A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Educação e Rendimentos Pedro Telhado Pereira Universidade da Madeira, CEPR, IZA and CEEAPla.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Educação e Rendimentos Pedro Telhado Pereira Universidade da Madeira, CEPR, IZA and CEEAPla."— Transcrição da apresentação:

1 Educação e Rendimentos Pedro Telhado Pereira Universidade da Madeira, CEPR, IZA and CEEAPla

2

3 Portugal é o país dos considerados que apresenta maior rendibilidade da educação

4 A rendibilidade da educação tem apresentado uma tendência crescente

5 A cohort dos mais velhos e mais educados é a que apresenta evolução mais crescente

6 A licenciatura é o grau que apresenta maior rendibilidade

7 As engenharias, a gestão e a economia lideram Table 1 – Returns to Degree Type and Content, 1995 Degree TypeDegree ContentAllMenWome n "Bacharelato"Management and Economics270%262%267% "Bacharelato"Engineering368%325%408% "Bacharelato"Human and Social Sciences240%224%262% "Bacharelato"Other Degrees318%327%319% "Licenciatura"Management and Economics500%471%498% "Licenciatura"Engineering504%450%548% "Licenciatura"Human and Social Sciences431%331%492% "Licenciatura"Other Degrees438%373%492%

8 Os resultados utilizando o ECHP Confirmam os resultados obtidos utilizando os Quadros de Pessoal A rendibilidade da educação é maior no sector privado que no público Não existe problema de selectividade na amostra feminina Não confirmam a teoria do sinal

9 As regressões de quantis mostram uma grande dispersão nos resultados

10 Portugal 2000 – Inquérito ao Emprego

11 Evolução

12

13

14 Existe uma relação negativa entre o nível e o risco

15 Inquérito à Inserção – Direcção Regional de Formação Profissional – 1996/2001 A probabilidade de uma pessoa do sexo feminino estar empregue um mês após a realização do curso é 41,8% a de uma pessoa do sexo masculino. 48% ao final de um ano e 26,6% ao fim de dois anos. Ao fim de dois anos os mais educados apresentam uma maior probabilidade de estarem empregues - em relação aos sem estudos formais –1,95 para os com estudos primários –7,70 para os com estudos secundários –12,2 para os com estudos terciários Os programas de formação em Turismo e em Electrónica e Energia têm efeitos significativos na probabilidade de emprego dois anos após a conclusão da formação.

16

17 Sugestões para a reforma Discussão da provisão versus produção pública. Melhoria dos incentivos para os professores e administradores. Maior transparência e responsabilização face aos alunos, pais e contribuintes. Estudo de quais as competências em falta no mercado de trabalho. Ensino académico ou tecnológico.

18 Bibliografia: Budria, Santiago and P. T. Pereira (2005) Educational Qualifications and Wage Inequality: Evidence for Europe, IZA DP Budria, Santiago and P. T. Pereira (2007), The Transition from Vocational Studies to Work in Madeira: Does the Training Program Matter?, mimeo. Hartog, J., P. Pereira and J.A. Vieira (2001), Changing Returns to Education in Portugal during the 1980s and Early 1990s: OLS and Quantile Regression Estimators, Applied Economics 33, Martins, P.S. and P.T. Pereira (2004), Does Education Reduce Wage Inequality? Quantile Regressions Evidence from 16 Countries, Labour Economics, 11(3), Pereira, P.T. and P.S. Martins (2002a), Is there a Return-Risk Link in Education?, Economics Letters 75, Pereira, P.T. and P.S. Martins (2002b), Education and Earnings in Portugal. Bank of Portugal Conference Proceedings Portugal, Pedro (2004) Mitos e Factos Sobre o Mercado de Trabalho Português: A Trágica Fortuna Dos Licenciados, Banco de Portugal / Boletim económico / Março 2004


Carregar ppt "Educação e Rendimentos Pedro Telhado Pereira Universidade da Madeira, CEPR, IZA and CEEAPla."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google