A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Trabalho realizado por: *Tiago limão nº 14 *Tiago paixão nº 13 *Marco Nunes nº 5.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Trabalho realizado por: *Tiago limão nº 14 *Tiago paixão nº 13 *Marco Nunes nº 5."— Transcrição da apresentação:

1

2 Trabalho realizado por: *Tiago limão nº 14 *Tiago paixão nº 13 *Marco Nunes nº 5

3 A Internet é um lugar fantástico onde podes falar com gente de todo o mundo e fazer novos amigos, aprender coisas sobre determinados assuntos e passar momentos divertidos. Mas, para poderes beneficiar de todas as vantagens da Internet, é fundamental que a utilizes em segurança, sendo importante que: * Tomes consciência que o computador é uma ferramenta que serve para comunicar de uma maneira positiva; * Saibas distinguir entre os conteúdos recomendáveis e não recomendáveis; * Tenhas consciência de que na Internet há pessoas de todo tipo, como em qualquer outro lugar; Saibas reagir de maneira responsável e resolver possíveis situações de risco. E para que nunca te esqueças da importância dos comportamentos de segurança na Internet, fixa esta máxima: para avançares na Internet em segurança, pára, pensa e clica.

4 Bullying é um termo de origem inglesa utilizado para descrever actos de violência física ou psicológica, intencionais e repetidos, praticados por um indivíduo (bully) ou grupo de indivíduos com o objectivo de intimidar ou agredir outro indivíduo (ou grupo de indivíduos) incapaz de se defender. A palavra "Bully" significa "valentão", o autor das agressões. A vítima, ou alvo, é a que sofre os efeitos delas. Também existem as vítimas/agressoras, ou autores/alvos, que em determinados momentos cometem agressões, porém também são vítimas de bullying. FreewareSoftware disponível para download na Internet de forma gratuita. Nickname Nome escolhido pelo utilizador quando se regista num chat. Este nome, geralmente, dá algumas indicações sobre os interesses da pessoa. Shareware Software que permite ao utilizador partilhar ficheiros com outros utilizadores da Internet.

5 ("Pescar" informações dos utilizadores) - método de engenharia social através do qual um desconhecido se faz passar por alguém de confiança, ou por uma entidade, com vista à obtenção de informações que permitam o acesso não autorizado a computadores, informações ou contas bancárias. Ex: algumas frases às quais deve ter atenção numa mensagem de correio electrónico: "Verifique a sua conta."; "Se não responder dentro de 48 horas, a sua conta será fechada." É um "software" malicioso que permite a recolha de informação do computador do utilizador por parte de desconhecidos. Na generalidade, o spyware poderá vir integrado em programas não fidedignos, ou em determinadas componentes transferidas, quando se acede a um site de Internet. ex.: existem várias formas de o spyware ou outro software indesejado entrar no seu computador. Um truque comum é instalar o software sub-repticiamente durante a instalação de um outro software de que necessita, como um programa de partilha de ficheiros de música ou de vídeo.

6 É o conceito utilizado para mensagens de correio electrónico não solicitadas, enchendo as caixas de correio dos utilizadores e aumentando o volume de tráfego na rede. Ex: mensagens publicitárias de correio electrónico. Exemplo de vírus, têm a mesma finalidade do vírus, mas propagam- se automaticamente, replicando-se assim em grande volume. Ex: o computador reinicia sozinho e depois não funciona normalmente. Na sua maioria encontram-se incluídos no código de programas ou ficheiros e poderão danificar o computador ao propagar-se de ficheiro em ficheiro e até mesmo de computador em computador. Ex: o computador tem um funcionamento mais lento do que é habitual.

7 Todos os novos cidadãos da Internet, também chamados netcitizens, devem ter presente que existem outros cidadãos e que, tal como na navegação real ou noutra actividade pública, existem regras implícitas de conduta ou etiqueta. Se não compreendermos como funcionam as regras de cidadania na Internet, isso poderá resultar em muito mais do que a simples perda de uma boa oportunidade. Se dissermos algo errado, na altura errada, isso poderá ser considerado um abuso e provocar outros problemas. Assim, antes de começarmos a utilizar as ferramentas de comunicação no processo de ensino e aprendizagem, é fundamental saber quais as regras de etiqueta que se usam nestes novos meios de comunicação. Devemos começar por orientar os nossos alunos com exemplos de boa conduta, tais como: Não escrever com letras maiúsculas - isso significa que ESTÁ A GRITAR; Evitar atitudes que possam ser mal interpretadas ou que firam susceptibilidades; Evitar utilizar em excesso abreviaturas, pois podem confundir o(s) interlocutores); Não ofender nem magoar aqueles com quem está a interagir; Utilizar uma linguagem própria, adequada e cuidada; Utilizar o bom senso; Respeitar os outros; Tentar escrever mensagens curtas.

