A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MICROECONOMIA I Pedro Telhado Pereira. Maximização da utilidade. Solução intuitiva – Equilíbrio interior No equilíbrio interior com bens divisíveis e.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MICROECONOMIA I Pedro Telhado Pereira. Maximização da utilidade. Solução intuitiva – Equilíbrio interior No equilíbrio interior com bens divisíveis e."— Transcrição da apresentação:

1 MICROECONOMIA I Pedro Telhado Pereira

2 Maximização da utilidade. Solução intuitiva – Equilíbrio interior No equilíbrio interior com bens divisíveis e preferências bem comportadas TMS=p1/p2=UM1/UM2 Se não houver saciedade - no óptimo tem que se verificar a relação acima e p1 q1 + p2 q2 = Y

3 Solução de canto No caso de q1=0, ou seja o consumidor só deixa de trocar o bem 1 pelo bem 2 porque já não tem mais do bem 1. A valorização pessoal é menor do que a do mercado TMS=UM1/UM2

4 Solução de canto No caso de q2=0, ou seja o consumidor só deixa de trocar o bem 2 pelo bem 1 porque já não tem mais do bem 2. A valorização pessoal do bem 2 é menor do que a do mercado TMS21=UM2/UM1p1/p2 Se não houver saciedade - no óptimo com q2=0 tem que se verificar a relação acima e p1 q1 = Y

5 Nota Note que as situações de canto se podem verificar com TMS= p1/p2 Mas todas as soluções interiores implicam TMS= p1/p2

6 Estes resultados aplicam-se ao caso de n bens Reproduza a lógica acima para o caso de n bens.

7 Graficamente – solução interior Consumo óptimo Recta orçamental

8 Desenhe as soluções de canto Confirme os resultados encontrados intuitivamente

9 Análise Matemática Max U(q1,q2) s.a. p1q1+p2q2 Y q1 0 q2 0

10 Derivando Mais as restrições

11 Se q1>0 e q2>0 Logo UM1/UM2=p1/p2

12 Se q1>0 e q2=0 Logo UM1/UM2p1/p2

13 Se q1=0 e q2>0 …

14 A solução óptima x1=x1(p1,p2,Y) x2=x2(p1,p2,Y) Função Utilidade Indirecta V(p1,p2,Y)= U(x1(p1,p2,Y), x2(p1,p2,Y))

15 Na solução interior qual o significado de

16 Resolva os exercícios de optimização pelo método dos multiplicadores de Lagrange. Ache a função utilidade indirecta correspondente à função utilidade

17 Preferência Revelada

18 O cabaz 1 (X1) é directamente revelado preferido (DRP) ao cabaz 2 (X2) Se o cabaz X1 foi escolhido quando o X2 estava acessível

19 O cabaz 1 (X1) é indirectamente revelado preferido (IRP) ao cabaz 2 (X2) Se existe uma sequência de directamente revelado preferido que ligue o Cabaz 1 com o Cabaz 2 Usa-se Revelado Preferido (RP) para incluir DRP e IRP

20 Axioma Fraco da Preferência Revelada Se X1 não é X2 e se X1 DRP X2, então nunca poderá ser X2 DRP X1

21 Axioma Forte da Preferência Revelada Se X1 não é X2 e se X1 RP X2, então nunca poderá ser X2 RP X1

22 Resolva os exercícios


Carregar ppt "MICROECONOMIA I Pedro Telhado Pereira. Maximização da utilidade. Solução intuitiva – Equilíbrio interior No equilíbrio interior com bens divisíveis e."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google