Projecto é um documento apresentado na forma de relatório formal de síntese dos trabalhos efectuados, resultados obtidos e conclusões finais. Este relatório deverá ter no máximo 50 (cinquenta) páginas, escritas com espaçamento de 1,5 (espaço e meio), Arial 11 e mencionar na capa Documento Provisório e Trabalho realizado no âmbito da disciplina de Projecto Tecnológico da Licenciatura em Engenharia do Ambiente, da responsabilidade dos autores. Normas orientadores para a elaboração do relatório encontram-se disponíveis na página da internet da FCMA. O prazo limite para entrega do relatório será de dois anos lectivos. Findo este prazo o aluno deverá iniciar um novo projecto tecnológico com outro tema.

12 Regulamento do PT Relatório final (cont.) O relatório deve ser entregue ao Coordenador, em triplicado acompanhado de uma informação escrita do orientador. O aluno deverá ainda entregar uma cópia do projecto tecnológico em suporte digital A data da defesa será marcada pelo Coordenador, no mínimo quinze dias úteis após a recepção do relatório. Deverá ser imediatamente afixado, em local apropriado, o anúncio da referida defesa, incluindo o título do trabalho e os membros do Júri. Após a discussão do relatório, o aluno terá de realizar as correcções necessárias para a aprovação do trabalho. O relatório corrigido deve ser entregue ao Coordenador acompanhado de uma declaração do orientador confirmando que as alterações propostas pelo júri foram introduzidas (prazo limite de 3 meses).

13 Regulamento do PT Avaliação e classificação A avaliação na disciplina de Projecto é realizada num só momento: aquando da apresentação e discussão do relatório do respectivo Projecto perante um júri de avaliação. O júri tem a seguinte constituição: -Presidente do júri; -Docente responsável pelo projecto; -Um segundo docente e/ou orientador externo a indicar pelo docente responsável. A apresentação tem a duração máxima de 20 (vinte) minutos e a discussão a duração de 20 (vinte) minutos por membro do júri, não devendo ultrapassar 1 (uma) hora.

14 Regulamento do PT Avaliação e classificação (cont.) A classificação final dos alunos da disciplina de projecto será efectuada imediatamente a seguir à discussão oral. A classificação final será atribuída por consenso entre os elementos do júri, numa escala de 0 (zero) a 20 (vinte) valores. Caso não haja consenso na classificação final, aplicar-se-ão as seguintes fórmulas: NF = 0,2 A + 0,8 R A = 1/3 P + 1/3 D + 1/3 O R = 1/4 P + 1/4 D + 1/2 O onde: NF - Nota final da disciplina (0 a 20 valores) A - Nota da apresentação oral e discussão (0 a 20 valores) R - Nota do relatório (0 a 20 valores) P - Nota do presidente do júri (0 a 20 valores) D - Nota do segundo docente ou do orientador externo (0 a 20 valores) O - Nota do orientador (0 a 20 valores)

15 Forma e conteúdo Estrutura: ver Regras para Elaboração de Relatórios Técnico e Científicos Conteúdo: –Rigor científico; –Rigor de linguagem; –Síntese; –Realçar o trabalho realizado e as componentes inovadoras. ASPECTOS PARTICULARES: Confidencialidade

16 Fontes bibliográficas A citação evita o plágio... (ainda que possa ser necessário obter permissão para publicação, como no caso de figuras); Podem citar-se excepcionalmente páginas de internet, desde que pertençam a instituições nacionais ou internacionais de reconhecida idoneidade, e desde que essa informação não esteja disponível em documentos publicados; Deve haver parcimónia no uso de citações: não se deve usar citação para informação de conhecimento geral; PARA REGRAS DE FORMATAÇÃO VER: Regras para Elaboração de Relatórios Técnico e Científicos, ou qualquer outra norma editorial

17 Apresentação oral Deve reflectir a totalidade do trabalho; Deve realçar o trabalho realizado e as componentes de inovação; Exige-se rigor de linguagem oral e escrita; Exige-se rigor formal na apresentação multimedia; Exige-se rigor no cumprimento do tempo da apresentação; Pede-se calma e concentração...

18 Acompanhamento e contactos Procedimentos correntes: (inscrições para temas, dúvidas processuais, marcação de discussões, requisição de salas e de material audio-visual) Paula Caboz (Secretaria do C.D.) Dúvidas técnicas/científicas: (Orientação do trabalho prático, definição dos objectivos, planeamento do trabalho, preparação do relatório escrito e da apresentação oral) Orientador interno e externo (caso exista) Dúvidas processuais não correntes: (Condições de acesso a temas, escolha de orientadores, substituição de orientadores, etc.) Coordenador da disciplina de Projecto Tecnológico

19 Documentos Regulamento da disciplina de Projecto Tecnológico (pedir cópia na secretaria do CD) BOM TRABALHO Regras para Elaboração de Relatórios Técnico e Científicos (descarregar de: w3.ualg.pt/~lnunes)


Carregar ppt "Disciplina de Projecto Tecnológico Engenharia do Ambiente Faculdade de Ciências do ar e do Ambiente Universidade do Algarve."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google