8 . A fiabilidade e veracidade da informação devem ser acauteladas sob pena de os alunos trabalharem sobre informações que não correspondem à realidade. Como o fazer? 1.É importante que a informação recolhida num sítio possa ser confirmada noutro(s) sítio(s) como forma de lhe dar consistência e maior credibilidade. 2.A informação encontrada nos directórios, porque avaliada antes de ser colocada nas respectivas categorias e subcategorias, pode garantir algum grau de credibilidade. 3.A utilização de sítios Web credíveis onde sejam fornecidas hiperligações para outros sítios é também outra das estratégias que podemos utilizar com os nossos alunos. 4.Pesquisar em sítios Web que, à partida, são idóneos em termos dos conteúdos que tornam públicos. Temos como exemplo as instituições educativas, que se identificam através do domínio.edu. Todavia, por si só, isto não significa uma certeza absoluta sobre a qualidade da informação veiculada. Outros domínios comuns são os seguintes: edu – educação com - organizações comerciais org - organizações sem fins lucrativos net - empresas de telecomunicações e ISP gov - governo dos Estados Unidos da América eu - União Europeia pt - Portugal

9 Aumenta o teu Quoficiente de segurança na Internet! - Dicas para os mais jovens Aumenta o teu Quoficiente de segurança na Internet! Ou como podes parar de te preocupar e amar a Internet. Quando tu navegas na Internet são poucos os salva-vidas e podem estar longe. É por isso que queremos que te tornes o teu próprio "salva-vidas" e fiques atento à tua própria segurança e privacidade quando estiveres a surfar "online". Estas dicas rápidas são os primeiros passos muito importantes. 1: As Três Principais Regras 2: Mas o k é isso de "Informação pessoal"? 3: O k é k os Pais devem Saber 4: Dicas para o "Username"/Utilizador 5: Dicas para a "Password" (Código de acesso/Palavra-chave) 6: Evitar Provocadores ("Bullies") 7: Evitar Lixo ("Spam") 8: Evitar Vírus

10 Nunca baixes a guarda quando estás a navegar na Internet. Quebrar uma destas três regras significa que ficas completamente sem defesas. Número Um Não partilhe informação pessoal como qualquer um que esteja também na Internet. Informação pessoal é tudo que qualquer pessoa pode usar para te identificar na vida real. A não ser que saibas exactamente quando o podes fazer, procura nunca dar essa informação. Número Dois Não acredite em tudo o que vê na Internet. Fica sempre de pé atrás quando uma pessoa na Internet - ou mesmo o sítio de uma empresa - te dizem alguma coisa. Tu nunca sabes na verdade com quem estás a falar "online", por isso tem atenção que qualquer comentário do tipo (Ei, os Morangos Com Açúcar são meus amigos! Queres conhecê-los?"), é mais provável que seja mentira do que verdade. Número Três Nunca concorde em encontrar-se com alguém na vida real que conheces-te na Internet. São muitas as possibilidades de isso correr mal pelo que é melhor riscares isso da tua lista "O k vou fazer hoje.

11 Então o que é "Informação Pessoal"? Dar este tipo de informação sobre ti ajuda as pessoas más como os provocadores e os predadores a encontrar-te na Internet e a encontrar-te no mundo real: O teu nome completo O teu endereço A cidade onde moras O teu número de telefone A escola que frequentas O nome do clube onde jogas e o número que usas O teu de casa Um endereço ICQ

12 Existem algumas excepções. Por exemplo, tu podes dar o teu primeiro nome num chat se for uma coisa vulgar. Mas se o teu nome for um pouco raro, como Isaltino ou Isaurino, pensa duas vezes. Ou se morares no Porto, o nome da tua cidade não permite encontrar-te facilmente. Mas se disseres a toda a gente que moras em Vila Nova de Cacela, Vila Real de Santo António, encontrar-te tornou-se mais fácil. Outra excepção é quando os teus pais compram alguma coisa pela Internet. De certa forma, os números do cartão de crédito são informação de identificação pessoal para o teu mealheiro. Neste caso, os teus pais devem ter a certeza que o site promete: utilizar tecnologia de encriptação para receber a informação em segurança, armazenar a informação do cartão de crédito e outra informação pessoal numa máquina que não esteja ligada à Internet e, que nenhuma 3ª pessoa irá ver a informação. (Ou seja, que o sítio não irá vender a tua informação a outros que te querem vender também alguma coisa. Outra alternativa é a utilização de um cartão de crédito temporário, através do serviço.

