A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Curso de Ciências da Comunicação Escola Superior de Educação da Universidade do Algarve Trabalho de : Introdução à Informática em Comunicação 1º Ano Professor:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Curso de Ciências da Comunicação Escola Superior de Educação da Universidade do Algarve Trabalho de : Introdução à Informática em Comunicação 1º Ano Professor:"— Transcrição da apresentação:

1

2 Curso de Ciências da Comunicação Escola Superior de Educação da Universidade do Algarve Trabalho de : Introdução à Informática em Comunicação 1º Ano Professor: Fernando Carrapiço 2004/2005, 1º Semestre

3 Índice Comunicação Pré-Natal – A Comunicação entre os Pais e o FetoComunicação Pré-Natal – A Comunicação entre os Pais e o Feto Comunicação Neo-Natal – Construção da Comunicação no BebéComunicação Neo-Natal – Construção da Comunicação no Bebé - Após o Nascimento - Até aos Três Meses - Dos Seis Meses aos Dois Anos A Comunicação Infantil – A Criança como um Ser SocialA Comunicação Infantil – A Criança como um Ser Social - A Criança entre os Dois e os Quatro Anos - Dos Quatro aos Seis Anos Influência dos Adultos na Aquisição da LinguagemInfluência dos Adultos na Aquisição da Linguagem Parar

4 A criança desperta para a comunicação ainda antes de nascer, respondendo a pequenos estímulos, como o toque, a música, ou o som das vozes dos pais. Comunicação Pré – Natal A relação entre os pais e o feto Parar

5 A Comunicação Neo – Natal Construção da Comunicação no Bebé O bebé é um ser activo que procura estímulos no meio que o rodeia, e que vai assimilando esses estímulos de forma progressiva. O bebé vai- se adaptando ao meio em que está inserido, enriquecendo-se com experiências que lhe permitem evoluir desde os reflexos inatos até às representações simbólicas, ao longo do processo que lhe possibilitará a construção da linguagem a partir de uma relação inicial de comunicação com os adultos, em especial com a mãe, até ao domínio de um sistema de sinais que lhe tornará possível comunicar tudo o que deseje. Parar

6 - Após o Nascimento Após o nascimento, o bebé tem necessidade de expressar as suas múltiplas necessidades com um leque de formas de comunicação muito restrito. A mais significativa de todas elas é o choro. A tarefa da mãe será aprender a interpretá-lo Parar

7 - Até aos Três Meses Ao atingir as seis semanas, o sorriso sociável marca o desejo que o bebé tem de conversar, e algumas semanas mais tarde ele começa a emitir sons de vogais: eh, ah, uh, oh. Por volta dos três meses, quatro quando muito, já emitirá vários sons: vocalizações, risos, guinchos e soprar entre os lábios. Parar

8 - Dos Seis Meses aos Dois Anos Por volta dos seis meses fazem a sua aparição as primeiras consoantes do vocabulário do bebé – m, p, b – e assim ele consegue dizer ma e pa muito cedo, embora não estabeleça ainda nenhuma relação com o significado. Parar

9 A criança, ao assimilar aquilo que lhe é transmitido pela sociedade e também o que lhe é exigido, está a continuar um trabalho de socialização já iniciado no seio da família. 2- O conhecimento dos outros: as crianças vão compreendendo o que sentem, quais são os seus interesses e motivações, apesar de até aos seis anos a criança viver numa perspectiva egocêntrica e fantasiosa em que transforma a realidade na sua realidade particular (jogos de faz de conta), acreditando frequentemente que os outros pensam por ela; 3- O conhecimento social: o conhecimento da criança acerca da sociedade não termina na sua compreensão dos outros, estende-se também ao conjunto de relações sociais que pouco a pouco vai descobrindo. A criança começa a ver que existem grupos diferentes, valores diferentes e normas para cumprir. A Comunicação Infantil A Criança como um Ser Social Há três grandes campos nos quais o desenvolvimento social se concretiza: 1-O conhecimento de si mesmo: a criança necessita de se conhecer, formar uma ideia de si mesmo para se valorizar de forma ajustada, por aquilo que é e não pelo que esperam dela; Parar

10 -A Criança entre os Dois e os Quatro Anos Ao chegar a esta idade, os contextos e experiências sociais da criança multiplicam-se, o que traz consigo novas oportunidades para a descoberta, como por exemplo por meio da imitação – processo através do qual a criança desenvolve a sua capacidade de comunicação Parar

11 - Dos Quatro aos Seis Anos Nesta fase, a criança interage e aprende ainda muito com a família, mas o seu principal meio de aprendizagem é o infantário ou a escola. Aí melhora as suas relações pessoais com as outras crianças. Parar

12 Influência dos Adultos na Aquisição da Linguagem Muitas das funções consideradas como interpessoais como o desenvolvimento da linguagem, aparecem duas vezes: primeiro no plano inter psicológico, na relação com as outras pessoas, e depois no plano intra psicológico, no interior da própria criança. Este duplo aparecimento tem o seu reflexo na zona de desenvolvimento próximo que não é outra que a situação que se produz numa interacção, por exemplo, entre uma criança e um adulto aquando da resolução de um problema. Sozinha a criança tem mais dificuldades do que acompanhada, o que mostra que há um desenvolvimento actual e um desenvolvimento potencial. Isto é especialmente notório ao nível da linguagem. Parar

13 Trabalho realizado por: Rita Jorge, nº Andrea Saraiva, nº 26191


Carregar ppt "Curso de Ciências da Comunicação Escola Superior de Educação da Universidade do Algarve Trabalho de : Introdução à Informática em Comunicação 1º Ano Professor:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google