13 Os vírus de computadores são um dos principais riscos quando vais à Internet. Hoje em dia, mesmo só ver a página web ou mensagem de correio erradas pode ser o suficiente para o teu computador apanhar vírus. Aqui estão os dois truques mais conhecidos para apanhar esses bichos no seu próprio jogo.: Certifica-te que tens programas de protecção de vírus actualizados. Faz uma pesquisa usando as palavras "protecção de vírus" para teres uma lista de empresas que oferecem estes programas, bem como explicações. Antes de escolheres o teu programa de protecção (ou os teus pais), procura saber se a empresa fornece actualizações regulares, para que o teu computador possa estar preparado para lidar com as ameaças mais recentes. Tu podes ter de descarregar essas actualizações a partir do sítio da empresa e instalá-las tu próprio. Quando receberes um ou uma mensagem instantânea com anexos, de uma pessoa que não conheces, não cliques nesses documentos. E mesmo que seja de alguém que conheças, faz sempre um exame com o teu programa de protecção de vírus, antes de os abrir.

14 não desejados podem ser no início bastante irritantes mas não demora muito a serem um gorila de 100 quilos a encher a tua caixa de correio. Utiliza estas dicas para ajudares a emagrecer esse gorila: Pede aos teus pais para criarem um endereço de correio electrónico para "descartável/deitar fora" para que o possas usar quando tiveres de te registar em sítios ou para fazer compras online. Deixa o spam ir todo para esse endereço, para que o teu principal endereço possa ser reservado para os amigos e a família. Não respondas à pessoa que envia o spam. Muito frequentemente, as mensagens de spam fazem convites tipo "Para deixar de receber estas mensagens, responda para:" seguidos de um endereço de . Frequentemente, isto só confirma que o teu endereço de está activo, dando a essas pessoas precisamente o que elas queriam. Utiliza programas de para filtrar endereços que não reconheças. Lê a secção de ajuda do programa para descobrires como enviar correio não desejado directamente para o lixo.

15 Mesmo uma coisa tão simples como escolher um nome de utilizador ou de ecrã é um exercício de segurança, porque é mais um sítio onde as pessoas podem obter informação sobre ti. Aqui estão mais algumas excelentes ideias que deves ter em conta: Quando escolheres um nome, utiliza o mínimo possível de informação sobre ti próprio. Não utilizes o teu último nome ou as tuas iniciais. Por exemplo, se o teu nome é Quim Alerta, não utilizes "quimalerta", "QEALERTA" ou "quima". Pela tua segurança, inventa qualquer coisa nova! Não utilizes o teu nome de utilizador da tua conta Sapo, Mail, Hotmail ou Yahoo,etc. Dessa maneira é muito fácil para os outros adivinharem o teu e tu não queres correio na tua caixa de correio vindo de estranhos. Não utilizes o nome da tua cidade, escola ou clube como teu nome de utilizador.· Tem cuidado como te descreves a ti próprio no nome de utilizador. Nomes como "RapazSuperSexy" ou "GatinhaLoura" pode atrair mais atenções do que as que desejas. Pode ter piada no início, mas quanto mais provocares pessoas online, mais problemas podes vir a ter.

16 Qual a razão para as palavras-chave ser bastante importante? Se alguém souber ou adivinhar a tua password, essa pessoa pode ligar-se com o teu nome de utilizador e fazer coisas embaraçantes online ou a tua informação pessoal pode ser espalhada pela Internet. Por isso segue estas dicas: Nunca, mas nunca dês a tua password a alguém. Mesmo os melhores amigos deixam escapar segredos por isso não a partilhes com eles. Não deixes a tua palavra-chave num papel colado no teu computador. Se a tiveres de escrever, coloca-a num sítio seguro e longe do computador.· Não escolhas uma password fácil de adivinhar, como o nome de um animal de estimação ou um aniversário.· Utiliza uma combinação de números, letras minúsculas e maiúsculas para tornares a password difícil de adivinhar. Tenta também trocar algumas letras com coisas parecidas, tal como utilizar o 0 (zero) pela letra maiúscula O, por A, o # pelo H e por aí fora.· A palavra-chave perfeita pode ser digitada tão rapidamente que mesmo que estejam a olhar por cima do teu ombro não conseguem ver quais as teclas que estás a carregar.· Muda as tuas passwords de 2 em 2 meses. Se pensas que alguém conhece a tua password, muda-a rapidamente.

17 O que é um Vírus Informático? Em informática, um programa que se reproduz e transfere de um computador para outro sem que o utilizador se aperceba pode ser um vírus. A maioria destes programas (os vírus são programas) são criados para destruir dados ou imobilizar a operação dos sistemas. São transmitidos em ficheiros contidos em disquetes, CDs ou em transmissões online. Os vírus podem ser divididos em três grandes tipos: - programas de demonstração (sim, construir um vírus também pode ter um objectivo educativo!); - programas de pesquisa para o conhecimento de "viroses" e métodos de ataque e finalmente, o pior de todos os motivos: - programas de gente com más intenções

18 Os vírus passam geralmente de um computador para outro por troca de ficheiros em disquetes. Podem também passar quando vais buscar programas a outras máquinas via Internet (downloads). Esta "infecção" é perigosa, pois não dá sinais e infecta o computador sem se dar por isso. Se descobrires um vírus no teu computador deves imediatamente tentar descobrir a sua origem e alertar quem to passou. (No entanto, há já alguns vírus inteligentes que se apagam das disquetes depois de se copiarem para o disco do PC, perdendo-se assim o seu rasto e impedindo a sua eliminação.) Como atacam?

19 Os vírus tentam difundir-se ao máximo até que começam a dar sinais de vida. Mas podem, por vezes, ser detectados sinais de uma infecção. É importante usar esta oportunidade para detectar e eliminar o vírus antes que este comece a sua fase de destruição. Há vários tipos de sintomas que passam por mensagens, sons, ou gráficos. No entanto a principal indicação é a alteração do tamanho dos ficheiros e o seu conteúdo. A diminuição da memória disponível é um bom indicador, pois o vírus tem que estar aí algures alojado.· A detecção mais frequente é feita através da pesquisa de determinadas assinaturas (simples sequências de letras próprias de cada tipo de vírus). Mas este tipo de pesquisa pode falhar porque pode haver outro programa (normal) com a mesma assinatura. Outros são detectados pelo funcionamento estranho, pois estão residentes na memória ou utilizam os recursos da máquina.

20 Não entres em pânico, age calmamente e evita ao máximo precipitares-te. O procedimento correcto é (para além de chamares quem saiba mais que tu): 1. Desligar o computador. 2. Voltar a ligá-lo, mas desta vez através de uma disquete "limpa", protegida em termos de escrita e com um anti-vírus que possa remover o vírus em questão. Se arrancares o computador através duma disquete o vírus do disco duro não ficará activo. Se a infecção for numa disquete, não desesperes, o lixo não é solução aconselhável. Através de um detector no disco duro podes eliminar a mesma facilmente.· Quando detectados, alguns vírus podem ser removidos de um modo seguro do computador, enquanto que outros causam tais danos que a solução é mesmo voltar formatar o PC e voltar a instalar todos os programas que tinhas antes do PC ser infectado. Todos os tipos de vírus são bastante perigosos e não convém facilitar: um vírus pode espalhar-se a milhares, ou mesmo milhões, de computadores em poucas horas! A única solução é a prevenção.

21 - Muito cuidado ao fazer downloads e instalações de programas ou documentos da Internet. - Muito cuidado também ao abrir documentos e programas recebidos por , sobretudo se não conhecemos quem os enviou. - Utilizar sempre software antivírus actualizado. - Fazer cópias regular (para disquete ou CD-ROM) dos documentos que temos no computador. Assim não perdemos as informações que se encontram armazenadas no disco rígido em caso de ataque de um vírus Como Prevenir Infecções de Vírus Informáticos·


Carregar ppt "Trabalho realizado por: *Tiago limão nº 14 *Tiago paixão nº 13 *Marco Nunes nº 5."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google